Hotel em Nova York: conheça o The Roosevelt Hotel

Localizado no coração de Manhattan, o The Roosevelt Hotel possui uma atmosfera única e é considerado um ícone em Nova York. Inaugurado em setembro de 1924 e permanecendo com o mesmo estilo até hoje, o hotel nos proporciona uma viagem para a incrível década de 20.

A convite da CVC Viagens, eu pude visitar Nova York pela primeira vez. E, por ser uma cidade mundialmente conhecida, eu logo pensei em dezenas de lugares para visitar – o que eu não fazia ideia é que o hotel que me receberia seria também uma das atrações.

The Roosevelt Hotel, Nova York

Curioso que sou, logo depois de saber que ficaria no The Roosevelt Hotel, eu fui pesquisar um pouco sobre sua história. A pesquisa, para minha felicidade, me trouxe curiosidades e informações bastante interessantes sobre o hotel – o que me fez ficar ainda mais animado com minha primeira viagem para Nova York.

Um pouco da história do The Roosevelt Hotel

O The Roosevelt Hotel foi inagurado no dia 22 de setembro de 1924 e recebeu esse nome em honra ao Presidente Theodore Roosevelt.

Ao longo dos últimos 90 anos, o hotel permaneceu fechado apenas entre 1995 e 1997, quando passou uma extensa renovação – onde foram investidos 65 milhões de dólares.

Com incríveis 1.015 quartos, o hotel, que já serviu de residência para o governador de Nova York, tem se consagrado como um ícone da cidade, feito parte de grandes momentos históricos da América.

Era lá que a orquestra do maestro Guy Lombardo se apresentava e tocava a tradicional canção Auld Lang Syne  transmitida nas celebrações do Ano Novo na América do Norte.

Talvez, apenas pelo nome da canção, você não tenha recordado da música, por isso te convido à ouvir um trecho e entrar no clima da incrível atmosfera do Hotel Roosevelt.

Um hotel de cinema em Nova York

Não tenho como falar desse hotel sem mencionar que ele já foi cenário de vários filmes, entre eles: Wall Street, Homens de Preto 3, O Ditador, Encontro de Amor, Quiz Show, À Beira do Abismo e 1408.

Este último, 1408, é um filme de terror estrelado por Samuel L. Jackson e John Cusack. No filme, o personagem principal busca por fenômenos paranormais e se hospedada no quarto 1408 do Dolphin Hotel, onde já teriam ocorrido 56 mortes. O Dolphin Hotel é na verdade o Roosevelt, mas, claro, toda essa história é ficção.

Eu quis destacar esse filme pois, por uma divertida coincidência, eu fiquei no décimo quarto andar e, claro, não poderia deixar de fotografar a porta do ‘assustador’ quarto 1408.

* * * *

Agora, pra você que realmente quer ver um pouco mais do hotel no mundo do cinema, dá uma olhada no trailer do filme À Beira do Abismo. Nesse thriller, um ex-policial decide se matar pulando do alto de prédio de Nova York… já imagina que prédio é esse né? O suspense é daqueles que prendem a sua atenção e até te fazem prender a respiração em algumas cenas… confere aqui:

Como é se hospedar no The Roosevelt Hotel

Agora que já contei um pouco da história do hotel e até das suas participações no cinema, vou te dizer como foi minha estadia por lá. E, para facilitar, vou comentar cada detalhe individualmente… vamos lá:

Localização

A localização é um ponto super positivo do The Roosevelt Hotel. Ele fica ao lado da Grand Central Station, onde você tem acesso às principais linhas de metrô da cidade.

Bem pertinho também estão o Bryant Park e a Biblioteca Pública de Nova York.

The Roosevelt Hotel, Nova York
Fotos oficiais do Roosevelt

Eu consegui fazer a maioria das atrações a pé: Central Park, 5th Avenue, Empire States, Rockefeller Center, Times Square e toda essa região.

Caminhando um pouquinho mais você consegue chegar na entrada do High Line, pela 30th St – um parque que merece estar no seu roteiro.

Só peguei transporte público mesmo para ir visitar o prédio do seriado Friends e para a região do One World Trade Center.

Atendimento

A equipe do The Roosevelt Hotel foi extremamente atenciosa e cordial comigo. Não tenho do que reclamar nesse quesito

Conforto

Meu quarto era incrível! Assim como todas as áreas que visitei do hotel.

The Roosevelt Hotel, Nova York

A cama era bem grande e super confortável. O carpe do quarto era daqueles bem fofos, que você anda descalço e parece que está pisando nas nuvens, sabe!? Simplesmente amei!

Limpeza

Outro ponto impecável, tanto no quarto, banheiro e nas outras áreas do hotel.

Serviços

O hotel dispões de várias facilidades pra você, tais como: bar, restaurante, lavanderia, loja de presentes, academia e até salão de beleza.

Existe também uma salinha com computadores para os hóspedes, mas a internet é paga. Esse é o ponto mais chatinho.. você não tem wi-fi free no hotel.

Mas, pelo que eu pude ver, isso é meio comum em Nova York.

Eu não recomendo pagar pega internet do hotel, o melhor e mais barato é você comprar um chip de dados.

Conclusões gerais

Foi uma delícia ficar no The Roosevelt na minha primeira viagem para Nova York. O hotel é lindo… um luxo para quem procura por algo clássico e confortável em Nova York.

The Roosevelt Hotel, Nova York
Hall do Roosevelt decorada para o Natal.. lindo!

Se hospedar no Roosevelt é como fazer uma viagem no tempo.

Se você procura algo nesse estilo, para ter uma experiência como a minha, o The Roosevelt pode ser uma ótima opção.

Valores

Eu fiquei no The Roosevelt à convite da CVC Viagens, mas, olhando as tarifas no site oficial, eu vi que elas sofrem bastante alteração de acordo com a época e antecedência da sua reserva. Por conta disso vale a pena pesquisar e se programar com antecedência.

P.s.: Por conta da empolgação de visitar a cidade eu não tirei tantas fotos do hotel, mas acho deu para você ter um gostinho com esse post

Informações gerais

Endereço: 45 East 45th Street & Madison Avenue
Telefone: 212-661-9600
Email: reservations@rooseveltnyc.com
Site oficial: theroosevelthotel.com

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

6 Comments

  1. Julia

    Ô meu querido! Em primeiro lugar, queria parabeniza-lo pelo blog, e em seguida, fazer um pedido! 😁 Vou fazer um mochilão (se Deus quiser) pela Europa e estou perdidassa na hora de arrumar a mala! Da umas dicas pela sua vasta experiência.. (se ja tiver um post do tipo me desculpe, mas eu não consegui encontrar)

    Reply
    1. Robson Franzói

      Ô Ju, tudo bom minha querida!! rsrsrs Vai fazer um mochilão então.. que legal!! Realmente estou devendo um post sobre isso.. vou colocar na lista.

      Assim, o que você tem que considerar, pra começo de conversa, é a época da viagem. Para saber se leva roupas de frio ou de calor.

      Outra sugestão que eu te dou é sobre a quantidade de dias e lavar a roupa. Por exemplo…. Quando eu faço uma viagem de 4 semanas, 1 mês, eu leve roupa para apenas 1 semana. Aí vou lavando elas nos hotéis/hostels.

      Isso me ajuda muita. Agora, parece engraçado, mas se eu for fazer uma viagem de 1 semana… eu levo roupa para 1 semana mesmo. O que faz, proporcionalmente, eu levar muuuuuita roupa pra uma viagem curta e pouca roupa pra uma viagem longa.

      Lembre de levar alguns remédinhos básicos, que pode ser mais difícil de comprar lá fora…

      Bom.. são dicas básicas.. vou preparar o post

      Se tiver qualquer outra dúvida me dá um grito aqui

      Reply
  2. Marcia M Augusto

    Robson quando foi que vc se hospedou no Rooselvet? Faz tempo. Fiquei nele uma 4 vezes, da última faz uns 12 anos. Andei contando ele com meu esposo. Mas… vi umas avaliações tão ruins no Trip Advisor que fiquei meio desanimada. Pessoas reclamando da recepção, dizendo que o Hotel está decadente. E assim fiquei bem confusa. Nos seus comentários vc só elogia. Até parece 2 hotéis completamente diferentes. Tb sou de Curitiba. Agradeço se puder me responder.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Marcia, tudo bom? Então, fiquei no final de 2015. Assim, eu nunca considero 100% das avaliações… acho que avaliar é muito bom, mas tem gente que gosta de procurar cabelo em ovo. Acredite, já vi gente reclamando de pó dentro do armário da pia do banheiro (não que seja algo bom ter pó ali, mas falar mal ou deixar de me hospedar em um lugar por conta dia??)

      Tem que pesar muito bem as avaliações, principalmente se não é algo que fui ruim para uma tal pessoa… ou se ela não fez um drama muito grande por pouca coisa.

      Eu achei a localização do Roosevelt ótima, como você já sabe… no mais a estrutra dele estava incrível pra mim. Foi tudo ótimo! Como eu gosto de sempre buscar e conhecer novas opções, eu tentaria ficar em outro hotel em um próxima viagem… mas, se aparecer uma boa oportunidade no Roosevelt, eu ficaria lá com certeza!

      Se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito aqui. Grande abraço!!

      Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Angélica, tudo bom? Então, eu não vi nada sobre essa taxa… mas não tinha internet, sempre era cobrada a parte.

      Se tiver qualquer outra dúvida me dá um grito aqui

      Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *