Descobrindo o Parque Güell e as belezas de Gaudí, em Barcelona

O Parque Güell foi o primeiro lugar que visitei ao chegar em Barcelona. Por estar localizado em uma área mais afastada da cidade, você precisará do transporte público para chegar lá. Eu optei por ir de metrô, o que me fez entrar no parque por uma entrada secundaria e terminar a visita pela entrada principal. No fim do post eu descrevo certinho como chegar ao parque.

Parque Güell

Por dentro da história

Antes de contar sobre a visita é legal falar um pouco sobre a história desse parque.

Sem dúvidas essa é uma grande obra de Gaudí – assim como a Sagrada Família. O que nem todo mundo sabe é que o Parque Güell foi uma obra fracassada do arquiteto – calma, deixa eu explicar melhor.

Inspirado em uma referência inglesa, a proposta ali era a construção de uma cidade-jardim. O parque na verdade seria um condomínio fechado, particular… feito para a burguesia da época.

Parque Güell - Barcelona

Gaudí usou sua inspiração na natureza e criou algo totalmente inovador e fora dos padrões, mas que não foi bem aceito na época e acabou por quase ser abandonado.

Como toda a estrutura estava pronta, o grande complexo criado por Gaudí foi então transformado em uma área de lazer aberta ao público – o que vamos combinar, é muito melhor!

Visitando o Parque Güell

A primeira coisa que você precisa saber ao visitar esse lugar é que ele é grande, bem grande! E eu achei a sinalização por lá bem confusa, além de ter caminhos e curvas para todos os lados.

Como eu falei no começo, eu entrei no parque por uma entrada secundária – então acabei fazendo uma visita em uma seqüência meio aleatória. Ahh, e eu não tinha um mapa do parque – caso você consiga um pode ser bem útil, eu me perdi lá dentro várias vezes.

O Calvário – Turó de lês treus Creus

Essa foi minha primeira parada no parque. É um dos pontos mais altos e que vai te proporcionar uma bela vista de Barcelona, além de boas fotos – se você conseguir espaços em meio aos turístas.

O Calvário - Turó de lês treus Creus

O dia que visitei o parque ele estava abarrotado de gente e para subir nesse Cálvario não foi fácil – tinha muuita gente. Eu subi, fiquei 1 minuto lá em cima e logo desci.

Viaduto das Jardineiras

Segui perambulando pelo parque e cheguei ao Viaduto das Jardineiras que achei lindo!

Viaduto das Jardineiras - Parque Güell
Viaduto das Jardineiras – Parque Güell

Esse lugar seria uma passagem para carruagens da época. A forma das colunas, o desenhos das pedras e a natureza em volta.. é realmente muito bonito.

Praça da Natureza

É sem dúvidas a principal e mais famosa área do Parque Güell. Esse enorme espaço foi projetado para ser o teatro a céu aberto do complexo.

Praça da Natureza e Sala Hipostila
Praça da Natureza e Sala Hipostila

É nessa praça que ficam aqueles famosos bancos coloridos, todos arredondados. Te garanto que conseguir um espaço para sentar ali não é fácil, tirar uma foto então?? Mais difícil ainda…

Sala Hipostila

Outro parque do parque de ficar de boca aberta é a Sala Hipostila. Localizada em baixo da Praça da Natureza, esse grande espaço é preenchido com 100 colunas que sustentam a praça.

Detalhe do teto da Sala Hipostila
Detalhe do teto da Sala Hipostila

A ideia de Gaudí era fazer ali o grande mercado do complexo. Acredite, você vai ficar de boca aberta. As colunas são todas desenhas e o teto é todo trabalhado em formas e cores… sério, é lindo!

A Escadaria principal

Logo a frente dessa praça fica a escadaria que na verdade é a entrada principal do parque. Entre as escadas existe uma fonte que exibe um dragão, ou talvez um lagarto.. confesso que não sei ao certo.

Escadaria principal - Parque Güell
Escadaria principal – Parque Güell

Esse é um daqueles lugares típicos para tirar foto… então sabe o que isso quer dizer? Muuuuuuita gente, mas muita gente por ali. Tente a sorte de conseguir um espaço e tire sua foto – ou faça como eu e compartilhe o espaço com outras pessoas posando

Casa Museu Gaudí

Por fim o parque também tem um museu dedicado a Gaudí. Na verdade é a casa onde ele viveu por alguns anos.

Casa Museu Gaudí
Casa Museu Gaudí

Posso confessar a verdade pra vocês?? Não achei que vale a visita!! A entrada no museu é paga (baratinho, ok.. 5 euros).. Mas gente, não tem nada de incrível ali. Se você for um grande estudioso de arquitetura ou um amante de Gaudí – ok, vá em frente! Agora, se você for leigo no assunto… pegue os 5 euros e tome um sorvete no parque que você vai ganhar mais #ficadica

Como chegar ao Parque Güell

Bom, como eu falei o parque fica em uma área mais distante da cidade. Você necessariamente vai precisar do transporte público para chegar lá. Então vamos ver as opções:

De metrô

Essa foi a opção que eu escolhi. Você deve pegar a Linha 3 – Verde e descer na Estação Lesseps. Depois precisa caminhar um pouco – basta seguir o fluxo das pessoas. Existe uma grande subida para chegar a entrada do parque, mas nas partes mais inclinadas existem escadas rolantes.. dá uma olhada na ladeira:

Subida para chegar ao Parque Güell
Subida para chegar ao Parque Güell

De ônibus

Você pode pegar as linhas 92 ou 112. O ideal é verificar se alguma delas passa perto do lugar que você está hospedado (veja na recepção).

O que já rolou de Barcelona no blog:

Visitando a Sagrada Família
Descubra a Rambla e o Mercado de La Boquería
Por dentro do Camp Nou, o estádio do Barça

Dica: hotéis baratos em Barcelona? Consulte a Rumbo.pt!

selo-b

Melhor Seguro Viagem InternacionalAluguel de Carros: Reserve agora!Booking.com

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

19 Comments

  1. Herica

    Olá Robson, percebi que vc foi pro Parque Guell antes de fazer o check in, lá tem guarda volumes onde de pra deixar nossas “tralhas de mochileiro”? Beijo

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Herica, tudo bom? Olhaaa… eu vou te dizer que não vi guarda volumes no Parque Guell não…. Eu fui antes do check-in sim, mas deixei minhas coisas num quartinho que o hostel oferece para essas situações… normalmente todo hostel/hotel tem um serviço como esse…. Então seria melhor você passar por lá antes e deixar suas coisas

      Qualquer outra dúvida é só dar um grito!!!

      Reply
  2. Aline

    Oi Robson,
    Vc acha interessante levar uma criança de 7 anos para um passeio como esse?
    Além disso iremo em Portugal e Itália…será que fica cnsativo pra criança?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Aline, tudo bom? Olha, não sou muuuuuito experiência com crianças… mas até tenho um noção… O parque é super tranquilo para ir com crianças sim, bem de boa…

      Vão ser 3 países no total… bom, não sei quantos dias são… mas já vi pessoas fazerem viagens bem longas com crianças, inclusive crianças menores… Então eu acho que rola…

      Claro que tudo depende de como é o seu pequeno… você vai ter que entrar no ritmo dele… Ficar sempre atenta e tudo mais que você já deve saber… Mas tem tudo para ser uma viagem incrível

      Precisando de qualquer outra dica é só dar um grito aqui

      Reply
      1. Aline Clarinda

        Obrigada mas já decidi que vou deixar ele pra próxima viagem hahaha
        O euro tá muito caro, vou levar só a filha mais velha q tem 16 anos.

        Reply
    1. Robson Franzói

      Oi May, tudo bom? Desculpa a demora para te responder… acabei de chegar de uma viagem de um mês pela Europa e só agora vou conseguir colocar os comentários em dia…

      Foram 4 dias na primeira viagem e mais 4 dias agora…. é um tempo bom.. Vale a pena visitar Montserrat, mas precisa de um dia só pra isso …

      Se precisar de qualquer coisa é só dar um grito aqui!! Grande abraço!!

      Reply
  3. Camila

    Olá Robson,

    Tudo bem?! Adoro as suas dicas! Usei muitas quando fui ao Atacama e agora fiquei super feliz em poder contar com as suas dicas também na Europa.

    Queria saber quanto tempo em média pode levar a visita ao Parque Güell? Pergunto porque vou ficar apenas 02 dias em Barcelona, então quero otimizar ao máximo o meu tempo! É possível combinar esse passeio com algum outro?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Cami, tudo bom? Então, olha… eu vou te confessar que não sou super fã desse parque. Esse ano eu voltei para Barcelona e visitei ele novamente. Agora uma parte dele está fechado e eles estão cobrando a visita. Não acho que vale a pena pagar. Como seu tempo na cidade é curto, eu visitaria a Sagrada Família, que é imperdível, o centro da cidade. Ande pelas Ramblas, passe no Barrio Gótico, chegue na Barceloneta. Se quiser ver mais do Gaudí, suba pela Rambla e siga pela Passeig de Gràcia, onde ficam as casas do Gaudí. Mais rápido pra você visitar e bem no centro… Não acho que vale a pena se descolar até o Parque Güell.

      Se precisar de qualquer coisa é só dar um grito aqui!! Grande abraço!!

      Reply
  4. Alexandra

    Boa Tarde, Robson. Quanto esta a entrada para o Parque Guell? è melhor comprar com antecedência ou direto no parque? Gostaria de tirar outras duvidas. Para ir a Montserrat dar pra ir sozinho ou melhor pegar excursão? e pra Montjuic é proximo de Barcelona?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Alexandra, tudo bom? Desculpe a demora para responder… Estou desde julho sem conseguir dar uma atenção aos comentários do blog… No meu último post eu comentei um pouco sobre isso…

      Então, na última vez que visitei o Parque Güell tinha uma fila bem longa para comprar ingresso – não acho que vale muuuuito a pena, a não ser que seja algo que te conquiste muito. Se eu tivesse que comprar, tentaria comprar com antecedência – para evitar aquela filinha.

      Sobre Montserrat, dá pra ir por conta própria sim.. é bem tranquilo!

      Se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito aqui. Grande abraço!!

      Reply
  5. Isabella

    ain Robson.. qria tanto mais posts da Espanha rsrsrs
    quantos dias vc ficou em Barcelona? Tem uma lista ai dos lugares que visitou?

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Isa!! Vai terr!!! Estou desde julho sem conseguir dar uma atenção aos comentários do blog… No meu último post eu comentei um pouco sobre isso…
      Então, fiquei 4 dias em Barcelona… mas não tenho uma lista fácil dos lugares que visita

      Em breve eu contarei com detalhes aqui no blog

      Reply
    1. Robson Franzói

      Fala Fred, tudo beleza? Pelo que eu vi não tem um limite não… você entra e pode ficar o quanto quiser…

      Se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito aqui. Grande abraço!!

      Reply
  6. Débora Frassini

    Olá Robson, eu e minha família estamos indo para Espanha mês que vem. Você achar viável a compra dos city pass para furar fila? Qual o valo para o parque Guell? Obrigada!

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Débora, tudo bom? Em alguns casos vale a pena, mas vai depender muito do seu roteiro e do que você pretende visitar.
      Do Parque Guell eu acho assim, ele vai te dar acesso só a um pedaço fechado do parque. Como na primeira vez que eu visitei não existia esse ingresso, eu vi tudo de graça e na segunda vez preferi não pagar.

      Caso você realmente queria ver tudo, pode ser que valha a pena sim.. alguns dias podem ter fila (normalmente final de semana).

      Nesse link você pode ver o preço e comprar o ticket: http://umviajante.barcelona.ticketbar.eu/pt/atracoes/parque-guell-evite-a-fila-/

      Se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito aqui. Grande abraço!!

      Reply
  7. Cleunice

    Ola Robson, estou indo pra Barcelona e quero visitar o parque e tb Sagrada familia, vc comprou por qual site? Tenho um pouco de preocupação com relação a isso.Obrigada.

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *