Feriado, chuva e despedida da Alemanha

No meu último dia na Alemanha eu só tinha uma programação no meu roteiro: visitar o Deutsches Museum. O que eu não tinha levado em consideração na programação era que esse dia era feriado. Sexta-feira Santa!!! A Páscoa estava chegando e eu nem tinha percebido. Resultado: tudo em Munique estava fechado!!!

munique-despedida

Eu acordei um pouco mais tarde, pois a programação para o dia era tranqüila. Tive que fazer minhas malas e sair do quarto antas das 10h, regra padrão em todos os hostels. Entreguei a chave do quarto e guardei a mala no deposito de bagagem. Lá fora a chuva caia forte e sem dar trégua. Perguntei na recepção sobre o museu que eu queria visitar, na esperança que estivesse aberto, mas não dei sorte.

Fui tomar o master café da manhã pela última vez naquele hostel e depois passar o tempo no jardim de inverno. Se não fosse a chuva, uma visita ao English Garden seria uma excelente opção para um dia onde tudo estão fechado. Mas com aquele tempo, sair do hostel seria um grande empenho.

Passei a manhã toda ali, navegando na internet e atualizando o facebook sem sucesso!! Ainda era madrugada no Brasil e também era feriado, ou seja, feed de notícias totalmente parado.

Na hora do almoço a chuva diminuiu e eu decidi sair pra procurar algo pra comer. Fui andando pelo cantinho da rua pois ainda não tinha comprado meu guarda-chuva. Andei em direção a praça principal mas não tinha absolutamente nada aberto. E aqueles caras que vendem guarda-chuva, que existem em todos os lugares do mundo, não estavam por lá.

Voltei na direção do hostel e entrei na estação de trem. Finalmente achei um lugar pra comer. Dentro da estação existe uma praça de alimentação com várias opções. Escolhi PIZZA!!! Não estava com disposição para tentar comer alguma coisa diferente.

Sentei um uma mesinha ao lado do restaurante e de repente vejo um casal conversando na mesa da frente e eu estava entendendo o que eles estavam falando. Ahh é??? Aprendi Alemão de uma hora pra outra então?? Não, não.. Eles eram brasileiros. Finalmente encontrei brasileiros naquela cidade.

Puxei papo com eles. Era um casal de cariocas super simpáticos!!! Conversamos bastante. Contei sobre a minha viagem, estar sozinho e ser a primeira. Eles ficaram impressionados. Eles também estavam fazendo uma viagem grande pela Europa, mas alugaram um carro. Conversamos sobre as diferenças entre o Brasil e a Europa e como sempre ficamos um pouco decepcionados com o resultado da comparação. Conversamos sobre Paris e a mulher me contou que ela era formada em francês. Estudou línguas em francês, fez traduções em francês e mais um monte de coisas envolvendo a língua francesa. E quando chegou na França e foi falar em francês, todos respondiam pra ela em inglês. Ela disse que ficou muito de cara e perguntou se o francês dela não era bom? Porque eles não falavam em francês com ela. Eles responderam que o francês dela era muito bom!! Mas eles viam que ela não era dali e optavam pelo inglês. Ou seja, essa história que os franceses não falam inglês é um pouco conto da carochinha. Não estou falando que todos vão falar inglês com você, vai da sorte de cada um. Mas não é algo para se ter medo quando se vai pra lá, principalmente para Paris.

Terminamos nosso almoço, me despedi do casal e voltei para o hostel. Da pra acreditar que quando eu cheguei lá eu conheci mais um grupo de brasileiros. Tinham 3 caras que estavam viajando juntos, não lembro de onde eles eram. Conversamos só um pouco, depois eles foram pro quarto e eu fiquei conversando com um outro brasileiro. Assim o tempo passou mais rápido e logo estava na hora de ir para estação pegar meu trem noturno.

Sai do hostel uma hora antes do trem sair. Foi tempo mais que suficiente e ainda fiquei um tempo plantado na estação. Dessa vez já estava mais preparado para a noite que ia enfrentar. Mais uma vez minha cama era a mais alta das três. Mas nessa cabine cabiam seis pessoas. Logo depois que cheguei logo chegou o cara que ficou na cama mais alta do outro lado. Era um alemão, não tão grande como os que eu me acostumei a encontrar, muito simpático. Ficamos conversando um bom tempo. Depois chegou uma família de 3 pessoas. Eles estavam com as camas mais baixas e uma do meio. E começaram um piquenique no meio da cabine!!!! Já fiquei irritado, aquele cheiro de comida. Parecia que eu ia dormir na cozinha. Bommm, certas coisas temos que relevar. Por fim chegou o ultimo cara da cabine e logo uma mulher veio recolher meu passe e minha reserva.

Tomei um dramin para dormir bem e a noite passou bem rápida. Meu celular me acordou 5 minutos antes da mulher bater na porta para avisar que estamos chegando em Florença. Sim, finalmente cheguei no último país da minha trip: a bela, linda e não tão simpática Itália.

Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

2 Comentários

  1. Aline

    Boa noite Robson, descobri seu site há algumas semanas e confesso que estou devorando os posts…muito bom!!! Eu e meu marido faremos uma viagem para a Itália em março, ficaremos lá por entre 9-23/03/15. Já viajamos para a europa em um “tipo mochilão” , fomos à França, Espanha ( minha Barcelona amada), Holanda….em 2011 e com amigos, fui estudar em Barcelona e passear….foi demais!!!
    Dessa vez focamos na Itália..mas acho um “desperdício” estar ali e não aproveitar para se prolongar por algum país adjacente….tens uma sugestão? Vi que fostes de Munique a Florença, pesquisei e não encontrei o tempo de viagem … Ou achas que por ser pouco tempo focamos apenas na Itália mesmo…não pretendemos alugar carro desta vez, vamos nos locomover de trem, avião… Parabéns novamente e obrigada desde já!!!!!!

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Aline… que bom que está curtindo o blog. Então, eu acho que você pode fazer uma viagem incrível focando só na Itália… Já pesquisou sobre Cinque Terre? Veja as fotos no google.. o lugar é lindo!! Um roteiro passando pela Sicília também vale a pena…

      Já que quiser incluir lugares fora da Itália… quem sabe possa colocar Malta? Estou ouvindo falar muito bem e estou morrendo de vontade de conhecer. Ou então ir pra Alemanha… de Florença para Munique você vai em um trem noturno… cerca de 8 ou 9 horas de viagem.

      Espero ter ajudado.. obrigado pela mensagem!

      Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *