Cerro San Cristóbal e o pôr do sol mais lindo de Santiago

O Cerro San Cristóbal é parada obrigatória para quem visita Santiago e perfeito para quem está hospedado no Bairro Bellavista, o meu bairro favorito de Santiago. O cerro faz parte do Parque Metropolitano de Santiago, considerado o maior parque urbano do Chile.

Este cerro é um dos pontos mais altos da cidade e proporciona uma vista de tirar o fôlego. Junto dele fica o Zoológico Nacional do Chile, uma ótima opção para que tem um tempo a mais na viagem. Como fui no final do dia, para aproveitar o pôr do sol, o Zoo já estava fechado – lembrando que o Zoo só abre de terça a domingo.

Fiquei morrendo de vontade de visitar o Zoológico depois que descobri que ele é um dos mais importantes da América do Sul – lá existe, entre várias espécies: um urso polar, uma pantera negra e também um tigre branco!!! Sério, não perco por nada na próxima vez!

Bom, a maneira mais comum para chegar ao topo do Cerro San Cristóbal é com um funicular – aqueles trenzinhos verticais que nos salvam em qualquer ladeira (e quem dirá numa subida dessas).

Mas você também tem pode subir a pé, de bike – na cara e na coragem – ou de taxi. Pra mim, funicular é vida! Lembrando que o funicular funciona nas segundas, das 13h00 as 19h00, e de terça a domingo e feriados, das 10h00 as 19h00.

O valor para ida/volta de adulto é $2.000 pesos (crianças $1.500), válido de segunda a sexta. Finais de semana e feriado a viagem de ida/volta é $2.600 pesos (crianças $ 1.950).

Já no começo da subida começamos a ter uma noção do que nos espera lá no alto. A paisagem começa a se revelar por entre as árvores e a vista é incrível.

Funicular - Cerro San Cristóbal - Sanatiago

Ao desembarcar do funicular você vai ver que ali no alto existe algumas banquinhas para comprar lembrancinhas. Por ser uma área turística imaginei que os valores seriam altos, mas não era nada fora do comum. Os preços estavam equivalentes aos que vi em outras partes da cidade. Não quis deixar para mais tarde e foi ali que torrei meus precisos pesos.

Comprei alguns chaveiros para amigos – inclusive alguns de cobre, lindos!! Também comprei um enfeire de bolsa para minha mãe, alguns imãs e também uma mini garrafa de vinho chileno para um outro amigo.

Máscara Tribo Chule

Claro que eu não ia sair dali sem nada pra mim né!?! Comprei uma mascara inspirada na cultura de tribos do norte do Chile. Achei ela linda assim que bati os olhos a primeira vez. Como não comprei nada no Atacama, era agora ou nunca!

Depois do momento maníaco dos suvenirs, eu e o Rafael decidimos provar uma das bebidas típicas de Santiago. Pelo que descobrimos é um refresco muito apreciado por ciclistas que sobem o morro e super comum como uma bebida de rua no verão: o Mote com Huesillos.

Mote com Huesillos

Confesso que não fui muito com a cara do refresco – sério, visualmente o pêssego que está no copo não é nada bonito. No fundo também existem algumas cementes que eu não sabia se era pra comer ou não…. enfim, provamos… e não é ruim, mas também não morri de amores. Achei extremamente doce, o que pra mim não passa a sensação de algo refrescante. Pesquisando depois descobri que o Mote com Huesillos é preparado com água de caramelo, trigo cozido sem cascas (que são as sementes que eu falei, o mote) e pêssego desidratado (o Huesillo). Por fim, não deixe de provar!!

Sentamos então no beiral que cerca o cerro e esperamos o tempo passar. Dali também podíamos ver a Estatua de la Virgem, com seus 36 metros de altura.

Santiago, Cerro San Cristóbal

É possível subir mais algumas escadas e chegar aos pés da santa, mas confesso que a vista por ali estava tão linda que não tivemos vontade de subir.

Santiago, Cerro San Cristóbal

O sol começou a descer no horizonte a cidade foi ganhando uma coloração amarela. O fim dia perfeito… uma paisagem de tirar o fôlego. Para quem aprecia momentos assim sabe do que estou falando e entende como é difícil descrever.

cerro-san-cristobal-005 Pôr do sol em Santiago, Cerro San Cristóbal

Ficamos até o sol se pôr por completo e então pegamos o último funicular para descer. Minha dica então para terminar seu dia é ficar ali no Bairro Bellavista mesmo, escolher um dos ótimos restaurantes e curtir a noite.

* Para chegar ao Cerro San Cristóbal: a estação de metrô mais próxima da entrada do Cerro San Cristóbal é a Baquedano. Saindo da estação, passe pela Plaza Italia, atravesse o Rio Mapocho e caminhe até o fim da Calle Pio Nono – alí você vai chegar ao funicular.

Pôr do sol em Santiago, Cerro San Cristóbal

* * * * *

Veja aqui meu post sobre o Bairro Bellavista e encontre aqui as melhores opções de hospedagem em Santiago. Lembrando que ao fazer sua reserva no Booking ou contratar seu seguro viagem através dos links do blog, você contribui para manter este blog ativo. Pegue aqui um cumpro de 15% de desconto para contratar seu seguro. Qualquer dúvida fique a vontade para deixar um comentário no blog!

 

Mundo Aberto

Mundo Aberto é um projeto dos blogs The Way Travel e Um Viajante para explorar o mundo por mais de um olhar e detalhar cada experiência vivida nas expedições, de pontos turísticos e belezas naturais a informações sobre hospedagem, transporte, alimentação e dicas para aproveitar a viagem.

mondial-pos-2016

Meu Primeiro Mochilão

About The Author

Robson Franzói é um curitibano de 27 anos, formado em design e obcecado por descobrir coisas novas. Em 2012 decidiu correr atrás dos seus sonhos e no seu primeiro mochilão descobriu sua grande paixão: viajar! Amante também da fotografia, o garoto criou esse blog para compartilhar suas histórias, aventuras e clicks pelo mundo. Suas fotos já estão ficando conhecidas, aproveite e acompanhe o Instragram @blogumviajante

Related posts

25 Comments

  1. Lays

    Robson, confesso que o Cerro Santa Lucia me encantou muito mais, rs. Não sei se foi porque subi de taxi pro San Cristóbal, se foi porque Santiago estava muito embaçada por conta de muitas queimadas nos arredores no dia que fui.
    O mote con huesillos é obrigatório experimentar mesmo! Bem diferente e docinho.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Lays, ahhh sim.. também amei o Cerro Santa Lucia… mas quando eu fui ele estava bemm lotado, e lá no topo, pra tirar foto.. foi um partoo!! hahaha, mas vou fazer um post sobre ele também

      Pois é, tem que provar o mote mesmo… mas eu não entendi se o pêssego era pra comer ou não hahah

      Reply
  2. Harlan

    Parabéns pelo blog, Robson! Tenho que te agradecer por estar dando uma força para minha viagem, mesmo sendo pelos seus relatos. Me diga uma coisa, por favor, você chegou a ir na casa de Pablo Neruda que fica perto do Cerro San Cristobal? Foo antes ou depois de subir lá?

    Obrigado! Abs…

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Harlan, eu fui lá sim mas não entrei. Eu não tenho certeza do motivo agora: ou estava fechada ou decidi não entrar mesmo. Apenas cheguei na entrada, tem tipo um hall de recepção. Fui antes de subir…

      Abraços!!

      Reply
  3. Nelson

    Olá Robson,

    Estou planejando ir ao Chile com a minha família (esposa e 03 filhos : 15 anos, 6 anos e 2 anos) na última quinzena de julho e ficar por 5 ou 6 dias. O que eu tinha pensado era em ficar em Santiago e de lá conhecer Santiago e as cidades mais conhecidas (Viña Del Mar, Valparaiso) e ir até as 2 estações de esqui em Valle Nevado e Farellones. Você recomendaria que eu fosse até Portillo?
    Irei alugar um carro para fazer tudo isso, pois depender de qualquer outro tipo de transporte com todas essas crianças não é fácil.
    Existe algo mais que você recomendaria ou desaconselharia?

    Obrigado.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Olá Nelson, tudo bom? Acho que alugar um carro vai ser uma boa opção pra você. Como sua família é grande vai ser o mais prático mesmo. Viña del Mar e Valparaíso eu conheci, mas não fui ao Valle Nevado, estou com planos de ir esse ano – por isso vou ficar te devendo a informação sobre Portillo.

      A viagem de Santiago para Viña é bem tranquila, preciso agilizar meus posts sobre isso.. estou devendo ainda. Fica de olho no blog que vou postar mais algumas coisas sobre o Chile

      Reply
  4. Ricardo

    Olá Robson,
    Vou ao Chile em Abril, gosto de pesquisar e programar com antecedência e gostaria de algumas dicas sua de roteiro.
    Irei ficar em Santiago de 21 a 27/04, agradeço desde já.

    Ricardo Silva

    Reply
  5. Thamiris

    Oi Robson! Santa ajuda essa sua postagem. Eu e meu namorado, mais dois casais de amigos estamos indo dia 03 de julho ao Chile. Vamos chegar lá no sábado, com as casas de câmbio fechadas e estamos programando de ir ao Cerro no domingo, e por conta disso estamos planejando o quanto levar em pesos pra esse fim de semana, já que não vamos trocar grana esses dias. Em relação a lembrancinhas, você tem uma média de preços? Abraço

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Thamiris, então… eu não tenho os preços anotados aqui… mas não é nada muito exorbitante. Vale a pena tentar negociar e comprar tudo na mesma loja. Sempre percebo que quando eu compro várias coisas na mesma loja tenho mais chances de conseguir um desconto. Você vai adorar o Chile, desejo uma ótima viagem pra vocês

      Reply
  6. Ana Claudia Medeiros

    Oi, desculpa se vou fazer uma pergunta que contraria suas informações, mas é q tô meio pirando com isso. Aqui vc fala que o cerro san cristóbal é aberto para visitação todos os dias, inclusive feriados. Acontece q ontem li um post de uma blogueira brasileira q mora no Chile dizendo q os cerros não abrem às segundas. Eu sabia q os museus e o zoológico fechavam, mas o cerro? Fiquei louca pq vou bem nas fiestas patrias e minha programação tá bem complicada e apertada, sobrando apenas a segunda para a visita aos cerros. Me dá um help, por favor. Existe algum site oficial q eu possa consultar informações sobre essas visitações?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Ana, tudo bom? Olha, depois que você levantou essa pergunta eu fui pesquisar… até para não dar informação errada. Eu encontrei horários no site http://www.pms.cl/ mostrando que os parques abrem todos os dias, o funicular tem horário diferenciado na segunda-feira. Eu acho que você pode mandar uma mensagem para eles caso queira confirmar. Eu vou mandar também e vou falar com um amigo que mora lá… assim que eu tiver retorno vou atualizar aqui.

      Espero que faça uma ótima viagem

      Reply
  7. Leandro Cardoso

    Boa tarde, preciso de ajuda. Viajarei para Santiago no pxm dia 11/6, será minha primeira viagem fora do Brasil, e tenho um sonho de conhecer a neve, será que terei a sorte de conseguir conhecer e esquiar no vale la pelo dia 12 ou 13?
    Estou sem roteiro, a viagem nao foi programada pq dependíamos de alguns fatores contribuintes para isso, e infelizmente veio mt em cima da hora, enfim, aceito sugestões alem do city tour pela capital Santiago. Lembrando que terei apenas 4 dias pela capital Chilena. Vc poderia me ajudar?
    Obg

    Reply
  8. Carla

    Robson,

    Qual o horario que vc foi mais ou menos? Minha ideia também é assistir o por do sol de lá, mas não sei a hora ideal. Pensei em subir umas 18.30. Pela sua experiencia, o que acha?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Carla, tudo bom?? Então, vai depender de qual época do ano você vai…. as vezes anoitece mais cedo e as vezes mais tarde… quando você vai?

      Reply
      1. Lorena Fernandes Lemos

        Tenho a mesma dúvida, vou no verão, final de dezembro.. fico com medo de esperar o por do sol e não der para esperar o último funicular.

        Reply
        1. Robson Franzói

          As vezes eles podem alterar o horário do funicular… confirma o horário do último quando você for, assim fica mais garantido para não perder. Mas normalmente dá tempo sim

          Reply
  9. lys

    Olá Robson. Estou em Santiago agora e estou encontrando muitas dicas importantes por aqui. Show!!! Partindo pro Cerro seguindo seus passos. Ajuda muito. Lys, Niterói, RJ.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Opa… que bom Lys!! Não sei se ainda está viajando… mas se estiver, espero que aproveite muuuuito!!!! Fico muito feliz em saber que as dicas te ajudaram

      Bjos

      Reply
  10. Caroline Fernande

    Parabéns pelo site! Excelente dicas de viagem…

    Irei para Santiago agora no final de junho de 2016, com um grupo de 5 adultos e 4 crianças (idades 2 anos, 4 anos (2) e 8 anos) e por isso gostaria de sua opinião quanto ao seguinte roteiro, mas especificamente 1 dia desse nosso roteiro:

    Num domingo, após a nossa chegada, programamos conhecer os seguinte locais:

    – Manhã: Mercado Central, Palácio la Moneda (troca de guarda às 10h), Plaza das Armas com visita ao museu Pré Colombino.

    – Almoço – no próprio centro (Ocean Pacific) ou no Como Água para Chocolate

    – Tarde (após o almoço) – Cerro San Cristobal + ZOO + La Chascona

    Fica puxado com as crianças e o frio?

    Obrigada!

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Carol, tudo bom? Legal seu roteiro. Eu acho que você consegue seguir o roteiro sim… Talvez na terça a tarde fique um pouco mais corrido… mas mantenha assim e veja se consegue fazer. Roteiro é bom pra se basear, mas lá na hora curta no seu tempo. Se der, deu! Se não der você volta outra vez

      Se precisar de qualquer coisa é só dar um grito aqui!! Grande abraço!!

      Reply
    2. Lorena Fernandes Lemos

      Oi.. estou indo no final de dezembro deste ano.. meu roteiro para o city tour em Santiago está igual ao seu.. deu tempo de fazer tudo em um dia só?

      Reply
  11. Junior Sousa

    Olá! Me tira uma dúvida por favor! Sabe me informar se… caso eu pegue o funicular e desça no zoo, depois eu terei que pagar outra passagem para continuar a viagem até o topo?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Junior, tudo beleza?!? Então, pelo que eu me informei não precisa não.. paga uma vez só! Só tem que confirmar se existe um ticke específico com a parada do Zôo… essa é parte que não tenho certeza.

      Se precisar de qualquer coisa é só dar um grito aqui!! Grande abraço!!

      Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *