Catedral de Chartres, na França: um guia para sua visita

Principal símbolo de Chartres, na França, a Catedral Notre-Dame é um lugar que arranca suspiros, seja pela grandiosidade da arquitetura ou pela riqueza dos seus vitrais.

Não dá pra falar sobre Chartres sem mencionar a incrível Catedral da cidade. Uma das principais obras do século XII e XIII, ela reúne mais de quatro mil estátuas esculpidas e cerca de cinco mil personagens pintados em seus vitrais.

Catedral de Chartres, França

Declarada como Património Mundial pela UNESCO, a Catedral Notre-Dame de Chartres foi construída no ponto mais alto da cidade e pode ser vista a mais de 20 km de distância.

Eu cheguei na cidade pela estação Gare de Chartres, em um trem direto de Paris. Logo que saí da estação já pude avistar a imponente construção que reina soberana no alto da cidade.

Catedral de Chartres, França

O caminho da estação até a Catedral pode ser feito a pé e é o que eu recomendo – além de nos dar um gostinho da cidade, com suas ruelas estreitas e construções antigas, vamos descobrindo aos poucos os detalhes da Catedral que vai se aproximando.

Chegar aos pés da Catedral de Chartres pode ser emocionante em diversos sentidos. A construção por si só é algo que impressiona, mas a data da sua viagem pode tornar esse momento ainda mais especial – como foi o meu caso.

Eu cheguei em Chartres no final da Peregrinação de Pentecostes, uma das celebrações mais importantes do calendário cristão – nessa data se comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo e sobre Maria.

A Peregrinação de Pentecostes dura três dias, começando em Paris e terminando em Chartres. São inúmeros grupos de fiéis, vindos de diversas regiões da Europa, que caminham juntos durante esse período – até chegar na Catedral.

Peregrinos, Pentecostes - Chartres

Os grupos, muitos formados por jovens e até crianças, carregam bandeiras e símbolos religiosos. Eu tive a sorte de chegar na cidade junto com esses grupos e pude acompanhar o encontro deles com a Catedral onde mais tarde aconteceu uma grande celebração.

Por um lado foi muito legal ver a chegada dos peregrinos, por outro não foi tão fácil ter acesso a Catedral – o volume de pessoas era muito grande. Aproveitei então para explorar os arredores da Catedral nesse dia e deixei a visita ao interior para o dia seguinte – quando a cidade já estava vazia novamente.

Catedral de Chartres, França

Sempre que viajar, fique atendo a feriados e datas comemorativas – se eu não tivesse mais um dia em Chartres talvez não tivesse visito o interior da Catedral.

Um pouco da história da Catedral de Chartres

Mais do que apenas ver e admirar as belezas de um lugar como esse, eu gosto de conhecer um pouco da sua história e os segredos que estão guardados ali – e por isso vou compartilhar um pouco do que aprendi na viagem.

Catedral de Chartres, França

Bom, a história da Catedral de Chartres começou muito antes do que a gente possa imaginar. Algumas evidências mostram que a primeira catedral parece ter sido construída ali no início do século IV, embora a relíquias mais importantes remetam ao século IX.

No ano de 876, o Rei da França, Charles the Bald, ofereceu a cidade de Chartres uma relíquia sagrada: inicialmente chamada de algo como “Manto Sagrado”, uma peça de roupa usada pela própria Virgem Maria.

Catedral de Chartres, França

Segundo as lendas, este véu foi usado por Maria quando ela deu à luz a Jesus – por isso hoje a relíquia se chama “O Véu de Maria”. Nas fotos a seguir você pode ver onde o véu está guardado:

Ao longo dos séculos a relíquia foi sendo cortada, vendida e o que restou foi apenas um pequeno pedaço do véu – que se mantém protegido dentro da Catedral de Chartres e pode ser visto durante a sua visita.

Após um incêndio no século XI, um bispo chamado Fullbert construiu ali uma nova Catedral de tamanho excepcional para a época. Hoje o que resta dessa construção é apenas a cripta, que é a maior da França e a terceira maior da Europa – ficando atrás apenas da Basílica de San Pedro, na Itália, e da Catedral de Canterbury, na Inglaterra.

No ano de 1194, depois que um outro incêndio destruiu uma parte da Catedral, uma grande onda de fé permitiu uma rápida reconstrução – rápida para época, pois a obra levou cerca de 27 anos.

Catedral de Chartres, França

Finalizada em 1221, depois de ter passado pelas mãos de alguns arquitetos, a Catedral de Chartres surpreende por manter um estilo coerente, mesmo com partes construídas em períodos distintos.

A Catedral de Chartres é considerada oficialmente como a primeira catedral de estilo gótico do mundo.

O Labirinto da Catedral de Chartres

A Catedral de Chartres possui um detalhe que merece a sua atenção: o labirinto. Não é algo exclusivo dela, mas nesse caso é muito especial pela data em que foi feito e por estar ali sem nunca ter sido reconstruído desde o século XII.

O labirinto circular, pintado no chão da Catedral, pode ser visto por completo apenas em alguns dias do ano – na maior parte do ano as cadeiras da catedral escondem parte do labirinto.

São cerca de 260 metros que, independe do caminho que você siga, sempre vão te levar ao centro.

Labirinto, Catedral de Chartres, França
Labirinto Catedral de Chartres | Foto: gettyimages

 

Seu simbolismo é claro: independente do caminho que você siga, todos te levarão a Deus. Muitas vezes você vai estar quase chegando no centro do labirinto e ele faz uma curva que te leva para a parte mais afastada do centro. Sua caminhada continua… até que, quando você menos espera, chega ao centro.

Os Vitrais da Catedral de Chartres

Não existe dúvidas de que os vitrais fazem parte dos tesouros mais precisos da Catedral de Chartres. Ao todo são 172 vitrais que totalizam 2.600 metros quadrados e mais de 5.000 personagens pintados – é simplesmente a coleção de vitrais mais rica da Europa, tanto em beleza quanto em idade.

Vitrais Catedral de Chartres, França

Produzidos pelos chamados mestres dos vitrais, essas peças são lindas obras que nos fazem viajar pelos séculos XII e XIII.

No decorrer da sua visita você vai perceber que as tonalidades de alguns vitrais se diferem de outros. O vitrais mais recentes nunca se conseguiram chegar nas profundas cores obtidas no século XII – vale ressaltar que os vitrais do século XII são como uma versão ilustrada da Bíblia e da vida dos santos.

Vitrais Catedral de Chartres, França

O azul que os mestres dos vitrais conseguiram atingir no século XII ficou tão famoso que passou a ser chamado de Chartres Blue o Azul Chartres. Durante a sua visita não deixe de reparar no vitral “Notre-Dame de la Belle Verrière” – esse é o azul que atrai pessoas do mundo inteiro.

Notre-Dame de la Belle Verrière
Vitral: Notre-Dame de la Belle Verrière, Chartres

Chega a ser difícil de acreditar, mas todos os vitrais já foram retirados da Catedral para serem protegidos durante a guerra e remontados mais tarde – um quebra cabeça pra ninguém botar defeito.

Visita noturna à Cripta da Catedral de Chartres

Ver a arquitetura da Catedral de Chartres, os vitrais, a relíquia sagrada e todos os lindos detalhes que essa construção apresenta é algo muito especial, mas, nada foi tão marcante quanto a visita noturna que eu tive a oportunidade de fazer.

Catedral de Chartres, França

 

Tente imaginar algo que me arrepia apenas de lembrar… Mesmo eu não sendo muito religioso, essa visita realmente mexeu comigo e eu preciso compartilhar com você:

Imagine um homem que é completamente apaixonado por essa Catedral…. um homem que é praticamente o guardião da Catedral de Chartres. Um homem alto, com um tom sério, misterioso e que vai te fazer viajar no tempo e descobrir os mais profundos segredos desse lugar.

A visita noturna é guiada por ele e não começa pela Catedral, mas sim pela cripta… pela escuridão dos caminhos no subterrâneos da igreja. As luzes permanecem todas apagadas e cada um recebe uma vela para iluminar seu caminho.

O homem pede para que todos fechem os olhos e se imaginem como peregrinos do século XII. Durante a caminha pela cripta uma voz forte canta e inunda o ambiente. Era como se tivéssemos realmente voltado no tempo.

No decorrer do passeio ele vai nos contando histórias e segredos sobre tudo que já se passou por ali.

Não vou estragar as surpresas do passeio com mais spoilers. Só posso dizer que essa visita noturna foi uma experiência inesquecível e com um final majestoso.

Se você realizar a visita durante o período do Chartres en Lumières, prepare-se, quando sair da cripta e entrar na Catedral seus olhos vão encher de lágrimas… Os vitrais, que já são lindos durante o dia, vão ganhar vida durante a noite.

Aproveite para depois do tour fazer um passeio e explorar as luzes da cidade – logo eu conto mais sobre o espetáculo que é Chartres en Lumières.

Como fazer a visita noturna à Catedral de Chartres

Infelizmente esse não é um passeio tão fácil de fazer sozinho. Por ser um passeio guiado, ele é mais voltado para grupos. Eu estava com um grupo de blogueiros e jornalistas, por isso consegui fazer a visita.

De qualquer forma existem duas opções pra você: uma é procurar o escritório de turismo de Chartres. Vale a pena passar por lá até pra ver como a arquitetura dele é diferente e bacana.

O escritório de turismo de Chartres se chama Maison du Saumon, localizado no endereço: 8 rue de la Poissonnerie.

Outra opção é entrar em contato com a Catedral através do link a seguir. Envie uma mensagem informando qual noite você estará na cidade e se esse tour está disponível.

 Entre em contato com a Catedral de Chartres

* Os valor do tour vai depender do número de pessoas, por isso é interessante entrar em contato com eles. O tour leva cerca de uma hora e começa por volta das 22h30.

Informações sobre a visita a Catedral de Chartres

Você não paga nada para visitar a Catedral de Chartres durante o dia.

Horários: a catedral abre diariamente das 8h30 às 19h30.

Como eu comentei, é importante ficar de olho no calendário para evitar surpresas com feriados ou datas comemorativas.

Audioguia: estão disponíveis, porém não em português. Você encontra em francês, inglês, alemão, italiano e espanhol.

As opções variam de 25 min, por 3,20 €, 45 min, por 4,20 € e um de 70 minutos, por 6,20 €.

Hospedagem em Chartres

Enfim, não se esqueça de buscar sua hospedagem em Chartres em um dos links do Booking aqui do blog. Você vai encontrar as melhores opções de hotéis na cidade com os melhores preços. Fazendo sua reserva no Booking você contribui com o blog e não gasta nada a mais com isso

Veja aqui as melhores opções de hospedagem em Chartres.

Espero que você tenha gostado de conhecer um pouquinho mais da Catedral de Chartres comigo. O post ficou maior do que eu imaginava e não consegui comentar sobre tudo que esperava. Tenho certeza que você vai se surpreender quando fizer a visita pessoalmente. Se já fez a visita, comenta aqui no post o que achou. Au revoirrrr

Essa viagem foi um convite da AirFrance, Atout-France e B4TComm.Voe Air France!Faça sua reserva com o Booking!

About The Author

Robson Franzói é um curitibano de 27 anos, formado em design e obcecado por descobrir coisas novas. Em 2012 decidiu correr atrás dos seus sonhos e no seu primeiro mochilão descobriu sua grande paixão: viajar! Amante também da fotografia, o garoto criou esse blog para compartilhar suas histórias, aventuras e clicks pelo mundo. Suas fotos já estão ficando conhecidas, aproveite e acompanhe o Instragram @blogumviajante

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *