Tudo sobre Hallstatt, um dos vilarejos mais lindos do mundo

No meu segundo mochilão eu decidi incluir a Áustria novamente só para visitar um pequeno vilarejo chamado Hallstatt. Sabe aquelas fotos que rodam pela internet com paisagens que até parecem mentira? Pois bem, foi assim que descobri esse vilarejo. Recebi uma foto, joguei no google e comecei a pesquisar sobre ela. Quando descobri que era na Áustria e que eu teria a oportunidade de passar por lá novamente, não tive dúvidas, coloquei essa parada no meu roteiro e comecei a pesquisar sobre o lugar.

Hallstatt, Áustria

Quanto mais eu pesquisava sobre Hallstatt, mais vontade eu tinha de conhecer. Tente imaginar um lugar perfeito: uma vila pequena, com casinhas rústicas, com vista para um lago tranquilo e cercada por alpes cobertos de neve. Como se não bastasse a beleza do lugar, a história de Hallstatt me chamou muito a atenção.

Hallstatt abriga a mina de sal mais antiga de mundo! A atividade do homem naquela região começou na época pré-histórica, cerca de 2.000 anos antes de Cristo. A importância da cidade na primeira Idade do Ferro foi tão grande que um dos períodos é denominado “Idade de Hallstatt”, que marca a transição entre Bronze e Ferro. Por volta de 1846, junto com as minas de sal, foi descoberta uma necrópole com mais de 1000 sepulturas. Como não podia ser diferente, a região de Hallstatt é declarada Patrimônio Mundial da UNESCO.

Bom, depois da grande pesquisa sobre a história de Hallstatt e estar mais do que decidido que eu iria pra lá, agora eu precisava saber exatamente como chegar lá. Bom, já adianto que são cerca de 3 horas de viagem divididas entre ônibus, trem e barco. A cidade base ideal para você conseguir fazer o passeio é Salzburg.

Eu não considerei a possibilidade de dormir em Hallstatt pois em algumas horas você consegue desbravar o vilarejo inteiro e retornar para Salzburg. É uma day trip cansativa, mas que compensa muuuuuito.

Agora vamos as dicas: Como chegar em Hallstatt?

Primeiro é preciso acordar cedo para pegar o primeiro ônibus na Estação de Salzburg.

A estação de ônibus fica em frente a estação de trem da cidade. Você deve pegar o BUS 150 que vai sair da estação às 08h15. Era uma das paradas de ônibus com mais gente, eu até imaginei que todos iriam pra Hallstatt, mas na verdade alguns turistas foram ficando no caminho. A passagem pode ser paga direto para o motorista e custa na faixa de 10 euros (somente ida).

O trajeto de ônibus leva quase duas horas, mas a paisagem compensa o caminho.

Chegando na estação de Bad Ischl

Você vai descer em Bad Ischl. Lá a estação de ônibus também fica colada na estação de trem, para onde você deve ir. O ticket do trem pode ser comprado em uma das máquinas da estação. É bem simples de usar! Eu comprei ida e volta para Bad Ischl por cerca de 6 euros. Também existe a possibilidade de voltar de trem direto para Salzburg, sem precisar pegar o ônibus, mas a passagem fica bem mais cara. Como não podia ser diferente, o trajeto de trem até Hallstatt também é lindo.

Paisagens no caminho para Hallstatt

A viagem leva cerca de 30 minutos e finalmente você chega em Hallstatt. Mas ainda precisa atravessar o lago para alcançar o vilarejo. O ticket do barco é comprado direto com o piloto, custa 2,40 euros e, se quiser, já pode comprar ida e volta. A travessia não leva nem 10 minutos, mas já é suficiente para te deixar ba-bando pelo lugar.

Hallstatt do outro lado do lago

Atravessando o lago para chegar em Hallstatt

Um pouco de tratamento e a foto que não era tão boa, ficou linda!

Para conhecer o vilarejo eu nem peguei mapa. O legal mesmo é você ir se perdendo pela pequenas ruelas e descobrindo lugares conforme for caminhando. Placas também ajudam a encontrar as atrações do lugar. Eu decidi andar por tudo. Fui entrando nas ruazinhas mais escondidas, admirando cada detalhe do lugar. É realmente incrível.

Um viajante em Hallstatt

Hallstatt, Áustria

A pequena praça no centro de Hallstatt

Tem como não se apaixonar por Hallstatt?

Se você decidir se hospedar por lá, existem trilhas turísticas e passeios de bike. A cidadezinha tem uma estrutura bem legal para os turístas. O que não faltam também são lojinhas cheias de lembranças… dá vontade de comprar tudo. Mas melhor do que falar, é tentar mostrar nas fotos a beleza desse lugar… Eu já disse que quando eu ficar velhinho quero me mudar pra lá!!

Loja de lembranças em Hallstatt

Hallstatt

Saudades desse cantinho do mundo...

Para fechar meu dia com chave de ouro eu visitei a Salz Welten e você pode ver tudo que contei no post Visitando a mina de sal mais antiga do mundo.

Uma opção que você não precisa descartar é a de dormir em Hallstatt, imgino que deve ser um lugar encantador a noite. Veja aqui as opções de hospedagens sugeridas pelo booking.

Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

Sobre o autor

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Posts relacionados

143 Comentários

  1. Robson

    [quote name="Monique Ribeiro"]Caramba que lugar lindo Robson! As fotos ficaram incríveis e com certeza este é mais umlugar a visitar que colocarei na minha listinha! Beijoos[/quote]

    Você não vai se arrepender Monique!!! A cidade é linda e se conseguir se programar pra ficar mais de um dia lá, existem trilhas para fazer pela montanha… tanto caminhando, quanto de bike…. Sem falar na mina de sal que também é incrível, vou falar sobre ela em um outro post!!

    Coloque na sua lista mesmo!!! Bjoo

    Responder
    1. Adriano Mendes

      Minha próxima viagem nas férias de 2020. Fiquei encantado desde que vi o primeiro vídeo.
      Quando fui a Bogotá, fui à Zipaquira e conheci a catedral de sal de lá. Imensa!
      Parabéns pelo blog e pela viagem!

      Responder
  2. Jaque Gollin

    Meu-deus-do-céu que lugar mais lindoooooooooooo!!!! Estou chocada!! Colocando agora na minha lista de lugares que quero conhecer! Muito obrigada pela dica!

    Responder
  3. Osvaldo Souza

    Aeeeeee… deu tempo de publicar antes da minha viagem. Que maneiro Robson o teu passeio por Hallstatt parece que vai ser igualzinho ao meu ahhaah.

    Muito obrigado por compartilhar sua visita inclusive com detalhes de valores das condução e quais pegar.

    Hallstatt muito foda hein. Fotos muito bonitas.

    Valeeeeu

    Responder
  4. Robson

    [quote name="Osvaldo Souza"]Aeeeeee… deu tempo de publicar antes da minha viagem. Que maneiro Robson o teu passeio por Hallstatt parece que vai ser igualzinho ao meu ahhaah.

    Muito obrigado por compartilhar sua visita inclusive com detalhes de valores das condução e quais pegar.

    Hallstatt muito foda hein. Fotos muito bonitas.

    Valeeeeu[/quote]

    Então Osvaldo, decidi intercalar os posts… para não ficar muito tempo falando só do mesmo lugar.. acho que assim consigo deixar o blog mais dinâmico.

    Ainda vou fazer o post sobre a mina de sal de Hallstatt… já adiando que a visita vale a pena!

    Abraço!!

    Responder
    1. Márcia Castro

      Olá, meu nome é Márcia. Sonho conhecer Halstatt, mas provavelmente devo fazer a viagem sozinha. Uma preocupação minha é se as pessoas lá e pelo caminho falam inglês. Porque nada sei de alemão. Só sei inglês. aguardo sua resposta.

      Responder
      1. Robson Franzói

        Oi Márcia!! Tudo bem? Esse é um sonho que vale muito a pena realizar. Pode ir tranquila, dá pra se virar super bem com inglês por lá.

        Tenho certeza que sua viagem será realmente um sonho…

        Se tiver qualquer outra dúvida me dá um grito aqui

        Responder
  5. Osvaldo Souza

    [quote name="Robson"]

    Então Osvaldo, decidi intercalar os posts… para não ficar muito tempo falando só do mesmo lugar.. acho que assim consigo deixar o blog mais dinâmico.

    Ainda vou fazer o post sobre a mina de sal de Hallstatt… já adiando que a visita vale a pena!

    Abraço!![/quote]

    Confesso que curti muito a questão de ter intercalado os posts, pq eu vi a sua planilha de viagem e me lembro que Hallstatt tava beeeem longe se fosse seguir pela ordem de locais visitados com a ordem de posts aqui no blog. eheheh

    Obrigado novemente, e aguardo o posto sobre as minas de sal.

    Abraço

    Responder
  6. Robson

    [quote name="Bruna"]Cada dia que passa fico mais fã dos teus relatos e das tuas fotos.
    Parabéns!!![/quote]

    Valeuuu Bruna, adoro ouvir isso!!!!

    Obrigado por visitar o blog, continue acompanhando!!!

    Responder
  7. Haroldo

    Cara, cismei que preciso conhecer esse paraíso há um bom tempo. Pesquisei pelo Google que a distância de Salzburg não é grande e de carro seria pouco mais de 1 hora. Pretendo ficar uns 2 dias lá. O que acha ? Abraços e parabéns pelo blog, viajei nele.

    Responder
  8. Robson

    [quote name="Haroldo"]Cara, cismei que preciso conhecer esse paraíso há um bom tempo. Pesquisei pelo Google que a distância de Salzburg não é grande e de carro seria pouco mais de 1 hora. Pretendo ficar uns 2 dias lá. O que acha ? Abraços e parabéns pelo blog, viajei nele.[/quote]

    A melhor maneira de chegar lá é saindo de Salzburg mesmo. Eu não sei se é indicado ir de carro…. Tem que dar uma pesquisada. Pois quando eu você chega em Hallstatt de trem, você precisa cruzar o lago de barco, então o caminho para ir de carro deve ser outro…

    Eu indico esse de ônibus, pois acho que é o mais fácil e você não precisa se preocupar em onde parar e tal. A vila é super pequena e você não precisa de carro por lá….

    Mas faça de tudo para ir pois vale muito a pena!

    Grande abraço!

    Responder
  9. Weslley

    Fala Robson beleza ? Cara estou indo para áustria esse mês e gostaria de saber se acha que é possível conhecer o vilarejo durante o inverno próximo da data do natal. Obrigado.

    Responder
    1. Robson

      Acho que não tem problemas não Wesley, na verdade deve ser tão lindo quanto…. você vai ver o vilarejo coberto de neve…. e com decorações de Natal…. deve ser lindo!!

      Responder
  10. Miguel Aguiar Perez

    Grande Robson,

    Quando descobri seu blog ele veio como uma inspiração que me motivou a planejar minha primeira viagem à Europa, em maio desse ano, e não foi por acaso que incluí Munique, Füssen e Salzburg em meu roteiro. Naquela ocasião também visitei Hallstatt e passei uma noite por lá, um lugar inesquecível onde gostaria de viver minha aposentadoria. Gostei tanto das andanças pelo velho continente que resolvi voltar, com minha patroa, dessa vez visitando destinos mais tradicionais, e mais uma vez recorri ao seu blog pra pegar dicas sobre a Holanda (fui a Zaanse Schaans por sua causa) e sobre a França. Mais uma vez, ao passar pelo seu blog uns dias atrás, fiquei com vontade de visitar Roma e algo da Toscana. Conversei com minha noiva e decidimos passar 10 dias na bota, em maio de 2014. Ainda, como sempre sonhei em conhecer os alpes suíços e por bobeira deixei de fazer isso antes, achei que era a ocasião perfeita para incluir uns dias em Interlaken no meu roteiro. Imagine minha surpresa ao dar um google, durante as minhas pesquisas, e cair de novo no seu blog. Vai ter gosto parecido assim lá na Europa… hehe
    Robson, em que época você foi pra Suíça? Pelo que escreveu, parece que o tempo não estava muito bom né? Tenho a impressão de que em maio, época em que vou pra lá, chove bem nessa região, mas não encontrei nada muito concreto a respeito disso em minhas pesquisas.
    Queremos ficar 5 noites na região, pra evitar ao máximo o risco de pegar só chuva. Se tivermos uns dois dias de sol, ótimo, se pegarmos cinco dias de sol, melhor ainda. Dose é pegar só chuva pagando em francos suíços enquanto a Itália continua ali do lado, toda ensolarada… hehe
    O blog está muito bom, um abraço!

    Responder
    1. Robson

      Oi Miguel, cara, que legal que o blog te ajudou em tantos destinos… fico muito feliz mesmo!

      Bom, não dei muita sorte com o tempo na Suíça… mas não posso reclamar, o país é lindo de qualquer maneira. Eu tenho um amigo que mora lá e me disse que o dias de sol na Suíça são difíceis de prever…. eu na verdade cheguei na Suíça em um dia de sol….. e nos dias anteriores também estava sol….. do meu segundo dia pra frente que o tempo virou…. então não posso dizer que a época era ruim (abril/maio)…. se eu tivesse chegado 5 dias antes…. teria pego apenas dias de sol….. são coisas impossíveis de prever…..O que posso te dizer é que nas altas temporadas, inverno e verão, Interlaken fica lotada… por conta dos esportes que a região atrai. Então os meses intermediários ainda valem mais a pena para quem quer um pouco mais de tranquilidade e preços um pouco mais em conta…. mas não espera nada muito barato por lá.

      Infelizmente a Suíça não é um país de muito sol como Portugal, Espanha e Itália…. mas tem uma beleza de encher os olhos e independente de qualquer coisa, vale a pena conhecer!

      Muito obrigado por acompanhar o blog! Depois volte aqui e me conte como foi sua viagem!!

      Grande abraço!

      Responder
  11. Carlucci

    Robson, perdão se não lí direito seu post…
    Mas quando foi pra Hallstatt? Que período? E a hospedagem é cara. Poderia me indicar o lugar que você ficou?

    Mais uma vez perdão pelo incomodo.
    Desde já lhe agradeço. Grande abraço.

    Responder
  12. Valentina

    Deslumbrante esse lugar. Adorei ter descoberto seu blog, suas dicas de hostel, inclusive o de Praga já li várias recomendações. O de Munique em agosto já não tem mais vaga
    Grande abraço

    Responder
    1. Robson

      Oi Valentina, primeiro obrigado pelo elogio!!

      Então, fica de olho, pq eu acho que vai ter vaga pra agosto sim! Mas é que com muita antecedência eles acabam não liberando…. alguns hostels abrem pra reserva uns 3.. 4 meses antes da data… então vale a pena ficar tentando.

      Se puder reservar pelos links do booking que estão no blog, você vai dar dá uma força!! Não vai gastar nada a mais e nós recebemos uma comissão…

      Qualquer dúvida estou aqui pra ajudar!!

      Abraços!

      Responder
      1. valentina

        Ah que bom, vou tentar todos meses,. Para reservar pelo blog entra em hospedagem e vai no link do hostel? Quero ter certeza do caminho para registrar que é pelo seu blog

        Responder
        1. Robson

          Pode ser assim… mas lá no topo do blog e também na lateral existe um banner do booking. É só clicar nele que você vai entrar no site do booking e aí é só encontrar o hotel/hostel que deseja reservar.

          Lembrando que não precisa ser um hotel mencionado no blog, qualquer reserva que feita no booking por um dos links ou banners aqui do blog é válida.

          Muito obrigado por ajudar o blog

          Responder
  13. marlene suano

    Robson, muito bonita sua matéria sobre Hallstatt, portanto sei que posso acrescentar algo. Para nós, arqueólogos, Hallstatt é um ponto crucial, tanto que deu nome à primeira fase da Idade do Ferro Europeia: cultura de Hallstatt. Ali era minerado o sal que ia para toda a Europa, inclusive para a Italia, pois pouco se usava o sal marinho. O de maior prestígio era o gema, da montanha. Os objetos de bronze da cultura de Hallstatt, século VIII-V a.C., são maravilhosos, mas poucos estão no museu do vilarejo. Os principais foram para Viena. Estudos recentes, de antropologia física e bioarqueologia, mostram que os habitantes de Hallstatt na Idade do Ferro eram uma comunidade internacional! E agora, uma coisa que vc vai adorar: VILLETTA BARREA, um vilarejo na Italia, a apenas 2 horas +- de Roma, é muito, mas muito parecida com Hallstatt. Boas viagens, obrigada pelas fotos, estive em Hallstatt de inverno, minhas fotos são meio tristes. Marlene

    Responder
    1. Robson

      Oi Marlene, adoreiii seu comentário…. Quando vistei Hallstatt fui na Mina de Sal que existe lá….. eles contaram toda essa história, mas não consegui detalhar tanto quanto você que é arqueóloga.

      Chegou a ver o post sobre a Mina de Sal? Segue o link: https://www.umviajante.com.br/austria/132-a-mina-de-sal-mais-antiga-do-mundo

      Ahhh e que lindo esse vilarejo na Itália!!! Não conhecia….. tenho muita vontade de fazer uma viagem só pela Itália….. viajando pelo interior…… um dia.. um dia…

      Obrigado pelo comentário!!

      Responder
  14. Camila Rodrigues

    Robson, que câmera fotográfica você usou para tirar essas fotos? Ficaram muito lindas e claro que a paisagem ajudou muito né. Bjss

    Responder
  15. Tadeu

    Estive semana passada em Hallstatt, li suas dicas que foram muito uteis. Pena que choveu, e muito, o dia inteiro. Fui de carro de Salzburg até Hallstatt, estacionei no P2 e fui caminhando até a cidade, sao aprox. 10 min de caminhada …vale a pena…depois voltei pra Salzburg por Bad Ischl contornando os belissimos lagos .
    Mesmo com chuva e a água não estar tão transparente e bonita como nas suas fotos, vale a pena conhecer Hallstatt, valeu pelas suas dicas.

    Responder
    1. Robson

      Ahhh… imagino que mesmo com chuva você aproveitou a beleza do lugar. Já peguei dias de chuva na Suíça, quando visitei vilarejos parecidos com esse….. Eu prefiro pensar que é mais um motivo para voltar

      Que bom que o blog te ajudou a descobrir esse lugar!!

      Grande abraço!

      Responder
  16. MIcaroni

    Robson,

    Estive em Hallstatt em agosto. E decidi conhecer o lugar depois de ler seu relato e ver as imagens. Fiquei encantado com o lugar. A cidade é linda. Não se deve perder o passeio de barco e tirar umas fotos. Quando eu fui o tempo não estava muito bom e choveu um pouco. Também estava um pouco frio (mesmo em pleno verão). Mesmo assim foi ótimo!!! Obrigado pela dica!

    Responder
  17. ana maria

    Fiquei louca de vontade de conhecer este lugar deslumbrante. Em 2013 estive nos Alpes da Bavária e Salzburg. Conheci Berchtsgaden e o Eagle’s Neste. Fica a dica, caso você ainda não tenha ido. Não deixe de ir também ao konigsee lake, é lindo!!!!

    Responder
    1. Robson Franzói

      Oi Ana… você vai amar!!! Acredita que já tentei ir duas vezes no konigsee lake e não consegui…. sempre tive imprevistos… mas sonho em conhecer, parece lindo!!!

      Responder
  18. Alexandre Freitas

    Ei Robson como vai? Estarei em Janeiro/15 na Austria e estou pensando visitar Hallstat. Você teria algum conhecimento sobre este período de inverno, como dificuldade de chegar na cidade, a travessia do lago, etc… Agradeço seu retorno.

    Abraços,

    Responder
    1. Robson Franzói

      Oi Alexandre, tudo bom? Então, até onde eu pesquisei você não vai ter dificuldades de chegar lá…. mas claro que depender de condições climáticas pode mudar um pouco as coisas. O que eu te aconselho é se informar sobre Hallstatt assim que você chegar em Salzburg. Na recepção do seu hotel mesmo eles vão saber informar se a visita está normal ou se você teria que fazer algum caminho alternativo.

      Grande abraço!!!

      Responder
  19. Vânia Passos

    Puxa! Que graça suas fotos! Vou fazer uma viagem para a Europa na próxima semana e a única cidade que minha filha de 20 anos se empenhou para colocar no roteiro foi Hallstatt! Agora tenho certeza que ela tem razão, porém nossas fotos não serão tão belas quanto as suas! Obrigada! Abço

    Responder
    1. Robson Franzói

      Oi Vânia.. obrigado pela mensagem!! Sua filha fez uma ótima escolha… posso te garantir! Fico feliz que tenha gostado das minhas fotos, mas não fique pensando nisso… te garanto que nem as minhas fotos são capazes de mostrar a beleza que você vai ver com seus olhos por lá. Tenho certeza que suas fotos vão ficar ótimas e você sempre vai querer olhar para elas para lembrar de cada momento da sua viagem

      Responder
  20. Camilla

    Que coisa linda essa cidade… Estou indo à Europa em abril, mais precisamente à Suiça, Áustria, Eslováquia e República Tcheca. Estava procurando alguma cidade fora dos roteiros tradicionais e quando vi seu post, me encantei!!! Já pesquisei muito sobre a cidade e inclusive reservei hotel. Ficaremos no Seehotel Grüner Baum (espero ter feito uma boa escolha) e já estou apaixonada pela cidade. Gostaria de saber se você sabe se existe aluguel de bicicletas por lá, pois só encontrei bicicletas elétricas para alugar. As fotos que você tirou da cidade, servem para limpar a vista de qualquer um!!!

    Responder
    1. Robson Franzói

      Oi Camilla… que bom que o blog te inspirou a visitar Hallstatt, é realmente um lugar incrível. Tem aluguel de bicicletas por lá sim.. a vila é super pequena, não é difícil de achar… Depois volta aqui e me conta como foi

      Responder
  21. Mellina

    Oi Robson! Que lugar lindo!
    Vou para a Austria agora em março e pensei em ir para Hallstatt como pit stop entre Salzburg e Graz, porém não há trens que partem de Hallstatt para Graz, tu teria alguma sugestão de como fazer esse trecho?
    Parabéns pelo Blog, adoro tuas publicaçoes!

    Responder
    1. Robson Franzói

      Oi Mellina.. então.. Em Hallstatt você tem que pegar o trem e ir até a estação de STAINACH IRDNING.. vai ser necessário trocar de trem. Lá você pega o trem que te leva até GRAZ. A viagem dura cerca de 2h50, com uns 6 minutos de conexão para a troca de trens. Pelo que eu vi tem vários trens saindo de Stainach Irning, então não teria problema em perder a conexão.. mas acredito que o tempo é suficiente.

      Obrigado por acompanhar o blog

      Responder
  22. Ney

    Caro Robson, maneiríssimos seu relato e fotos, uma amiga do trabalho havia dito que este vilarejo é “mais um daqueles contos de fada austríacos”, tanto que decidi incluí-lo no roteiro de minha viagem de outubro próximo. A idéia inicial era fazer Salzburg como sede e fazer este one-day trip, retornando a Salzburg no final do dia. Mas confesso que meio q me desanimei em saber q há baldeações e ainda mais uma travessia de barco…assim, quero sua franca opinião: ainda q ame a natureza, sou um cara mais urbano, e já estarei em Salzburg curtindo “certa natureza e cidade calma”; portanto, VALE MESMO à pena todo o esforço? O lance é que só terei 23 dias de férias e a idéia é sempre otimizar tempo, lugares e logística. Em seguida irei pra República Tcheca, onde já conheço a jóia que é Praga( mas volto lá quantas vezes puder, rs.). Desta vez visitarei Cesky Krumlov e Karlov Vary. Dito isto, e considerando que tb são cidadeszinhas minúsculas, não acha que o esforço de deslocamento até Hallstatt, pro meu caso, não será too much? Parabéns pelo blog, pelo relato e por me fazer pensar e refletir. Abs.

    Responder
    1. Robson Franzói

      Fala Ney, tudo bom? Cara… eu acho que vale o esforço sim… essas baldeações são bem tranquilas. É um pouco longe sim, mas digo pra você que eu achei Hallstatt um dos lugares mais lindo que já visitei na vida – então sou suspeito para falar.

      Espero que você aproveite muito a sua viagem… se precisar de algo é só gritar! Abraço!!!

      Responder
  23. Ney

    Brigadão pelo incentivo, Robson. Pensarei direitinho e me lembrarei da tua enfática afirmativa. Acho que preciso mesmo temperar a viagem com o “urbano” das cidades que visitarei com o bucólico e paz de vilarejos como este. Ainda que seja somente em outubro, o planejamento já começou, inclusive já comecei a pagar a passagem, rs. Obrigado pela disponibilidade. Abs.

    Responder
  24. Graziela Bosco

    Oi, Robson. Vou fazer esse passeio dia 17/05/2015 agora e gostaria de saber quanto custa esse trem que volta direto para Salzburg e se é necessário comprar com antecedência. Sabe o site onde posso consultar? Obrigada pelas suas super dicas!

    Responder
      1. Graziela Bosco

        Obrigada, Robson! Última pergunta. Quanto tempo você demorou para ir e voltar? Gostaria de saber pois pretendia voltar para Jantar na Fortaleza às 18 horas. Será que dá tempo?

        Responder
        1. Robson Franzói

          Oi Grazi, então… são cerca de 3 horas de viagem entre Hallstatt e Salzburg… O primeiro ônibus saí perto das 8h da manhã, então você chega no vilarejo umas 11h. Ficaria bem corridinho, pois você teria que chegar em Salzburg lá pelas 17h – Então precisa sair de Hallstatt as 14h… ou seja, teria umas 3 horas ó pra aproveitar… eu acho que vale a pena você aproveitar melhor o tempo em Hallstatt até mais tarde, e jantar em outro horário…

          Responder
  25. Caio Bernardinelli

    Robson… Sem palavras pra esse lugar cara, estava programando minha viagem à viena e “tropecei” nas imagens deste lugar.. na boa que lugar fantástico!

    Parabéns pelo blog, como vc eu sou viajante e um grande amante e “entusiasta” de fotografia, então…PARABÉNS PELAS IMAGENS!
    Com estou tão apaixonado por essa cidade, estou pensando em ir direto de munique sabe se é possivel? caso não seja, é viável fazer um bate-volta de Viena?

    Obrigado desde já.

    Responder
    1. Robson Franzói

      Fala Caio, tudo bom? Cara, eu tentei me programar pra ir saindo de Munique mas não rolou… o ônibus que você precisa pegar em Salzburg é as 8h00. Então você teria que chegar na cidade antes desse horário… Pelo que eu ví é necessário dormir em Salzburg pra conseguir fazer essa trip, ou então ir mais tarde para Hallstatt e passar a noite por lá….

      Qualquer dúvida dá um grito

      Responder