Metrô de Santiago do Chile: Tudo que você precisa saber

O metrô de Santiago, no Chile, é uma das melhores alternativas para você se deslocar na cidade. Com linhas que cobrem os principais pontos de interesse, o metrô é rápido, barato e super funcional. Entenda aqui como funciona e como usar o metrô de Santiago.

Antes de mais nada eu quero ressaltar que uma das melhores formas de descobrir os cantinhos mais legais de Santiago é batendo perna pela cidade! Não dá pra ter preguiça, caminhar por Santiago faz parte da viagem.

De qualquer forma, como qualquer outra grande cidade, existem pontos que são mais distantes e requerem algum meio de transporte para ajudar – e aí o metrô pode ser o seu grande pulo do gato.

Metrô de Santiago do Chile

Não sei se você já ouviu falar, mas o trânsito em Santiago é, pelo menos aos meus olhos, um tanto quanto caótico! Dirigir por lá requer muita atenção e cuidado, já que os chilenos gostam de andar rápido, buzinar e mudar de faixa de uma hora pra outra – não que isso também não aconteça no Brasil, mas quando estamos fora de casa o buraco é mais em baixo.

Pra você fugir do trânsito e se locomover com facilidade, o metrô de Santiago é, sem dúvidas, a melhor alternativa.

Conheça o metrô de Santiago do Chile

Funcionando com um total de 6 linhas, o Metrô de Santiago é muito mais moderno do que você pode estar imaginando – eu fiquei surpreso quando andei pela primeira vez e vi o quanto as estações são modernas e fáceis de entender.

Com mais de 100 estações, o metrô de Santiago certamente vai te atender quando você precisar. E pra te ajudar a chegar na capital do Chile já dominando o metrô, eu decidi preparar esse post com tudo que você precisa saber

Mapa do Metrô de Santiago

Como eu comentei, hoje existem 6 linhas que cobrem a cidade de Santiago – totalizando mais de 100km de extensão. Nesse mapa você pode ver como as linhas do Metrô de Santiago são interligadas e fáceis de identificar:

MAPA do Metrô de Santiago do Chile

Muito menos assustador do que o mapa com as milhões de linhas de Paris, o metrô de Santiago tem tudo para se tornar um dos seus favoritos no mundo.

Como usar o metrô de Santiago

A primeira coisa que você precisa saber é que para utilizar o metrô de Santiago é necessário ter a tarjeta BIPque é como um cartão magnético.

Tarjeta BIP - Cartão do Metrô de Santiago do Chile

A tarjeta BIP custa $1550 pesos chilenos, o que dá mais ou menos 9 reais na cotação atual. O ponto positivo é que esse cartão não é pessoal, então você pode usar ele com mais pessoas – perfeito pra quem está viajando acompanhado.

O BIP funciona como um cartão pré-pago, então basta carregar um determinado valor e pronto, já pode sair usando.

Ponto de recarga Tarjeta BIP - Cartão do Metrô de Santiago do Chile

Na maior parte das estações você vai encontrar pontos de recarga, onde vai falar diretamente com os atendente – é super rápido e simples.

É importante saber que uma vez que você carregue o cartão, não tem como resgatar novamente o dinheiromesmo que sua viagem termine e você não vá mais utilizá-lo.

Por isso não coloque muito dinheiro de uma vez, é melhor carregar aos poucos!

Quanto custa o metrô de Santiago

Talvez uma das coisas mais curiosas, e que vai te chamar atenção no Metrô de Santiago, é que o valor das tarifas mudam de acordo com o horário – sim, pode acreditar!

Existem três tarifas diferentes, como você pode ver nessa tabela:

Tabela de preços do metrô de Santiago, Chile

O Punta, horário de pico, tem tarifas a $760 pesos (cerca de R$4,70) e vai das 7h às 9h e das 18h às 20h;

O Valle, que é considerado horário normal, tem tarifas a $680 pesos (cerca de R$4,20) e vai das 6h30 às 7h, das 9h às 18h e das 20h às 20h45;

Por fim o Bajo, que é o horário econômico, tem tarifas a $630 pesos (cerca de R$3,90) para o metrô e $660 para ônibus + metrô. Essas tarifas valem das 6h às 6h30 e das 20h45 às 23h da noite.

É importante ressaltar que aos sábados, domingos e feriados a tarifa se torna padrão e é correspondente ao horário normal, Valle.

Mesmo que você precise fazer uma ou mais conexões, apenas uma tarifa é cobrada no seu cartãocorrespondente ao horário que você passou o cartão para entrar.

Como utilizar a tarjeta BIP do metrô de Santiago

Apenas para recapitular: para usar o metrô de Santiago você precisa da tarjeta BIP. Você pode comprar esse cartão nas próprias estações do metrô e carregá-lo como valor que desejar.

Metrô de Santiago do Chile

Estando com seu cartão pronto para o uso, você precisa apenas encostar ele na catraca que irá liberar sua entrada – note que no painel vai aparecer a tarifa que você pagou e também o saldo disponível no seu cartão.

Pronto, só isso! Você não precisa passar o cartão para fazer conexões e nem para sair do metrô – muito mais simples do que tinha imaginado, né!?

Ah, e esse cartão também vale no ônibus! Muitas vezes é a única forma de pagamento aceita nesse meio de transporte.

Qual o horário do metrô de Santiago?

Assim como em muitas grandes cidades, o metrô de Santiago tem um horário de funcionamento que pode não agradar muito quem gosta de esticar os passeios.

Horário de funcionamento: de segunda a sexta o metrô funciona das 6h às 23h; aos sábados das 6h30 às 23h; aos domingos e feriados das 8h às 22h30.

Metrô de Santiago do Chile

Punta: Horário de pico do metrô de Santiago

Não é só a tarifa que fica mais cara no horário de pico, as estações e os trens também ficam bem cheios. Dependendo da estação que você precisa entrar, a fila pode ser bem longa – eu recomendo evitar ou ter paciência nesses horários.

* Metrô, ônibus, taxi ou mesmo uber, tudo fica mais complicado no horário de pico.

O que é a Ruta Expressa?

A última informação que talvez possa parecer um pouco confusa sobre o metrô de Santiago é a Ruta Expressa, que interfere na Linha 2, Linha 4 e Linha 5 – entre as 6h às 9h30 e entre as 17h e 21h.

A Ruta Expressa é na verdade uma forma de fazer sua viagem ser mais rápida. Dentro desses horários, a L2, L4 e L5 passam a ter trens que saltam algumas estações – um segue parando nas estações verdes e o outro parando nas vermelhas.

Pode acreditar, é mais simples do que parece: você só precisa ver no mapa do metrô qual a cor da estação que você pretende descer. Se for uma estação vermelha, basta você pegar o trem identificado com a luz vermelha – a ruta roja. Se a estação for verde, basta esperar pelo trem que você precisa pegar identificado com a luz verde – ruta verde.

Eu confesso que só peguei uma vez um trem da Ruta Expressa e por sorte ele parou na estação que eu precisava – acabei nem me atentando a luz indicativa. Mas, caso tivesse passado, era só pegar outro trem e voltar 1 estação.

Aplicativo do metrô de Santiago

O aplicativo oficial do metrô de Santiago não é lá essas coisas. O principal defeito dele, pra mim, é que ele depende de conexão com a internet para funcionar. Caso você esteja com conexão, ele pode ser uma boa alternativa.

Eu confesso que estando conectado, eu nem preciso baixar um aplicativo: prefiro ir direto no Google Maps e traçar a minha rota com transporte público.

Caso você esteja sem internet e queira acesso ao mapa do metrô de Santiago, minha dica é baixar o app “Metro de Santiago – Mapa y Buscador de Itinerários“. Ele é bem simples e tem uma interface bem feia, mas traça as rotas do metrô – que é o que interessa.

Aplicativos do Metrô de Santiago, Chile

Vale ressaltar que em todas as estações você encontra mapas do metrô que podem te ajudar.

Dicas finais | Muito importante*

Sempre fique muito atento com suas coisas ao andar de metrô em Santiago. Não é comum ter assaltos violentos, mas furtos podem sim acontecer. Cuidados reforçados com bolças, carteiras, celulares e câmeras são super importantes, principalmente no horário de pico.

Você vai ver que usar o metrô de Santiago é muito mais simples do que parece. Ele é fácil, rápido e muito econômico. Sempre fique atento na direção do metrô, para não ir para o lado errado.

Em quase todas as estações de metrô de Santiago você vai encontrar caixas eletrônicos. Se precisar sacar dinheiro, localizar o metrô pode ser uma boa alternativa.

Você provavelmente vai encontrar pessoas pedindo ou vendendo coisas dentro do metrô. Santiago é uma grande cidade e tem seus problemas como qualquer outro lugar do mundo. Eu evito dar dinheiro para essas pessoas!

Se você estiver carregando malas grandes, um pouco de paciência sempre vai bem. Grande parte das estações de Santiago tem elevador ou escada rolante – o que já é uma boa ajuda.

Por fim, depois de tantos detalhes sobre o metrô, minha dica final é: não deixe, de forma alguma, de caminhar e explorar as ruas de Santiago com as próprias pernas. O metrô é ótimo para longas distâncias, mas só use quando for realmente necessário.

Se o destino for perto, vá andando! Se for longe, mas rolar uma disposição para caminhar, vá andando de novo! Agora se for muuuuito longe, o metrô de Santiago pode ser a melhor pedida

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

2 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *