Viajando de Salzburg para Praga

Já faz mais de um ano que fiz essa viagem e só agora vou começar a escrever sobre Praga, na República Tcheca.

Todos me falavam muito bem de Praga, que ela era a jóia do Leste Europeu e uma versão aprimorada de Paris. Bom, não vou negar que gostei muito da cidade, mas sempre que chegamos com muita expectativa em um lugar ela pode ser um pouco frustrante. Mas calma, antes que você me xingue, sim, eu gostei muito da cidade e acho que ela é sim um destaque na Europa. Só acho que ela ficou muito famosa e a quantidade de turistas que circulam pelas ruas acaba retirando um pouco o encanto da cidade.

Sunset Prague - Pôr do sol Praga

De qualquer forma, quando eu planejei meu segundo mochilão, Praga era uma cidade definida no roteiro e não tinha nada que me fizesse mudar de ideia sobre isso… nem a logística de chegar lá.

A principio eu iria da Suíça direto para a República Tcheca. Mas a distância era longa e seria melhor eu colocar algumas paradas no caminho para deixar o roteiro mais adequado. Então da Suíça eu fui até Munique, na Alemanha, cidade que eu já tinha visitado no meu primeiro mochilão e estava super feliz em visitar novamente. Aproveitei para ir a atrações que tinha deixado de lado no primeiro mochilão, como o Campo de Concentração de Dachau.

De Munique eu estiquei a viagem até Salzburg, para realizar um sonho: visitar Hallstatt, um dos vilarejos mais lindos do mundo. A cidade de Salzburg é encantadora e também já tinha passado por ela no primeiro mochilão. A experiência de dormir na cidade não foi tão boa quanto eu imaginei. Na verdade Salzburg não tem muita coisa para se ver a noite. Eu sai para andar e alguns praças eram bem escuras, não havia uma iluminação especial. Tudo é bem deserto por lá a noite. Pra quem tiver interesse, pesquisar por um concerto de música clássica pode ser uma opção para a noite.

Bom, depois de visitar Hallstatt e estar de volta em Salzburg, era hora de seguir viagem para meu destino final: Praga.

Eu pesquisei bastante em como fazer essa viagem… Avião não estava dentro de cogitação, não era uma opção que valia a pena, tanto pelo custo quanto pelo tempo. Eu teria que fazer alguns escalas malucas e perderia muito tempo.

Existe também a opção de ir com um carro particular. Tipo um shuttle que você contrata e que faz esse percurso entre a Áustria e a República Tcheca. Essa é uma boa opção quando você está acompanhado de pelo menos uma ou duas pessoas. Agora pagar isso sozinho não tem como.

Por fim restava o trem, sempre minha opção favorita para viajar na Europa. Infelizmente não existia uma linha direta entre as duas cidades. A maioria das opções pedia duas ou mais trocas de trem. Mas no fim achei uma opção que necessitava apenas de uma troca de trem e que o percurso levava um total de 8 horas. O trem saia em torno de 7 horas da manhã de Salzburg e chegava perto das 15h em Praga. Era minha melhor opção…

Quando as coisas começaram a dar errado

Bom, eu sou super neurótico para essa questão de horário. Cheguei uns 40 minutos antes na estação de Salzburg pra pegar meu trem. E foi por chegar mais cedo que fiz A Cagada da viagem. Tinha um outro trem ali que tinha como destino a mesma cidade que eu ia fazer a baldeação. O esperto aqui pensou: ahhh, maravilha!! Vou pegar esse trem mais cedo e assim não vou correr risco do meu trem atrasar e eu perder minha conexão…. certo? Errado!!! Senta que lá vem história…

Deixa eu só lembrar que nesse dia eu estava viajando com o passe de trem, então eu podia pegar quantos trens eu quisesse. Enfim, entrei no trem e segui viagem…. Tudo lindo!!

Paisagens bonitas passando na janela… sono, um cochilo aqui… outro alí. E o tempo foi passando e estava quase na hora do trem chegar no meu destino. Fiquei de olho nas estações que ele parava pelo caminho para ver se alguma era a minha…. mas nada de chegar! Comecei e estranhar que o trem fazia várias paradas. Nesse momento já tinha dado o tempo do trem chegar na minha estação e nada de eu estar nem perto de uma estação.

Perguntei então para a moça do trem quantas paradas faltavam até chegar na minha estação. Ela, muito simpática, me respondeu: faltam 11. Onze?? Eu pensei que podia ter ouvido errado, mas 11 paradas é muita coisa. O tempo começou a voar e o trem a andar mais devagar. Tudo bem que eu tinha 40 minutos de vantagem em relação ao meu trem original, mas será que daria tempo de pegar minha conexão?

SegurosPromo com desconto!

Não! Não deu tempo…..chegue quase 1 hora depois. Meu erro foi pegar um trem lento e que fazia várias paradas. Enfim, cheguei na estação e fui ver qual seria o próximo trem para Praga. Achei uma opção que eu chegaria em Praga no fim da tarde…. Claro, se tudo ocorresse perfeitamente bem – mas nesse dia eu acordei com o pé esquerdo.

Vamos começar o sobe e desce…

Entrei no trem e peguei um cabine. Bem confortável. Era uma cabine para 4 pessoas.. muito parecida com aquelas cabines dos filmes do Harry Potter, do trem que leva o bruxo até Hogwarts. Acabei ficando sozinho na cabine e deu até para deitar e relaxar.

Eis que um tempo depois sou acordado por uma das mulheres do trem que me diz que a linha está em reforma, então teremos que descer e seguir viagem de ônibus. (oi?) Nossa!! Pensei comigo – que estranho…. mas tá né… vamo lá.

Pense que o trem inteiro desembarcou em uma estação super pequena em alguma lugar da República Tcheca. Uma estação que não tinha elevador ou escada rolante. Botei o mochilão nas costas, peguei a mochila menor (com equipamento de foto) e saí do trem puxando minha mala de rodilha (com as compras da viagem – bem pesado, acredite!) – Sim, eu carrego o mundo comigo. Desci na plataforma, depois desci as escadas para passar por baixo dos trilhos e depois subi outras escadas para para chegar na rua.

Cheguei lá e haviam uns 6 ônibus ou mais esperado a galera do trem. Embarcamos e seguimos viagem. Confesso que eu só pensava em onde estava o meu dramim nessa hora – ônibus me da muito enjoo. Mas ok, o ônibus ia me deixar em Praga e estava quase chegando, certo? Errado!! :0

Paramos com o ônibus em outra estação, onde seguiríamos viagem em outro trem. Lá vou eu pegar minhas tralhas, descer escada, passar por baixo dos trilhos, subir a estada da plataforma e embarcar no trem. Já estava morto!! Suando…. e me xingando horrores pode tem pego o trem errado.

Mas enfim, estava quase chegando em Praga…. certo? Erraaaado de novo!!! Juroooo, a mulher disse que para chegar em Praga ainda pegaríamos mais um trem, mas que era o último e levaria só mais 10 minutos de viagem no outro trem.

Gente, pensa que eu tive que pegar todas as minhas coisas… descer do trem, descer escada, subir escada e embarcar em outro trem. Definitivamente eu estava em cacos nesse dia. Já era reta final da viagem e as minhas baterias já estava no finzinho.

Entrei no último trem e falei pra mulher: esse é último trem né!??! Agora eu chego em Praga?!?! Simm, ela conformou! Uffa, nem acreditava que depois de alguns minutos eu finalmente chegaria.

Nos meus planos eu pegaria o metrô e mais um trenzinho para ir até o hostel. Mas cheguei na estação no horário mais movimentado do dia…. Sério, eu não tinha mais forças para continuar. Me joguei num taxi e fiz o fino para chegar no hostel. Pra ajudar no meu dia de sorte,  o taxista cobrou cerca de 15 euros para me levar ao hostel – uma fortuna!!!! O preço justo seria uns 5.. 6… Ou seja, ele me roubou. Mas na hora eu nem consegui pensar e peguei.

E foi nessa aventura aos trancos e barrancos que eu consegui ir de Salzbug até Praga, viajando de trem da Áustria para a República Tcheca.

No próximo post eu vou contar sobre o hostel que eu fiquei em Praga, o Mosaic House. Simplesmente o hostel mais fantástico que já fiquei na vida!

Para encontrar as melhores opções de hospedagem na Europa acesse o Booking!

Pegue aqui seu cupom de 15% de desconto no Seguro Viagem, do nossa parceira Mondial.

Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

15 Comentários

  1. KARINA

    OMG!!! Quanta coisa foi dar errado só porque voce resolveu se adiantar um pouquinho e pegar outro trem?! Fiquei com dó de voce,serio!!!
    hahahhaha é rir pra nao chorar né? A Lei de Murphy agiu com força total nesse dia!!

    Reply
    1. Robson Franzói

      Viu só Karina… é um post digno de qualquer Perrengue de Viagem, mas no fim a aventura valeu a pena… mas na última escada que eu subi que quase desisti.. cheguei a parar por alguns segundos, respirei e segui em frente… estava carregando muito peso e já não aguentava mais.. hahaha

      Reply
  2. KARINA

    Pois é, vc falou que tava cheio de malas! Tem que levar só UMA mochila da proxima vez! Hahahaha
    E aí quando vai ser a proxima viagem do Viajante??
    To programando um mochilao pra Europa em Abril e seu blog tem me ajudado muito viu!
    Tbm vou sozinha mas ja cansei de deixar de viajar pra esperar os outros, vai ser a minha primeira
    viagem sozinha e seja o que Deus quiser!
    =)

    Reply
  3. Carol Gomide

    Olá!!!
    Vou fazer um mochilão pela Europa em Fevereiro/2015, e desde que tive essa ideia, ando lendo seus posts.
    Enfim, passagem comprada e roteiro montado, e me surgiu algumas duvidas.

    Qual foi o seu meio de transporte da Suiça para Munique ? Avião ou trem ? Ou bus ?

    Parabens pelo seu blog, pelas fotos ! Sou fotografa, e sempre fico admirada com seus posts.

    Reply
  4. Valentina Genova

    Minha experiencia de trem no Leste Europeu foi a parte mais engraçada da viagem de 21 dias que fiz em julho/agosto desse ano pela Alemanha, Áustria, Rep. Tcheca e Hungria. Alemanha e parte da Áustria fiz de carro, andei 2.200 km, mas fiz 17h de trem no total de 4 trechos. O primeiro trem foi de Dresdem para Praga, aquela coisa de marinheiro de primeira viagem. Cheguei na estação estava vazia, pensei, tá fácil, em minutos a estação lotou de mochileiros e quando o trem chegou vindo de Berlim, já lotado pois era alta temporada, parecia que tinham soltado uma boiada, pensa na correria para pegar lugar. Eu tinha comprado ticket com lugar reservado, mas quem disse que eu consegui sentar no reservado. Mas fui aprendendo, depois fiz Praga para Budapeste 7h de trem, ai comprei de primeira classe pq era muito tempo, de Budapeste para Viena e Viena para Munique. A cada estação que eu chegava, comprava para a próxima viagem e no final não teve muita diferença do que ia pagar pelo site se comprasse aqui pelo Brasil. O bom de tudo isso é que a gente se perde, se acha, se perde de novo é muito divertido, experiencia única.

    Reply
  5. Rafaela

    Fiz exatamente o mesmo roteiro que você, munique, salzburg ( também vim pra cá, pq estou aqui agora, pra conhecer Hallstatt) passarei uma noite lá, depois tenho que ir até praga. Estou com muita dificuldade em ver um caminho mais prático Mt legal
    Seu blog!

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Rafa… essa viagem é uma delícia né?!?! Sou apaixonado por Salzburg! E Hallstat então?? É um sonho… faça boa viagem até Praga, fique atenta nos trens e depois me conte se a sua experiência foi melhor que a minha

      Reply
  6. Paulo

    Oi Robson, seu Blog eh Show, muitas dicas legais. Gostaria de uma informação: De Veneza para Salzburg de trem, pela Empresa Austríaca OBB tem parada em Villac, alhas de Veneza para Villac a Empresa informa que seria de ônibus e de Villac para Salzburg de trem, com o tempo de 20 min do horário de chegada do ônibus e saída do trem, vc acha que o tempo eh suficiente, estou inseguro por ser a primeira viagem a Europa com a esposa e meu inglês é bem básico. Obrigado Abs

    Reply
    1. Robson Franzói

      Fala Paulo, tudo bom? Olha, eu já fiz conexões entre trem e ônibus…. é normal rolar isso. Normalmente as estações de ônibus ficam ao lado da estação de trem. Eu nunca fiz essa viagem de Veneza para Salzburg…. mas pelo que entendi a sua troca de trem vai ser em Villac, é isso né? Eu imagino que vai dar tempo sim…. mas tem que ser ágil… já tenta perguntar ainda no ônibus onde fica a estação… quando descer já tenta localizar a plataforma e vai rapidinho….

      Bom, espero ter ajudado… qualquer coisa dá um grito!!

      Reply
  7. Majieska

    Oi Robson, tudo bem?

    Estou indo para Europa agora no final de setembro e desembarco em Praga e sigo em direcao a Munique, porem, queria passar em Salzburg antes de ir a Munique, mas estou com dificuldades de entender os esquemas trem/busao, qual o site que vc comprou essas passagens? Pq o DB nao ta mostrando rotas Praga/Salzburg e eu nao to achando outtos.

    Obrigada

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Majieska, tudo bom? Então, na verdade nessa viagem eu usei o passe de trem, que incluiu esses países… Você pode dar uma pesquisada nas passagens individuais no site da RailEurope…. ou mesmo nas estações de trem…. principalmente se você vai querer passar em Salzburg antes de ir pra Munique.

      Dá uma olhada nesse link http://www.raileurope.com.br/?cmpid=AF020819&belboon=0371d2090d7b02b984003f26%2C4151425%2C

      Tente ver se encontra o trecho Praga > Salzburg e depois outro separado de Salzburg para Munique. Esse segundo você até pode deixar para comprar por lá, pois é o trem tem vários horários…

      Bom, espero ter ajudado.. qualquer coisa dá um grito

      Reply
  8. Rosangela

    Olá Robson, pretendo ir para Badreichenhall na Alemanha para um seminário no finalzinho de setembro começo de outubro. Somos 4 amigas quarentonas, mas com vontade de viajar barato. Pensamos em ir de SP a Salzburg por ficar mais perto da cidade onde participaremos do Seminário.. mas deu aquela vontade de ir até Veneza. Alguma dica? E para a Suiça? Soubemos que são 500km até Veneza..

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi Rosa, tudo bom? Ahhh que delícia… tem que viajar mesmo!! Aproveite para ver tudo que puder!! Vou ficar te devendo dicas mais detalhadas sobre Badreichenhall e Veneza, pois são lugares que ainda não conheço. Mas se tiver qualquer outra dúvida é só me dar um grito aqui. Grande abraço!!

      Reply
  9. Solange Dacorso

    Oi, To adorando suas postagens … viajo com vc … rsrsrs parece que estou do seu lado vendo suas caras e bocas … parece que estou vendo perfeitamente tdo que vc relata e tb me divirto com as burradas … rsrsrs ( já fiz mts parecidas) . Estou indo em Março para a Europa, boa parte da viagem igual a vc… mas estou querendo ser poupada de alguns contratempos e micos … então por favor me ajuda aí. Vou de Viena para Salzburgo , devo chegar no fim do dia pq vou aproveitar a manhã em Viena/ ok se não tiver nada pra fazer em Salzburgo à noite , vou jantar e fazer o turismo no outro dia e tb vou num jantar com conserto…. Queto ir a Hallstatt e já fechei um hotel para dormir lá. estou pensando em ir de Bus 150 + outro bus e barco e dormir no centro de Hallstatt e no outro dia fazer os passeios e a mina e voltar para Salzburgo . Isto é possível? Como posso voltar de Hallstatt para Salzburgo? Parece que eu vi em algum lugar que é possível pegar um bus que passa por um outro lago … teriam algumas trocas… acho que um pedaço de bus e outro de trem? Vc sabe como eu posso voltar de Hallstatt para Salzburgo e se tem horários depois das 15 hrs ? Uma vez que vou fazer a mina de sal pela manhã… nesta volta, tenho que chegar no msm dia em Hallstatt pq no dia seguinte vamos a Praga por shutler da viatur naquele passeio que o carro te pega no hotel, te leva no Castelo Český e te deixa no hotel em Praga. ( eu vou estar viajando com minha filha e minha neta) obrigada…

    Reply
    1. Robson Franzói

      Oi So!! Tudo bom? Fico muito feliz em saber que gostou do meu conteúdo, de verdade mesmo. Não consegui te reponder antes pois as viagens desse ano deixaram muitos comentários acumulados.

      Espero que tenha dado tudo certo com sua viagem. Se tiver um tempinho passa aqui pra me contar como foi.

      Hallstatt e Salzburg são lugares apaixonantes!!

      Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *