Alugar carro no Chile: CNH brasileira, dicas e documentos necessários

Se você está planejando uma viagem de carro para o Chile e cogitou a ideia de alugar um veículo para percorrer o país, tenho boas notícias: esse post vai te guiar e ajudar, da melhor forma possível, com o aluguel do carro, documentação e tudo que você precisa saber para dirigir no Chile.

Quem me acompanha por aqui sabe que o Chile é um lugar que conquistou e ganhou meu coração. É sempre um prazer voltar para lá, descobrir novos lugares e viver experiências únicas. As paisagens deslumbrantes do Chile sempre proporcionam momentos singulares, carregados de uma energia que transmite paz e um sentimento que, juro para você, é difícil de traduzir em palavras! Só estando lá para entender!

Alugar carro no Chile: dicas e documentos necessários

Aqui no blog você já encontra um conteúdo bem completo sobre várias regiões do Chile, mas tem um assunto que eu não tinha me aprofundado ainda: alugar um carro no Chile! Se você tem receio de alugar um carro fora do Brasil, vou tentar esclarecer todas as suas dúvidas.

Alugar um carro no exterior é mais fácil do que você imagina. Claro que alguns cuidados são essenciais para evitar aquelas dores de cabeça desnecessárias nas tão sonhadas férias. Foi pensando nisso que resolvi criar esse post bem completo, com tudo o que você precisa saber para alugar um carro no Chile.

Alugar um carro no Chile: dicas e informações importantes

Um dos primeiros pontos que deve ser levado em consideração antes de alugar um carro é a região que pretende conhecer no Chile. Por ser um destino extremo, é importante ter em mente quais locais irá percorrer pelo país. É importante reforçar que alguns lugares exigem certa habilidade na estrada. Além disso, ter em mente a estação do ano da sua viagem é um ponto importante – principalmente se você não está acostumado a dirigir na neve.

Qual locadora escolher?

Agora que você está amadurecendo a ideia de viajar para o Chile de carro, é importante contar com uma empresa de confiança no momento de alugar seu veículo. Para facilitar essa tarefa, existem sites que são chamados de sites agregadores – em que você pode pesquisar e comparar carros e preços de diferentes locadoras e ainda, fazer a reserva nessa mesma plataforma.

O site que recomendo para você fazer essa pesquisa e reserva é o RentCars.comuma empresa super confiável. Além de ter a chance de encontrar a menor tarifa, você conta com as vantagens de ter o modelo de carro que você precisa disponível e ainda economiza tempo na sua viagem. É importante reforçar que muitas locadoras não dispõe de carros imediatos, exigindo assim a reserva antecipada – especialmente em aeroportos menores.

RentCars - Aluguel de carros: como alugar seu carro pela internet

Outra vantagem é que não precisa pagar nada no momento da reserva! Você só vai pagar quando for retirar o veículo e ainda pode parcelar o valor! Se você quiser se aprofundar mais sobre o assunto, aqui no blog tem um post que mostra como alugar um carro pela internet, confira:

Aluguel de carros: como alugar seu carro pela internet

Qual carro escolher para viajar no Chile?

O que vai ser fundamental para ajudar a decidir o modelo de carro é o tipo da sua viagem. Se você está embarcando com a família, um carro maior é a melhor pedida – assim todos viajam confortavelmente e ainda sobra espaço para as malas

Além disso, você também deve levar em consideração o seu roteiro. Afinal, a região visitada pode exigir um carro 4×4 ou, dependendo do destino, um compacto já pode estar de bom tamanho!

Alugar carro no Chile: dicas e documentos necessários

Como isso vai interferir bastante no sucesso da viagem e também no valor final que você vai gastar, não dá pra errar na escolha!

Como são as estradas no Chile?

Eu já passei por diversas estradas do Chile. Fui de carro de Santiago até Viña del Mar, passando por algumas vinícolas, em uma estrada super boa! Percorri várias estradas na Patagônia, tanto na parte Norte quanto na Sul, perto de Torres del Paine. Posso dizer que, dependendo da região que percorrer, vai passar por estradas em diversas condições.

Eu não vi nenhuma estrada muito ruim, mas várias que precisam de bastante atenção e muita habilidade do motorista. Existem estradas de terra e com muitas pedras soltas, que podem fazer o carro derrapar; também têm estradas com muitas curvas em sequência, daquelas que chegam a dar enjoo. Mas também existem ótimas estradas de asfalto e com paisagens deslumbrantes.

Apesar de lindo, é preciso se atentar às condições climáticas…

Estrada para o Valle Nevado

Falando em estradas com muitas curvas, não posso deixar de lado uma muito famosa: a estrada que te leva até o Valle Nevado, saindo de Santiago. Essa estrada eu realmente não recomendo que você percorra com um carro alugado – além do número de curvas altíssimo, tem o risco de neve e gelo na pista em alguns períodos do ano.

Alugar carro no Chile: a estrada para o Valle Nevado

No caso do Valle Nevado eu recomendo muito que você faça o passeio com alguma agência ou transfer contratado.


Estradas no Deserto do Atacama

Outro destino que pede atenção e um pouco mais de cuidado, é o Deserto do Atacama. Lá, eu recomendo ainda mais que você contrate uma agência ou um guia para fazer os passeios. Por conta das distâncias, dos tipos do passeios, da estradas e até da sinalização – ou falta dela – pode ser um pouco mais perigoso fazer a viagem por conta, com um carro alugado.

Estradas no Deserto do Atacama

Eu mesmo, que já visitei o Atacama várias vezes, já presenciei sérios acidentes nas estradas – quase todos particulares.. muitos com carros alugados.

Não é querer desmotivar a sua viagem, mas é te falar a verdade sobre o destino. Pode ser, sim, que você consiga fazer vários passeios por conta própria e com seu carro – mas, de verdade, eu acho que essa viagem pode ser melhor aproveitada com uma agência e guias profissionais.

Eu acho, com toda sinceridade, que uma viagem para o Atacama merece uma proposta diferente. Ter uma guia te acompanhando nos passeios, te explicando e contanto as histórias da região vai, com certeza, fazer a diferença na sua viagem. Hoje eu recomendo muito o trabalho da FlaviaBia Expediciones, por isso vou deixar um link aqui para você saber mais sobre a agência:

A melhor agência de passeios no Atacama.

Mas se você quer sentir a liberdade de dirigir pelas estradas do deserto, e toda emoção que vem nesse pacote, deverá pegar o carro em Calama. Aqui, preciso reforçar que é fundamental que você reserve um veículo 4×4 com antecedência!

Alugar carro no Chile: dicas e documentos necessários

Uma vez já fui para lá, em uma viagem a trabalho, e achei que o “responsável” tinha reservado o carro antes –  no fim, não tinha. Foi uma baita dor de cabeça, porque não existe wifi liberado nesse aeroporto e as locadoras não estavam liberando uma nova locação imediatafoi super difícil conseguir o carro na hora. Tivemos que buscar um lugar com wifi, conectar e pesquisar pela internet um carro para ser pego na hora – acabou saindo muito mais caro!

Deu certo no final? Deu! Mas não recomendo! O ideal é reservar com antecedência, pois no mesmo dia é bem difícil conseguir um veículo por lá.

Ainda falando no Atacama, existe a questão de saber lidar com o veículo e com as estradas que você vai percorrer. No nosso caso, como posso mostrar, a viagem não saiu exatamente como foi o esperado.

Alugar carro no Atacama: vale a pena?

No fim das contas, com várias dores de cabeça ao longo da viagem, eu só posso dizer que tudo teria dado mais certo se a viagem tivesse o suporte de uma agência ou um guia particular. Fora o fato de você, ao estar sem alguém para orientar, acabar entrando em áreas inapropriadas – eu vi isso de perto e não foi nada legal.

Vale a pena contratar GPS como adicional?

Para percorrer as estradas do Chile, ter um GPS a bordo vai garantir mais praticidade e segurança para a sua viagem! Uma das opções é contratar o GPS como um adicional na reserva do veículo. 

E caso opte por não contratar?

A sua segunda opção é utilizar o seu celular como GPS. Mas, para isso, você irá precisar de um chip de internet para uso no exterior. A minha sugestão, no caso do Chile, é que você compre um chip da Claro lá no Chile mesmo – que acaba sendo uma das opções mais econômicas.

Hoje, a Claro tem a opção do Claro Pós com dados internacionaisjá vi algumas pessoas falando que funciona super bem no país! Então fica a dica para você ver se consegue aproveitar esse novo serviço.

Mas, se você quer chegar no Chile já conectado, minha sugestão é investir no chip da EasySim4You! Apesar de ser um pouco mais caro, ele oferece a praticidade que todo viajante precisa ao chegar a um país desconhecido. E, além de permitir que o celular funcione como um GPS, você poderá ficar por dentro do que acontece nas redes sociais e muito mais, curtir uma música, mandar mensagem para a família... e tudo mais que precisar fazer online!

Eu nunca utilizei o chip da EasySim4You no Chile, pois sempre preferi ficar com a opção mais barata da Claro. Mas, como comentei, vou deixar ele aqui como um sugestão para você!

Desconto: você pode ganhar 10% de desconto na EasySim4You aplicando o cupom exclusivo UMVIAJANTE10 na tela final do pagamento.

Também é super importante reforçar que em algumas regiões mais isoladas do país, especialmente em alguns pontos do Atacama, não existe sinal de celular. Inclusive é muito recomendado, caso sua viagem seja sem agência, que você consiga uma telefone via satélite – por segurança mesmo.

O que você precisa saber antes de viajar de carro no Chile:

Pedágios no Chile

Assim como no Brasil, o Chile também possui pedágios em suas estradas. E já adianto que eles não são dos mais baratos, os preços podem variar entre 1.500 e 3.800 pesos chilenos. Como estamos falando de uma região de extremos, parte da arrecadação dos pedágios é utilizada na reconstrução de estradas afetadas por terremotos que ocorrem com certa frequência por lá.

A maioria dos carros alugados possui um tag, semelhante ao que temos aqui no Brasil – que libera a passagem nos pedágios. A cobrança, nesse caso, vem depois, na fatura do seu cartão de créditoapesar da comodidade, lembre que é cobrado IOF.

Nas vias expressas, como as que você tem perto de Santiago, também existe uma espécie de cobrança automática de pontos em pontos – não existe uma estrutura do pedágio em si, é tudo automático.

Valor do combustível no Chile

Você não pode deixar de considerar o valor do combustível no seu planejamento de viagem. No Chile, o combustível mais utilizado é a gasolina, que pode ser encontrada em três tipos: 93, 95 e 97. A diferença entre eles é a qualidade, como se fosse a gasolina aditivada no Brasil. E o valor do litro varia entre 800 e 850 pesos chilenos.

Normalmente você vai receber o carro com o tanque cheio e deve devolver ele da mesma forma. Pelo menos é o mais indicado: você contrata o carro com a quilometragem livre e devolve com o tanque cheio.

Estacionamentos no Chile

Independente da região do Chile que você vai percorrer, é sempre bom confirmar com o hotel escolhido se eles possuem vaga de estacionamento. Assim, você viaja com a tranquilidade de saber que o carro estará seguro e ainda, não irá se preocupar em procurar estacionamento. Vale reforçar que dentro das cidades, principalmente de Santiago, os estacionamentos não são baratos.

Animais nas estradas

Não podemos esquecer que muitas estradas passam por dentro de reservas ambientais e por locais onde a vida selvagem está muito próxima de você.

Vicunas nas estradas do Chile

É preciso ter muito cuidado com os animais nas estradas. Além de ser muito perigoso e poder custar tanto a sua vida quanto a vida de algum bichinho, por lá é crime atropelar algumas espécies – deixo aqui o alerta.

Alugar e dirigir em Santiago do Chile

Aproveitando o gancho, sempre que me perguntam sobre alugar um carro em Santiago, eu não recomendo! Acho que dirigir no Chile pode até ser legal em outras áreas do país, mas não em Santiago.

Alugar carro em Santiago do Chile

O trânsito na cidade pode melar o seu passeio, os estacionamentos, como comentei, são bem caros, e existem também as linhas expressas – aquelas que cobram os pedágios automáticos.

Em Santiago, de verdade, eu acho que você aproveita muito mais utilizando o transporte público do que com um carro alugado.

Se beber, não dirija!

Ainda falando sobre Santiago e região, não podemos esquecer que o Chile é muito conhecido por seus passeios a vinícolas e degustações. Se você pretende fazer um desses passeios, lembre-se de que, se for beber, não dirija! Nesse caso, o mais indicado é fechar a atração com uma agência que ofereça o serviço de transfer. Assim você pode aproveitar o passeio com mais tranquilidade, experimentar vinhos excelentes e ainda voltar para o seu hotel com segurança!

Isso vale para o Chile e para qualquer outro lugar do mundo, viu?!

Principais dúvidas sobre alugar carro no Chile

Uma das principais dúvidas de todo viajante que resolve alugar um carro no exterior é em relação aos documentos necessários.

Documentos necessários para dirigir no Chile

A boa notícia é que a nossa CNH – Carteira Nacional de Habilitação, é aceita no país. Sendo assim, você só irá precisar apresentar ela junto ao seu passaporte, ou identidade, e cair na estrada! Só é importante lembrar que a maioria das locadoras exige idade mínima de 21 anos e algumas podem cobrar uma taxa extra para condutores menores de 25 anos.

De acordo coma a Lei Chilena Nº 20.046, é permitido o turista dirigir no Chile com habilitação do Brasil. Confira parte da lei:

“Los nacionales de otros países, que permanezcan en calidad de turistas en Chile, podrán conducir un vehículo motorizado durante el plazo de la respectiva autorización de turismo, portando la licencia vigente de conductor, otorgada según las leyes de su país, que sea equivalente a la Licencia No Profesional Clase B contemplada en el artículo 12. En uso de sus atribuciones el tribunal competente podrá exigir la presentación de una traducción oficial de la licencia del extranjero.”.

Outro ponto que sempre me perguntam é sobre o valor caução. Ao alugar um carro, você precisa apresentar um cartão de crédito que tenha limite suficiente para o valor da caução do seu contrato que é definido a partir do modelo escolhido, dos adicionais e também da duração da sua locação. Mas pode ficar tranquilo que esse valor não será creditado do seu cartão – a menos que algum dano tenha ocorrido com o carro.

Fotografe o carro inteiro ao pegar na locadora!

Uma sugestão que eu já aproveito para te dar agora é sobre o momento de pegar o carro. Antes de receber as chaves, um funcionário fará uma vistoria com você. Nesse momento é importante se atentar à todos os detalhes e fotografar o máximo possível de detalhes.

Isso pode fazer uma grande diferença na hora de devolver o carro – caso algo seja questionado, você tem mais documentos para provar como estava o carro antes de você pegar as chaves.

É fundamental ainda, ter em mente como será o roteiro da sua viagem e se você irá devolver o carro alugado no mesmo lugar que pegou ou em um destino diferente. Saiba que, se a segunda opção for a sua escolhida, pode ser que uma taxa adicional seja cobrada.

Muitas pessoas se assustam ao fazer uma cotação de aluguel de carro marcando a entrada para um ponto diferente da retirada do veículo – dependendo da distância, isso pode encarecer, e muito, o valor do seu aluguel.

No mais, é só seguir as regras de trânsito, que são bem semelhantes as do Brasil, e aproveitar a sua viagem!

Volto a reforçar o ponto sobre as regras de trânsito: no Chile a fiscalização é bem rigorosa e você pode, facilmente, ser parado pela polícia e receber uma multa.

Vale a pena alugar um carro no Chile?

Bom, depois de tudo que eu comentei… só você mesmo poderá concluir essa questão. Eu acho que, em algumas regiões do país, é interessante viajar de carro sim. Não podemos esquecer da Carretera Austral, que reserva cenários incríveis para quem ama uma road trip.

Alugar carro no Chile: dicas e documentos necessários

Se você já tiver um roteiro definido e está com alguma dúvida, pode deixar uma mensagem aqui nos comentários e eu vou tentar ajudar


Por fim, não se esqueça de pesquisar e reservar o seu carro com a RentCars que, além de ser super segura, é parceria do blog – assim você ainda me ajuda aqui no blog, sem gastar nada a mais com isso.

Pesquise e reserve aqui o seu carro no Chile.


Seguro Viagem no Chile e documentação

Aproveitando que estamos falando de vários pontos de segurança e documentação necessária para viajar para o Chile, vou deixar aqui dois links bem importantes: um sobre a documentação para você viajar para o Chile e outro sobre o Seguro Viagem no Chile.

Apesar de não ser obrigatória a contração do Seguro Viagem, eu recomendo muito que você só saia do Brasil com um seguro viagem é pela sua segurança e para evitar dor de cabeça. Espero, claro, que você não precise usar… mas, de verdade, não vá sem o seguro!

Veja aqui quais os documentos necessários para viajar ao Chile

Seguro Viagem no Chile: informações e cupom de desconto para você economizar!

Chegamos ao fim desse post com todas as informações que você precisa saber antes de alugar um carro no Chile. Espero ter ajudado e se você ficou com alguma dúvida, deixe seu comentário aqui! Vai ser um prazer ajudar com essa etapa do seu planejamento. E se você tiver alguma experiência com locação de carros no Chile e quiser compartilhar com a gente, fique à vontade também! Valeeuuu!!

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *