Baixa de Lisboa e Castelo São Jorge

Agosto sem dúvida é o mês das novidades e hoje tem mais uma super legal!! Pela primeira vez aqui no blog, um viajante convidado vai relatar como foi a viagem dele pra vocês. Eu fiquei imensamente feliz quando um dos leitores entrou em contato comigo com a ideia de relatar a viagem dele aqui no blog. Pois bem, topei a ideia e espero que vocês gostem. Quem vai relatar suas aventuras é o Alessandro Melo, que está viajando pela Europa e vai passar por 7 cidades: Lisboa, Barcelona, Palma de Maiorca, Madrid, Nice, Paris e Londres.

Baixa de Lisboa - Portugal - Alessandro Melo

Mas antes de mais nada deixa eu apresentar o Alessandro pra vocês: ele tem 25 anos, é de Recife e já mora há 3 anos em Portugal. O Alessandro decidiu viajar pela Europa aproveitando uma visita do seu pai, que vive aqui no Brasil. Quem também está dentro dessa aventura é a irmã dele, que já mora em Portugal há um ano.

Bom, a viagem do Alessandro começa em Lisboacidade que eu amo declaradamente!

Passo então a bola pra ele, vamos ver o que ele conta de bom:

Depois de tantas semanas de planejamento, finalmente a viagem “começou”. Começou mesmo para meu pai, que veio do Brasil e não conhecia Lisboa, para mim e para minha irmã foi só um aperitivo, afinal nós já conhecíamos a maioria dos lugares por já morar aqui.

Por ser Agosto, deveria estar um calor bem forte, mas Deus nos agraciou com um domingo lindo com temperatura amena, abaixo dos 30º e uma brisa fresquinha, muitíssimo agradável. Mais perfeito impossível! Nossa casa fica no Estoril, então pegamos o comboio para o Cais do Sodré. Do Cais fomos a pé em direção a Praça do Comércio, beirando o rio Tejo, por uma área que foi revitalizada este ano e que ficou muito linda.

Rio Tejo - Lisboa - Portugal
Lisboa - Portugal

Na Praça do Comércio acontecem, em algumas épocas do ano, projeções interativas gratuitas – durante a noite – que são imperdíveis – tipo um filme que usa as paredes dos prédios em volta da praça como tela e que interage com os elementos das paredes.

Praça do Comércio, Lisboa - Portugal

E é também nessa praça que existe o Museu da Cerveja, nossa primeira parada gastronômica. Não tivemos interesse em entrar no museu, nós apenas sentamos numa mesa do café que havia lá e pedimos pasteis de bacalhau e cerveja (óbvio!). Os pastéis eram simplesmente deliciosos e eram especiais, vinham com um queijo português derretido no meio. Eu sou suspeito em falar porque eu AMO queijos, então eu achei os melhores pasteis de bacalhau que já comi desde que estou aqui, mas meu pai e minha irmã acharam o queijo desnecessário, mas também adoraram. Como era o começo do dia a ideia não era provar cervejas, só pedimos uma cada um para resfrescar. Detalhe para os copos da cerveja que são super originais e podem ser comprados no local.

Museu da Cerveja - Lisboa - Portugal

Ao sair de lá o plano era subir toda a Rua Augusta em direção a Praça do Rossio, mas meu pai avistou um bondinho e foi amor a primeira vista. O que nós vimos era vermelho, de uma companhia de turismo, que faz um roteiro guiado com áudio, mas perguntamos pelos amarelos clássicos que são de circulação normal e nos indicaram onde podíamos apanhá-lo.

Bondinho em Lisboa

Embarcamos e fomos apreciando cada detalhe do que íamos vendo no caminho. Fomos até o terminal no bairro da Graça e depois descemos a pé para o Castelo São Jorge. Com a temperatura agradável que estava deu para subir e descer as ladeiras numa boa, mas, se estivesse o calor que deveria estar, mais recomendado seria descer do bondinho na parada do castelo (basta perguntar ao motorista qual é).

Lisboa - Portugal

A fila para comprar as entradas dos ingressos estava um pouco grande, mas andou super rápido. Compramos as entradas, pegamos o mapa em português e entramos.

portugal-lisboa-7
Castelo São Jorge - Lisboa - Portugal
Castelo São Jorge - Lisboa

O castelo não é muito grande, mas tem uma vista maravilhosa de toda a cidade de Lisboa.

Vista de Lisboa, do Castelo São Jorge

Inclusive, há uma câmara obscura que tem uma visita guiada gratuita super legal. Através de uma engenhoca com espelhos, que refletem a imagem num disco no centro da câmara, uma guia faz um giro de 360º mostrando toda a cidade e explicando, em inglês apenas, um pouco da história dos principais pontos.

O castelo fecha as 21h nesse período do ano, mas as visitas à câmara só vão até as 17h pois é preciso bastante luz do sol. Tivemos sorte pois não sabíamos disso e chegamos a tempo da última entrada, as 17h. Outra dica do Castelo é que há um ponto onde se descem umas enormes escadarias que vão dar em lugar nenhumNão desçam, sério, não desçam, a vista lá de baixo não tem nada de especial e subir aquilo depois é um martírio. Quem tiver o mapa na mão, é o ponto D no mapa. A única foto que vale a pena tirar depois de descer as escadas, são das próprias escadas, mas não vale o esforço, sério, não-des-çam!!!

portugal-lisboa-11

Depois de conhecer todo o Castelo voltamos a descer em direção a Praça do Comércio e passamos pela Igreja da Sé. Das poucas igrejas que eu já conheci aqui, é a que eu acho mais linda por fora. Por dentro não vimos pois a fome estava grande demais e estavamos indo comer.

Igreja da Sé - Lisboa - Portugal

Fomos comer na praça de alimentação dos Armazéns do Chiado, um mini shopping que fica em cima da estação do metrô ‘baixa-chiado‘. Finalizada a refeição o cansaço já era grande, mas ainda deu tempo de uma última caminhada. Descemos em direção a Praça do Rossio, a seguir passamos pela Praça dos Restauradores e subimos a Avenida da Liberdade em direção a praça do Marquês de Pombal. A avenida é super aborizada, chama bastante atenção.

Desconto Seguro Viagem

Avenida da Liberdade

Vale salientar que esse passeio estava programado para o domingo “propositalmente”, pois todos os domingos num dos quiosques desta avenida, a partir das 21h, acontece um “baile” de forró ao ar livre. Para quem gosta de dançar é uma ótima pedida, para quem não gosta ou não sabe vale a pena pelo menos para olhar, pois o ambiente é super jovem, bacana e é algo inusitado ver tantos portugueses dançando forró. Pena que estava acontecendo um festival de forró em outro local neste domingo e, especificamente neste, não havia lá o baile.

Chegamos no Marquês de Pombal já extremamente cansados e com o céu já muito perto de escurecer, só tiramos uma foto pra recordação, que não ficou assim tão boa, e descemos para o metrô para voltar para casa, exaustos e felizes.

* * * * *

A viagem do Alessando continua em breve… Fique a vontade para comentar!

Lembre-se: ao fazer sua reserva de hospedagem no Booking, através dos links do blog, você ajuda o blog a continuar ativo e não paga nada a mais por isso. Veja aqui opções de hospedagem em Lisboa com os melhores preços.

Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

About The Author

Related posts

4 Comentários

  1. Wayne França

    Como eu adoro prestigiar os meus, vim conhecer o blog e adorei, muito massa, e mais ainda esse ilustre Viajante Convidado que por um acaso é meu sobrinho. Adorei esse passeio a Lisboa, principalmente o conselho das escadas do Castelo “por favor não desçam, sério, não desçam!”….rsrsrs
    Amei o passeio e já estou aguardando o resto da viagem =D

    Reply
  2. Roney Callejero

    Para quem está há quase um ano longe da terra que o concebeu, bate uma singela saudade ler descrições de Lisboa. Eu no teu lugar, Alessandro, não deixaria Sintra de fora de um post. Podia até ser em outro dia, mas… Ir a Lisboa e não ir a Sintra (35 minutos de comboio), é perder metade da viagem. Muito bom. Espero pelo próximo post.

    Reply
  3. Eli Costinha

    Que relato bonito e tão real…esta leitura transportou-me pelas ruas de Lisboa e até parecia que sentia os cheirinhos da capital. Muitos parabéns. Beijoka de Braga

    P.S. Adorei o pormenor do “bondinho”…muito à Carioca;)

    Reply
  4. Suelen

    Estou chegando a Lisboa daqui a dez dia, e esse post veio super na hora certa!! Valeu pelas dicas, Alessandro!!
    E como faz para ser viajante convidado? Também quero!! kkkk.
    Bjus!

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *