Um Viajante https://www.umviajante.com.br Blog de viagem, Dicas, Roteiros, Europa, Atacama, Fotos e Lifestyle. Fri, 19 Mar 2021 17:58:32 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.5.3 165587225 GoPro 9: é a melhor opção em 2021? Preço e onde comprar com segurança https://www.umviajante.com.br/gopro-hero-9-vale-pena-comprar https://www.umviajante.com.br/gopro-hero-9-vale-pena-comprar#respond Mon, 15 Mar 2021 20:05:56 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=39081 Vai comprar uma GoPro e está em dúvida sobre qual a melhor opção em 2021? Confira nesse post porque a GoPro Hero 9 pode ser a escolha certa levando em consideração recursos, diferenciais e preço. A GoPro continua em alta no segmento de câmeras de ação e segue aperfeiçoando suas versões através de modelos lançados […]

O post GoPro 9: é a melhor opção em 2021? Preço e onde comprar com segurança apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Vai comprar uma GoPro e está em dúvida sobre qual a melhor opção em 2021? Confira nesse post porque a GoPro Hero 9 pode ser a escolha certa levando em consideração recursos, diferenciais e preço.

A GoPro continua em alta no segmento de câmeras de ação e segue aperfeiçoando suas versões através de modelos lançados anualmente. Com a chegada da versão Hero 9 Black, em 2020, muito se falou sobre as diferenças em recursos e qual modelo realmente valeria a pena comprar.

GoPro Hero 8 ou Hero 9 Black?

Aqui no blog eu fiz um comparativo entre a Hero 9 e Hero 8 considerando os principais diferenciais entre as duas versões. Apesar das novidades e inovações presentes no novo modelo, a diferença de preço inicial entre as duas câmeras era absurdo.

Alguns meses depois, passado o agito sobre o lançamento da nova versão, a diferença de preço caiu significativamente e hoje, em 2021, considerar a nova câmera como opção de compra pode ser a sua melhor alternativa.

GoPro 9 é a melhor opção?

Nesse post, vou levantar alguns pontos importantes sobre a GoPro Hero 9, sem gastar tempo com termos técnicos ou recursos que podem nem fazer muita diferença para você. A ideia é um post simples, claro e direto sobre qual a melhor GoPro comprar em 2021.


GoPro 9 em 2021: é a melhor escolha?

Para deixar o post organizado, separei os principais pontos que vamos levantar em tópicos. A ideia é ser simples e direto em cada um deles, por isso recomendo que leia todos:


Qualidade de vídeo

GoPro 9 - Qualidade de Video

O primeiro ponto que se destaca na GoPro Hero 9 é, sem dúvida, seu avanço na qualidade de captura de vídeo. Tanto para viajantes quanto para motociclistas, esportistas ou aventureiros, a gravação de vídeo é um dos recursos essenciais utilizados nessa câmera.

Analisando os principais diferenciais em relação ao modelo anterior, a captação de vídeo na Hero 9 foi um dos mais comentados. Para que você tenha um bom panorama sobre isso, vou deixar aqui a configuração disponível na Hero 8, que é a versão anterior, e depois os avanços presentes no modelo mais novo.

Captura de vídeo na GoPro Hero 8

Na Hero 8, a captura de vídeo é em resolução 4K com até 60 FPS. Já para takes em slow motion, a câmera grava em até 240 FPS em FullHD.


Captura de vídeo na GoPro Hero 9

A principal novidade na GoPro Hero 9 é a possiblidade de gravar vídeos em 5K com até 30 FPS na proporção de 16:9 – com lentes ampla, linear e estreita. Já para gravações em 60 FPS, ela segue com a resolução 4K e, assim como o modelo anterior, slow motion em até 240 FPS em FullHD.


Como destaquei no comparativo principal entre os dois modelos, gravar em 5K, apesar de trazer uma super qualidade na imagem, vai exigir um equipamento superior para que você consiga trabalhar nesse formato. Arquivos nessa configuração são muito pesados e se você não tiver um computador potente, ele pode patinar e frustrar suas expectativas.

É importante avaliar também o armazenamento desse material produzido. Quando estamos viajando, por exemplo, nem sempre temos onde guardar um volume tão grande de arquivos.

Por isso, antes de focar apenas nesse ponto, avalie o conjunto e veja quais os reais benefícios que esse modelo vai trazer para você.


Estabilização de imagem – HyperSmooth

GoPro 9 - Estabilização de imagem - HyperSmooth

Outro ponto que se destaca e muito nos modelos mais novos da GoPro é a sua tecnologia em estabilização de imagem. É realmente incrível ver o poder que essa câmera tem de estabilizar uma gravação de vídeo mesmo com movimentos bem bruscos.

Na GoPro 9, se comparada a versão anterior, a diferença nesse ponto foi sutil, mas existe. A marca vem sempre aprimorando esse recurso e, caso você realmente valorize isso nos detalhes, vai gostar do upgrade.

Um ponto que merece destaque, na Hero 9, é o recurso de nivelamento de horizonte pode ser combinado ao HyperSmooth.


Duração da bateria

GoPro 9 - Duração da Bateria

A bateria da GoPro é sempre um ponto a considerar qualquer melhora. No caso da Hero 9, o modelo ganhou alguns pontos nesse quesito. Enquanto o modelo anterior tem uma capacidade de 1220mAh, a nova versão teve um ganho de 500mAh – totalizando 1720mAh.

Segundo a GoPRO, você terá 30% de ganho de tempo em captura de vídeo com essa nova bateria. A diferença foi possível já que a nova versão, apesar do design ser bem semelhante ao anterior, agora é um pouquinho maior.


Display frontal

GoPro Hero 9 - Display frontal

Outra novidade que deu o que falar com a chegada da GoPro Hero 9 foi o novo display frontal. Enquanto a Hero 8 tem aquele tradicional display frontal monocromático, a versão Hero 9 conta com um display frontal colorido

Essa novidade era esperada por muitos usuários de versões anteriores, especialmente para quem usa a GoPro para fazer vlogs ou mesmo para selfies durante a viagem.


Qualidade em fotografia

Diferença entre a GoPRO 8 e 9

Apesar da marca destacar esse ponto como um super diferencial, eu prefiro ser transparente ao falar sobre a qualidade/resolução da GoPro 9. Esse é um assunto mais técnico e que pode, se analisado por cima, confundir o consumidor.

Enquanto a GoPro 8 conta com uma resolução de 12 megapixels, a nova GoPro 9 chegou com uma super-resolução de 20 megapixels.

Aqui é importante entender que resolução não é sinônimo de qualidade: e qualquer pesquisa sobre o tema vai explicar isso em detalhes. Não é porque uma câmera tem 20 MP que vai entregar mais qualidade do que outra com 12 MP.

A resolução de uma fotografia afeta o tamanho da imagem em si: o quanto podemos ampliar uma imagem sem perder a qualidade. E é nesse ponto que a GoPro 9 está, sim, bem superior ao modelo anterior.

Diferença entre a GoPRO 8 e 9

Se você for revelar suas fotos e pensa em, por exemplo, fazer um quadro, o modelo novo vai entregar um melhor resultado.

Vale destacar que as duas câmeras contam com o mesmo processador de imagem e dados, chamado de GP1. Outros pontos relacionados à captura de imagem seguem iguais nos dois modelos: tanto a Hero 9 quanto a Hero 8 possuem SuperPhoto + HDR e, também, suporte para captura de imagens RAW.


Preço da GoPro Hero 9 Black

Enfim o ponto final que precisamos considerar ao fazer uma análise sobre a GoPro Hero 9: o preço. Eu mesmo, quando fiz o primeiro comparativo, descartei essa versão pelo valor exorbitante de lançamento. Felizmente, poucos meses depois, temos uma boa atualização sobre esse ponto e que pode pesar muito na sua decisão.

Analisando os valores no Brasil, veja quanto custa a GoPro Hero 9 e também o preço da GoPRO Hero 8 para fazer um comparativo:

Atualizado em março de 2021.

Como você pode ver, a diferença entre as duas não é tão expressiva – especialmente se comparado ao final do ano passado. Para você ter uma ideia, quando a GoPro 9 foi lançada, a diferença de preço entre ela e a anterior chegou a cerca de R$ 1.600a Hero 9 chegou a ser vendida no Brasil por R$ 4.600.

Fora do Brasil a diferença média era de $150 dólares entre os dois modelos. Hoje a diferença lá fora está em $50 dólares entre os dois modelos.

A redução na diferença de valor entre as duas versões fez com que eu mudasse a minha opinião sobre qual a melhor GoPro para comprar em 2021por isso é importante ler a conclusão:


Qual a melhor GoPro para comprar em 2021?

Qual a melhor GoPro para comprar em 2021?

Hoje, sem dúvidas, minha principal sugestão para você é GoPro Hero 9 Black. E digo isso de forma transparente e considerando todos os pontos levantados aqui.

Até o início do ano, quando a diferença era de mais de R$ 1.500 entre as duas, eu indicava como a melhor escolha a Hero 8. Eu, de verdade, não via novidades e recursos que justificassem tamanha diferença de preço.

Hoje, com essa diferença bem menor, os benefícios da nova versão compensam o valor que você vai gastar a mais. Só pelo display frontal e bateria, já acho que vale a pena. Se você ainda for usar a gravação em 5K, nem temos o que discutir.

GoPro 9: é a melhor opção em 2021

Outro ponto muito importante a considerar é que, por uma diferença não tão grande, você vai ter o modelo mais novo e mais valorizado a longo prazo. Caso pense em trocar de câmera daqui um tempo, ter o modelo mais novo nas mãos é bem mais vantajoso.

Por ser um investimento alto, é importante reforçar que você só deve realizar sua compra em sites confiáveis! A GoPro é um modelo muito visado em golpes, então não dá para dar bobeira!

Recomendo que você compre na Amazon, com total segurança. Eu utilizo com frequência para comprar equipamentos e super indico. Vale reforçar que a loja costuma ter ótimos valores e promoções em datas especiais – uma ótima oportunidade de comprar a câmera no Brasil e economizar.

Diferença entre os displays

Lembrando que sempre que comprar algo na Amazon através dos links do blog, você contribui e ajuda o meu trabalho por aqui – sem gastar nada a mais com isso. Eu sou parceiro e usuário da Amazon – recomendo por confiar na loja.

Quero reforçar que esse não é um post patrocinado e que eu não tenho nenhuma ligação com a GoPro. Fiz essa análise sendo o mais imparcial possível e focando, especialmente, em quem deseja adquirir uma GoPro para utilizar em viagens.

Se você tiver qualquer dúvida sobre esses ou outros modelos de GoPro, pode ficar à vontade para deixar um comentário por aqui. Vou fazer o possível para ajudar! Valeuuu!!

O post GoPro 9: é a melhor opção em 2021? Preço e onde comprar com segurança apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
https://www.umviajante.com.br/gopro-hero-9-vale-pena-comprar/feed 0 39081
Chapada das Mesas, Maranhão: todas as dicas resumidas para sua viagem https://www.umviajante.com.br/maranhao/chapada-das-mesas-dicas-roteiro-quantos-dias-passeios https://www.umviajante.com.br/maranhao/chapada-das-mesas-dicas-roteiro-quantos-dias-passeios#comments Mon, 15 Mar 2021 14:53:58 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=25883 Pensando em viajar para o nordeste brasileiro e quer incluir no roteiro um destino diferente? Conheça a Chapada das Mesas, no sul do estado do Maranhão. Normalmente, quando falamos em viagem para o Maranhão, no maravilhoso nordeste brasileiro, o primeiro destino que nos vem à cabeça são os Lençóis Maranhenses – que eu, inclusive, tive […]

O post Chapada das Mesas, Maranhão: todas as dicas resumidas para sua viagem apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Pensando em viajar para o nordeste brasileiro e quer incluir no roteiro um destino diferente? Conheça a Chapada das Mesas, no sul do estado do Maranhão.

Normalmente, quando falamos em viagem para o Maranhão, no maravilhoso nordeste brasileiro, o primeiro destino que nos vem à cabeça são os Lençóis Maranhenses que eu, inclusive, tive a oportunidade de conhecer durante a Rota das Emoções.

Se você não conhece esse roteiro que percorre os estados do Maranhão, Piauí e Ceará, vou deixar o link para inspirar outra viagem para a sua lista:

Conheça aqui a Rota das Emoções

Agora, o que nem todo mundo sabe é que, no estado do Maranhão existe um destino de aventura, repleto de belezas naturais, que deixa qualquer viajante com os olhos brilhando: estou falando da Chapada das Mesas.

Chapada das Mesas, Maranhão

Preciso confessar: esse era um destino que, até recentemente, eu desconhecia totalmente. Inclusive, quem me apresentou a Chapada das Mesas foi o Mauricio Oliveira, autor do blog Viagens Possíveis e que me acompanhou nessa aventura.

Conhecendo a incrível Chapada das Mesas

Para esse primeiro post sobre a Chapada das Mesas, a ideia é relatar para você, de uma forma geral e resumida, tudo o que envolveu a minha viagem e as experiências nesse destino.

Chapada das Mesas, Maranhão

Ao longo dos próximos posts, vou descrever para você, com mais detalhes, como foram os passeios, o meu roteiro dia a dia, e todas as dicas e informações para ajudar você a planejar sua viagem para a Chapada das Mesas. Vamos lá!!

Onde fica e como chegar à Chapada das Mesas

A Chapada das Mesas fica na região sul do estado do Maranhão, quase na fronteira com o Tocantins. Inclusive, é por esse motivo que muitas pessoas consideram um roteiro de Jalapão + Chapada das Mesas aqui no blog você encontra um conteúdo super completo sobre esse outro destino incrível:

Veja aqui todos os posts sobre o Jalapão

A cidade base para você explorar a Chapada das Mesas é Carolina, que está a cerca de 850 km de São Luís, capital do Maranhão. Para chegar lá, a rota mais fácil para quem vem do sul do país é pegando um voo para Imperatrizque fica a aproximadamente 220 km de Carolina, um percurso que dura, em média, 3h30.

Chapada das Mesas, Maranhão

No meu caso, para você ter uma ideia, peguei um voo de Curitiba para Brasília, depois de Brasília para Imperatriz e, enfim, o transfer até Carolinaa viagem completa durou mais de 12 horas, contando com uma pausa para almoço em Imperatriz.

Como visitar a Chapada das Mesas

Apesar de ser um destino de aventura e ainda ser pouco conhecida entre os viajantes brasileiros, a Chapada das Mesas tem uma excelente infraestrutura e seus atrativos são, na maior parte, bem acessíveis.

Chapada das Mesas, Maranhão

Para visitar e percorrer os principais pontos da Chapada das Mesas, você tem duas opções básicas: realizar a viagem de carro ou contratar uma agência local para realizar os passeios.

Sobre alugar um carro para fazer a viagem:

Caso a sua ideia seja explorar a Chapada das Mesas de carro, próprio ou alugado, é interessante saber que para chegar a alguns pontos, como a Cachoeira São Romão e a Cachoeira da Prata, é necessário um veículo com tração nas quatro rodas.

Para outros atrativos, como o Portal da Chapada e o Complexo da Pedra Caída, você tem a possibilidade de chegar com veículo comum.

Importante: acho super válido reforçar que a estrada principal que dá acesso aos atrativos da Chapada das Mesas não é das melhores, contando com trechos bem deteriorados, e tem um fluxo intenso de caminhões – é preciso dirigir com muito cuidado e atenção redobrada nessa região.

*Se você decidir alugar um carro, recomendo o site da RentCars.

Sobre fazer a viagem com uma agência:

Essa foi a forma que fiz a minha viagem e a maneira que realmente recomendo para qualquer viajante que me perguntar. Além de ficar mais tranquilo na estrada, sem ter que se preocupar com direção, você pode curtir os passeios de uma forma mais relaxada – ninguém sai de férias para ficar se preocupando com trânsito e carro quebrado.

A agência que fiz os passeios, e que recomendo muito, é a Cia do Cerrado. Além de oferecer carros com toda segurança necessária, os guias foram ótimos em todos os passeios.

Cia do Cerrado Chapada das Mesas, Maranhão

Sem dúvidas, é uma das melhores opções para você conhecer esse destino!

Acesse aqui o site da Cia do Cerrado

Quando fui e qual a melhor época para visitar a Chapada das Mesas

A minha viagem para a Chapada das Mesas foi no início do mês de setembro, antes do feriado da independência – uma época ótima para conhecer o destino.

Chapada das Mesas, Maranhão

É importante reforçar que, mesmo não sendo tão conhecida, a Chapada das Mesas atrai muitos viajantes que vivem nessa região – especialmente durante os feriados.

Se você tem dúvidas de quando ir ou não para a Chapada das Mesas, minha dica principal é: não vá em feriados! Sua experiência, por conta do número alto de viajantes, pode mudar completamente. Priorize, se possível, dias de semana assim, você vai ter atrativos praticamente vazios.

Quais os melhores meses para viajar

Falando em condições climáticas, a Chapada das Mesas tem dois períodos mais marcados durante o ano: o período chuvoso, que vai de dezembro a maio; e o período seco, que vai do final de maio até o início de dezembro.

Pelo que vi, as temperaturas variam entre quente, muito quente e “calor socorro, meu pai”. Dizem que nas noites de junho/julho pode fazer 16ºC de mínima – eu, só acredito vendo.

O período chuvoso é o menos indicado na região, já que o volume de chuva é grande e as águas não ficam tão cristalinas.

A melhor época é o período seco, quando você vai encontrar as águas super cristalinas e a possibilidade de fazer todos os passeios – eu amei viajar em setembro.

Chapada das Mesas em Setembro, Maranhão

Reforçando: evite, se possível, viajar nos feriados.

Quantos dias ficar na Chapada das Mesas

Para conhecer os principais atrativos da Chapada das Mesas o ideal são 4 dias completos lembrando que você tem que contar com os dias de viagem para chegar ao destino.

Para programar a sua viagem, separe 2 dias de deslocamento + 4 dias para conhecer o destino.

Chapada das Mesas, Maranhão

Se você tiver flexibilidade na sua agenda, eu colocaria mais 1 dia no roteiro para incluir uma estadia no complexo da Pedra Caídaeles têm mais de 20 cachoeiras para visitação, sendo que 9 delas têm acesso estruturado para o visitante. Como eu não tive esse dia extra, conheci apenas três cachoeiras em um dia.

Roteiro na Chapada das Mesas

Como comentei, a base para explorar a Chapada das Mesas é a cidade de Carolinafoi lá que passei todas as noites da viagem.

Agora, só para você ter como base, vou listar aqui quais atrativos visitei em cada dia da viagem – ao longo dos próximos posts, irei compartilhar todos os detalhes dos passeios. 

  • Dia 1: viagem de Curitiba para Carolina.
  • Dia 2: nascer do sol no Portal da Chapada/Visita ao Poço Azul, Encanto Azul e Cachoeira de Santa Bárbara.
  • Dia 3: dia inteiro no Complexo da Pedra Caída, onde visitamos três cachoeiras: Cachoeira da Caverna, Cachoeira do Capelão e Cachoeira do Santuário. Ainda no complexo, subimos no teleférico e descemos em uma tirolesa de mais de 1.500 metros.
  • Dia 4: fizemos o Roteiro 3 Encantos, que começa com um trekking pela Trilha dos Pilares, depois tem um banho de rio em um refúgio na natureza e, para terminar, um passeio de barco com pôr do sol no Rio Tocantins.
  • Dia 5: visitamos a Cachoeira São Romão e a Cachoeira da Prata, os pontos de maior dificuldade de acesso.
  • Dia 6: retorno para casa.

O que não pode ficar de fora do roteiro

Esse roteiro que fiz na Chapada das Mesas foi bem completo e é o que recomendo para sua viagem. Caso você tenha menos tempo disponível, vou deixar aqui as atrações que você precisa conhecer:

1. Poço Azul + Cachoeira de Santa Bárbara + Encanto Azul

Poço Azul - Chapada das Mesas em Setembro, Maranhão

As duas atrações ficam dentro do complexo do Poço Azul, então é tranquilo para conhecê-las. Já o Encanto Azul, apesar de não ficar no mesmo lugar, não é distante e é fácil de encaixar no mesmo dia.

2. Cachoeira do Santuário

Cachoeira do Santuário - Chapada das Mesas, Maranhão

A Cachoeira do Santuário fica dentro do complexo da Pedra Caída e foi um dos lugares mais impressionantes que já visitei. Você pode passar o dia inteiro no complexo e aproveitar outras atrações, como o teleférico e a tirolesa – que são incríveis.

3. Cachoeira de São Romão e Cachoeira da Prata

Cachoeira da Prata Chapada das Mesas em Setembro, Maranhão

Para fechar o TOP 3, eu colocaria a Cachoeira de São Romão. Como a Cachoeira da Prata fica no caminho, também é fácil de casar os dois atrativos.

Como é a estrutura e acessibilidade na Chapada das Mesas

Esse é um ponto que vale a pena reforçar: a estrutura que existe hoje na Chapada das Mesas é muito boa. Várias cachoeiras, por exemplo, têm acesso por rampas de madeiravocê nem precisa se preocupar com trilhas difíceis, basta um pouco de fôlego na hora de subir… mas é super tranquilo!

Itens essenciais para levar na mala

Por ser um destino quente e de aventura, fazer a mala para a Chapada das Mesas não é muito difícil.

Priorize roupas leves e calçados confortáveis. Se você incluir o trekking no seu roteiro, um tênis ou bota para caminhada são ideais!

Chapada das Mesas, Maranhão

Como os passeios têm uma boa estrutura para chegar, um chinelo ou sandália já dá conta – só é preciso cuidar com o chileno molhado, depois do banho de cachoeira, para não escorregar.

Uma boa solução para calçado são as papetesdaquelas que você pode caminhar e entrar na água, sem precisar tirar. Eu acho péssimo ter que ficar calçando tênis e meia depois de um banho de cachoeira, pois isso, fico com a papete ou o chinelão mesmo.

Ter uma toalha pequena ou daquelas de alta absorção também é uma ótima opção para você levar nos passeios.

Não se esqueça de levar:

  • Protetor solar
  • Óculos de sol
  • Chapéu/Boné
  • Repelente

Dica pra foto: roupas coloridas e estampadas sempre vão bem nas fotos de um destino como esse. Me chamaram até de samambaia, mas as fotos ficaram lindas!

Onde se hospedar em Carolina, Maranhão

A minha estadia na Chapada das Mesas foi na Pousada do Lajes, que é da mesma família da agência Cia do Cerrado.

Pousada do Lajes - Carolina - Chapada das Mesas

A estrutura da pousada é muito boa! Os quartos não têm luxo, mas são confortáveis para uma viagem de aventura – todos com ar condicionado, importante nessa região.

O Wi-Fi funciona bem e o café da manhã, benza Deus, é maravilhoso! Na estrutura você tem até uma piscina para relaxar e parquinho para as crianças – curti muito e recomendo!

Confira aqui os valores e faça sua reserva

Veja aqui outras opções de hospedagem em Carolina

Informações gerais para sua viagem

Internet na região

Falando em internet, consegui conexão em vários lugares com meu chip da Claroé uma das melhores operadoras na região. Não prometo conexão boa o tempo todo, mas deu pra quebrar o galho.

A Vivo tava mortinha por lá e TIM não passou nem perto das fronteiras – nesses casos é melhor ficar só no Wi-Fi do hotel.

A água nas cachoeiras

Não tenho como deixar de comentar que a água nas cachoeiras da Chapada das Mesas NÃO É GELADA!!! Isso é um diferencial que coloca esse destino no topo da minha lista de favoritos.

Você entra na água e não tem mais vontade de sair – maravilhoso!

Onde comer em Carolina

Nossos jantares em Carolina foram sempre aos redores da praça principal da cidade. Comemos no Espaço Gourmet, na Pizzaria Tio Peppe e também no Lanches Central, cerca de uma quadra de distância da praça. Todos com comida boa e ótimo atendimento!

Bancos em Carolina

Em Carolina você vai encontrar Banco do Brasil, Bradesco e também Banco da Amazônia.

Na maior parte dos estabelecimentos e pousadas, você pode fazer o pagamento direto no cartão. Só para saques que é realmente limitado nesses bancos – não existe caixa 24h em Carolina.

Vale a pena visitar a Chapada das Mesas

Depois desse resumão sobre o destino Chapada das Mesas, só posso dizer que é um lugar que vale muito a pena ser visitado, de verdade!

Chapada das Mesas, Maranhão

Lá, tive o privilégio de conhecer belezas naturais que nunca vi em outros lugares – com destaque para a impressionante Cachoeira do Santuário.

Não é um destino que você vai conseguir, com facilidade, unir ao roteiro dos Lençóis Maranhenses. Se for para casar com outro roteiro, o mais indicado é Jalapão e também Serras Gerais.

Pode colocar esse destino na sua lista que você não vai se arrepender!

Quanto custa viajar para a Chapada das Mesas

Falar sobre valores é sempre muito importante. Muitos atrativos na Chapada das Mesas cobram uma taxa para entrar. Vou listar todos os valores nos próximos posts – em especial, no post com o roteiro detalhado.

Chapada das Mesas, Maranhão

Obviamente o valor total da viagem vai depender de como você vai visitar a Chapada das Mesas – se alugando um carro ou contratando uma agência.

Caso sua opção seja fazer a viagem com uma agência, vou deixar aqui o link da Cia do Cerrado para você fazer a cotação dos passeios com eles – lembrando que nesse caso, você tem o serviço do guia, dos transportes, alimentação e entrada nos atrativos. Confirme exatamente o que está incluso no seu pacote!

Atualização: leitores do blog tem desconto com a agência!! Fala que viu esse post aqui no blog Um Viajante para receber um valor especial

Faça a cotação com a Cia do Cerrado

Vídeo da Chapada das Mesas

Quer ter um gostinho ainda maior de como é a experiência nessa viagem? Confere então o vídeo da Chapada das Mesas que publiquei no canal e que ficou, de verdade, um dos mais bonitos do canal. Clicando nesse link você já pode se inscrever e acompanhar meu trabalho por lá – é uma baita força pro canal crescer!

Espero que esse post ajude no seu planejamento de viagem para a Chapada das Mesas. Se você tiver alguma dúvida ou quiser compartilhar alguma dica com os viajantes que estão por aqui, fique à vontade para deixar seu comentário no post. Valeuuu!!!!

O post Chapada das Mesas, Maranhão: todas as dicas resumidas para sua viagem apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
https://www.umviajante.com.br/maranhao/chapada-das-mesas-dicas-roteiro-quantos-dias-passeios/feed 3 25883
Roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu: o que fazer em pouco tempo https://www.umviajante.com.br/roteiro-2-dias-foz-do-iguacu-o-que-fazer https://www.umviajante.com.br/roteiro-2-dias-foz-do-iguacu-o-que-fazer#respond Sun, 14 Mar 2021 12:27:09 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=39039 Planejando um roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu? Para quem tem pouco tempo e quer aproveitar ao máximo a terra das Cataratas do Iguaçu, no Paraná, uma boa organização é essencial. Veja aqui quais passeios fazer, onde comer, dicas, ingressos e tudo mais para ajudar na sua viagem. Organizar um roteiro de viagem […]

O post Roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu: o que fazer em pouco tempo apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Planejando um roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu? Para quem tem pouco tempo e quer aproveitar ao máximo a terra das Cataratas do Iguaçu, no Paraná, uma boa organização é essencial. Veja aqui quais passeios fazer, onde comer, dicas, ingressos e tudo mais para ajudar na sua viagem.

Organizar um roteiro de viagem para Foz do Iguaçu é sempre importante para quem quer aproveitar bem o destino. Quando falamos em uma viagem de apenas 2 dias, esse planejamento é ainda mais importante – ainda mais se você analisar as inúmeras possibilidades e atrações disponíveis na região.

Apesar de não ser o tempo que eu considero ideal para aproveitar o destino, caso você não tenha como incluir mais dias de viagem, esse post vai ajudar ao máximo a organização do seu roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu.

Roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu: um final de semana

Por morar no Paraná e, de certa forma, próximo de Foz do Iguaçu, já tive a oportunidade de visitar o destino algumas vezes. Decidi então aproveitar todo o conteúdo dessas viagens para organizar um Guia Especial de Foz do Iguaçu. Se essa for a sua primeira vez por aqui, vou deixar como sugestão para navegar depois:

Foz do Iguaçu: Guia Especial de Viagem

Dentro do guia você vai encontrar posts com várias atrações e lugares para conhecer em Foz do Iguaçu de forma detalhada. Os posts são um ótimo complemento a esse roteiro que vou sugerir aqui – lembrando que você tem toda liberdade para ajustar e formatar o roteiro com base nos seus interesses, e isso é o mais importante.

Roteiro Foz do Iguaçu: o que fazer em 2 dias de viagem

Conhecer Foz do Iguaçu em 2 dias, como comentei, vai exigir um pouco mais de esforço da sua parte e organização para otimizar ao máximo o seu tempo. Se você estiver vindo de longe, esse planejamento do que fazer é essencial para que ao menos os principais atrativos se encaixem na sua programação.

Ingressos Foz do Iguaçu: quais atrações comprar antes da viagem

Quem vive nas cidades próximas a Foz do Iguaçu ou da região oeste do Paraná, e acredita que voltar para outra viagem não seja muito difícil, aí o roteiro pode ser pensado de outra forma.

Eu sempre gosto de reforçar que, independentemente do destino, você não precisa correr e querer fazer tudo em uma única viagem. Ainda mais quando falamos de um lugar que podemos voltar com certa facilidade – é muito melhor deixar algumas atrações para uma outra oportunidade do que tentar fazer tudo e não aproveitar para valer.

Para esse roteiro, a minha sugestão será para quem tem 2 dias completos em Foz do Iguaçu. Vamos pegar sábado e domingo como referência, e considerar que você chegou ao destino na noite de sexta-feira e vai embora no domingo à noite (duas noites no destino) ou mesmo na segunda-feira de manhã (três noites no destino).

Como sei que acontece, e pode ser o seu caso, de ainda ter uma parte do último dia no destino, que seria um roteiro de 2 dias e meio em Foz do Iguaçu, vou passar algumas opções extras para você complementar e ajustar a sua programação.

Roteiro 2 dias em Foz do Iguaçu: dia a dia da programação

Além da sugestão do roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu, para ajudar ainda mais a sua organização e planejamento, vou comentar também os ingressos, locomoção, hospedagem e, para finalizar, preparei um mapa com os pontos desse roteiro. Utilize o menu abaixo para navegar pelo conteúdo e ir diretamente ao ponto de interesse:

Dia 1: Cataratas + Macuco + Parque das Aves

Para um roteiro em Foz do Iguaçu, minha sugestão é sempre programar as Cataratas do Iguaçu para o primeiro dia da viagem. Nesse caso, por ter pouco tempo, tome o café da manhã bem cedo no hotel e programe-se para chegar ao Parque Nacional do Iguaçu no primeiro horário.

Cataratas do Iguaçu, Foz do Iguaçu

Sugerir as Cataratas do Iguaçu no primeiro dia do roteiro não é simplesmente por esse ser o principal atrativo de Foz, mas para que você tenha flexibilidade de ajustar o roteiro de acordo com a melhor previsão climática.

Caso o primeiro dia sua viagem tenha previsão de chuva e o segundo dia com sol, inverta a ordem do roteiro e visite as Cataratas do Iguaçu no dia com sol. Claro que isso não é algo que possa ser 100% garantido, mas, por esse dia ser melhor aproveitado com sol, deixo aqui essa sugestão e vou torcer pra dar certo pra você.

Ao chegar no Parque Nacional do Iguaçu, onde ficam as Cataratas, você vai seguir no passeio de ônibus panorâmico do próprio parque e, na sequência, fazer a trilha pelas passarelaschegando até a famosa Garganta do Diabo.

Cataratas do Iguaçu, Foz do Iguaçu

Apesar de muitas pessoas considerarem colocar o Parque das Aves como a primeira atração para esse dia, recomendo que você comece o dia pelo Parque Nacional do Iguaçuassim vai ter a chance de encontrar as passarelas sem muita gente.

Aqui no blog já fiz um post especial detalhando como é visita às Cataratas do Iguaçu e passando todas as dicas para você aproveitar seu dia:

Veja aqui o post especial sobre as Cataratas do Iguaçu

Dentro do Parque Nacional você conta com lanchonetes e, também, um restaurante mais completo, o Porto Canoas. Na viagem mais recente fui na opção mais simples e gastei com um combo de hambúrguer + batata + refrigerante cerca de R$ 35 – achei o preço superjusto. Já na lanchonete próxima ao elevador panorâmico, uma água + um sorvete saiu por quase R$ 40 – bem salgado.

Depois de fazer a Trilha das Cataratas, curtir as passarelas e, se bater forme, fazer uma pausa para um lanche, chegou a hora de ir para o Macuco Safariatração que eu considero imperdível em Foz do Iguaçu. Como o seu dia está um pouco mais corrido e você ainda tem o Parque das Aves no final, não dá para perder muito tempo.

O Macuco Safari vai proporcionar uma experiência incrível: você vai embarcar em um bote que vai seguir pelas águas do Rio Iguaçu até chegar bem perto das quedas d’água. É uma aventura emocionante e que vai permitir que você sinta a força das Cataratas de uma forma única. Juro, é uma experiência incrível e inesquecível.

Macuco Safari: vale a pena fazer o passeio? É seguro?

Depois da aventura no Macuco Safari você, certamente, estará encharcado. Apesar de ter capas de chuva para comprar nos atrativos, eu não recomendo. Todas as pessoas que usaram capa saíram tão molhadas quanto as que foram sem proteção.

IMPORTANTE: já considere que você irá se molhar muito nesse dia e leve uma muda de roupa para trocar. Como você vai seguir agora para o Parque das Aves, uma roupa sequinha é a dica coringa para continuar aproveitando o dia.

Enfim chegamos ao ponto final do seu primeiro dia de viagem: o Parque das Aves. O atrativo fica a menos de 500 metros de distância da entrada do Parque Nacional do Iguaçupor isso é uma boa pedida organizar os dois para o mesmo dia.

Parque das Aves, em Foz do Iguaçu: vale a pena visitar?

O Parque das Aves é um passeio delicioso e eu indico muito para a sua programação. Conhecer e ver de perto o trabalho que eles fazem lá é emocionante. Sempre recomendo para todos que vão visitar Foz do Iguaçu pela primeira vez.

Você vai gastar, em média, 1h30 para visitar o Parque das Aves com bastante calma. Aqui no blog já fiz um post detalhando a visita e tudo o que você vai ver nesse passeio.

Parque das Aves: vale a pena visita? Como é o passeio?

Apesar de muitas pessoas indicarem o Parque das Aves para o início do dia, eu acredito que deixá-lo para o final da sua programação é a melhor pedida. Além do Parque ficar mais cheio na parte da manhã, se você iniciar o roteiro por ele vai acabar perdendo a oportunidade de ser um dos primeiros a chegar nas Cataratas.

Outro ponto positivo de terminar o dia no Parque das Aves é que, por já ter feito toda a programação do dia, você pode aproveitar o passeio com muito mais tranquilidade e sem a ansiedade de ir ver as Cataratas do Iguaçu.

Eu já fiz esse passeio no final do dia e achei o melhor horárioaté as aves pareciam mais tranquilas e fora dos ninhos nesse período. Vale destacar que o parque tem um horário limite para a entrada, mas você ainda pode ficar lá dentro por mais tempo.


Dia 2: Itaipu + Refúgio + CityTour + Marco das Três Fronteiras

Para o segundo dia do roteiro vamos iniciar a programação com outro atrativo imperdível em Foz do Iguaçu: a Usina Hidrelétrica de Itaipu Binacional. Talvez não seja algo que você tenha considerado visitar de início, mas eu recomendo a todos os viajantes.

Centro de Recepção de Visitantes - Itaipu

Visitar a Usina de Itaipu é uma oportunidade incrível e que merece fazer parte do seu roteiro. Para conhecer essa que é uma das maiores obras já construídas pelo homem, você tem diferentes formatos de passeios. Os dois principais são: o Passeio Panorâmico e o Circuito Especial.

Por conta da pandemia, o Circuito Especial estava temporariamente interrompido. Esse seria o mais completo, onde você, além de ver a usina por fora, também tem a vantagem de visitar o interior – passando pela sala de controle até chegar perto de uma das turbinas.

Se você tiver a chance de fazer o Circuito Especial, ele é a melhor opção. Caso ainda esteja inativo, pode fazer o Passeio Panorâmico que vale super a pena.

Veja aqui como é a Visita Panorâmica na Itaipu

Como você não tem tempo a perder, assim como no primeiro dia, inicie bem cedo a sua programação. Tome o café da manhã no hotel e vá para a Itaipu no primeiro horário.

Passeio Panorâmica Itaipu - Foz do Iguaçu

No território de Itaipu recomendo que você faça dois passeios: a Visita Panorâmica e, também, o Refúgio Biológico. Chegando bem cedo, acredito que você conseguirá fazer os dois e ainda voltar a tempo do CityTour na parte da tarde.

A Visita Panorâmica é um passeio que leva aos principais mirantes da Usina de Itaipu. Você terá a oportunidade de ver de perto a barragem da usina, os gigantescos condutos forçados e, também, o incrível lago formado pelo Rio Paraná. Se tiver sorte, pode ser que veja o vertedouro da Itaipu com alguma das comportas abertas – mas isso é raríssimo.

Passeio Panorâmico Itaipu - Foz do Iguaçu

Já o Refúgio Biológico é um passeio guiado para um número limitado de pessoas. O espaço foi criado para abrigar e preservar espécies de animas que ficaram desabrigados com a construção da barragem.

Hoje o Refúgio abriga espécies que não podem voltar ao seu habitat natural e, também, cuida de animais resgatados em diversas situações. É um passeio muito educativo e responsável. Para quem vai viajar com crianças, em especial, é uma atração que não pode faltar na programação.

A sequência dos passeios na Itaipu, nesse caso, não importa muito – já que tanto a Visita Panorâmica quanto o Refúgio Biológico têm início no Centro de Visitantes da Itaipu. Vale apenas se atentar que o Refúgio tem um número limitado de vagas, por isso é importante programar a visita com antecedência.

Como é o passeio ao Refúgio Biológico na Itaipu

Caso você consiga terminar os dois passeios cedo e ainda tenha tempo antes do CityTour, outro atrativo legal para visitar na Itaipu é o Ecomuseu. Como a visita ao museu não é demorada, pode ser que você consiga conhecê-lo.

Veja aqui o post sobre o Ecomuseu na Itaipu

Para o período da tarde desse dia, sua programação será bem intensa. O City Tour Iguassu vai te levar para um passeio superlegal e riquíssimo em informação. Especialmente para quem tem apenas 2 dias em Foz do Iguaçu, esse é um passeio essencial para ter um panorama geral da cidade e, claro, conhecer a história e curiosidades do destino.

Como é o City Tour em Foz do Iguaçu

O ponto de encontro para o início do passeio é na Avenida Brasil, exatamente em frente ao Hotel Bogarique foi a minha opção de hospedagem na viagem. Como o horário pode mudar até a data da sua viagem, sugiro que você sempre confirme essa informação atualizada. 

O passeio de ônibus em Foz do Iguaçu vai mostrar lugares como a Nova Catedral de Foz, além de passar por ruas importantes, praças e monumentos históricos. Um dos pontos altos do passeio é a Mesquita Islâmica Omar Ibn Al-Khatab.

Mesquita Omar Ibn al Khatab - Mesquita de Foz do Iguaçu

Confesso que a parada na Mesquita de Foz é uma das minhas favoritas, especialmente pela melhor loja de doces árabes que você vai encontrar na cidade: Albayan. Eu sugiro que, assim que você descer do ônibus, a sua prioridade seja a loja de doces – enquanto a maior parte dos viajantes vai para a Mesquita. Assim você faz o inverso…

City Tour em Foz do Iguaçu: vale a pena fazer o passeio de ônibus?

Eu sou apaixonado por doces árabes e recomendo muito que você aproveite para conhecer. Não deixe de provar um doce que lembra um bolo quadradinho coberto com coco – ele é bem molhadinho, uma delícia!! Se você nunca provou um doce árabe, essa é hora! 

Na Albayan você também pode provar o café árabe, mas não espere um café parecido com o que estamos acostumados – o café árabe é bem aromático e temperado. Vale a pena experimentar!

O CityTour também tem uma parada no Templo Budista, que é outro atrativo superimportante em Foz do Iguaçu. Quando fiz o tour pela última vez, na viagem mais recente para Foz, o Templo Budista estava fechado por conta da pandemia. Caso ele esteja aberto na data da sua viagem, será mais uma parada desse passeio.

Templo Budista de Foz do Iguaçu

Para terminar o dia com chave de ouro, o CityTour termina a viagem no Marco da Três Fronteirasque é um dos meus lugares favoritos em Foz do Iguaçu.

A melhor parte é que você estará lá no final da tarde e terá a chance de curtir um lindo pôr do sol para fechar o seu dia. Nesse horário, ainda mais imperdível, é o show que homenageia os três países da tríplice fronteira: Brasil, Paraguai e Argentina.

O espetáculo no Marco das Três Fronteiras é imperdível e merece fazer parte da sua programação. Você vai se emocionar e vibrar com a qualidade do show.

E assim você fecha o seu roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu com os principais atrativos da região. Acredito que, com base nessa sugestão de roteiro, você vai curtir muito o destino e, assim como eu, também se apaixonar por Foz. Não tem quem vá para lá e não sonhe em voltar mais vezes – eu já fui algumas vezes e recomendo!


Dia extra: compras no Paraguai/Dreamland

Caso tenha algum tempo extra no seu terceiro dia de viagem, Foz conta com várias atrações que você pode incluir para aproveitar o restinho da viagem. A escolha do que fazer nesse tempo extra vai depender muito dos seus interesses e, claro, de quantas horas tem disponíveis.

Eu deixaria como sugestão um pulinho em Ciudad del Este, já que as compras no Paraguai, mesmo com o dólar alto, ainda estão valendo muito a pena. Uma vez que você estará tão perto, pode ser uma ótima pedida aproveitar esse tempinho para fazer algumas compras.

Vale apenas reforçar que fazer compras no Paraguai não é algo tão rápido. Se esse for o seu interesse, organize exatamente o que você quer comprar e, ao chegar lá, vá direito comprar o que precisa. Aqui no blog já fiz alguns posts com dicas para suas compras na fronteira.

Veja aqui um roteiro de compras no Paraguai

Qual a cota e limite que você pode comprar no Paraguai

O que eu comprei na viagem ao Paraguai

Como ir de Foz do Iguaçu para o Paraguai


Para quem vai viajar com criança

Caso compras no Paraguai não seja o seu interesse nessa viagem, uma boa pedida para quem vai viajar com crianças é o complexo Dreamland. Lá você tem Museu de Cera e até um Parque dos Dinossaurosvale a pena incluir na programação se o tempo não for muito curto.

Dreams Park Show Ingresso
Dreamland | Fotos: Divulgação

Quer ver outras sugestões de passeios para fazer em Foz do Iguaçu? Preparei uma super lista com o meu TOP 10 de passeios imperdíveis em Foz, vale a pena conferir:

O que fazer em Foz do Iguaçu: TOP 10 passeios imperdíveis!


Ingressos e valores dos atrativos

Para você ter uma base de quanto vai gastar em 2 dias em Foz do Iguaçu, separei o valor dos ingressos de cada atrativo que sugeri nesse roteiro:

AtrativoPreço
Entrada Parque Nacional do IguaçuR$ 45
Macuco SafariR$ 289
Parque das AvesR$ 59
Combo Itaipu: Panorâmico + RefúgioR$ 69
City Tour IguassuR$ 99
Entrada Marco das Três FronteirasR$ 33
Valor total dos ingressos por pessoa:R$ 594

Lembrando que esse é um valor bruto por adulto, sem descontos ou meia-entrada. Como você pode ver, o Macuco Safari é o passeio mais pesado no valor do ingresso. Eu acho o valor justo pela experiência, mas sei que pode pesar no seu orçamento.

Veja aqui um post completo sobre quanto custa viajar para Foz do Iguaçu.

Para ajudar a parte financeira da sua viagem, minha sugestão é que você feche todos os ingressos em um único lugar. A Loumar Turismo, que foi a agência que fechei minha viagem completa, oferece ingressos pelos mesmos valores das bilheterias ou até, muitas vezes, mais baratos.

Ingressos Foz do Iguaçu: quais atrações comprar antes da viagem

A vantagem de comprar os ingressos com eles é que, além da organização, você tem um desconto especial para leitores do blog e, de quebra, ainda pode parcelar seu combo em até 12x sem juros. Para não pesar no orçamento e não deixar nenhum atrativo de fora, aproveite essa dica!

Vou deixar aqui um formulário para você enviar uma mensagem direto para a agência e receber todos os detalhes por e-mail. Listei alguns atrativos no formulário que você pode selecionar para facilitar a sua comunicação. Pode ter certeza de que será uma ótima experiência.

[contact-form-7]

Onde comer em Foz do Iguaçu

Com base nesse roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu, é provável que você tenha, ao menos, duas noites para jantar na cidade. Como o seu roteiro durante o dia é mais corrido, você vai ter que fazer alguns lanches entre os passeios ou nos próprios atrativos.

Para aproveitar a noite e conhecer lugares especiais, vou deixar aqui a sugestão de dois restaurantes que amei conhecer em Foz do Iguaçu: o Pátio Pomare e o Empório com Arte.

O Empório com Arte é um restaurante que fica em uma casinha de madeira super-rústica e cheia de charme. A comida é uma delícia e todos os itens da decoração estão à venda – uma grande oportunidade de comprar uma lembrança especial para levar para casa.

Já o Pátio Pomare é um cantinho lindo que merece entrar na sua programação. No espaço você encontra uma pizzaria, uma risoteria e, também, um café. A pizza deles é estilo napolitana e é uma delícia, recomendo!

onde jantar em Foz do Iguaçu

Mapa Foz do Iguaçu: Roteiro de 2 dias completos

Para ajudar na visualização dos principais pontos desse roteiro, preparei um mapa de Foz do Iguaçu com todos os lugares que mencionei no post. Confere aqui:


Hospedagem em Foz do Iguaçu

Ainda não definiu sua hospedagem em Foz do Iguaçu? Eu já me hospedei no Hotel Bogari e recomendo muito – além da ótima localização, supercentral, foi o hotel com o melhor custo-benefício que encontrei na cidade.

Caso queira ver outras opções de hotéis em Foz do Iguaçu, preparei um post especial com os melhores lugares para se hospedar e as melhores regiões para ficar na cidade.

Veja aqui onde se hospedar em Foz do Iguaçu

Reserve o Hotel Bogari no Booking.com

Pesquise e reserve seu Hotel em Foz no Booking.com


Vídeo Foz do Iguaçu: para inspirar sua viagem

Quer ter um gostinho de como viajar para Foz do Iguaçu é especial? Veja aqui o vídeo que produzi nessa viagem e que tem imagens para você já ir sonhando com o dia de estar lá.


Se curtiu o vídeo, aproveite para se inscrever no canal e também me acompanhar no @blogumviajante – estou sempre compartilhando dicas e viagens ao redor do mundo. Me manda um oi lá

Tudo sobre Foz do Iguaçu

Quer pegar mais dicas para sua viagem? Como comentei, aqui no blog você conta com um Guia Especial sobre Foz do Iguaçu. Vale a pena dar uma olhada e pegar diversas dicas para sua viagem:

Veja aqui o Guia Especial Foz do Iguaçu 

Se tiver qualquer dúvida ou precisar de alguma informação sobre Foz do Iguaçu ou uma sugestão de roteiro, fique à vontade para deixar um comentário nesse post! Valeuuu!

O post Roteiro de 2 dias em Foz do Iguaçu: o que fazer em pouco tempo apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
https://www.umviajante.com.br/roteiro-2-dias-foz-do-iguacu-o-que-fazer/feed 0 39039
Onde ficar em Gramado: melhores hotéis, bairros e localizações https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-em-gramado-rs https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-em-gramado-rs#respond Fri, 12 Mar 2021 22:20:07 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=38921 Planejando um roteiro de viagem para a Serra Gaúcha? Pesquisar e definir onde ficar em Gramado é um dos pontos iniciais, se não o mais importante, para você acertar o roteiro e viver a melhor experiência na viagem. Confira neste post uma lista com os hotéis selecionados e as melhores localizações para você se hospedar. […]

O post Onde ficar em Gramado: melhores hotéis, bairros e localizações apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Planejando um roteiro de viagem para a Serra Gaúcha? Pesquisar e definir onde ficar em Gramado é um dos pontos iniciais, se não o mais importante, para você acertar o roteiro e viver a melhor experiência na viagem. Confira neste post uma lista com os hotéis selecionados e as melhores localizações para você se hospedar.

Normalmente, quando inicio o planejamento de uma viagem, primeiro considero os lugares que pretendo visitar, para depois definir onde ficar no destino. No caso da Serra Gaúcha, escolher primeiro onde ficar em Gramado pode mudar totalmente sua experiência de viagem e a forma como irá organizar o seu roteiro.

Ao analisar as possibilidades de onde ficar em Gramado, por esse não ser um destino tão grande e boa parte das atrações não serem tão distantes, escolher a localização da sua hospedagem logo no início pode ser a melhor sacada para o seu roteiro de viagem.

Onde Ficar em Gramado - RS: Hotéis Selecionados

Gramado, que está localizada a apenas 115 km de Porto Alegre, é atualmente um dos destinos de inverno mais famosos no Brasil. A cidade vem buscando investir cada vez mais em experiências e atrações únicas para os viajantes. Mesmo não sendo tão grande, acredite, sua programação na cidade pode ser bem intensa e, por isso, organizar um roteiro antes de definir quantos dias ficar por lá é também muito importante. 

Encravada na Serra Gaúcha, Gramado é cercada por belos rios, lagos e parques lindíssimos que podem entrar no seu roteiro. Além disso, vale destacar, o destino conta com vários museus, parques temáticos, restaurantes, shows especiais e, como você já deve saber, inúmeras lojas de chocolates que são uma perdição. Quem consegue uma viagem mais flexível e tem tempo para caminhar pelo centrinho poderá, sem dúvidas, descobrir os lugares lindos e instagramáveis de Gramado

O calendário da cidade é repleto de atrações ao longo do ano e Gramado se transforma completamente em alguns períodos. Durante o Natal Luz, por exemplo, shows especiais e a decoração natalina encantam as ruas da cidade. Já na Páscoa, outra data super especial em Gramado, o mundo dos coelhos e chocolates especiais se espalha por todos os lados.

Salve no Pinterest para guardar esse post

Onde Ficar em Gramado - RS: Melhor Lugar para Ficar
Onde Ficar em Gramado - RS: Os melhores hotéis

E se você pensa que o charme de Gramado é apenas no inverno, pode ficar tranquilo pois no verão os vários atrativos ao ar livre, além das festas temáticas, fazem qualquer época de viagem valer a pena. Agora, para que o seu roteiro seja certeiro, vamos definir a melhor localização e hotel para sua estadia.

Qual a melhor localização para ficar em Gramado

Definir onde ficar em Gramado, como falei no início, pode transformar a forma como você vai aproveitar esse destino. Mas aqui, antes de iniciar a lista de hotéis e localizações, é importante levantar mais um ponto fundamental: como será a sua locomoção em Gramado.

Como esse é um destino super tranquilo de chegar de carro, além de não ficar tão longe de Porto Alegre, muitos viajantes fazem a viagem de carro até porque a estrada até Gramado é linda! Alguns vão com carro próprio e outros, muitas vezes, alugam o carro em Porto Alegre para fazer toda a viagem.

Qual a melhor localização para ficar em Gramado
Centro de Gramado

Quem decide viajar para Gramado de carro ganha, sim, alguns privilégios e uma boa autonomia para explorar a região. E aqui entra um dos pontos positivos de ir de carro: tendo essa facilidade de deslocamento, você pode optar por hotéis ou pousadas mais distantes do centro da cidade.

Eu já tive a oportunidade de viajar para Gramado com um carro alugado e digo que foi uma ótima forma de aproveitar o destino. Para quem gosta de dirigir e de ter essa autonomia em uma viagem, considerar ir de carro ou alugar um veículo é uma ótima jogada.

Se você não for viajar de carro próprio e decidir alugar um carro em Gramado, ou em Porto Alegre, recomendo sempre o site da RentCars. Além de ser parceiro da empresa, eu realmente indico por confiar na segurança da reserva e na facilidade de encontrar os melhores preços. Vale destacar que ao fazer a sua reserva através desse link, você vai dar uma força para o meu trabalho no blog sem gastar nada a mais com isso

Se dirigir não estiver nos seus planos dessa viagem, escolher a melhor localização e o hotel certo em Gramado é ainda mais importante para você. 

Onde ficar em Gramado: a melhor localização para se hospedar

A escolha de onde se hospedar e a melhor localização para ficar em Gramado vai depender, acima de tudo, do seu meio de transporte na viagem. Como comentei antes, quem viaja de carro próprio ou pretende alugar um veículo, tem mais flexibilidade de optar por hotéis mais afastados do centrinho da cidade. No caso dos viajantes que não estiverem de carro na viagem, a melhor sugestão é ficar o mais próximo do centro possível.

Onde ficar em Gramado: a melhor localização para se hospedar

Vale destacar que Gramado dispõe de uma boa variedade de hotéis e consegue atender, de forma democrática, estilos e orçamentos de viagem da maioria dos viajantes.

Agora, para ajudar na sua programação de viagem para Gramado e deixar o conteúdo do post bem organizado, dividi os hotéis em algumas categorias: os hotéis no Centro, nos arredores da região central e, por fim, os hotéis mais afastados. 

Por ser uma questão bem comum entre os viajantes que visitam essa região da Serra Gaúcha, vou comentar também sobre a diferença entre ficar hospedado em Gramado e Canela. Utilize o menu abaixo para navegar pelo conteúdo do post e ir direto ao ponto de interesse:

Hotéis no Centro de Gramado: melhores opções de hospedagem

Como comentei, optar por um hotel no Centro de Gramado é, com certeza, a melhor alternativa para quem vai viajar sem carro ou simplesmente gosta da liberdade de sair do hotel para bater perna sem utilizar um meio de transporte.

Para você que vai fazer a viagem pela primeira vez, a principal referência no centro é a Avenida Borges de Medeiros, exatamente na região onde estão concentrados os principais atrativos e área comercial.

Onde Ficar em Gramado: melhores hotéis selecionados

Se você optar por um hotel nessa região do Centro de Gramado, saiba que atrativos como a Rua Coberta, o Palácio dos Festivais, a Igreja Matriz e o Largo da Borges estão a poucos passos de distância. Vale ainda destacar as inúmeras opções de restaurantes presentes na região e, claro, as deliciosas lojas de chocolates.

Falando nisso, tanto na Páscoa quanto no Natal essa região se transforma e entra num clima contagiante. Mais um ponto positivo para quem opta por hotéis no Centro de Gramado. Confira as opções de hotéis selecionados:

Hotel Casa da Montanha

Localizado a penas 2 quarteirões da Rua Coberta e do Palácio dos Festivais, o Hotel Casa da Montanha oferece acomodações com vista para florestas e paisagens campestres da região. Com ainda com uma piscina ao ar livre e uma sauna, onde você pode relaxar após um dia de passeio.

Você pode saborear pratos da culinária local no restaurante La Caceria e relaxar com uma bebida em frente à lareira aconchegante do lounge. Para quem estiver de carro, há um estacionamento gratuito no local.


Modevie Boutique Hotel

O Modevie Gramado está localizado a apenas 50 m da badalada Rua Coberta e do Palácio dos Festivais. Com uma decoração moderna, o hotel oferece Wi-Fi gratuito, serviço de quarto e recepção 24 horas.

Todos os quartos dispõe de ar-condicionado, TV e banheiro privativo com piso aquecido de azulejo, aquecedor de toalhas e amenidades de banho gratuitas.


Hotel Cercano 

Localizado a 100m da Rua Coberta e 300m da Igreja de São Pedro, o Hotel Cercano oferece buffet de café da manhã de cortesia servido diariamente. Vale destacar ainda que o espaço dispõe de academia e restaurante no local.

Todas as acomodações têm banheiro privativo. Para sua comodidade, amenidades de banho gratuitas e secador de cabelo são fornecidos.


Prodigy Gramado 

O Prodigy Hotel Gramado está localizado a 200 metros da Igreja de São Pedro e a poucos metros da famosa Rua Borges de Medeiros. Você pode desfrutar de refeições no restaurante e relaxar com uma bebida no bar da casa. Dispõe de piscina ao ar livre, recepção 24 horas, estacionamento fechado e serviço de quarto.


Onde ficar próximo ao centro Gramado

Pra quem não vai ficar exatamente no centro, Gramado conta bom ótimas opções de hospedagem próximas à região central. A região mais alta da Avenida Borges de Medeiros, por exemplo, pode ser uma ótima pedida de hospedagem tanto para o viajante que está a pé quanto de carro. Eu sou suspeito para falar, pois gostei muito desse cantinho da cidade.

Essa área linda de Gramado, que é relativamente próxima ao Centro, dará fácil acesso a pontos como a Praça das Etnias, ao Lago Joaquina Rita Bier, a Rodoviária de Gramado e, também, a atrativos super famosos, como o Mini Mundo

Vale lembrar que nessa região, para quem viaja no período do Natal, o Show do Lago acontece bem pertinho dali – no Lago Joaquina Rita Bier. Confira as opções de hotéis selecionados:

Hotel Laghetto Allegro Pedras Altas

O Laghetto Pedras Altas fica a 550 m do parque temático Mini Mundo e a 700 m da igreja de São Pedro. Cada quarto oferece ar-condicionado, TV a cabo, frigobar, cofre e banheiro privativo. Você pode desfrutar de uma variedade de frutas, pães, bolos e frios, bem como uma seleção de bebidas quentes e frias.


Wish Serrano

Localizado a 200 metros da estação rodoviária da cidade, o Wish Serrano oferece um bar, estacionamento privativo, jardim e um spa e centro de bem-estar. O hotel dispõe de um restaurante, academia e piscinas coberta e ao ar livre. Uma recepção 24 horas e serviços de quarto e de câmbio estão disponíveis.

Os quartos do Wish Serrano são confortáveis e incluem uma TV via satélite, ar-condicionado e um banheiro privativo.


Hotel Recanto da Serra

O Recanto da Serra dispõe de piscinas coberta e ao ar livre, banheira de hidromassagem, serviços de massagem e academia. O hotel está localizado em um belo parque no centro de Gramado e conta com um pub inglês, além de Wi-Fi e estacionamento, ambos gratuitos.

Os quartos são amplos, têm piso de madeira, TV via satélite, frigobar, aquecedor e ar-condicionado. Você pode saborear um buffet de café da manhã completo, que inclui frutas da estação, variedade de frios e queijos, além de itens de confeitaria artesanais.


Hotel Gramado Interlaken

O Hotel Gramado Interlaken oferece acomodações com ar-condicionado, TV e banheiro privativo com chuveiro. É um hotel aconchegante e com ótimo custo benefício. O café da manhã de cortesia é oferecido diariamente.

O Mini Mundo está situado a 300 metros, enquanto a Estação Rodoviária de Gramado fica a 600 metros de distância.


Sky Premium Hotel

Com piscina aquecida e ofurô, o Sky Premium Hotel Gramado está localizado a apenas 500 metros do Mini Mundo. O Wi-Fi em todas as áreas e um café da manhã diário estão à sua disposição gratuitamente.

Todos os quartos estão equipados com ar-condicionado split, aquecimento central de água, piso laminado e/ou de porcelana, colchões de molas, travesseiros de plumas, TV a cabo, frigobar, telefone, secador de cabelo e cofre. O hotel dispõe de recepção 24 horas.


Hotel Alpestre

O Hotel Alpestre está situado em uma área verde de 12 000 m², a 1 km de distância da margem do Lago Negro. Suas instalações de lazer incluem 2 piscinas ao ar livre e 1 piscina coberta, quadra de tênis e WiFi gratuito.

Os quartos possuem interiores aconchegantes e seguem um estilo alpino. Todos possuem ar-condicionado, sistema de aquecimento, TV de LCD e banheiro privativo.


Hotel Varanda das Bromélias

Localizado no ponto mais alto de Gramado, o Varanda das Bromélias fica no meio da floresta, a apenas 10 minutos a pé do centro da cidade. Os quartos oferecem decoração aconchegante e romântica.

Algumas acomodações dispõem de lareira e outras estão localizadas na floresta. Todos oferecem ar-condicionado, TV de tela plana a cabo e frigobar. O banheiro privativo inclui secador de cabelo, roupão e produtos de banho.


Hospedagens fora do centro de Gramado: para quem está de carro

Falando agora dos hotéis mais afastados do Centro. É claro que, como sempre digo, não existe uma regra, mas, no meu ponto de vista, se você estiver com um veículo próprio ou um carro alugado, poderá aproveitar muito mais a viagem e curtir o destino de forma mais intensa. Veja as melhores opções que selecionei: 

Hotel Colline de France

O Hotel Colline de France está localizado a 2,7 km do Palácio dos Festivais e a 2,9 km da Igreja de São Pedro. Para quem viaja de carro, o hotel dispõe de estacionamento privativo gratuito. A avaliação no Booking é super positiva e esse é, sem dúvidas, uma das opções mais desejadas em Gramado.

Com uma decoração clássica e romântica, os quartos dispõem de ar-condicionado, aquecedor, TV a cabo com Netflix, cafeteira, mesa de trabalho e frigobar, enquanto alguns ainda tem uma lareira. Já os banheiros privativos incluem produtos de banho de cortesia e secador de cabelo.


Pousada La Vista

Ainda pouco conhecida em Gramado, a Pousada La Vista pode ser um lugar incrível para você descobrir. Localizada a 8 km do Lago Negro, oferece restaurante, estacionamento privativo gratuito, piscina ao ar livre e jardim.

Todos os quartos possuem varanda com vista para o jardim, TV de tela plana com canais via satélite e banheiro privativo. A acomodação oferece banheira de hidromassagem, serviço de quarto e Wi-Fi gratuito em toda a propriedade.


Wyndham Gramado

O Wyndham Gramado oferece restaurante, academia, Espaço Kids, serviço de concierge e Wi-Fi gratuito em todos os ambientes. O hotel conta com piscina coberta, banheira de hidromassagem, equipe de lazer e recepção 24 horas.

Já tive a oportunidade de me hospedar no hotel uma vez e a experiência foi ótima. Pelo valor da diária e estrutura oferecida, considero uma das melhores alternativa em custo-benefício. Ideal para quem viaja de carro.


Hotel Bangalôs da Serra

Localizado a 3 km do centro de Gramado, o Hotel Bangalôs da Serra dispõe de bistrô, estacionamento privativo gratuito, bicicletas e piscina sazonal ao ar livre. O hotel de padrão 4 estrelas possui academia e quartos com ar-condicionado, Wi-Fi gratuito e varanda térrea com vista do jardim.

O Hotel Bangalôs da Serra oferece parquinho infantil. Você pode jogar bilhar e tênis de mesa, e a região é famosa para fazer trilhas a pé e passear de bicicleta.


Hotel para descobrir em Gramado

Estalagem La Hacienda 

A Estalagem La Hacienda está situada a 14 km do centro de Gramado e a 7 km do centro de Canela. Oferece piscina ao ar livre, quadra de tênis e uma academia. O hotel pode providenciar pescaria, passeios a cavalo e trilhas a pé. O buffet de café-da-manhã é servido no restaurante.

Os chalés com aquecimento central possuem TV a cabo, frigobar, lareira e banheira de hidromassagem. Para sua comodidade, o serviço de quarto e o Wi-Fi gratuito estão disponíveis.


TOP 3: minha recomendação

Hotel Wood Casa da Montanha

Um dos meus lugares favoritos para ficar em Gramado. Localizado a 500 metros do Palácio dos Festivais, o Wood Hotel – Casa da Montanha conta com restaurante, estacionamento privativo e bar próprio. A propriedade dispõe de recepção 24 horas, serviço de concierge e Wi-Fi gratuito em todas as áreas. A propriedade fica perto de atrações famosas, como a Aldeia do Papai Noel, o Lago Joaquina Rita Bier e a Expo Gramado.

Os quartos têm ar-condicionado, TV com canais a cabo e banheiro privativo com chuveiro, secador de cabelo e produtos de banho gratuitos. Todos possuem mesa de trabalho e chaleira.


Hotel Laghetto Stilo Borges

Localizado no centro de Gramado, o Hotel Laghetto Stilo Borges fica a 3 minutos a pé do Palácio dos Festivais, a 300 metros da Igreja de São Pedro e a 800 metros da Estação Rodoviária de Gramado. Dispõe de academia, sauna, salão de jogos e um jardim. A acomodação apresenta vista da cidade e oferece Wi-Fi gratuito.

Além da ótima estrutura e localização, o hotel se destaca pelo atendimento dos funcionários, conforto, café da manhã e custo-benefício. Ótima opção em Gramado.


Hotel Serrazul

Com academia e piscina coberta, o Serrazul Hotel está localizado no centro de Gramado. A acomodação apresenta decoração muito aconchegante e oferece salão de jogos com pebolim e bilhar, além de Wi-Fi gratuito.

Todas as acomodações seguem com decoração clássica, TV a cabo, frigobar, banheiro e ar-condicionado. As suítes são mais amplas e incluem uma área de estar com sofá.


Hotéis baratos em Gramado

Caso você esteja procurando um hotel barato em Gramado e que oferece qualidade na hospedagem, a cidade conta com algumas opções bem interessantes. Confira a seleção:

Pousada das Papoulas

Localizada a 2 km do Palácio dos Festivais, a Pousada Das Papoulas dispõe de lounge compartilhado, estacionamento privativo gratuito e jardim. Os quartos possuem TV com canais via satélite e banheiro privativo.

A pousada oferece recepção 24 horas e Wi-Fi gratuito em todos os ambientes. Todas as acomodações têm ar-condicionado e guarda-roupa. O café da manhã à la carte é servido diariamente.


Hotel Vovó Carolina 

No centro da cidade de Gramado, o aconchegante Hotel Vovó Carolina oferece um rico buffet de café-da-manhã e recepção 24 horas. O Wi-Fi e o estacionamento são gratuitos. A famosa Rua Coberta fica a 200 m de distância e os quartos contam com piso de madeira, ar-condicionado, TV a cabo, telefone e frigobar.


Pousada Aconchego da Borges

A Pousada Aconchego da Borges oferece quantos com de ar-condicionado, banheiro privativo com secador de cabelo e amenidades de banho de cortesia. Todas as acomodações contam também com TV a cabo.

A pousada fica a 1,5 km da Rua Coberta e a 2,1 km do Mini Mundo.


Hotel Monte Felice Bosque

O Hotel Monte Felice está localizado a 1 km da principal avenida de Gramado. Para sua comodidade, esta propriedade de estilo colonial dispõe de Wi-Fi gratuito e inclui um café da manhã, servido diariamente.

Com estilo pousada, oferece diferentes categorias de quartos. Todas as acomodações têm TV, ar-condicionado e frigobar. O banheiro privativo conta com chuveiro e secador de cabelo. Alguns quartos incluem lareira e a suíte de luxo possui banheira de hidromassagem.


Gramado ou Canela: onde é melhor ficar hospedado?

Por fim, para finalizar o post sobre onde ficar em Gramado, eu não poderia deixar de fora uma dúvida super comum entre a maior parte viajantes que visitam a Serra Gaúcha pela primeira vez: onde é melhor se hospedar, Gramado ou Canela? 

Gramado ou Canela: onde é melhor ficar hospedado?

Bom, antes de mais nada, é importante você saber que, apesar das duas cidades terem características distantes, ambas estão buscando oferecer boas experiências da viagem aos viajantes.

Gramado, talvez por ter iniciado primeiro um certo investimento intenso no que diz respeito ao turismo, acaba contando com opções que chamam mais a atenção à primeira vista. É uma cidade toda perfeita em vários sentidos.

Canela tem uma pegada mais rústica e não tão perfeitinha quanto Gramado, o que não tira pontos dela de forma alguma. Eu acho, de verdade, que as duas se completam.

Se você tiver tempo extra no roteiro, caberia até, porque não, dividir a sua estadia: algo como 3 noites em Gramado e 2 em Canela poderia render duas experiências bem interessantes confesso que gosto de fazer essas mudanças de hotel, mesmo sabendo que isso acaba gerando um certo esforço durante a viagem.

Caso você não tenha disposição ou tempo de mudar de hotel, minha sugestão é que opte por um hotel em Gramado, já que a noite da cidade é repleta de coisas para fazer, e visite Canela em um bate-volta. Isso, claro, como já comentei, não é uma regra, mas sim, uma sugestão para sua viagem.


Mapa: onde ficar em Gramado – Hotéis selecionados

Caso você prefira visualizar a localização de cada um dos hotéis direto no mapa, preparei esse com a mesma organização do post – utilize as camadas para visualizar as opções:


Hotéis em Gramado PREÇOS: valor médio da diária

Como o orçamento é um ponto que pesa muito na escolha de um hotel, organizei uma tabela de valores com a diária média de cada um dos hotéis selecionados. Fiz uma pesquisa para mês de abril considerando uma estadia de 4 noites. Veja como ficou o valor da diária de cada hotel, organizado das mais baratas até as mais caras:

HotelPreço médio da diáriaEstrelasNota
Pousada das PapoulasR$ 197★★★9.2
Pousada Aconchego da BorgesR$ 214★★★9.1
Hotel Monte Felice BosqueR$ 246★★★9.3
Sky Premium HotelR$ 250★★★8.4
Hotel SerrazulR$ 259★★★★8.9
Hotel Vovó CarolinaR$ 268★★★9.2
Hotel Gramado InterlakenR$ 285★★★9.4
Hotel AlpestreR$ 321★★★★9.1
Hotel Recanto da SerraR$ 325★★★★9.3
Laghetto Allegro Pedras AltasR$ 327★★★★8.9
Prodigy Gramado R$ 332★★★★9.0
Hotel Cercano R$ 349★★★★9.2
Bangalôs da SerraR$ 360★★★★9.2
Laghetto Stilo Borges R$ 409★★★★★9.1
Wyndham GramadoR$ 412★★★★★8.4
Hotel Varanda das BroméliasR$ 495★★★★★9.0
Hotel WoodR$ 577★★★9.6
Modevie Boutique HotelR$ 578★★★★★9.3
Wish SerranoR$ 700★★★★★8.6
Pousada La VistaR$ 705★★★★9.6
Hotel Colline de FranceR$ 742★★★★9.8
Hotel Casa da MontanhaR$ 765★★★★★9.3
Estalagem La Hacienda R$ 1.539★★★★9.3
Os preços podem mudar de acordo com a época da sua viagem.

Sobre a seleção de hotéis

Essa seleção de hotéis em Gramado foi feita de forma totalmente pessoal e sem ligação com qualquer um dos hotéis. Esse não é um post patrocinado e foi feito com base na minha lista de hotéis favoritos em Gramado.

Quero reforçar também que um dos critérios para selecionar os hotéis foram as práticas de cada um deles frente a pandemia de Covid-19: somente entraram nessa lista hotéis que se destacaram nos cuidados e medidas preventivas que visam a segurança dos hóspedes e funcionários.


Faça sua reserva em Gramado com antecedência

Mais um ponto superimportante para quem está planejando uma viagem para Gramado: reserve o seu hotel com antecedência! Caso a sua vigem seja na alta temporada, como o período do Natal, Páscoa ou os meses do inverno, é indispensável que reserve com alguns meses de antecedência até.

Gramado é um destino que está atraindo cada vez mais viajantes e nesses períodos, acredite, pode ser quase impossível conseguir um quarto de hotel em cima da hora. Não deixe para reservar depois!

Faça sua reserva no Booking.com

Eu sempre recomendo o Booking.com como plataforma de reserva, de forma transparente para você. Além de ser um sistema seguro e garantir os melhores preços, ao reservar seu hotel através dos links do blog, você contribui com o meu trabalho e não gasta nada a mais com isso – eu super agradeço.

Recentemente descobri uma nova plataforma de reservas, que é brasileira, e está oferecendo ótimos valores de hospedagem. Apesar de ainda estar crescendo, faz parte de um grupo confiável e pode ser uma ótima oportunidade de economizar.

Qualquer dúvida ou sugestão de onde ficar em Gramado, fique à vontade para deixar um comentário e compartilhar a sua experiência de viagem. Valeuuu!!

O post Onde ficar em Gramado: melhores hotéis, bairros e localizações apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-em-gramado-rs/feed 0 38921
Onde ficar no Rio de Janeiro: hotéis selecionados e melhores bairros https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-no-rio-de-janeiro-rj https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-no-rio-de-janeiro-rj#respond Tue, 09 Mar 2021 13:27:42 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=38731 Está planejando um roteiro de viagem para o Rio de Janeiro e quer saber onde ficar e qual a melhor região para se hospedar? Confira nesse post uma seleção especial com os melhores hotéis, bairros e localizações para sua estadia. Planejar com detalhes um roteiro de viagem para o Rio de Janeiro não é tão […]

O post Onde ficar no Rio de Janeiro: hotéis selecionados e melhores bairros apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Está planejando um roteiro de viagem para o Rio de Janeiro e quer saber onde ficar e qual a melhor região para se hospedar? Confira nesse post uma seleção especial com os melhores hotéis, bairros e localizações para sua estadia.

Planejar com detalhes um roteiro de viagem para o Rio de Janeiro não é tão simples quanto parece. A Cidade Maravilhosa, que é uma das mais visitadas no Brasil, oferece propostas e experiências para vários estilos de viajantes e, claro, diferentes orçamentos.

Com belezas únicas e um conjunto de cartões postais emblemáticos, o destino é reconhecido como a cara do Brasil e atrai viajantes de todas as partes do mundo. Se os traços do Rio de Janeiro fazem dele um dos principais pontos turísticos do Brasil, são seus ritmos, cores e diversidade que conquistam o coração de quem chega lá pela primeira vez.

Pôr no sol na cidade do Rio de Janeiro
Pôr no sol na cidade do Rio de Janeiro

Seja no compasso do samba da Sapucaí, no calor do verão carioca, nas curvas do Pão de Açúcar ou nos traços dos Arcos da Lapa, o Rio de Janeiro, assim como o Cristo Redentor, vai te receber de braços abertos.

Onde ficar no Rio de Janeiro

Para ajudar quem vai viajar para o Rio de Janeiro pela primeira vez, decidi preparar esse guia listando uma seleção de hotéis nos melhores bairros e regiões da cidade, levando em consideração o melhor custo-benefício e as experiências que podem fazer a diferença na sua viagem.

O Rio de Janeiro, como você deve saber, é uma cidade enorme e exige um bom planejamento para ser bem aproveitada. Organizar um roteiro e preparar uma lista com tudo o que você pretende fazer vai ajudar, e muito, na escolha da melhor localização e região para sua estadia.

Vale destacar ainda outro ponto muito importante e que faz a diferença na hora de escolher onde ficar no Rio de Janeiro: a forma como você pretende se locomover na cidade. Dependendo do seu roteiro e interesses, os principais pontos que irá visitar podem ser afastados, então, claro, você vai depender de algum meio de transporte para se locomover entre eles.

Praia de Ipanema - Onde ficar no Rio de Janeiro
Praia de Ipanema – Onde ficar no Rio de Janeiro

De forma geral, o transporte combinando metrô, VLT e alguns trechos com táxi ou Uber vão suprir as principais necessidades de transporte durante a sua viagem. Ônibus eu não considero prático para quem é de fora e não conhece bem a cidade – para quem vai viajar para o Rio pela primeira vez, acho que vale a pena descartar essa opção.

Agora, se você irá se hospedar na Barra da Tijuca, por exemplo, alugar um carro pode ser uma ótima alternativa para sua viagem. Uma boa pedida é fazer um misto com outros meios de transportes e alugar um carro apenas para os dias da viagem que incluem passeios mais distantes. 

Para encontrar boas opções de valores e alugar um carro no Rio de Janeiro com segurança, recomendo muito o site da RentCars. O blog é parceiro da empresa e sempre que você fizer sua reserva com eles, vai colaborar com meu trabalho por aqui – super agradeço a ajuda.

Vale a pena reforçar que, assim como nas grandes cidades do Brasil, ao alugar um carro é preciso ficar atento à segurança. Só alugue um veículo com seguro e não deixe itens de valor no interior do carro. Sei que é uma dica básica de segurança, mas não custa reforçar – e isso vale para qualquer destino.

Onde se hospedar no Rio de Janeiro com segurança: o que é importante saber antes de escolher onde ficar

Não podemos negar que quando se fala em Rio de Janeiro, além das belezas do destino, o que preocupa a maior parte dos viajantes é a questão da segurança na viagem.

Sobre esse ponto, o que é preciso deixar claro e que já comentei antes, é que o Rio de Janeiro é uma cidade grande, cheia de contrastes e, sim, requer uma boa atenção no que diz respeito à segurança. Ainda assim, vale destacar, o Rio tem lugares mais perigosos e outros que podemos visitar com mais segurança.

Como a ideia desse post guia é indicar para você a melhor região para se hospedar na cidade, a questão da segurança foi um critério importante na seleção de hotéis. E ainda, outro ponto positivo: para nós, que vamos viajar para o Rio a passeio, a região mais turística da cidade é uma das mais seguras para passear e se hospedar.

Praia do Leme, Copacabana - Rio de Janeiro
Praia do Leme, Copacabana – Rio de Janeiro

A Zona Sul, onde você encontra os famosos bairros do Leblon, Ipanema e Copacabana, oferece mais segurança se comparada a outras localizações da cidade. Não que seja um lugar que você possa descuidar, mas, especialmente para quem vai viajar para o Rio de Janeiro pela primeira vez, é uma ótima opção entre as regiões selecionadas.

Qual o melhor lugar para ficar no Rio de Janeiro

A Zona Sul é a minha principal sugestão para quem vai viajar pela primeira vez ao Rio de Janeiro. Se estiver dentro do seu orçamento, optar pelas opções selecionadas entre Leblon, Ipanema ou Copacabana é uma ótima pedida. 

Agora, depois desse panorama geral sobre a escolha do melhor lugar para ficar, vou comentar aqui sobre as 5 principais regiões do Rio de Janeiro que, normalmente, estão entre as favoritas dos viajantes. Use o menu abaixo para navegar pelo conteúdo:

Copacabana

É impossível pensar no Rio de Janeiro sem que a primeira coisa que venha à cabeça não seja a praia de Copacabana. O bairro, dentre os mais famosos da cidade, não poderia deixar de ser o topo dessa lista de sugestões.

Chegar no Rio de Janeiro e caminhar pelo calçadão de Copa já é, sem dúvidas, um item para você incluir na programação e no seu checklist da viagem. O bairro, que é palco do maior réveillon do mundo, também se destaca por concentrar a melhor estrutura voltada aos viajantes

Em Copacabana você vai encontrar uma boa variedade de hotéis, dos mais simples aos mais luxuosos e reconhecidos internacionalmente. Tudo isso faz dessa região, claro, uma das mais procuradas na cidade. Para quem decide se hospedar por aqui, é muito importante reservar sua estadia com antecedência.

Quando falamos de datas importantes, como o Carnaval do Rio e Réveillon, que fazem os preços chegarem ao espaço, é ainda mais importante se programar com antecedência.

Calçadão de Copacabana - Rio de Janeiro
Calçadão de Copacabana – Rio de Janeiro

Agora, não dá para negar que ficar em Copacabana é maravilhoso. Além de ser umas das principais localizações do Rio, você estará em uma região muito bem estruturada: além da praia e do calçadão mais famoso do Brasil, em Copa você tem à sua disposição mercados, lojas, farmácias e tudo o que precisar a poucos passos de distância.

Para quem gosta de explorar um destino a pé, caminhar pelo calçadão do Posto 1 ao Posto 6 vai permitir ver as belezas da Cidade Maravilhosa com outros olhos. Se a sua praia for pedalar, a Bike Rio do Itaú é uma ótima pedida para sua programação.

Agora, falando de hotéis em Copacabana, vamos usar os Postos como referência. Enquanto os Postos 2 e 3, que estão na região das estações Cardeal Arcoverde e Siqueira Campos do metrô, são os mais centrais do Copa, minha sugestão é que você opte por hotéis nas extremidades do bairro. A melhor dica, na minha opinião, é o canto direito da praia, onde estão localizados os Postos 5 e 6. Para opções mais simples e menos procuradas, o canto esquerdo de Copacabana, onde fica o Leme e o Posto 1, pode ser uma alternativa.

Veja agora a seleção com os melhores hotéis em Copacabana para sua viagem ao Rio de Janeiro:

ibis Copacabana Posto 5

O Ibis Copacabana Posto 5 está situado no Rio de Janeiro, a 350 metros da famosa praia de Copacabana e a 1 km da lagoa Rodrigo de Freitas. A Estação de Metrô do Cantagalo fica a 86 metros de distância enquanto o aeroporto mais próximo, o Aeroporto Santos Dumont, está a 8 km.


Hotel Atlântico Rio

Localizado a 500 metros da Praia de Copacabana, o Hotel Atlântico Rio oferece piscina ao ar livre e café da manhã diário gratuito. Com restaurante e posição privilegiada, você também encontra opções para almoçar e jantar a uma curta caminhada a pé.


Savoy Othon

Localizado a 230 m da Praia de Copacabana, o Savoy Othon Hotel é ideal para aqueles que desejam ficar no centro da animada área de Copacabana. Além da animada Praia de Copacabana, há também excelentes lojas, Cafés e restaurantes, além da vida noturna nos arredores do hotel.


Ritz Copacabana Boutique Hotel 

Localizado a 250 metros da Praia de Copacabana, o Ritz Copacabana Hotel dispõe de piscina ao ar livre e vista da cidade. Você pode desfrutar do bar da casa. Todos os quartos deste hotel contam com ar-condicionado, TV e banheiro privativo com amenidades de banho de cortesia.


Rio Design Hotel

O Rio Design Hotel oferece acomodações 4 estrelas e um terraço panorâmico na cobertura, onde você pode desfrutar da piscina, sauna, academia e de uma bebida no bar. O WiFi gratuito está à sua disposição. A Estação de Metrô General Osório fica a 600 metros de distância.


Orla Copacabana Hotel

De frente para a Praia de Copacabana e a menos de 800 metros da Praia de Ipanema, o Orla Copacabana Hotel oferece WiFi gratuito, piscina na cobertura e restaurante. A propriedade possui vista panorâmica do Pão de Açúcar e do mar.


Ipanema

E é nos embalos de Garota de Ipanema, de Tom Jobim, que eu digo que esse é o meu lugar favorito para ficar no Rio de Janeiro. Exatamente entre o Leblon e Copacabana, o bairro de Ipanema tem ainda mais benefícios se comparado aos vizinhos da Zona Sul.

Da mesma forma que a praia e o calçadão contornam o bairro de Ipanema, é o charme dessa região que presenteia o viajante com seu clima carioca único. Não tenho como negar que Ipanema, dentre os três bairros mais famosos do Rio, é o meu cantinho favorito para ficar durante uma viagem.

Onde Ficar no Rio de Janeiro - RJ
Praia de Ipanema – Rio de Janeiro

Ipanema tem uma vibe intensa e é repleta coisas para fazer, além de abrigar, claro, uma das melhores praias do Rio. É a opção certa para quem procura por comodidade, conforto, segurança e, mais importante, uma opção em uma localização estratégica.

Sem falar ainda que, no canto esquerdo de Ipanema, já na divisa com Copacabana, está um dos meus pontos favoritos: o Arpoador, um dos lugares mais famosos do Rio e que não pode faltar no seu roteiro.

Nessa região, por existir uma grande variedade de opções e estilos de hospedagem, definir o melhor hotel em Ipanema não é tão simples. Para preparar essa lista, fiz uma avaliação detalhada e selecionei apenas as melhores opções para sua estadia – levando em consideração, principalmente, o melhor custo-benefício para sua viagem.

Arena Ipanema Hotel

O Arena Ipanema Hotel está localizado a apenas 100 metros da famosa Praia de Ipanema. Este hotel oferece uma piscina e um terraço ao ar livre, e você pode desfrutar de uma refeição no restaurante ou de uma bebida no bar. O Wi-Fi gratuito está à sua disposição em todas as áreas.


Sol Ipanema Hotel

O Sol Ipanema conta com uma excelente localização, em frente ao mar na Praia de Ipanema, em uma região animada de bares e restaurantes. A propriedade oferece um terraço ensolarado com uma vista deslumbrante do litoral. Para sua comodidade, o WiFi gratuito está disponível.


Hotel Vermont Ipanema

O Hotel Vermont está situado em Ipanema, a 280 metros da praia. Com WiFi gratuito, este hotel oferece buffet de café da manhã diário com uma grande variedade de opções, que inclui frutas, sucos, pães preparados no dia e bolos. Você também pode desfrutar dos lanches e coquetéis especiais do bar.


El Misti Hostel Ipanema

O El Misti Hostel está localizado a 200 metros da praia de Ipanema, enquanto a Praia de Copacabana fica a 10 minutos a pé da propriedade. Todos os quartos incluem banheiro privativo com chuveiro e a propriedade dispõe de recepção 24 horas. O albergue oferece aluguel de bicicletas.


Leblon

Enfim o Leblon, um dos mais famosos do Rio de Janeiro e que você já deve ter visto, claro, em alguma das novelas de Manoel Carlos. O bairro tem um charme único e uma proposta diferente dos vizinhos da Zona Sul. Enquanto a praia dessa região, onde estão localizados os Postos 11 e 12, é menos concorrida que Ipanema e Copa, os hotéis aqui são mais disputados.

Por ser um bairro mais residencial, o Leblon não dispõe de muitas opções de estadia – pelo menos para quem procura por uma hospedagem no padrão de hotel. Para ficar aqui é ainda mais importante se programar com antecedência. Veja a seleção especial que preparei para sua estadia no Leblon:

Promenade Palladium

O Promenade Palladium oferece quartos e suítes confortáveis a apenas 400 metros da Praia do Leblon. Todas as acomodações possuem ar-condicionado, TV a cabo e outras comodidades. A maioria dos quartos tem uma varanda. As suítes incluem sala de estar e cozinha.


JANEIRO Hotel

O JANEIRO Hotel fica a 5 minutos a pé do Posto 12 , no Leblon. Você pode desfrutar de uma bebida no bar ou de refeições no restaurante local. As unidades oferecem vista do mar e estão equipadas com TV a cabo, cafeteira e mesa. O banheiro privativo inclui produtos de banho de cortesia.


Ritz Leblon

Localizado a apenas 200 metros da Praia do Leblon e a 500 metros da Estação de Metrô de Antero de Quental, o encantador Ritz Leblon oferece academia e uma piscina com deck de madeira e espreguiçadeiras. O hotel serve o buffet de café da manhã diário no restaurante e dispõe de um serviço de transfer. O WiFi gratuito está à sua disposição em todas as áreas.


Brazilodge All Suites Leblon

O Brazilodge All Suites Leblon está situado a 1,2 km da Praia de Ipanema e a 3,7 km do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Dispõe de quartos para família e terraço ao ar livre. A acomodação oferece recepção 24 horas, serviço de translado, serviço de quarto e Wi-Fi gratuito em toda a propriedade. Os quartos estão equipados com banheiro privativo com chuveiro e secador de cabelo.


Botafogo e Flamengo

Para quem quer uma opção de hospedagem mais acessível e não se importa em ficar em uma região sem praia para banho, tanto Botafogo quanto Flamengo podem ser ótimas opções para sua hospedagem no Rio de Janeiro.

Quem optar pelo Botafogo, além de conseguir ótimos preços, se comparados aos principais bairros da Zona Sul, ainda vai ter uma vantagem logística na viagem. O bairro fica no caminho direto para quem visita o Pão de Açúcar e, de quebra, é onde você encontra a vista de um dos cartões postais mais famosos da cidade. 

Posso ainda ressaltar que o Botafogo é o point para quem quer curtir a vida noturna na cidade sem ter que gastar os altos preços cobrados em Copa, Ipanema e Leblon. Para quem curte um barzinho ou boteco no final do dia, separe uma noite entre quinta-feira e sábado para curtir essa região.

Onde Ficar no Rio de Janeiro - RJ
Pão de Açúcar e Baía de Botafogo – Rio de Janeiro

Falando no Flamengo, o bairro também entra nessa lista por contar com opções mais acessíveis de hospedagem e por ser uma localização estratégica – assim como Botafogo e também o Catete. Mas, caso essa seja a sua opção, é importante se atentar ao fato que essa é uma região grande – escolher uma hospedagem perto de uma estação do metrô fará toda a diferença na sua experiência de viagem.

Se você curte pedalar, um roteiro interessante é seguir desde a Praia do Flamengo, passando pela Enseada de Botafogo, Urca, Praia Vermelha – Pão de Açúcar, até chegar nas principais da Zona SulCopa, Ipanema e Leblon.

Quem se hospeda aqui pode ainda curtir o Aterro do Flamengo, principal área de lazer da região. Confere aí as opções de hospedagem que selecionei entre o Botafogo e Flamengo:

Yoo2 Rio de Janeiro by Intercity

Com uma vista incrível do Pão de Açúcar e para as Montanhas do Corcovado, o Yoo2 Rio de Janeiro oferece piscina ao ar livre. Você pode desfrutar de bebidas no bar da cobertura. Os quartos tem um design exclusivo e dispõem de ar-condicionado, TV e frigobar. O banheiro privativo inclui secador de cabelo e amenidades de banho de cortesia.


Novotel RJ Praia de Botafogo 

O Novotel Rj Botafogo está situado a 2.9 km do Pão de Açúcar e você poderá desfrutar do restaurante no local. Todos os quartos deste hotel dispõem de ar-condicionado e possuem uma TV de tela plana. As comodidades extras incluem amenidades de banho de cortesia e um secador de cabelo. Oferecendo uma banheira de hidromassagem e academia.


Ibis Styles RJ Botafogo

O Ibis Styles Botafogo está situado a 500 metros da Praia de Botafogo. A acomodação conta com restaurante e oferece Wi-Fi gratuito em todos os ambientes. Os quartos possuem ar-condicionado, frigobar e TV a cabo, além de banheiro privativo com produtos de banho gratuitos e secador de cabelo.


Windsor Flórida

Situado num bairro residencial, o Windsor Florida Hotel está a poucos passos da Praia do Flamengo. A área oferece acesso fácil ao centro da cidade e à Praia de Copacabana. Oferece acomodações confortáveis em uma área onde o encanto antigo é preservado em harmonia com a movimentada Rio de Janeiro.


Scorial Rio Hotel

O Scorial Rio Hotel dispõe de um terraço na cobertura com 2 piscinas e vista panorâmica do Rio de Janeiro. O hotel está situado a 2 quarteirões da Praia do Flamengo e a 1 quarteirão da Estação de Metrô Largo do Machado. O WiFi gratuito está disponível em todas as áreas.


Hotel Regina

Localizado em uma excelente localização no bairro do Flamengo, o Hotel Regina está situado em uma casa clássica com exteriores em rosa claro. Os quartos apresentam interiores bem iluminados e dispõem de ar-condicionado, TV a cabo e frigobar. Você pode desfrutar de um café da manhã farto com bolos frescos e frutas da estação.


Elegance Praia Hotel

O Elegance Praia Hotel está localizado no bairro do Catete, no Rio de Janeiro, e oferece quartos recentemente reformados com WiFi gratuito. As acomodações do Elegance são espaçosas e contam com várias comodidades, incluindo camas queen-size e secadores de cabelo. Além disso, as unidades possuem ar-condicionado, TV a cabo, frigobar e banheiro privativo. A suíte dispõe de uma banheira de hidromassagem.


Barra da Tijuca e Jardim Oceânico

Não tenho como falar sobre onde ficar no Rio de Janeiro sem mencionar a Barra da Tijuca. Caso essa seja a sua primeira viagem ao Rio e esteja considerando essa região, preciso destacar alguns pontos importantes.

A Barra da Tijuca, principalmente a região do Jardim Oceânico, está se destacando cada vez mais entre os melhores lugares para ficar no Rio de Janeiro. Por ser um lugar que vem evoluindo rapidamente e contar com opções que oferecem um ótimo custo-benefício para o viajante, a estrutura na região é muito boa e segura

Barra da Tijuca - Rio de Janeiro
Barra da Tijuca – Rio de Janeiro

A Praia da Barra, por exemplo, está se tornando cada vez mais um ponto badalado entre os jovens – assim como o setor gastronômico também vem crescendo e ganhando destaque. Vale reforçar ainda que a vida noturna na região é bastante agitada – mais um ponto positivo para quem quer curtir a noite carioca.

O ponto que sempre pesou para quem pensava em se hospedar na Barra da Tijuca era, em especial, a distância dessa região em relação a Zona Sul do Rio de Janeiro. A boa notícia é o que com a chegada do metrô, essa distância foi encurtando e o deslocamento deixou de ser um grande problema.

De qualquer forma, mesmo com o metrô, para você que vai ao Rio pela primeira vez, é importante saber que esse é um bairro afastado e você terá que ajustar o seu roteiro com base nisso. 

Agora, se ficar entre as praias mais famosas do Rio de Janeiro não é uma prioridade para você, a Barra da Tijuca pode ser uma ótima opção para sua estadia. Minha sugestão é que você opte pela região do Jardim Oceânico, onde hotéis mais novos e super bem estruturados oferecem boas experiências. 

Veja as opções de hotéis que selecionei na região do Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca:

Ibis Rio De Janeiro Barra Da Tijuca

O Ibis Rio De Janeiro Barra Da Tijuca está localizado a 6 km do Barra Shopping e da Praia da Barra da Tijuca. Você pode desfrutar de um bar no local, aberto 24 horas. O WiFi gratuito está disponível em todas as áreas. Os quartos apresentam uma decoração e móveis contemporâneos. Também incluem uma TV de tela plana e banheiro privativo.


Windsor Barra Hotel

Hotel 5 estrelas à beira-mar com acomodações de luxo e vista da badalada Praia da Barra da Tijuca. O Windsor Barra Hotel conta com uma piscina na cobertura panorâmica com um bar de coquetéis, academia moderna e restaurante gourmet elegante. Os quartos são elegantes e dispõem de uma área de estar confortável, ar-condicionado e TV via satélite, enquanto alguns ainda têm vistas deslumbrantes do mar.


Windsor Oceânico

Dispondo de uma piscina ao ar livre e vista do mar, o Windsor Oceânico está localizado na Barra da Tijuca, a 100 m da praia e a 8 km do Parque Nacional da Tijuca. Você pode desfrutar de um restaurante no local. Todos os quartos apresentam decoração contemporânea, com móveis modernos, e possuem ar-condicionado, TV de tela plana, frigobar e amenidades de banho gratuitas.


Windsor Marapendi

O Windsor Marapendi é um hotel 5 estrelas que conta com uma localização ideal à beira da praia da Barra da Tijuca e fica a 1 km do Shopping Center Barra Shopping. Todos os quartos apresentam móveis modernos e decoração contemporânea. Com ar-condicionado, as comodidades dos quartos incluem TV, frigobar e amenidades de banho.


Hilton Barra Rio de Janeiro

Localizado no animado bairro da Barra da Tijuca, a 7 km da Praia da Barra, o Hilton Barra Rio de Janeiro oferece uma piscina na cobertura com vista linda do lago, uma academia bem equipada e um restaurante que serve pratos das culinárias regional e internacional. Os quartos e suítes são modernos e oferecem decoração elegante, café de cortesia e um banheiro privativo com secador de cabelo.


Tropical Barra Hotel

Localizado à beira-mar, na bela Praia da Barra, o Tropical Barra Hotel oferece Wi-Fi gratuito, restaurante e piscina ao ar livre. Algumas unidades possuem banheiro privativo com banheira de hidromassagem, enquanto outras dispõem de roupões de banho e produtos de banho gratuitos. Todas as acomodações incluem uma TV. Você pode contar com uma recepção 24 horas e com um bar no local.

Se a sua ideia for uma estadia mais barata e você não se importar de ficar em uma área mais distante da praia da Barra, o bairro Jacarepaguá, região do Parque Olímpico, pode trazer ótimos valores de hospedagem – isso não contando períodos com grandes eventos na cidade.


Mais dicas de onde ficar no Rio de Janeiro

Como destaquei no início, a proposta desse post foi selecionar os melhores lugares e hotéis para você ficar no Rio de Janeiro. A cidade, claro, dispõe de outras regiões interessantes e que você pode considerar para a sua estadia. Tudo vai depender, claro, do seu tempo disponível, perfil de viagem e os seus interesses no destino.

Onde Ficar no Rio de Janeiro - RJ

Mesmo fora da lista principal, quero sugerir aqui alguns outros pontos que você, talvez, considere como opções para sua estadia. Vou comentar sobre o Centro do Rio de Janeiro, a Lapa e, também, o charmoso e histórico bairro de Santa Teresa.

Centro do Rio de Janeiro: vale a pena se hospedar? É seguro?

É preciso um pouco de atenção e cuidado ao falar sobre o Centro do Rio de Janeiro. Por ser uma região grande, o Centro oferece diferentes propostas e experiências.

No Centro Histórico do Rio, próximo da Cinelândia, é possível, por exemplo, encontrar hotéis com preços bons e bastante atrativos.

Ao se hospedar nessa região você pode visitar lugares como Theatro Municipal, Museu Nacional de Belas Artes, Museu de Arte Moderna (MAM), a Escadaria Selarón e a Biblioteca Nacional. Para visitar as praias da Zona Sul você vai gastar cerca de 15 minutos de metrô. Já utilizando o VLT é possível chegar ao Aeroporto Santos Dumont em menos de 10 minutos e também ao Museu do Amanhã e Museu de Arte do Rio (MAR).

Hospedagem na Lapa: como foi a minha experiência

A Lapa já foi a minha opção de estadia na região central do Rio de Janeiro. Com base nessa experiência, preciso destacar um ponto importante: existe uma grande diferença do que é a região durante o dia e como fica à noite. 

Arcos da Lapa - Rio de Janeiro
Arcos da Lapa – Rio de Janeiro

Se por um lado a vida noturna na Lapa é super agitada, gostosa de curtir e, sim, segura; por outro lado o dia não se mostrou tão gostoso e seguro para passear.

Só para você ter uma ideia, em um passeio na região dos Arcos da Lapa, durante o dia, mesmo com um grupo de, aproximadamente, 10 pessoas, tivemos uma situação bastante desconfortável e onde a sensação de insegurança foi marcante. Não sei se o medo foi maior que o perigo em si, mas em um determinado momento nos vimos cercados por um grupo e, em um momento muito rápido, alguns carros que passavam abaixaram o vidro e gritaram que deveríamos sair dali – foi uma experiência pontual, mas bem marcante.

Se a sua decisão é ficar nessa região, é muito importante filtrar bem as opções de estadia para não ter uma experiência desagradável durante a viagem. Eu realmente não descartaria ficar lá novamente, porém ajustaria meu roteiro para curtir a noite na Lapa e passaria o dia em outras regiões. Veja a seleção especial que preparei para sua estadia na Lapa:

Selina Lapa Rio de Janeiro

Com um terraço ao ar livre e vista da cidade, o Selina Lapa Rio de Janeiro fica no bairro badalado da Lapa, a 200 metros de Santa Teresa. Para sua comodidade, a propriedade oferece um restaurante, cafeteria, quartos com ar-condicionado, bar, lounge compartilhado e Wi-Fi gratuito em todas as áreas.


Vila Galé Rio de Janeiro

Com uma piscina ao ar livre, o Vila Galé está situado no centro da cidade do Rio de Janeiro. O hotel dispõe de um centro de bem-estar completo, e você pode desfrutar do bar e restaurante do local. O WiFi está disponível gratuitamente. Os quartos possuem ar-condicionado, TV a cabo e frigobar.


Casa Nova Hotel

A Casa Nova Hotel está localizada no no centro do Rio de Janeiro, no bairro da Lapa, a 10 km do Cristo Redentor. Você pode usufruir do bar no local. Todos quartos estão equipados com Smart TV de tela plana 40″ e banheiro privativo com amenidades de banho gratuitas e secador de cabelo.


Hotel Atlantico Prime

O Hotel Atlantico Prime oferece acomodação com restaurante, estacionamento privativo, academia e um bar. Este hotel 4 estrelas oferece Wi-Fi gratuito e serviço de concierge. O hotel também oferece recepção 24 horas, serviço de quarto e serviço de câmbio. Os quartos dispõem de decoração contemporânea, ar-condicionado, TV a cabo, frigobar, cofre, secador de cabelo e espelho para maquiagem.


Lapa Ville Hotel

Situado a 400 metros da Escadaria Selarón e a 500 metros dos Arcos da Lapa, o Lapa Ville Hotel oferece quartos com Wi-Fi gratuito no Rio de Janeiro. A propriedade fica próxima a várias atrações famosas, a 4,4 km do Pão de Açúcar e a 5 km do Cristo Redentor e do Corcovado. Você estará a 5 km do Maracanã e a 7 km da Lagoa Rodrigo de Freitas.


Santa Teresa: vale a pena se hospedar?

Enfim chegamos ao bairro de Santa Teresa, que não poderia ficar de fora dessa lista. Localizado em uma colina ao lado da Lapa e do Centro do Rio de Janeiro, o bairro histórico e charmoso oferece uma proposta de estadia alternativa para o viajante.

Escadaria Selarón - Rio de Janeiro
Escadaria Selarón – Rio de Janeiro

Essa região, que carrega traços marcantes da história do Rio, é uma boa pedida para quem quer curtir a viagem em um ritmo diferente. Apesar de não ser um bairro de praia, é um lugar encravado na natureza e que nos permite admirar o visual do Rio através de uma visita privilegiada.

Se você tem mais tempo no roteiro e valoriza experiências diferenciadas, e quando digo isso não é necessariamente de opções mais caras, Santa Teresa pode ser uma ótima pedida para sua estadia. Confira a seleção de hotéis na região:

Mama Ruisa Boutique Hotel

Localizado no tranquilo bairro de Santa Teresa e com vista para a Baía de Guanabara, o Mama Ruisa Boutique Hotel oferece elegância e tranquilidade em um ambiente perfeito para uma estadia romântica. Dispõe de 7 quartos com ar-condicionado, todos com vista para a baía e o Pão de Açúcar.


Casa Geranio

Oferecendo uma piscina ao ar livre, café da manhã e WiFi gratuitos, o Casa Geranio é um encantador Cama e Café (B&B) situado em uma distinta área do Rio, a apenas 500 m dos arcos da Lapa e a 1 km da estação de metrô Cinelândia. Esta propriedade dispõe de jardins com árvores frutíferas e pássaros, bem como vistas deslumbrantes da cidade.


Gerthrudes Bed & Breakfast

Oferecendo piscina ao ar livre e vista deslumbrante do Pão de Açúcar e da Baía de Guanabara, o Gerthrudes Bed & Breakfast oferece café da manhã continental de cortesia, servido diariamente. Todos os quartos apresentam ar-condicionado, varanda e varanda térrea pequena. A propriedade fornece roupas de cama e toalhas, para maior comodidade.


Santa Teresa Hotel RJ – MGallery

Localizado no centro histórico e cultural do Rio de Janeiro, o Santa Teresa Hotel RJ – MGallery é um hotel boutique 5 estrelas que oferece design tropical exclusivo e vista panorâmica da baía do Rio de Janeiro. Há Wi-Fi gratuito em todas as áreas. Você pode relaxar em uma piscina rodeada por jardins. O spa fornece tratamentos corporais, massagens e outros serviços.


Blaues Haus Rio

Localizado em frente ao Parque das Ruínas, o Blaues Haus Rio oferece dormitórios e quartos encantadores, com WiFi gratuito. Possui também recepção 24 horas, balcão de turismo e café da manhã. Com vista para a Baía de Guanabara, os dormitórios estão equipados com banheiro compartilhado e um ventilador. Já os quartos privativos têm varanda, banheiro privativo e ventilador, e alguns também dispõem de uma vista da Baía de Guanabara.


Guesthouse Bianca

Localizado em Santa Teresa, a apenas 1 km da Estação de Metrô Glória, o Guesthouse Bianca oferece jardins e vista para o Morro do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. O café da manhã está incluído, e o WiFi gratuito está disponível em todos os ambientes. Você pode usufruir da cozinha compacta comum, equipada com eletrodomésticos, utensílios e talheres.


Qual o melhor lugar para ficar no Rio de Janeiro

Como mostrei ao longo do post, as opções de hotéis e lugares para ficar no Rio de Janeiro são muito flexíveis e podem se ajustar a vários estilos de viajantes. Na minha opinião, para quem vai viajar para o Rio pela primeira vez, o melhor lugar para ficar é na Zona Sul: Ipanema, Copacabana ou Leblon.

Vista aérea da Zona Sul do Rio de Janeiro
Vista aérea da Zona Sul do Rio de Janeiro

Se o orçamento estiver apertado, considere Flamengo e Botafogo. Agora, se tempo e deslocamento não forem um problema para você, a Barra da Tijuca ou Santa Teresa podem oferecer ótimas experiências de viagem. Já para quem viaja a negócios ou prefere ficar perto de onde vai curtir a vida noturna clássica do Rio, a Lapa e Centro contam com opções que, não se esqueça, precisam ser bem selecionadas e ajustadas a sua programação.


Onde ficar perto do aeroporto Santos Dumont

E por fim, caso esteja de passagem pelo Rio de Janeiro e precise de um hotel próximo ao aeroporto Santos Dumont, minha sugestão é o Prodigy Santos Dumont o hotel que está conectado diretamente ao aeroporto… sem erro!


Mapa: onde ficar no Rio de Janeiro

Veja no mapa abaixo a localização dos hotéis selecionados divididos exatamente como mencionados no post:


Post elaborado de forma transparente

Quero reforçar aqui que esse não é um post patrocinado. Essa lista foi elaborada seguindo vários pontos individuais e pessoais. Vale destacar ainda que, entre os pontos mais importantes da avaliação, por conta da pandemia, estão as avaliações em limpeza e práticas de prevenção e segurança. Levei isso como base fundamental para sugerir as melhores opções para sua estadia.

Reserve seu hotel no Rio de Janeiro com antecedência

Mesmo com o grande número de hotéis, o Rio de Janeiro recebe viajantes do mundo todo e se move de acordo com sua intensa agenda anual. Períodos como o Carnaval ou Réveillon, assim como a temporada do verão carioca, fazem os preços decolarem e as melhores e mais acessíveis opções se esgotarem rapidamente.

Para garantir seu hotel e não correr o risco de perder as melhores opções, recomendo muito que faça sua reserva com antecedência

Eu indico o Booking.com para você pesquisar e reservar sua estadia de forma segura com os melhores preços. Vale reforçar que sempre que reservar seu hotel através dos links do blog, você contribui com o meu trabalho e não gasta nada a mais com isso. Eu super agradeço!


Espero que tenha curtido as dicas do post. Se tiver alguma sugestão de estadia ou qualquer dúvida sobre hotéis ou onde ficar no Rio de Janeiro, fique à vontade para deixar um comentário no post! Valeuuuu

O post Onde ficar no Rio de Janeiro: hotéis selecionados e melhores bairros apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-no-rio-de-janeiro-rj/feed 0 38731
Como escolher a melhor câmera fotográfica para sua viagem? https://www.umviajante.com.br/como-escolher-a-melhor-camera-para-viagens https://www.umviajante.com.br/como-escolher-a-melhor-camera-para-viagens#respond Sun, 07 Mar 2021 22:48:32 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=35056 Está planejando um roteiro de viagem e quer voltar com fotos incríveis? Veja nesse post como escolher a melhor câmera fotográfica de acordo com o seu perfil de viajante e também, claro, com o seu próximo destino. Se você está planejando uma viagem e, ao mesmo tempo, está pensando em investir em um equipamento fotográfico, […]

O post Como escolher a melhor câmera fotográfica para sua viagem? apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Está planejando um roteiro de viagem e quer voltar com fotos incríveis? Veja nesse post como escolher a melhor câmera fotográfica de acordo com o seu perfil de viajante e também, claro, com o seu próximo destino.

Se você está planejando uma viagem e, ao mesmo tempo, está pensando em investir em um equipamento fotográfico, esse post é um ótimo ponto de partida para não errar na escolha e, ainda mais importante, não desperdiçar dinheiro.

Por conta das fotos que compartilho no blog e também nas redes sociais, uma das perguntas que recebo com maior frequência é sobre o meu equipamento: qual câmera eu uso? Qual modelo recomendo? Qual a melhor câmera para levar em viagens? E por aí vai…

Como escolher a melhor câmera para viagens

Como sempre gosto de trocar ideias com os leitores do blog e também com quem me acompanha no Instagram, apesar de não ser uma resposta fácil, sempre tento ajudar da melhor forma possível. Se você ainda não me segue lá no insta, já vou deixar o link aqui!

Essa questão de indicar a melhor câmera para viajar é muito difícil por diversos fatores, que vão desde o estilo de fotos que o viajante deseja fazer, o destino e também, o mais importante, a real necessidade em relação a esse novo equipamento.

Para responder a essa questão e realmente ajudar na escolha de uma câmera para viajar, decidi fazer esse post levantando os pontos principais que você precisa analisar antes de tirar dinheiro do bolso.

Caso prefira ir direto para o post onde fiz uma seleção de ótimas câmeras para levar em uma viagem, vou deixar o link aqui – mas recomendo que você termine de ler esse post antes de ver a sugestão das câmeras!

TOP Câmeras para Viajar: lista com os melhores modelos para levar em uma viagem

Como escolher a melhor câmera para viagens

Bom, vamos aos pontos mais importantes que você precisa analisar antes de decidir por um novo equipamento:

  1. A sua real necessidade
  2. O seu próximo destino
  3. A praticidade que você espera
  4. Quanto está disposto a investir
  5. Alugar um equipamento para viajar
  6. Comprar uma nova câmera ou um novo celular

Qual a sua real necessidade em uma câmera fotográfica?

Quando falamos em necessidade, é muito importante que você avalie o seu objetivo com o novo equipamento. Seria apenas para fotografia? Também pretende usar a câmera para produzir vídeos? Está em busca de uma boa câmera pessoal para fotos que vão para redes sociais ou pretende usar o equipamento para algo mais profissional?

Levantar esses pontos é essencial para você não gastar dinheiro à toa. Nem sempre o modelo mais recente de uma determinada câmera vai ser o mais indicado para você. Um exemplo: um modelo de última geração, que possibilita gravação em 5K ou mesmo vídeos em slow motion, pode ser um gasto desnecessário se você não tem essas necessidades.

Melhor Câmera para Viajar

Quando uma marca lança uma nova versão de um modelo que já existe, como é o caso da GoPro, por exemplo, a impressão que temos é que a nova versão é absolutamente a melhor e a mais indicada em todos os casos.

Apesar dessas novas versões trazerem possíveis melhoras em vários sentidos, nem sempre os novos recursos serão úteis para a sua real necessidade. Essa pode ser, inclusive, uma ótima oportunidade para você comprar uma versão anterior, que já supre sua necessidade, por um valor mais acessível.

E a única forma de saber se um modelo anterior já supre as suas necessidades é, em primeiro lugar, entender para o que exatamente você vai usar essa nova câmera e, em segundo lugar, pesquisar as diferenças entre o modelo mais recente e os anteriores.

Existem muitos sites que fazem essas comparações, mas eles normalmente avaliam os equipamentos como um todo… o que acaba evidenciando os pontos positivos do novo modelo. Por isso, é importante que você não se esqueça de observar o fator que realmente vai ser importante para você. Exemplo: se em questão de lente e fotografia os dois modelos são bastante parecidos, tendo a maior diferença na questão de vídeo, onde a antiga grava em FullHD e a nova já grava em 4k, e a sua necessidade for fotografia e não vídeo, você pode descartar esse ponto superior do modelo novo e ficar com o modelo antigo


O seu próximo destino

Avaliar o seu próximo destino é uma boa saída para quem está em dúvida sobre qual câmera comprar. Apesar de ser um equipamento que, provavelmente, vai te acompanhar em outras viagens, o destino mais próximo pode exigir alguns recursos mais importantes nesse momento.

Um exemplo: se você vai viajar para Fernando de Noronha ou qualquer destino de praia… Ter uma câmera para mergulhar, como a GoPro, pode ser uma mão na roda nesse momento – especialmente se você já tiver alguma outra câmera para combinar os registros, mesmo que seja o seu celular.

Destinos mais desejados do Brasil - Fernando de Noronha, PE

Agora, se o seu destino não tiver mergulhos, praias ou esportes radicais…. Talvez o investimento em uma câmera como a GoPRO possa esperar um pouco.

Digamos que você vá fazer um safari ou mesmo visitar algum destino em que a vida selvagem seja um ponto alto, com grande possibilidade avistar algumas espécies raras… Nesse caso, eu descartaria totalmente a GoPRO e focaria em uma câmera com um zoom de qualidade ou, até mesmo, caso você já tenha uma câmera, investiria em uma lente teleobjetiva que vai permitir fazer registros incríveis!

Viu só como analisar o próximo destino é importante antes de comprar uma câmera? Mas não é isso…


A praticidade que você espera durante a viagem

Antes de escolher sua nova câmera, quando você pensa em um equipamento para te acompanhar em viagens, não pode deixar de pensar no esforço que está disposto a fazer em relação a ele. Câmera, lentes, carregadores, tripés e vários outros acessórios… tudo isso vai demandar espaço na sua bagagem, peso nas suas costas e, principalmente, tempo na sua programação.

Passar o dia caminhando em uma cidade ou mesmo em um longo trekking é algo que tem tudo para ser incrível. Agora, será que fazer tudo isso com um equipamento pesado na sua mochila é um esforço que você, realmente, está disposto a fazer?

Como escolher a melhor câmera para viagens

Eu já vi muitas pessoas comentando que compraram uma câmera mais profissional, daquelas maiores e, na hora da viagem, não tinham ânimo de carregar ela para todos os lugares. Quando isso é somado ao peso de outros acessórios e equipamentos, a nova câmera pode ser tornar um perrengue – por isso é muito importante que você avalie bem esse quesito.

Se o seu próximo destino, por exemplo, for o Deserto do Atacama, onde o céu a noite é absurdo e rende fotos lindas das estrelas, levar um tripé é praticamente item obrigatório! Se o destino não tiver esse foco, avalie bem se você usaria esse item em outras situações – eu já cansei de levar tripé em viagens e ele ser apenas um peso morto na mochila. Hoje só levo quando sei exatamente onde vou usar.


Quanto você pretende investir na sua nova câmera

O investimento em um equipamento fotográfico é algo difícil de nivelar. As opções são muito grandes e os valores podem superar qualquer limite que você tenha imaginado. Quando falamos especificamente em equipamentos comprados no Brasil, por conta da desvalorização do real em relação ao dólar, é muito importante pesquisar bastante e realizar sua compra apenas em sites confiáveis.

Como hoje as opções de câmeras no mercado são muito grandes, para você não se sentir totalmente perdido, recomendo definir um valor específico que pretende gastar: R$ 3.000, por exemplo.

Como escolher a melhor câmera para viagens

Nessa faixa de preço você vai ver que existem desde câmeras compactas, que têm vários pontos positivos quando pensamos em câmeras para viajar, assim como também temos modelos mais profissionaisque seriam ótimas portas de entrada para quem pretende se aperfeiçoar e evoluir na fotografia.

E não se assuste! Você vai ver que existem modelos com todos os valores possíveis: de R$ 1.000, R$ 2.000, R$ 5.000, R$ 9.000, R$ 15.000, R$ 30.000 e por aí vai. Fotografia não é algo barato, mas ninguém precisa começar com esses modelos super caros.


Já pensou em alugar seu equipamento?

Esse foi um ponto que levantei de última hora e acho que não poderia ficar de fora desse post. Acredito que a maioria das pessoas, quando falamos em equipamento ou câmeras para viajar, pensa direto em comprar. Mas será que essa é realmente a sua necessidade?

Pegando novamente a GoPro como exemplo, eu tenho o modelo HERO 6 Black. Ela faz parte do meu kit, porém é a câmera que menos uso inclusive só levo ela quando sei que vou entrar na água ou vou fazer algum esporte de aventura. Vale ressaltar ainda que na maior parte dos lugares que visitei recentemente para fazer algum esporte, seja salto de paraquedas, flutuação, mergulho… as empresas normalmente oferecem opção para você alugar o equipamento deles.

Como escolher a melhor câmera para viagens

Ok, isso não é garantido em todos os lugares. Mesmo assim, se eu tivesse alugado uma GoPro para usar exatamente nesses destinos em que precisei, ainda acho que teria gastado menos do que gastei comprando ela – fora que, provavelmente, teria alugado sempre o modelo mais moderno.

Confesso que já aceitei essa questão de alugar para minha vida. Meu sonho, por exemplo, é fazer um safari na África. Sempre imaginei que quando fosse fazer, teria que investir em uma lente super zoom de qualidadeque no geral custa uma pequena fortuna. Hoje sei que, quando chegar essa viagem, eu não vou pensar duas vezes e vou alugar esse equipamento. Será um uso tão pontual que não faz sentido eu gastar dinheiro comprando essa lente.

Tente pensar nisso sobre a sua necessidade e o quanto vai usar o seu novo equipamento.


Comprar uma nova câmera ou um novo celular?

Por fim, outra pergunta que sempre recebo: vale a pena gastar em uma câmera nova ou um celular já dá conta do recado? Bom, meu caro gafanhoto, essa é mais uma questão com inúmeras variáveis. Assim como temos infinitos modelos de câmeras, temos celulares que fotografam e filmam com uma qualidade absurda.

Mais uma vez teremos que voltar ao ponto número 1 e reforçar a importância de analisar a sua real necessidade. Se você vai usar esse equipamento para fazer fotos e vídeos para ter de recordação, postar nas redes sociais e nada muito além disso… é possível, sim, que um celular atenda a sua necessidade.

Comprar uma nova câmera ou um novo celular?

Eu comprei recentemente o iPhone 11 Pro Max, da Apple. Fiz isso logo depois do lançamento do iPhone 12, quando vi que ele não trazia nada que justificasse o investimento – foi uma boa jogada nesse caso pegar um modelo anterior.

A qualidade da câmera desse celular está simplesmente absurda! A nitidez das fotos, a qualidade dos vídeos, a estabilidade para filmar e, o mais importante: a versatilidade das lentes… tudo isso em um único e compacto equipamento.

É impossível não recomendar esse ou um modelo equivalente de outra marca para quem quer praticidade durante uma viagem. Eu fiz a compra do meu iPhone na Amazon e recomendo especialmente pela questão da segurança – paguei mais barato do que no site da Apple e foi tudo perfeito.

Se o seu objetivo for além das redes sociais, buscando uma qualidade diferenciada, estudo de fotografia e tudo mais, aí sim o melhor caminho é uma câmera.

Mais uma vez é importante você lembrar de analisar em primeiro lugar a sua necessidade. Se tiver condições, ter um kit de equipamentos que se complementem e atendam diferentes situações, é um caminho que não tem erro. Mas lembre-se que você não precisa ter pressa… especialmente nessa questão de fotografia, é importante dar um passo de cada vez – assim você não gasta dinheiro à toa.

Agora, sim, é um bom momento para você ver a lista com as câmeras que eu separei e que recomendo para viajantes que querem qualidade nas suas fotos:

Lembrando que sempre que comprar algo na Amazon através dos links do blog, você contribui e ajuda o meu trabalho por aqui – sem gastar nada a mais com isso. Eu sou parceiro e usuário da Amazon e só recomendo por realmente confiar nessa loja.

Como estamos falando de equipamento caros, escolher uma loja segura e reconhecida é muito importante para você evitar golpes. Fique sempre atento ao comprar na internet!

Se tiver qualquer dúvida sobre câmeras, qual modelo comprar de acordo com seu destino ou qualquer coisa relacionada, fique à vontade para deixar um comentário por aqui. Vou fazer o possível para ajudar! Valeuuu!

O post Como escolher a melhor câmera fotográfica para sua viagem? apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
https://www.umviajante.com.br/como-escolher-a-melhor-camera-para-viagens/feed 0 35056
Melhor câmera para viajar: modelos para fazer fotos incríveis em suas viagens https://www.umviajante.com.br/melhor-camera-para-viajar-top-modelos-viagens https://www.umviajante.com.br/melhor-camera-para-viajar-top-modelos-viagens#respond Sat, 06 Mar 2021 17:12:03 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=34893 Procurando por uma boa câmera fotográfica para levar nas suas viagens? Confira aqui uma seleção dos melhores modelos, preços e recursos que podem ser úteis durante uma viagem. Aproveite as dicas para fazer a melhor escolha para a sua necessidade. Se tem algo aqui que temos em comum é o nosso amor por viajar, descobrir […]

O post Melhor câmera para viajar: modelos para fazer fotos incríveis em suas viagens apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Procurando por uma boa câmera fotográfica para levar nas suas viagens? Confira aqui uma seleção dos melhores modelos, preços e recursos que podem ser úteis durante uma viagem. Aproveite as dicas para fazer a melhor escolha para a sua necessidade.

Se tem algo aqui que temos em comum é o nosso amor por viajar, descobrir lugares novos e destinos com belas paisagens, sejam elas naturais ou construídas ao longo do tempo. E não tem coisa melhor do que voltar de uma viagem e matar a saudade de um destino através de belos registros.

Pôr do sol no Valle de la Muerte | Foto: Robson Franzói @blogumviajante
Pôr do sol no Deserto do Atacama | Foto: Robson Franzói @blogumviajante

Quem me acompanha no blog sabe o quanto sou apaixonado por fotografia e também por produções em vídeo. Desde que realizei minha primeira viagem, investir e aprender ao máximo sobre câmeras, lentes e, mais recentemente, sobre drones e outros acessórios tecnológicos, se tornou algo cada vez presente no meu dia a dia.

Por conta das fotos e vídeos que compartilho tanto no blog quanto no Canal Um Viajante e nas redes sociais, muitas pessoas me procuram para falar sobre equipamentosem especial sobre modelos de câmeras fotográficas.

A maior parte das mensagens traz duas perguntas bem específicas: qual o modelo de câmera que uso e qual é o melhor modelo de câmera para quem está começando. Além disso, o foco em equipamentos para levar em viagens sempre está entre as mensagens.

Por conta disso, decidi organizar uma série de posts focados em fotografia e tecnologia direcionados aos viajantes. No blog você já encontra outros conteúdos sobre esse tema e muitos outros ainda estão por vir.

Nesse post quero ajudar quem está em busca de boas câmeras para viajar e que tenham um bom custo-benefícioou seja, que sejam uma ótima porta de entrada para quem pretende iniciar na fotografia de viagens.

Melhor Câmera para Viajar

Para formatar uma lista que realmente ajude você, temos que levantar alguns pontos muito importantes: a sua real necessidade em relação ao equipamento que está procurando, a praticidade que espera ter durante uma viagem e, claro, o quanto pode e pretende investir agora e daqui por diante em relação ao seu equipamento.

Agora vamos à lista de equipamentos que selecionei para você. Vou dividir ela em categorias que suprem diferentes necessidades, confere aí:


Câmeras Compactas para Viajar

Quando me perguntam sobre as melhores opções de câmeras para viajar, os modelos compactos são os que recomendo em primeiro lugar – especialmente se o viajante está procurando por algo prático e sem pretensões profissionais.

Mas não se engane, câmeras compactas não são sinônimo de câmeras baratas ou câmeras de baixa qualidademuito pelo contrário. Hoje, existem modelos no mercado que oferecem resultados incríveis, tanto em fotos quanto em vídeos, e que podem surpreender muito. O preço, claro, vai variar de acordo com a qualidade e os recursos que cada modelo oferece.

Sony Cyber Shot DSC-HX400V

Câmera Digital Sony Cyber-Shot DSC-HX400V

Eu utilizei câmeras da Sony por um bom tempo e sou super transparente quanto a qualidade dos seus produtos, especialmente em equipamentos fotográficos. A Sony Cyber Shot DSC-HX400V é uma câmera descomplicada e recomendada para quem valoriza a qualidade das fotos. E ainda conta com a versatilidade que um zoom ótico de 50x oferece.

Para quem tem muitos destinos pela frente, a versatilidade da Lente ZEISS com zoom ótico de 50x é um grande destaque nesse modelo. Ela também conta com Wi-Fi, um ponto que facilita nossa vida durante uma viagem.

Para quem gosta dos estilos das câmeras profissionais, mas prefere algo simples de usar e com pré-configurações, esse modelo é uma boa pedida. Ela não é a mais compacta da lista, mas se enquadra nessa categoria se comparada aos modelos DSLR. Vale destacar que o modo de vídeo dela é em Full HD.

A Sony DSC-HX400V pode ser encontrada a partir de R$3.600.


Sony Cyber Shot DSC HX80

Sony HX80

A Sony Cyber Shot DSC HX80 é um modelo que costumo chamar de câmera de bolso. Eu tenho um modelo similar a essa e acho perfeita em várias situações. Além do tamanho, a Lente ZEISS oferece uma ótima qualidade e versatilidade com o zoom ótico de 30x.

Super discreta e com um visor que oferece modos dinâmicos de fotografar, ter ela na mochila vai ser útil em várias situações. Eu costumo optar por usar esse modelo quando vou a um restaurante, por exemplo, e não quero levar uma mochila com a câmera maior.

Ela também conta com Wi-Fi e modo de gravação de vídeo em Full HD. Vale destacar que seu visor flexível facilitará sua vida com ajustes de luz e também no modo selfie.

Você encontra a Sony DSC HX80 a partir de R$ 3.200.


Canon SX620 HS PowerShot

Canon SX620 HS PowerShot

Para quem procura por um modelo de câmera de bolso mais acessível e ainda com boa qualidade, a Canon tem a SX620 HS PowerShot. Ela é bastante compacta e oferece a versatilidade de um zoom óptico de 25x. Os vídeos são gravados em Full HD e também conta com conexão Wi-Fi.

O único ponto que acho válido destacar é que o visor é fixo e ela não conta com a mesma versatilidade de Sony HX80. Ainda assim, é uma opção interessante pelo seu custo-benefício.

A Canon SX620 pode ser encontrada a partir de R$ 1.900.


Canon PowerShot G7 X Mark II

Canon PowerShot G7 X Mark II

Se você pode investir um pouco mais na sua câmera compacta, a Canon PowerShot G7 X Mark II oferece uma qualidade e experiência profissional em uma versão de bolso. Sempre está nos destaques entre o melhor custo-benefício. Em especial para viagens, a câmera conta com Wi-Fi, visor flexível e uma lente 24-100mm 1.8 – 2.8equivalente a 35mm. A câmera, apesar de compacta, vai proporcionar uma qualidade incrível. O modelo, assim como os anteriores, também grava em Full HD.

A Canon G7 X Mark II é encontrada a partir de R$ 4.900.


Câmeras DSLR

Se você presente adquirir uma câmera para viajar que abra possibilidade de mergulhar no mundo da fotografia e evoluir nesse universo, uma câmera DSLR ou Mirrorless pode ser a melhor opção.

Enquanto muitos pensam apenas na câmera, ao optar por um modelo DSLR você também precisará pensar nas lentes que vai adquirir e os investimentos que poderá fazer no futuro.

Pode acreditar, muitas vezes as fotos que você sonha em fazer dependem muito mais da lente certa do que do modelo de câmera.

Também é importante lembrar que, ao optar por uma marca de câmera, você terá que comprar lentes da mesma marca ou compatíveis com o seu modelo – com isso você acaba ficando atrelado a uma mesma marca por um longo período.

Mesmo sabendo que existem adaptadores que podem suprir algumas necessidades, esse nem sempre é o caminho ideal – por isso, avalie bem qual a marca que você irá escolher nessa etapa.

Canon EOS Rebel T7

Canon EOS Rebel T7

A Canon EOS Rebel T7 é um ótimo modelo de entrada nas linhas DSLR. Com um sensor de 24,1 MP, ela acompanha uma lente 18-55mm que é o que chamamos de lente do kit. É uma lente básica, porém muito versátil para quem está começando.

Esse modelo também conta com Wi-Fi e gravação de vídeos em Full HD. Eu a considero uma versão bem mais interessante do que a Canon T100.

Você encontra a Canon EOS Rebel T7 a partir de R$ 2.299.


Canon EOS Rebel SL3

Canon EOS Rebel SL3

Se você pode gastar um pouco mais e já quer uma câmera DSLR que atenda em vários sentidos, inclusive em vídeos de maior qualidade, a Canon EOS Rebel SL3 é uma excelente opção. Diferente dos modelos anteriores, a SL3 já possui gravação de vídeos em 4k e uma tela giratória – que ajuda muito especialmente quem pretende gravar vlogs para o YouTube.

Canon EOS Rebel SL3

Esse modelo também acompanha a lente básica do kit, a 18-55mm, além de conexão Wi-Fi e entrada para microfone externo.

A Canon EOS Rebel SL3 pode ser encontrada a partir de R$ 3.199.


Câmeras Mirrorless

Podemos dizer que as câmeras mirrorless possuem uma tecnologia mais avançada em relação aos modelos DSLR. Explicando de forma bem simples, a tecnologia tem relação ao espelho interno da câmera: enquanto nos modelos DSLR esse espelho se movimenta para a entrega de luz, as mirrorless possuem um espelho translúcido – o que traz muitas possibilidades e avanços tecnológicos.

Para quem busca um equipamento para viajar, uma das ótimas vantagens dos modelos mirrorless é exatamente o tamanho desses equipamentos. As câmeras se tornaram mais compactas, leves e muito mais otimizadas em vários sentidos.

Eu venho trabalhando com câmeras mirrorless há, pelo menos, sete anos e confesso que sou apaixonado por essa tecnologia. Se você puder investir um pouco mais nesse momento, é certamente um ótimo investimento.

Canon EOS M50

Canon EOS M50

Ao analisar custo-benefício, o modelo EOS M50 da Canon é uma opção incrível para quem deseja entrar no segmento mirrorless e não quer desembolsar os altos valores de marcas como a Sony, por exemplo.

A Canon EOS M50 conta com ISO 51200, que já é ótimo para situações de baixa luminosidade, tem conectividade Wi-Fi e ainda, de quebra, grava vídeos em resolução 4k 24FPS.

Canon EOS M50

É um modelo compacto e maravilhoso para quem tem o foco em viagens. O visor flexível é ótimo para gravação de vlogs e fotografias no modo selfie.

Você encontra a Canon EOS M50 com a lente 15-45mm a partir de R$ 5.590 .


Sony Alpha a6100

Sony Alpha a6100

A Sony foi uma das protagonistas no cenário das câmeras mirrorless. O modelo Sony a6100 é, hoje, uma das melhores versões da marca em custo-benefício para quem deseja investir em um modelo dessa tecnologia.

Além de alta qualidade nas fotografias, a Sony a6100 conta com um visor flexível, conexão Wi-Fi e um ótimo desempenho em vídeos. Com ela, você poderá gravar vídeos em 4k a 30FPS e em Full HD em até 120FPS, o que possibilita belos takes em slow motion – o ponto que torna ela superior ao modelo da Canon M50.

É importante você se atentar para as versões semelhantes nessa linha, como a a6000, a6400, a6500 e a6600, além de também ver exatamente o que acompanha o kit que escolher: alguns anúncios vendem apenas o corpo da câmera, sem nenhuma lente, já outros incluem uma ou até mais lentes.

A Sony a6100 + lente 16-50mm + lente 55-210mm você encontra na faixa de R$ 9.900. É um valor mais alto do que a Canon, mas, além do recurso de 120FPS para gravação de vídeos, esse kit vem com uma lente a mais.


Sony Alpha a6400

Sony Alpha a6400

Visivelmente a Sony a6400 é bastante semelhante ao modelo a6100, porém ela já conta com recursos adicionais que podem fazer a diferença – dependendo da sua necessidade. Tecnologicamente falando, ela é superior aos modelos anteriores.

Dentre os pontos positivos na comparação, esse modelo tem 2 vezes mais sensibilidade a luzcom um ISO 102400 – e possui resistência a respingos de água. Vale destacar que na versão a6100 e também na a6400 o visor giratório ajuda na gravação de vídeos e vlogs, já na versão a6500, por exemplo, o visor apenas inclina e não gira totalmente.

O fator do ISO ser bem alto é um ponto forte desse modelo, mas, lembre: você precisa avaliar a sua real necessidade.

A Sony a6400 acompanhada apenas da lente 16-50mm está na faixa de R$ 9.150.


Obviamente as opções de câmeras e modelos mirrorless não param por aqui e podem extrapolar ainda mais esses valores. Como esses outros modelos já têm um direcionamento ainda mais profissional, não vou incluir aqui na lista – porém vou deixar os links para você ver as opções disponíveis dentre as principais marcas:

Veja na Amazon as câmeras disponíveis da Sony

Veja na Amazon as câmeras disponíveis da Canon

Veja na Amazon as câmeras disponíveis da Nikon

Veja na Amazon as câmeras disponíveis da Fujifilm


Câmeras de Ação

Não temos como falar de câmeras para viajar sem comentar sobre as famosas e populares câmeras de ação. Um segmento que começou focado no esporte e que hoje desperta a atenção pela qualidade e versatilidade em vários sentidos.

Como já comentei no blog, considero esse tipo de câmera um complemento dentro dos meus acessórios. Eu não substituiria nenhuma das minhas câmeras apenas por um modelo de ação. Ela me serve em situações bastante específicas e é essa questão que quero levantar para você: qual será o seu destino? Qual tipo de fotos pretende fazer? 

Se você for fazer um safari, por exemplo, uma câmera como essa vai te deixar extremamente decepcionado: com a lente grande angular, qualquer leão que você enxergar pelo caminho vai parecer uma formiga nas suas imagens.

Já se a sua viagem for para um destino com praias paradisíacas e ótimas opções de mergulho, um modelo como esse vai muito bem na sua mochila!

Vai viajar para uma cidade grande, com museus e paisagens variadas? Ela pode ajudar em alguns sentidos, mas confesso que não focaria nesse modelo para essa situação – mas é a minha opinião.

Agora, se você gosta de esportes radicais, aventura e costuma incluir isso no seu roteiro, ter uma GoPRO, por exemplo, é certamente a melhor escolha!

GoPro HERO8 Black

GoPro HERO8 Black

Apesar da GoPro ter lançado recentemente o modelo HERO 9, ainda acho que a Hero8 é uma excelente opção – especialmente pelo custo-benefício. O modelo novo pode até ter aquele visor frontal, que seria um diferencial… mas eu já vivi sem ele por tantos anos, não acho que foi algo que fez muita falta.

A GoPro HERO8 Black já conta com um ótimo estabilizador de imagem, gravação de vídeos em 4k e também gravação em slow motion.

Você encontra a GoPro HERO8 Black a partir de R$ 3.000.


GoPro HERO9 Black

GoPro HERO9 Black

O modelo mais moderno da GoPRO, a Hero9 Black, apresenta, como já comentei, alguns recursos novos e superiores ao modelo anterior. Além do visor frontal, nesse modelo você tem fotos com resolução de 20 MP – contra os 12 MP da versão anterior – grava vídeos em 5k e conta com uma bateria que dura 30% a mais.

A GoPro HERO9 Black pode ser encontrada a partir de R$ 4.800.


DJI Osmo Pocket

DJI Osmo Pocket

Eu não considero o DJI Osmo Pocket exatamente uma câmera de ação, mas achei válido inserir ele nessa postagem. Assim como a GoPRO, ele é um equipamento para complementar no kit – eu não o teria como única câmera em uma viagem.

Caso a sua ideia seja gravar muitos vídeos, talvez alimentar um canal no YouTube ou mesmo guardar imagens legais da sua viagem, esse equipamento vai trazer uma qualidade bem legal para seus vídeos e o melhor: praticamente não vai pesar na sua bagagem.

Super compacto e com uma alta qualidade de gravação, diria que ele é uma boa opção, especialmente, se você não tiver um celular de última geração – já que os modelos mais novos estão com uma qualidade absurda de imagem e vídeo.

Caso ele se encaixe na sua necessidade, pode ser uma ótima opção! Você encontra o DJI Osmo Pocket a partir de R$ 2.700.


Câmeras Instantâneas

Câmeras instantâneas são muito legais e resultam em lindas recordações de viagem. Obviamente, assim como as anteriores, elas não seriam uma câmera principal. Confesso que gosto tanto desses modelos que tenho mais de uma – e sempre levo uma delas nas minhas viagens.

É um tipo de registro diferente e também muito legal, especialmente nessa era onde não estamos mais acostumados a revelar fotos. Eu super recomendo!

Instax Mini 11

Instax Mini 11

A Instax Mini 11 é a câmera instantânea da Fujifilm. Tem um design super legal e está disponível em várias cores! Como o valor dela não é tão alto, eu sempre recomendo como um presente legal para alguém que é apaixonado por viagens.

Hoje você encontra a Instax Mini 11 a partir de R$ 387.


Qual a melhor câmera para levar em viagem?

Depois dessa longa lista, talvez você ainda esteja se perguntando: afinal, qual é a melhor câmera para levar em uma viagem? Bom, o que tentei mostrar nesse post é que as opções, assim como os valores, são muito variadas.

Mais uma vez é importante analisar em primeiro lugar a sua necessidade. Existem modelos super compactos que têm valores bem altos, o que pode parecer, à primeira vista, algo sem sentido: ué, com o valor dessa câmera tão pequena eu posso comprar uma profissional?!?

Sim, é verdade! A linha RX100 da Sony, por exemplo, tem preços altíssimos. Eu, porém, tenho versão III dessa linha e garanto que a qualidade é incrível! Qualidade + tamanho reduzido = um item mais caro.

Voo de drone na Ilha de Páscoa, Chile | DJI Mavic PRO 2

Eu tentei ser o mais imparcial sobre qualquer marca e mostrar um leque de opções – frutos de uma longa pesquisa que realizei. Espero que ajude você a decidir pelo melhor equipamento para a sua necessidade!

Lembrando que, sempre que você comprar algo na Amazon através dos links do blog, você contribui e ajuda o meu trabalho por aqui – sem gastar nada a mais com isso. Eu sou parceiro e usuário da Amazonsó recomendo por realmente confiar nessa loja.

Como estamos falando de equipamentos caros, escolher uma loja segura e reconhecida é muito importante para você evitar golpes. Fique sempre atento!

Se tiver qualquer dúvida sobre esses ou outros modelos de câmeras, fique à vontade para deixar um comentário por aqui. Vou fazer o possível para ajudar! Valeuuu!

O post Melhor câmera para viajar: modelos para fazer fotos incríveis em suas viagens apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
https://www.umviajante.com.br/melhor-camera-para-viajar-top-modelos-viagens/feed 0 34893
Onde ficar em São Paulo: hotéis selecionados e melhor localização https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-em-sao-paulo-sp https://www.umviajante.com.br/onde-ficar-em-sao-paulo-sp#respond Fri, 05 Mar 2021 17:41:39 +0000 https://www.umviajante.com.br/?p=38595 Está planejando uma viagem para São Paulo e precisa decidir onde ficar? Veja aqui uma seleção de hotéis nas principais localizações para quem visita a cidade pela primeira vez.  Planejar uma viagem para um destino muito grande assusta qualquer viajante. Quando falamos em São Paulo, a maior cidade do Brasil, a escolha da melhor localização […]

O post Onde ficar em São Paulo: hotéis selecionados e melhor localização apareceu primeiro em Um Viajante.

]]>
Está planejando uma viagem para São Paulo e precisa decidir onde ficar? Veja aqui uma seleção de hotéis nas principais localizações para quem visita a cidade pela primeira vez. 

Planejar uma viagem para um destino muito grande assusta qualquer viajante. Quando falamos em São Paulo, a maior cidade do Brasil, a escolha da melhor localização não parece tarefa fácil. Com mais de 12 milhões de habitantes, a cidade que não para tem uma programação intensa durante todo o ano.

Se, por um lado esse é o centro econômico mais importante do Brasil, a cidade também se destaca por ser a capital da cultura na América Latina. Entre museus, galerias de artes, teatros e centros comerciais, os contrastes do agitado mundo financeiro se misturam com seu lado boêmio e cosmopolita. 

Para quem vai viajar para São Paulo pela primeira vez, é preciso saber desde o início que essa não é uma cidade para você conhecer em uma única viagem. São Paulo é um destino que se transforma constantemente e sempre terá algo novo para nos mostrar.

O destino, recheado de possibilidades, repleto de lugares para descobrir e regiões para conhecer, pode ir muito além do que você imagina. E, acredite: a escolha da melhor localização para se hospedar em São Paulo pode mudar completamente a sua experiência de viagem.

Onde ficar em São Paulo: melhor localização e hotéis selecionados

Como você sabe, São Paulo é uma cidade gigante e, como já deve imaginar, não é possível ficar próximo de tudo. A grande dica para escolher onde ficar e a melhor localização para se hospedar em São Paulo depende de alguns pontos muito importantes: o seu orçamento, o roteiro e lugares que pretende conhecer e, principalmente, a forma que pretende se locomover durante a viagem.

Com base nisso, é muito mais fácil escolher onde ficar em São Paulo e qual a melhor localização para sua estadia. O lado bom para nós, viajantes, é que a cidade conta com opções super democráticas e é flexível o suficiente para se ajustar ao nosso orçamento.

Tudo, é claro, vai depender dos seus interesses e a forma que pretende aproveitar a cidade. Enquanto algumas regiões nos permitem fazer tudo caminhando, sem ter que depender de carro ou transporte público, para outras o transporte público ou carro será indispensável.

Confesso que sempre opto por caminhar bastante e utilizar o metrô ou Uber para trajetos mais longos. Ônibus não é algo que eu acho prático de utilizar, especialmente pelo trânsito da cidade. Para quem não abre mão de um veículo, dirigir em São Paulo é uma certa aventura que pode, sim, proporcionar boas experiências e mostrar a cidade por outros olhos.

Caso sua ideia seja alugar um carro em São Paulo, sempre recomendo que pesquise e faça sua reserva através do site da RentCars. Você aproveita o site para encontrar as melhores ofertas e ainda ajuda o blog, sem gastar nada a mais com isso.

Ainda assim, é importante lembrar que os congestionamentos em São Paulo não são famosos à toa: se a sua ideia for dirigir na cidade, a escolha de onde ficar é ainda mais importante.

Qual a melhor localização para ficar em São Paulo

Levando em consideração que você fará um bom planejamento de viagem e vai listar, ao menos, o principal que pretende visitar na cidade, separei aqui as principais regiões que, normalmente, estão entre as escolhas dos viajantes que visitam São Paulo pela primeira vez. Listei os melhores hotéis em cada uma dessas regiões para facilitar a sua escolha.

Navegue pelo menu abaixo para ir direto ao conteúdo desejado.

Onde ficar na Avenida Paulista, em São Paulo

Não tenho como começar essa lista sem destacar uma das principais regiões de São Paulo: a Avenida Paulista. Além de ser uma ótima pedida para quem visita a cidade pela primeira vez, essa é uma localização super estratégica

O viajante que se hospeda na Avenida Paulista, ou mesmo nos arredores, pode visitar muitos atrativos sem depender de carro ou transporte público. É um ótimo lugar para bater perna e conhecer pontos importantes da cidade. Dentre os lugares que você pode visitar na região, o MASP, o Mirante 9 de Julho, o Centro Cultural Fiesp e o Parque Trianon são uma boa pedida para incluir no seu roteiro.

Como estamos falando de uma avenida extensa e com muita coisa ao seu redor, definir em qual altura da Avenida Paulista se hospedar também é importante. Para facilitar e organizar as opções, vou comentar as melhores opções separadamente:

Melhores hotéis perto da Avenida Paulista

Para ficar em uma boa localização perto da Avenida Paulista, minha dica é considerar opções localizadas entre duas estações de metrô: a Estação Consolação e a Estação Trianon – Masp, cobertas pela linha verde do metrô. Vale destacar que perto dali também fica a Estação Paulista, coberta pela linha amarela do metrô.

Essa região é um ótimo ponto estratégico para se hospedar em São Paulo. Ficando nela, você pode ir facilmente a pontos como a Rua Augusta, famosa por seu agito e pegada mais descolada; além de chegar facilmente a bairros super legais para passear, como a região dos Jardins, onde a Rua Oscar Freire se destaca por ser um reduto de moda e lojas de grife.

Dicas de hotéis perto da Avenida Paulista

Gostou da ideia de se hospedar perto da Avenida Paulista? Selecionei os melhores hotéis nessa região e dividi entre as principais localidades ao seu redor:

Hotéis na Consolação e Bela Vista

Usando a Avenida Paulista como divisão, de um lado dela temos os bairros da Consolação e Bela Vista, com opções que possuem um bom custo-benefício para se hospedar. Veja os hotéis selecionados:

Intercity São Paulo Paulista

O Intercity São Paulo Paulista fica perto do centro de São Paulo. A acomodação está a 100 metros da estação de metrô Consolação e da animada Avenida Paulista. A propriedade oferece quartos modernos e piscina coberta.


Blue Tree Premium Paulista

A 160 metros da Avenida Paulista, o Blue Tree Paulista oferece uma localização excelente em São Paulo. Com acesso fácil ao transporte público e rodeado por teatros, museus, shoppings e restaurantes, este hotel fornece Wi-Fi gratuito e piscina coberta.


Quality Suites Bela Cintra

O Quality Suites Long Stay Bela Cintra está localizado entre os bairros dos Jardins e de Higienópolis, a poucos metros da Avenida Paulista e da estação de metrô Consolação. Dispõe de uma academia e piscina aquecida.


Onde ficar nos Jardins

Olhando agora para o outro lado da Avenida Paulista, a região dos Jardins é uma das minha preferidas para ficar hospedado em São Paulo. É muito gostosa para caminhar, explorar e descobrir lugares legais. Apesar de ter opções com valores um pouco mais altos, é possível ficar muito bem instalado nos Jardins e economizar com transporte. Veja os hotéis selecionados:

Transamerica Executive Bela Cintra (Paulista)

O Transamérica Executive Bela Cintra 4 está situado num encantador edifício no bairro de Jardins, a apenas 2 quarteirões da Estação de Metrô Consolação. Todas as suítes são espaçosas e oferecem uma cama de casal e um banheiro privativo.


La Residence Paulista

O La Residence está situado no centro do Jardins, o bairro mais sofisticado de São Paulo, a 2 quarteirões da Avenida Paulista. Os quartos agradáveis de estilo clássico do La Residence Paulista incluem TV a cabo e ar-condicionado.


Hotel Trianon Paulista

Oferecendo uma piscina na cobertura e vista para o Parque Trianon, o Hotel Trianon Paulista está localizado a 2 quarteirões da Estação de Metrô Trianon-Masp, na famosa Avenida Paulista, e dispõe de WiFi gratuito, academia e business center.


Central Park Flat Jardins

Com uma localização privilegiada no bairro badalado dos Jardins, o Central Park oferece apartamentos amplos, a 600 m da Estação de Metrô Trianon MASP. A propriedade inclui cobertura panorâmica com piscina e WiFi gratuito.


Ibis São Paulo Paulista

O Ibis SP Paulista está situado em São Paulo, a 200 metros do Shopping Center 3. A propriedade dispõe de restaurante, lounge compartilhado e bar. O hotel fica a 2,1 km do Shopping Frei Caneca e a 2,4 km do MASP – Museu de Arte de São Paulo.


Se pode optar por hotéis superiores e mais exclusivos, nos Jardins você também encontra ótimas opções de hotéis de alto padrão:

Renaissance São Paulo Hotel

Dispondo de uma arquitetura deslumbrante e com uma decoração elegante, o 5 estrelas Renaissance São Paulo Hotel está idealmente situado no bairro de Jardins, perto da Avenida Paulista, da Rua Oscar Freire e a uma curta caminhada do Museu de Arte de São Paulo – MASP, bem como do Conjunto Nacional.


Tivoli Mofarrej São Paulo

O Tivoli Mofarrej – São Paulo, membro do The Leading Hotels of the World, oferece conforto 5 estrelas e uma localização imbatível, a 1 quarteirão da Avenida Paulista e do MASP, no bairro dos Jardins, em São Paulo. A propriedade dispõe de um spa de luxo, 2 restaurantes gastronômicos e um bar elegante.


Hotel Emiliano

O Hotel Emiliano é um hotel design impressionante que está localizado na elegante Rua Oscar Freire, em São Paulo. A propriedade oferece heliporto próprio, spa e bar elegante que serve champanhe e caviar.


Agora, se a sua escolha for uma hospedagem mais econômica, a região da Consolação e Bela Vista conta uma boa opção de hostel: o Soul Hostel Av. Paulista


Melhores hotéis no Paraíso e Vila Mariana

O Paraíso e a Vila Mariana são bairros de São Paulo que se destacam como ótimas opções de estadia. Além de estarem próximos da região da Paulista, você também tem fácil acesso ao Parque do Ibirapuera, Parque da Aclimação e ao Aeroporto de Congonhas.

Se hospedar nessa região ainda permite fácil acesso ao bairro da Liberdade e alguns outros pontos importantes da cidade, como a Cinemateca e o Centro Cultural de São Paulo

Onde ficar em São Paulo: Paraíso

Uma boa vantagem de escolher um hotel no Paraíso é que, além de ficar perto da Avenida Paulista, nessa região você tem preços mais acessíveis. Confira os hotéis selecionados:

TRYP by Wyndham Sao Paulo Paraiso