Lagunas Altiplânicas e Salar do Atacama – Mochilão Chile, Segundo Dia

O segundo dia no Deserto do Atacama começou bem cedo. Nosso destino pela manhã eram as Lagunas Altiplânicas e o Salar do Atacama. A primeira dica para os passeios que começam cedo é se vestir em camadas, pois no deserto faz muito frio de manhã e conforme o sol vai subindo a temperatura também vai.

Laguna Miscanti - Lagunas Altiplânicas, Chile

Às 06h30 já estávamos dentro do carro indo para nosso primeiro destino. A névoa da manhã foi se dissipando e vimos o sol nascer atras das montanhas. A vista era linda.. os raios do sol cortavam o céu e o deserto ia se iluminando aos poucos.

Fizemos uma pausa no caminho para admirar a pequena igreja do vilarejo de Socaire. O frio ainda era forte, mas a experiência de estar ali era compensadora.

Socaire, Chile

Seguimos adiante em nosso caminho até que um animalzinho chamou nossa atenção na estrada. Era uma pequena raposa (acredito eu), que primeiro nos olhou curiosa e depois deitou ao sol para se esquentar. A pausa foi rápida, não podíamos perder muito tempo pois o roteiro do dia era bem cheio.

As Lagunas Altiplânicas ficam a 115km de San Pedro, dentro da Reserva Nacional Los Flamencos. A entrada na reserva é paga: $5.000 pesos chilenos, cobrados à parte do valor do tour. Nosso guia nos deixou logo na entrada da reserva, de onde partimos em caminhada até as lagunas.

Lagunas Altiplânicas, Reserva Nacional Los Flamencos

A paisagem é simplesmente fantástica. Se as fotos parecem uma pintura, estar lá parecia um sonho. As lagunas refletem o desenho dos inúmeros vulcões que as cercam. O silêncio é quebrado apenas pelo barulho no vento. O sol já estava nos aquecendo e o frio nem incomodava mais…. Que sensação boa estar naquele lugar.

Laguna Miscanti, Lagunas Altiplânicas - Chile

A primeira laguna que avistamos é a Laguna Miscanti. Com seus incríveis 15 quilômetros quadrados, essa laguna recebe água da infiltração subterrânea das chuvas, de vertentes termais e das chuvas de verão.

Ao lado da Laguna Miscanti está a Laguna Miñiques.  Bem menor que a outra, essa tem apenas 1,5 quilômetros quadrados. Mas não se engane ao pensar que ela sai perdendo pelo tamanho. Eu particularmente achei a Laguna Miñiques mais bonita que a Miscanti. Mas é tanta beleza junta que fica difícil comparar. Vale destacar que as duas lagunas são ligadas através de um canal subterrâneo e a Laguna Miñiques recebe água da sua vizinha maior.

Laguna Miñique - Lagunas Altiplânicas, Chile
Laguna Miñique - Lagunas Altiplânicas, Chile
Laguna Miñique - Lagunas Altiplânicas, Chile

Nosso café da manhã, preparado pela agência Ayllu, foi ao lado da Laguna Miñiques. O café da manhã era delicioso…. café, leite, achocolatado, iogurte, torradas, ovo mexido e outros acompanhamentos… hummm, só de lembrar disso e da paisagem ao nosso redor… que saudade!

Laguna Miñique - Lagunas Altiplânicas, Chile

Depois de comer seguimos o caminho de volta também a pé, ótimo para tirar mais fotos, curtir a natureza e a paisagem incrível. Dessa vez nos aproximamos mais da Laguna Miscanti e, para nossa surpresa, avistamos algumas vicunhas…. Um bichinho bem simpático que nos olhava de longe com um olhar curioso. As vicunhas lembram bastante as lhamas. Depois descobri que elas são bem comuns na região e fáceis de serem avistadas.

Laguna Miñique - Lagunas Altiplânicas, Chile
Lagunas Altiplânicas - Vicunha, Um Viajante
Lagunas Altiplânicas - Chile

De volta ao carro, seguimos viagem em direção ao Salar do Atacama. Nada parecido com o Salar de Uyuni, na Bolívia, o Salar do Atacama tem um piso irregular, onde nem podemos andar, mas tão bonito e exótico quanto o outro.

Salar do Atacama - Chile

Ao chegar no deserto tivemos uma apresentação onde ouvimos curiosidades sobre o lugar e também sobre a importância do salar para o Chile. Depois disso tivemos um tempo livre para percorrer os caminhos no meio do salar.

Início do passeio pelo Salar do Atacama
Salar do Atacama - Chile

Apesar da imensidão de sal, quem ganhava nossa atenção mesmo eram os flamingos. De colocação rosada, os flamingos são as estrelas da região.

Flamingo, Salar do Atacama - Chile

Olhando mais atentamente para os montes de sal eu enxerguei um bichinho bem engraçado: um tipo de mini lagarto. Na verdade não sei dizer se era um lagarto (se alguém puder confirmar, agradeço), mas sei que comecei a ver vários por lá. Olha que maneiras as cores desse carrinha:

Lagarto - Salar do Atacama

A visita ao Salar do Atacama estava chegando ao fim. Quando fui para o carro vi um grupo de motoqueiros chegando…. taí um tipo de viagem que tenho vontade de fazer um dia.

Salar do Atacama, Motos - Um Viajante

No caminho de volta para San Pedro nós paramos no pequeno povoado de Toconao. Uma vila bem simples e muito importante para a região. Ali existe a produção de vários tipos de frutas, em pouca quantidade, mas com uma boa diversidade.

Toconao, Chile
Toconao, Chile

É incrível pensar que isso é possível em um lugar tão árido quanto o Deserto do Atacama. Nossa visita no povoado foi bem curta. Paramos na pracinha da cidade, vimos uma torre de igreja e logo caímos na estrada de novo.

Nosso passeio acabou durando mais tempo que o esperado. Quando chegamos em San Pedro já passava das 15h00 e nosso próximo passeio saía às 16h00. Foi o tempo de colocar uma bermuda e pedir um sanduíche para comer na viagem. Nosso próximo passeio era a Laguna Cejar, que conto pra vocês em outro post

Informações gerais do passeio: Lagunas Altiplânicas + Salar do Atacama

Um dos passeios mais procurados no Deserto do Atacama. Particularmente achei um dos mais bonitos.

Fechei o passeio com a agência Ayllu. Não deixe de ver o post com mais informações sobre as agências em San Pedro de Atacama.

Dicas: Leve água, óculos de sol, protetor solar e lembre-se de se agasalhar, de manhã é frio e o vento pode ser forte.

Quanto custa: O valor do passeio é $60.000 + $5.000 a entrada, em pesos chilenos (atualizado 2015).

Se for para o Chile e precisa de hospedagem, confira as melhores opções no Booking.

Read this post in English: Altiplanic Lagoons and Salar de Atacama – Chile Backpack Trip, Second Day

PARA SUA VIAGEM AO ATACAMA
Cadastre o seu e-mail e receba dicas personalizadas até a data da sua viagem.
RESERVE SEU HOTEL NO ATACAMA
Booking.com
Sempre que fizer sua reserva, você contribui com o blog Um Viajante e não gasta nada a mais com isso.

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

40 Comentários

  1. EDUARDO OAZEM

    Nossa!!! Suas fotos estão lindas!!! De todos os Blogs, as suas fotos são as melhores….você trata as fotos em qual programa? Um abraço e parabéns pelo trabalho maravilhoso!!!

    Reply
  2. Aline

    Oi, Robson! Pesquisando sobre Atacama achei seu blog e estou adorando as dicas! O meu namorado tem pavor, pânico e tudo mais que você pensar de lagarto, lagartixa ou semelhantes. EM Noronha e outros lugares ele meu deu trabalho devido ao medo que ele tem desde pequeno. Ele acabou vendo essa foto do seu post e já tá indeciso achando que vai ver muito lagarto na hospedagem (hotel que pesquisamos tinha um bem no site) e durante os passeios. Minha pergunta é: você viu muitos desses bichos pelos passeios?

    Abs Aline

    Reply
    1. Robson

      Hahhaha.. Oi Aline, que bom que encontrou o blog… espero que ele te ajude na sua viagem!! Eii, pode falar pra ele ficar bem tranquilo…. eu só ví esse mina lagarto, que é quase uma lagartixa, no Salar do Atacama…. e tinha que se concentrar pra achar elas no meio do salar, garanto que a maioria do pessoal que passa por lá nem se dá conta da presença delas…. E eu não ví em nenhum outro lugar…. Pode ir sem medo!!!

      Abss

      Reply
      1. Ariane

        Rsrsrs…lendo este comentário me fez rir muito. Também tenho pavor/pânico de qualquer bichinho como lagartixa, lagarto, iguanas e quando vi essa foto do bichinho me gelou pois minha viagem está marcada para novembro. Lendo a sua resposta fiquei tranquila em pensar que não encontrarei muitos deles por lá. Já passei o maior perrengue quando fui para ARUBA e tinha muitas, muitas iguanas. Adorei tuas dicas e belas fotos. Você faz as fotos com qual modelo de máquina? Abraços

        Reply
        1. Robson Franzói

          Hahaha… não se preocupa não Ariane.. elas vão ficar longe de você.. fica tranquila!!

          Então, hoje eu tenho uma Sony a6500. Muitas fotos no blog foram feitas com a Sony a77, que é a minha câmera antiga. Também tenho usado muito iPhone 7Plus para fotos hoje em dia.

          Se tiver qualquer dúvida é só me dar um grito aqui

          Reply
  3. Isabella

    Robson, tô amandooooo as postagens de San Pedro!! Tô na espera ansiosaaaa pelo Salar de Uyuni!! hahahahahaha Abraço!!

    Reply
  4. Felippi

    Robson, estou lendo todo seu relato sobre o chile, muito bom por sinal. Fique fantasiado com as imagens, cada uma mais bonita que a outra, parabéns. Me tira uma dúvida, vi que você foi com outra pessoa, então os preços dos passeios que você está colocando são para duas pessoas ou só para uma mesmo? E outra coisa, qual equipamento para fotografias você levou? Vi em outro poster falando que utilizou somente a gopro no momento, ou seja, levou também outro equipamento. Qual você usou e pode me dizer se usou a gopro nas fotos desse relato em específico? Agradeço muito se puder responder.

    Reply
  5. Sandra

    Ola Robson, não sou fã de viagens porem, o que me chamou muito a atenção foram as imagens achei fantásticas [e realmente de perder o fôlego, a natureza é inspiradora. Ah sou de Ctba também. Parabéns excelentes imagens .

    Reply
  6. Juliana

    Oi Robson,
    eu estive no Atacama o mês passado com uma amiga. Segui fielmente as suas dicas!! Fiz os passeios com a Ayllu também, com o guia João (é um brasileiro que mora há 7 anos lá). Comentei de você para Flávia.

    Ameeeiiii o Deserto, paisagens incríveis demais e os passeios, todos são fantásticos. Fiz o tour astronômico com um parceiro da Ayllu e achei que o tour deixou um pouco a desejar, pois não vi a lua , mas valeu a experiência.

    Beijos,
    Ju

    Reply
    1. Robson Franzói

      Que legal Ju, impossível não amar o Atacama né? Ahh a Ayllu tem um serviço ótimo, por isso recomendo mesmo! Que pena que não deu sorte no tour astronômico – você lembra o nome da empresa? Eu fiz com a space e acho que mesmo sem a Lua seria ótimo o passeio. Dizem que sem a lua é até mais bonito, pois dá pra ver mais estrelas e quando está em lua cheia o passeio não é realizado.

      Fico feliz que o blog ajudou na sua viagem

      Reply
  7. Juliana

    Oi Robson,
    Então, eu acho que não era uma empresa, era um guia parceiro da Ayllu, o nome dele é Steve, muito bonzinho, mas a experiência foi bacana, foi muito engraçado eu e minhas amigas tentando localizar as estrelas com o telescópio rs.

    Estou sempre por aqui acompanhando suas viagens

    Reply
  8. Julia

    Estou adorando tudo que estou lendo! Vou para lá em Outubro com o meu namorado!
    Gostaria de saber se para pagar a agencia os passeios, e essas entradas extras tem que ser tudo com peso chileno? pode ser em real ou dolar? é bom carregar todas as moedas?
    Parabéns pelos textos e fotos!

    Reply
  9. Yeda Lins

    Irei em abril com dois filhos e estou um pouco preocupada com os preços. Este seria o passeio mais caro? É possível pagar em cartão de crédito? Como é que se consegue essas fotos sempre com uma pessoa, já que se trata de uma excursão? Obrigada,

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Yeda.. já te respondi lá no outro post sobre os gastos.. confere lá!! Então, sobre as fotos…. é tranquilo.. os lugares são amplos… e os guias normalmente param em áreas afastadas de outras agências…. aí você vai conseguindo ângulos bons e tal…. e, as vezes, tem que esperar um pouco para tirar foto em algum lugar específico ou disputado, mas não é difícil não…

      Reply
  10. Jorge Nogueira

    Cheguei no seu blog por acaso, gostei muito das fotos, estão ótimas, com certeza me ajudaram a decidir pela escolha do Atacama em minhas férias. As passagens já estão compradas , agora é só esperar o dia chegar para conhecer esse bonito lugar. Parabéns pelo blog !!!

    Reply
    1. Robson Franzói

      Grande Jorge… que bacana!!! Muito bom saber que te ajudei a escolher um destino tão incrível.. Pode ter certeza que a sua viagem vai ser inesquecível!!

      Depois volta aqui pra me contar como foi hein!?! Se tiver qualquer dúvida é só dar um grito aqui

      Reply
  11. Tatiana

    Olá Robson. Tô com uma dúvida. Salar de Tara e Salar de Atacama são a mesma coisa? Existem opções de passeios para fazer que me deixou um pouco confusa…veja só…Laguna Altiplanicas + Salar de Atacama ou Lagunas Altiplanicas + Piedras Rojas ….qual desses vc indicaria? Vc indica algum transfer do aeroporto para San Pedro?
    Obrigada.
    Tati

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Tati… tudo bom? Então, vamos lá… Salar de Tara é uma coisa e Salar de Atacama é outra… Você pode ver sobre o Salar de Tara neste post: https://www.umviajante.com.br/chile/164-salar-de-tara-ultimo-dia-no-deserto-do-atacama

      Você está um pouco confusa pois um desses passeios eu fiz na primeira viagem e o outro na segunda. Eles mudaram um pouco…

      O que eu recomendo agora é você fazer: Lagunas Altiplânicas + Piedras Rojas… E, se quiser ver o Salar de Atacama, você pode fazer o Tour do Vinho, que termina com o pôr do sol por lá

      Qualquer outra dúvida é só dar um grito

      Reply
  12. Carina

    Tou adorando seu blog.
    Sou portuguesa, tou preparando mochila pelos Chile,Bolívia e Peru. Poderia dar uma ajuda com valor dos passeios em €?

    Reply
  13. Daniele

    Tem alguma restrição de locomoção pra quem não tá acostumado? Uma pessoa com mais de 60 anos consegue fazer o percurso? Tenho medo de levar uma pessoa assim e ter terrenos muito íngremes ou dificeis de andar/subir, riscos de quedas, etc…

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Dani… tudo bom? Olha, a maioria dos passeios dá pra fazer sim…. como o solo é irregular, é sempre bom ficar atenta.. Mas os passeios no geral dão pra fazer sim. Apenas os vulcões e os trekkings que talvez fiquem de fora….

      Escolha uma agência boa e que tenha bons equipamentos de segurança… isso faz a diferença quando acontece alguma coisa.

      Se tiver qualquer outra dúvida me dá um grito aqui

      Reply
  14. Angélica Borges

    Meu Deus, estou muito empolgada, minha viagem está marcada dia 01/06 lendo seu blog só me deixa mais ansiosa. Parabéns, estou vendo várias dicas para me preparar.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Angélica! Tudo bom?? Ahhhh eu imagino!! Coração acelerado…. mas pode ter certeza que você vai fazer uma viagem incrível!! Depois volta aqui para me contar como foi

      Aproveitaaaaaaa!!!!

      Reply
  15. Marcio Audie

    Olá Robson, tenho acompanhado seu blog e agora em minha segunda visita ao Chile, finalmente irei conhecer o Atacama.
    Estou planejando ir em setembro e antes de agendar meus passeios com a Ayllu gostaria muito de uma opinião sua. Tirando Vulcão e Cerro Toco que não tenho intenção de ir devido preparo fisico rsrs, qual outro passeio vc deixaria de fazer? terei apenas 5 dias e preciso escolher os tops tops.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Grande Marcio, tudo bom? Então… eu fiz um post listando os meus favoritos em sequência, chegou a dar um olhada? Tá bem legal!!! Acho que vai te ajudar..

      Ahhh… Acho que seria legal você entrar em contato com a FlaviaBia. Ela está oferecendo um serviço muito bom no Atacama. Mencione que você conhece o Robson, do blog Um Viajante, ela está com preços especiais para leitores. A FlaviaBia é uma agência que trabalha apenas com reservas, o que deixa a viagem bem mais organizada.O e-mail dela é: contato@flaviabiaexpediciones.com e ela também atende no whatsapp: +569 4251 7683

      Espero ter ajudado… Se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito aqui. Grande abraço!!

      Reply
      1. marcio

        Olá Robson, muito obrigado pela dica. Assisti seu vídeo indicando os passeios e percebi sua duvida em ter que deixar algum de fora e dá pra entender perfeitamente, já que é tudo maravilhoso.
        Enfim valeu mesmo.
        Grande abraço e até a próxima.

        Reply
  16. CLARA TARRAN DUARTE

    Oi Robson, gostaria de entender como é essa dinâmica do tour com a Ayllu? Qts pessoas em média estão junto com você no tour além do guia? O guia fica o tempo todo com você? Neste texto você diz que ele deixou vocês na entrada do parque…poderia me explicar? Fico um pouco em dúvida pois eu fotografo e gostaria de ter o meu próprio tempo…. Obrigada, Clara

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Clara, tudo bom? Então… o guia vai esta com você no carro… mas quando você chegar em alguns lugares, vocês vão descer e e ele vai falar: olha, agora vocês podem caminhar, explorar e me encontrar em tal ponto daqui a tanto tempo… aí você fica livre para curtir o lugar. Normalmente, na maioria dos passeios, é assim. E ele também vai explicar sobre o lugar, a história, origem, curiosidades… essas coisas…

      Bom, desculpa a demora para te responder… Estou desde julho sem conseguir dar uma atenção aos comentários do blog… No meu último post eu comentei um pouco sobre isso… Se precisar de qualquer coisa é só dar um grito aqui!! Grande abraço!!

      Reply
  17. Flavia

    Ola! Vou pro Atacama no final de maio. Mas estou com medo de passar mal na altitude… viu alguem mto mal por causa disso? Na cidade tb ja da pra sentir, ou so nos passeios mais altos? Queria ir nas lagunas altiplanucas mas elas sao mais de 4.000 mts ne? Estou animada mas preocupada…. tenho medo de passar mto mal.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Flá, tudo bom? Então, essa é uma questão felicidade… pois cada pessoa te mum organismo e cada viagem é diferente. Eu já fui duas vezes sem sentir nada e na última agora senti mais o efeito da altitude. O que eu recomendo é você fechar os passeios com uma boa agência, que disponibilize equipamentos de segurança, bons guias e tudo mais. Eu recomendo muito a Ayllu e a FláviaBia, as duas agências oferecem descontos para os leitores do blog. Se você entrar em contato com eles diga que conhece o Robson, do blog Um Viajante

      No mais é só manter por lá uma alimentação equilibrada, evitar bebida alcoólica e carnes muito pesadas. Os guias vão te passando mais instruções também

      Mas vá confiante… isso que importa! Tenho certeza que você vai amar o Atacama…

      Se precisar de qualquer coisa é só me dar um grito aqui. Abraçoo!!!!

      Reply
  18. Fernanda Cortez

    Oi Robson tudo bem? estou em um dilema e talvez vc possa me ajudar. Acabei de fechar uma viagem para o Atacama de 12 dias, e estou achando que são muitos dias. Tem coisas para fazer em 12 dias ou vou ficar entediada? Devo diminuir os dias no deserto e ficar o restante em Santiago?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Fer, tudo bem e você? Acabei demorando para responder pois estou com um volume muito grande de comentários aqui no blog. Já decidiu o seu roteiro e o que vai fazer?

      Talvez 12 dias seja bastante para ficar direto. Você pode incluir Uyuni… ou então ficar uns 7/8 dias no Atacama e o restante em Santiago.

      Se precisar de qualquer coisa é só me dar um grito.

      Bjss

      Reply
  19. Edna Marcia

    Olá Robson

    Como está? Ou melhor: donde estás? :)))
    Fechei minha viagem para o Atacama para junho deste ano (de 3 a 12) e a agência que fez o pacote aéreo e hotel diz que não há passeios para as Lagunas Altiplánicas nesse perírodo. Estou pesquisando e não vejo isso em nada. Você sabe me dizer se há uma época em que não podem ser visitadas?
    Valeu,
    Edna

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Edna, Como estás? Donde estás?! Estoy aqui.. hahaha

      Então, nossa.. nunca ouvi falar sobre isso… já fui pra lá em junho e as lagunas sempre estão abertas. Apenas as Piedras Rojas é que permanecem fechadas.

      Vou te passar o contato da FláviaBia, que é uma agência que super recomendo lá…. tenho certeza que ela pode te ajudar muito e te oferecer uma experiência incrível no Atacama:

      site dela: http://www.flaviabiaexpediciones.com/

      Você pode mandar um e-mail e comentar que conhece o Robson, do blog Um Viajante. Hoje ela oferece condições bem legais para os leitores aqui do blog

      Se tiver qualquer outra dúvida me dá um grito aqui

      Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *