As luzes vermelhas de Amsterdam

Acordei bem cedo em Londres e peguei um Taxi com a Paty e com a Angélica. Elas tinham um trem quase no mesmo horário que eu. Foi tudo bem tranquilo. Aproveitei a viagem no trem para escrever o relato da viagem. Troquei de trem em Bruxelas. Meus planos era passar o dia na cidade, mas estava cansado e com duas malas, acabei pulando esta etapa e indo direto para Amsterdam. A estação de Bruxelas era um pouco confusa, mas sempre tem alguém perdido como você e todos se ajudam. Continuei escrevendo o relato no outro trem. Várias vezes eu me pegava olhando para a paisagem na janela. Era visível que eu estava na Holanda. Pareciam paisagens de comercial de leite ou margarina. Algumas horas depois eu cheguei na estação central de Amsterdam. Tentei me localizar parar pegar o tal bonde que me levaria até o hostel. Uma ajudinha aqui, outra ali e pronto, já estava a caminho do Hostel.

Amsterdam

Amsterdam tem suas belezas e não posso negar. Cheguei no Hostel e adorei, o lugar era muito legal!!! Fiquei no StayOkay Voldelpark. Fui direto pro quarto tomar banho… Precisava muito disso depois da longa viagem. Depois do banho, enquanto eu arrumava minhas coisas no quarto, eu tive a primeira impressão ruim na viagem. Um cara entrou no quarto, passou por mim e nem me olhou na cara. Tá né… Nem falei nada. Fui escovar os dentes e ele foi no banheiro, passou por mim andando bem devagar e de novo não me olhou… Ele olhava tipo pro além com uma cara muito séria. Claro que ele tava chapado, mas não gostei não.

Desci pra acessar a internet e avisar que já estava em Amsterdam e depois voltei pro quarto. Agora tinha um outro cara lá. Meio que deitado na cama, de boné e também olhando pro além. Também não falou comigo. Afff… Se todo mundo for assim não vou gostar não. Resolvi sair e bater perna.

Amsterdam
Amsterdam

Comecei a conhecer a cidade. Pelo planejamento eu já sabia mais ou menos a direção de coisas. Isso é muito bom!!! Fui andando pela Damrak, uma das ruas principais de Amsterdam. Acabei chegado no Museu do Sexo e entrei pra ver o que tinha de bom. Não tem muita coisa legal lá não viu. Se você não for não perde muita coisa, mas não é de se arrepender também.

De lá eu fui para o distrito da luz vermelha. Ainda estava dia, mas já era quase sete horas. Claro que já tinham mulheres nas vitrines e caraaaa… As mulheres são muito bonitas. Raras são as feias naquele lugar. É de ficar chocado. E se você estiver sozinho, cara, eles mexem muito com você. Mas apesar de estarem quase peladas, elas não são vulgares. Elas não ficam chacoalhando a bunda ou apertando os peitos… Elas tem táticas diferentes. Que tem muito mais efeito. E elas conseguem fazer você rir e ficar com vergonha também. Já pra quem esta em grupo elas não dão muita moral. Não ignoram também, mas elas sabem quem esta ali com a turma só pra zoar.

Amsterdam
Amsterdam
Amsterdam

Bom, vi muita coisa em Amsterdam e nem tudo vou falar aqui. Só indo lá pra saber e ter suas próprias experiências. Bom, voltei pro Hostel e finalmente conheci pessoas legais no quarto. Um canadense super esportivo. O cara ficava fazendo abdominal, flexão, se alongava pra um lado e pro outro. Tem que ter muita força de vontade.. hahah. Ele veio falar comigo e era gente boa, mas não consegui entender muita coisa que ele falava.

Conheci também um brasileiro. Um loiro magrão, cabeludo e bem loco. Muito engraçado!! Combinamos de sair no outro dia. Agora eu só pensava em cair na cama e dormir.

Momento pânico da noite: Eu já estava no meu terceiro sono quando acordo com uma sirene muuuuuito alta!!! Abro meus olhos tentando entender o que tava acontecendo. Com a luz que entrava na janela eu vi todos nas outras camas também tinha acordado e tentavam entender o que estava acontecendo. Sim, era o alarme de incêndio. Alguns garotos do quarto foram até a janela especular o que estava acontecendo e como não sairam correndo eu deduzi que não era nada. Um pouco depois a sirene parou e todos foram pra cama dormir. Meia hora depois, adivinha? Torna tocar a sirene… é meus amigos, eu estava em Amsterdam e aquilo era muito cara de garoto de prédio querendo aprontar fora de casa. Dessa vez ninguem levantou e a sirene parou rápido. No mais a noite passou tranquila.

Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *