Campo de Concentração de Dachau

Viajar, descobrir o mundo, conhecer novas culturas, pessoas e histórias. Acredito que viajar abre novos horizontes em nossa vida. Mas acredito também que não podemos fechar os olhos para o que existe no passado. Foi com um pensamento assim que eu decidi visitar o Campo de Concentração de Dachau, perto de Munique, na Alemanha.

Campo de Concentração de Dachau

{module Bloco Google|none}

Desde o começo eu sabia que não seria uma visita agradável. Alguns amigos tinham comentado como era pesado o clima em um lugar como esse. Quando fui à Munique pela primeira vez já tinha ouvido falar em Dachau, mas a visita teve de ser adiada. Já na segunda vez eu não deixei passar. Foi uma visita necessária e que me fez refletir sobre o mundo, sobre o que o homem já foi capaz de fazer e sobre para onde estamos caminhando.

Um pouco sobre a história de Dachau

Foi em 1933 que os nazistas criaram o primeiro campo de concentração: Dachau. Construído nas dependências de uma fábrica abandonada de munição.

No primeiro ano Dachau recebeu cerca de 4.800 prisioneiros, dentre eles comunistas, social-democratas, sindicalistas e grupos adversários políticos do regime nazista. Com o tempo, grupos como testemunhas de Jeová, ciganos e homossexuais também foram levados para lá.

Os próprios prisioneiros, em condições terríveis, foram obrigados a derrubar as instalações da fábrica e a edificar o campo de concentração. O número de Judeus em Dachau cresceu consideravelmente. Após a conhecida Noite dos Cristais, onde sinagogas foram completamente destruídas durante a noite, mais de 10.000 judeus homens foram encarcerados em Dachau.

Dachau foi o campo de concentração modelo para a construção de outros campos. Ali também foi um centro de treinamento para os guardas nazistas.

Em 29 de abril de 1945, as forças norte-americanas libertaram Dachau. Os americanos encontraram pelo menos 30 vagões lotados de corpos em estado de decomposição.

O número de prisioneiros em Dachau, entre 1933 e 1945, ultrapassou 188.000. Sabe-se que o número de mortos no campo foi de pelo menos 28.000, mas, provavelmente, nunca se saberá ao certo a quantidade total de vítimas de Dachau.

Visitando o Campo de Concentração de Dachau

Na visita ao campo podemos ver as dependências onde os prisioneiros eram mantidos, os banheiros, a prisão, as celas, o crematório e também a câmara de gás. Segundo consta, a câmera de gás de Dachau não chegou a ser usada. Confesso que a visita pesou mais do que eu tinha imaginado. O lugar parece ter um silêncio ensurdecedor.

A entrada no campo é gratuita. Aconselho alugar o audio guia, disponível em português, na entrada complexo.

Para chegar ao campo de concentração, saindo de Munique, pegue o metrô S-Bahn S2, sentido Petershausen, e desça em Dachau. Como o mesmo ticket do metrô você vai pegar um ônibus em frente a estação de metrô que vai te levar até a entrada do campo.

Fotos… quando o silêncio das imagens fala mais alto…

Nos portões do campo de Dacha: "O trabalho liberta"

Entrada da Prisão, Dachau

Desconto Seguro Viagem

Corredor da Prisão, Dachau

Uma das celas de Dachau

Campo de Concentração de Dachau

Escultura em homenagem aos mortos, Dachau

Never Again, Dachau

Campo de Concentração de Dachau

Campo de Concentração de Dachau

Camas onde dormiam os prisioneiros, Dachau

Camas onde dormiam os prisioneiros, Dachau

Camas onde dormiam os prisioneiros, Dachau

Banheiro dos prisioneiros, Dachau

Como era... Dachau

Como está... Dachau

Número referente ao pavilhão dos prisioneiros

Capela... Dachau

Capela, Dachau

Campo de Concentração de Dachau

Campo de Concentração de Dachau

Campo de Concentração de Dachau

Vai viajar para a Alemanha? Encontre as melhores opções de hospedagem e preços no booking!

Vale de lembrar que ao reservar pelo booking, você garante sua hospedagem com total segurança e ainda ajuda o blog, pois recebemos uma pequena comissão. Qualquer dúvida não deixe de perguntar aqui nos comentários. Abraço!

Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

38 Comentários

  1. Robson

    É verdade sim Polliana… não é uma visita fácil, mas é necessária, para ver tudo que o homem já foi capaz de fazer.

    Obrigado por visitar o blog, continue acompanhando!!

    Reply
  2. Rafael Leick

    Campo de concentração é sempre clima pesado. Eu fui conhecer o Sachsenhausen, perto de Berlim, que serviu como “modelo de design estratégico” para outros campos.
    Foi punk, mas valeu pela história e por perceber que o mundo evoluiu um tanto (mas ainda falta um longo caminho, infelizmente).
    E vamo que vamo!

    Reply
  3. Robson

    É muito pesado mesmo Rafa… mesmo assim ainda tenho vontade de visitar Auschwitz, acho que faz parte da história e temos que dar uma olhada no passado…

    Reply
  4. Fernanda Scafi

    Tb visitei Dachau na 2a viagem a Munique (na 1a era inverno e não rolou, mas na 2a fiz questão de ir). Adoro história e querendo ou não os campos de concentração fazem parte dela então quando tiver a oportunidade de visitar outro, certeza que irei novamente…

    Reply
  5. Robson

    [quote name="Fernanda Scafi"]Tb visitei Dachau na 2a viagem a Munique (na 1a era inverno e não rolou, mas na 2a fiz questão de ir). Adoro história e querendo ou não os campos de concentração fazem parte dela então quando tiver a oportunidade de visitar outro, certeza que irei novamente…[/quote]

    Exatamente Fernanda…. acho que é uma parte da história que nunca pode ser esquecida, para que não se repita…

    Reply
  6. Daniele

    Estou indo para Munique mês que vem e estava em dúvida se deveria visitar Dachau ou não. Este post me convenceu. Li vários livros a respeito do nazismo e acho que vale à pena “reviver” essa parte tenebrosa do nosso passado, em memória de todos os que a vivenciaram.

    Aproveitando, parabéns pelo blog. Foi muito útil na montagem do meu roteiro. Seus comentários pessoais enriquecem qualquer pesquisa.

    Reply
    1. Robson

      Oi Dani, tudo bom? Muito obrigado por seu comentário.. que bom que o blog te ajudou na programação da sua viagem…. fico super feliz comentários assim!!

      Você vai adorar Munique, pelo menos é uma das minhas cidades favoritas!!

      O campo de Dachau é uma parte triste da história, mas que não pode ser esquecida… então acho que vale muito pela experiência..

      Faça uma ótima viagem e depois passa aqui pra contar como foi!!

      Reply
  7. Paulo Alexandre

    Olá, Robson!
    Parabéns pelo blog. Estou indo a Munique em outubro e as suas informações vão ajudar muito. Só gostaria de saber quanto tempo, aproximadamente, leva a visita desde a saída de Munique até o retorno. Essa informação servirá para a montagem do roteiro para o restante do dia.
    Grato desde já!
    Abraço.

    Reply
    1. Robson

      Oi Paulo, primeiro obrigado pelos elogios!! Fico feliz em saber que o blog está ajudando.

      Então… você pode fazer a visita em uma manhã… ou então em uma tarde…. acredito que em cerca de 3 horas, no máximo 4 você completa esse passeio…. pode ser até menos…. Eu sugiro fazer ele no começo do dia, assim você termina e tem o tempo livre para outros passeios.

      Aproveite bem a cidade, eu amo Munique!!

      Ahh, se ainda não fez suas reservas de hospedagem, vou deixar aqui o link do booking. Fazendo suas reservas pelo booking você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso

      http://www.booking.com/index.html?aid=375355

      Grande abraço!!

      Reply
      1. Paulo Alexandre

        Obrigado, Robson.
        Costumo reservar pelo booking.com…
        Só mais uma coisa. Irei a Munique partindo de Berlim. Acho que vou de ônibus. O que você a dizer sobre esse tipo de transporte na Alemanha e, se for o caso, especialmente esse trajeto???

        Reply
        1. Robson

          Ahh legal… então quando guarda esse link… quando for reservar usa ele… é uma ajuda bacana no blog

          Então.. eu indicaria esse trecho de trem, que são rápidos e confortáveis…. vale a pena comparar os valores…. Se a diferença valer a pena, ônibus é um solução legal pois as estradas na Alemanha são muito boas….. mas não deixe de cotar a passagem de trem..

          Grande abraço!!

          Reply
  8. Vinicius Nabuco

    Olá Robson,

    Belas fotos cara, parabéns.

    Estarei em Munique em Outubro, e visitar Dachau é um dos motivos para ir até lá, já que Auschwitz vai ficar meio longe.

    Você sabe me dizer se o Campo também fica aberto aos domingos?

    Abraço!

    Reply
  9. Ilda

    Boa tarde,
    parabéns pelas fotos, estão realmente fantásticas!

    Trata-se de um cenário tão tenebroso, que parece que realmente o campo é todo a preto e branco.

    Sobre o campo, estou em Munique, a planear a minha visita. Acaso visitas-te o cemitério ou o memorial que foi feito em honra da “Marcha da Morte”? Sabes dizer-me se fica perto do campo?

    Abraços

    Reply
  10. Thiago

    Prezados,
    Gostei da dica do passeio porém não tenho fluência em outro idioma por isso gostaria que vocês falassem um pouco mais sobre o áudio em português que é disponibilizado. Como funciona? Fico com receio de ir e a experiência não ser proveitosa.

    Quem puder me ajudar agradeço por adoraria ir para conhecer.

    Obrigado
    Thiago

    Reply
  11. Claudia

    Olá Robson,
    Visitei Dachau em 2012 e fiquei impressionada com tudo que vi por lá, só mesmo visitando para sentir o clima sombrio e triste do que aconteceu naquele local. Muito bom o seu post.

    Reply
    1. Robson Franzói

      É verdade Clau.. só visitando para saber como é… bem triste, mas faz parte da história.

      Obrigado pela mensagem!!

      Reply
  12. Juliana

    Estive la também, é um ambiente pesado e muito triste, porém é uma historia e tanto! Tenho tbm lindas fotos. Até mais!

    Reply
  13. Prycila Patricio

    No mês de maio/15 vou passar uns dias em Berlim e estava pesquisando sobre visitas em campos de concentração nazista e encontrei seu blog. Fiquei mais curiosa ainda em visitar um, lindas fotos. Já me disseram que uma visita dessas é muito emocionante e que eu deveria me preparar pra chorar muito! Gostei muito do blog.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Pry… sim, isso mesmo… A visita é triste, tem um clima pesado… mas enfim, faz parte da história. Que bom que gostou do blog!! Continue acompanhando

      Reply
  14. diniz

    Oi, Robson…tudo bem?
    A coisa de um mês, fui conhecer o Campo de Concentração de Dachau! como vc disse, é um lugar pra se meditar muito. A gente fica imaginando as barbaridades que aconteceram ali…é difícil de acreditar, mas está tudo ali, diante dos nossos olhos. Fiquei muito impressionado também com o silêncio…só se ouvia o barulho do vento! e olha que tinha muita gente lá, de várias partes do mundo. Eu fiquei muito tempo dentro do Museu, logo na entrada, e fotografei quase tudo por lá. Consegui ir até onde ficam os dois alojamentos, mas como já estava muito cansado, não deu pra ir até onde ficam a câmara de gás e os fornos, pois o campo é enorme! até pensei em voltar no outro dia, mas não deu. Vale a pena conhecer. abraços…

    Reply
    1. Robson Franzói

      É Diniz, é isso mesmo… um lugar para refletir…. Nunca podemos esquecer do que já aconteceu no mundo, para que nunca se repita.

      Muito obrigado pela mensagem aqui no blog, grande abraço!

      Reply
  15. Jansser

    Opa blz brow? bom meus planos seria ir até auschwitz, mas como meu tempo não é muito, e vou sair de frankfurt, decidir ir para dachau msm, que por sinal é um campo bem interessante.. vc sabe me dizer quantas horas mais ou menos para conhecer o campo todo??
    valeu brow.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Fala Jansser, tudo bom? Olha, é legal você separa o período da manhã pra visitar o campo… Entre ida e volta do centro de Munique você pode contar 1 hora e mais umas 2 horas por lá… Então é legal separar entre 3 e 4 horas do dia por garantia.

      Qualquer outra dúvida é só dar um grito aqui

      Reply
  16. Priscilla

    Oi Robson. Eu tenho muita vontade de visitar os campos de concentração. Você sabe se existe programas de turismo voltado especificamente pra isso? Onde tenha um grupo pra ir junto que conheça e auxilie?
    Parabéns pelo blog.

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Pri, tudo bom? Você diz uma visita guiada nesse Campo, ou algum tipo de tour onde se possa visitar mais de um campo?

      Eu acredito que visita guiada tem sim, mas algo que passe por vários campos eu não sei te dizer…

      Se precisar de qualquer outra coisa é só dar um grito aqui!! Grande abraço!!

      Reply
  17. Cristina

    Gostaria de saber quanto tempo de “viagem” de Munique até Dachau e qual exatamente é o ônibus que deve ser pego?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Cris, tudo bom? Eu não lembro exatamente o nome do ônibus.. mas é bem sinalizado e sempre tem um numero considerável de pessoas indo pegar esse ônibus.

      Do centro de Munique até o campo de concentração eu acho que você vai levar 1h.. 1h30..

      Espero ter ajudado… Se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito aqui. Grande abraço!!

      Reply
  18. Mauricio Narimatsu

    Oi Robson. Visitei Dachau semana passada. É realmente muito triste, mas devemos conhecer a história para não repetirmos os mesmos erros do passado. Holocausto nunca mais!

    Reply
  19. Catarina

    olá , gostaria de saber se de 08 a 10 de Dezembro é boa altura para visitar Munique ? será muito frio e neve ? gosto das cidades na altura de natal, mas tenho receio …
    obrigado e parabens pelo Blogue
    Caty

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Catarina, tudo bom? Então, já vai estar friozinho nessa época sim… não é certo que tenha neve… o clima hoje em dia anda muito maluco e fora de órdem.

      Mas acho que você vai gostar dessa época… com certeza já vai ver muitas coisas de natal por lá. Aproveite as feirinhas, são lindas!!

      Se tiver qualquer outra dúvida me dá um grito aqui

      Reply
  20. Luciana

    Descobri a pouco o seu site e estou me deliciando.
    Essa postagem é triste, mas necessária, pois o mundo esquece rápido das atrocidades.

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *