Visitando o Wat Doi Suthep, o Templo da Montanha de Chiang Mai

Chiang Mai é a segunda maior cidade da Tailândia e conta com mais de 300 templos. O Wat Phra That Doi Suthep é um deles e talvez um dos mais lindos do país, construído no alto de uma montanha.

Também conhecido como Wat Phratat Doi Suthep, ou simplesmente Doi Suthep, este é um dos templos mais sagrados do norte da Tailândia é praticamente uma parada obrigatória para quem está passando por Chiang Mai.

Um pouco da história

Esse templo começou a ser construído em 1386, a pedido do Rei Kuena, e levou alguns anos para ser finalizado.

Por estar localizado no alto de uma montanha, a construção não foi fácil…. Os trabalhadores precisavam carregar seus suprimentos por dentro da mata.

No decorrer dos séculos o templo foi sendo ampliado e ganhando mais decorações e adornos.

Os trabalhadores abriram uma estrada em meio a mata para chegar ao templo – por muitos anos ela era o único acesso.

Somente em 1935, as comunidades de toda a região de Chiang Mai se uniram para asfaltar a estrada – e é por ela que chegamos lá hoje.

A lendas sobre a origem do templo

Se o acesso ao topo da montanha era tão difícil, você deve se perguntar o porque do Rei ter escolhido esse lugar para construir o tempo…. pois bem, existe uma lenta que explica isso…

Diz lenda que o Rei possuía uma relíquia de Buda e precisava encontrar um local sagrado para guarda-lá. Sem conseguir decidir por um lugar, o Rei então prendeu sua relíquia em um elefante branco e esperou para ver onde o animal iria levá-la.

O elefante subiu a montanha, se ajoelhou lá no alto e depois morreu. O templo foi construído nesse exato lugar – pelo menos é o que diz a lenda.

Visitando o Wat Doi Suthep

Logo ao chegar na entrada do templo você vai se deparar uma uma escadaria incrível!! São 300 degraus por um caminho em meio a mata.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Como você já deve estar se acostumando, tudo na Tailândia tem algum significado. Cercando essa escadaria existe a figura de uma serpente, chamada Naga, toda feita em mosaicos. Dizem que essa serpente protegeu Buda em uma tempestade – por isso a figura dela está presente na entrada de muitos templos.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Ao chegar lá no alto se prepare, você vai ficar de boca aberta!! O templo é muito bonito… cheio de enfeites e adornos dourados…

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Preciso comentar que para andar em algumas partes desse templo é necessário tirar os calçados. O problema é que o sol estava a pino e o chão pelando – eu passei correndo em várias partes para não fritar o pé.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Eu fiquei realmente de boca aberta nesse templo… ele tem várias áreas diferentes – que eu imagino que foram criadas ao longo dos séculos, completando o templo original.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Não dá pra não ficar chocado com tamanha beleza!! E sim, acredite, tudo que é dourado e brilha por ali é ouro – incluindo esse telhado maravilho.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Você vai ver que existem alguns sinos por lá… eles são tocados para trazer boa sorte. Repare também que existem centenas de imagens de Buda – cada uma com uma expressão e pose diferente. Algumas são cravejadas de pedras brilhas e muito ricas em detalhes – é incrível!

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

No dia que eu fiz a visita, os monges estavam coletando doações para fazer um novo telhado de uma das partes do templo. Você podia doar o quanto quisesse e aí poderia assinar seu nome em uma das telhas, deixando esse momento registrado para sempre…

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Eu realmente fiquei apaixonado por esse templo. Ele não é tão grande como os templos de Bangkok, mas cada uma de suas áreas parece represente uma época diferente.

Conforme fui fazendo a visita eu descobria áreas novas…. alguns pátios me trouxeram muita tranquilidade.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Aproveitei para meditar um pouco por lá e receber a benção de um dos monges que estava por ali. Foi incrivelmente emocionante…

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Depois de fazer a visita eu visitei uma feirinha que existe lá na base do templo, logo após descer as escadarias.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia

Pra variar eu comprei um suco com várias frutas misturadas – uma delícia!! Sem dúvidas foi um passeio que valeu a pena.

Como chegar no Wat Doi Suthep

O transporte em Chiang Mai, como eu já falei em outros posts, não é muito complicado…

Os tuk-tuks coletivos, que são na verdade uns carrinhos vermelhos, fazem o transporte de ida e volta ao templo. Normalmente o local que você pega o coletivo para ir, é onde o motorista vai te deixar na volta.

Templo Doi Suthep em Chiang Mai, Tailândia
No transporte coletivo e chegando no templo, antes da escadaria principal…

Eu peguei bem na frente do meu hostel – super fácil. Como é um transporte coletivo, eu fiquei uns 10 minutos esperando chegar mais gente para completar a “lotação”. O motorista avisou que o valor da viagem seria 120 bahts se fosse-mos em 6 pessoas e poderia ficar 100 bahts para cada um caso completasse 10 pessoas. Infelizmente não chegou mais ninguém e pagamos o valor mais alto.

Informações gerais sobre o Wat Doi Suthep

Para entrar no templo você precisa pagar 30 bahts – super barato, menos de 3 reais.

Caso você não queira encarar os 300 degraus, existe um funicular que custa 20 bahts – só acho necessário caso você tenha alguma dificuldade de locomoção.

O templo é afastado do centro da cidade – quase uma hora eu acredito.. mas vale a viagem!

Somando o tempo de ida e volta com o templo que você vai ficar lá dentro, é legal deixar umas 4 horas reservadas para esse passeio.

Não posso deixar de avisar que a estrada que sobe boa parte da montanha é em zig zag acredite, são muitas curvas!! Eu sou meio fraco pra isso e quase fiquei enjoado no caminho… tive que respirar fundo e me concentrar para não passar mal – talvez um remedinho para enjoo caia bem nesse passeio.

 

* * * *

Bom, é isso… espero que você tenha curtido conhecer um pouco mais da Tailândia aqui comigo… Se tiver dúvidas ou dicas é só deixar um comentário por aqui…

Lembrando que as melhores opções de hotéis e hostels em Chiang Mai você encontra no Booking. E não se esqueça de fazer o seu Seguro Viagem para ir para o Sudeste Asiático – leitores do blog tem 15% de desconto, pegue aqui o seu cupomSawasdee Kraaaap!!!

Booking! Faça sua reserva!
Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

12 Comentários

  1. Antonio

    Olá Robson!

    Vou chegar a Chang Mai as 12h. Tenho um dia e meio lá, acha que da para ir do aeroporto direto p/ templo e no dia seguinte passar com os elefantes?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Grande Antonio!! Então, acho que é melhor você chegar e deixar suas malas no hotel… aí vai lá visitar o templo, acredito que dá tempo sim!

      No segundo dia você faz o Patara, que é incrível!! O passeio do Patara termina no final do dia… tem que ver sua programação para ir embora de Chiang Mai, para dar tempo certinho.

      Se precisar de qualquer coisa é só dar um grito aqui!! Grande abraço!!

      Reply
  2. Nilma

    Cara, to adorando sua pag. Informacoes super uteis como valores, tempo gasto nos passeis, transporte, hospedagem…..PARABENS E OBRIGADA!

    Reply
  3. Julyanna

    Oi robson! Acabei de chegar da Tailândia e suas dicas são ótimas mesmo! Obrigada! Não lembro se vc que pediu a mensagem 16 do templo da montanha ! Daquelas plaquinhas que a gente vai mexendo até cair o número e tal! Bom na hora lembrei e tirei foto da mensagem ! Se quiser posso te mandar!

    Reply
  4. Maysa

    Olá Robson.. esses coletivos que levam ao Wat Phra That Doi Suthep, saem de vários locais da cidade? Você visitou também oWat Phra Singh?

    Reply
  5. Janine

    Parabéns Robson, pela riqueza de detalhes da sua descrição do Templo Wat Doi Suthep e pelas fotos.
    Estamos em Chiang Mai e visitamos o Templo ontem, antes de ler seu post e, apraz-me cumprimentá-lo pela fidelidade nas impressões. Abraços e votos que continue viajando e informando.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Janine, tudo bom? Muuuito obrigado por sua mensagem…. que legal saber que você está viajante e lembrou de mim e deixou essa mensagem. Fico muito feliz com esse reconhecimento, de verdade. É o que me estimula a sempre continuar contando aqui as minhas aventuras!

      Aproveite muuuuito sua viagem…. tenho certeza que está incrível!!

      Grande abraço!!

      Reply
  6. Tatiane

    Oi Robson! Seus posts sobre a Tailândia estão me ajudando demaaais a montar o meu roteiro. Parabéns pelo trabalho aqui no blog. Sua forma de contar sobre a viagem e todos os detalhes que passa fazem a diferença.
    Agora a dúvida: Você visitou Wat Doi pela manhã? Fez o que depois? Estou com dificuldade para montar esse dia. Rola Wat Doi e Tiger Kingdom no mesmo dia, e a noite só sair para comer alguma coisa e descansar?? Vai ajudar muito se você puder esclarecer.
    Um beijo

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Tati!! Tudo bom? Ahhh que bom saber que o blog está ajudando no seu planejamento… fico muito feliz, de verdade! Mil desculpas pela demora em responder, estou com um número grande de comentários acumulados…

      Então, vamos lá… Dá pra visiatar o Wat Doi só pela manhã sim e fazer algum outro passeio no restante do dia. O Tiger Kingdom é uma opção, apesar que eu não gostei muito do passeio… saí de lá meio pra baixo, pois achei o espaço muito pequeno para os tigres. A noite você pode ir no Night Bazaar passear, que é bem legal!!!

      Se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito

      Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *