Coronavírus Ásia: como se proteger antes e durante uma viagem

Com o forte alerta sobre o coronavírus, muitos viajantes estão sem saber como lidar com futuras viagens. Cancelar é realmente necessário? É perigoso viajar agora? Quais cuidados tomar antes e durante as próximas viagens?

Desconto Allianza Travel Seguro Viagem

Um alerta mundial foi emitido e o planeta está em alerta sobre o Coronavírus. Como você deve estar acompanhando pelo noticiário, o novo vírus surgiu na China e, até então, vem gerando muita preocupação pela forma com que se espalha e pela dificuldade de detecção em quem está contaminado, já que os sintomas podem demorar a aparecer.

De acordo com a OMSOrganização Mundial da Saúde, acredita-se que o surto surgiu após os primeiros infectados visitarem uma feira de animais, peixes e frutos do mar na cidade de Wuhan, determinada como o epicentro da doença.

Por conta do principal feriado da China, o Ano Novo Chinês, um número muito alto de pessoas viajou logo após o vírus ser descoberto. Esse é, sem dúvidas, um dos pontos mais críticos dessa situação.

Até o momento, 19 países já confirmaram casos de pessoas contaminadas com o Coronavírus e a OMS declarou que a situação é de emergência de saúde pública internacional. No Brasil, até 31 de janeiro, nenhum caso foi confirmado.

O alerta, naturalmente, desencadeou uma infinidade de dúvidas e muita preocupação, em especial, claro, entre pessoas que estão viajando nesse momento e, também, entre viajantes com viagens próximascomo é o meu caso, que embarco em alguns dias para o Sudeste Asiático.

Não vou negar que as notícias me deixaram com uma pulga atrás da orelha e, sim, com receio e dúvidas se deveria ou não realizar a viagem.

Apesar de não ter a China no roteiro, vou percorrer o Sudeste da Ásia por 40 diasum período relativamente longo. Considerando as grandes cidades que vou visitar, além de mais de 10 voos internos que tenho na programação, não posso, simplesmente, ignorar o risco e não tomar medidas preventivas.

Pensando nisso, decidi escrever esse post para compartilhar informações e, também, o que estou fazendo nesses dias que antecedem a viagem. Preciso apenas deixar claro que a decisão de realizar a viagem é totalmente pessoal não sou médico e nem tenho como garantir, assim como ninguém pode fazer até hoje, 1° de fevereiro, alguma medida que previna totalmente a contaminação.

O que temos de oficial até o momento sobre o coronavírus

O Ministério da Saúde e a OMS publicaram informações importantes sobre o Coronavírus, incluindo dados sobre sintomas, transmissão, diagnóstico e como se prevenir. Veja o que foi divulgado até o momento:

Coronavírus - O que o viajante precisa saber

Quais os sintomas do Coronavírus?

Os sinais e sintomas do novo coronavírus são, principalmente, respiratórios, se assemelhando a um resfriado. Dentre os casos diagnosticados até o momento, os sintomas mais comuns são:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar
  • Dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

É importante reforçar que o vírus pode ficar incubado por duas semanas, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Como o Coronavírus é transmitido?

Segundo a OMS, o vírus foi transmitido de animal para pessoa e depois, de pessoa para pessoa. Até o momento, não está claro como o vírus é transmitido.

Alguns vírus são altamente contagiosos (como sarampo), enquanto outros são menos. Ainda não foi esclarecido com que facilidade o novo coronavírus se espalha de pessoa para pessoa.

Apesar das pesquisas e investigações sobre o vírus ainda estarem em andamento, as informações sobre a transmissão do coronavírus sinalizam que ele pode se espalhar pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  • Gotículas de saliva
  • Espirro
  • Tosse
  • Catarro
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Segundo o CDC, Centro para Vigilância e Prevenção de Doenças, pessoas mais velhas parecem ter maior risco. Fonte aqui.

Como o Coronavírus é diagnosticado?

Para confirmar a doença é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o RNA viral. O diagnóstico do novo coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

IMPORTANTE: os casos graves devem ser encaminhados a um Hospital de Referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar. 

Existe tratamento para o Coronavírus?

Até o seguinte momento, não existe tratamento específico para infecções causadas pelo Coronavírus. Ainda, segundo o Ministério da Saúde, é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:

  • Uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos).
  • Uso de humidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse.

IMPORTANTE: assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Como prevenir o Coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

Coronavírus: cancelar viagem? Informações

Para quem tem viagens marcadas ou está em viagem, existem algumas informações importantes e que devem ser consideradas antes de decidir seguir ou cancelar os planos.

Coronavírus: devo cancelar minha viagem?

Com o aumento do nível de alerta pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alto em relação ao risco global do novo coronavírus, o Ministério da Saúde orienta que “viagens para a China devem ser realizadas apenas em casos de extrema necessidade”. Essa recomendação vale até que o quadro todo esteja bem definido.

A China vem tomando todas as medidas possíveis para evitar alastramento do coronavírus, o que impacta diretamente o turismo dentro do país. Com o que temos divulgado até hoje, 1° de fevereiro, o melhor, por enquanto, é adiar os planos de conhecer a China até que a situação esteja controlada.

Coronavírus - O que o viajante precisa saber
Shanghai/China-Jan.2020 | Foto: Robert Wei / Shutterstock.com

Além do risco de contaminação dentro do país, uma viagem para lá nesse momento não será fácil: muitas companhias aéreas, como a British Airways, United Airlines, Air Asia e Emirates já anunciaram cortes de voos para a região.

Viagens para o Sudeste Asiático ou outros destinos internacionais: devo cancelar por conta do Coronavírus?

Caso você não tenha a China no roteiro, mas tenha uma viagem programada para Ásia ou Sudeste Asiático, como é o meu caso, ou mesmo para outros destinos onde já existem casos confirmados, é importante ficar alerta, sim, e, principalmente, buscar informações em fontes confiáveis.

Muito cuidado com informações falsas, vídeos alarmistas em redes sociais ou notícias em sites não confiáveis. Estar bem informado é extremante importante nesse momento. Vou deixar aqui um vídeo do Dr. Drauzio Varella onde ele comenta sobre o novo vírus e onde encontrei informações para viajar mais tranquilo:

Até agora, particularmente, não encontrei motivos para cancelar a minha viagem para o Sudeste Asiático: vou passar por Tailândia, Laos, Vietnam, Filipinas, Singapura, Malásia e, também, Emirados Árabes. Apesar de alguns desses destinos já terem casos confirmados, vejo como pontos bem isolados, que, sim, merecem atenção, mas que não precisam interferir nos planos da viagem.

Cuidados e o que fazer antes de uma viagem nessas circunstâncias?

Como comentei, estar bem informado já é um ótimo primeiro passo. Para isso, sites oficiais como do Ministério da Saúde e OMS são essenciais para buscar informações diárias. Segue os links mais importantes:

Ministério da Saúde – Coronavírus

Atualizações da OMS – Organização Mundial da Saúde

Outros sites que são importantes de acompanhar nesse momento são das companhias aéreas que você vai viajar. No meu caso, a Emirates será a companhia que vai me levar do Brasil até Bangkok, porém dentro do Sudeste Asiático devo viajar com, pelo menos, outras 5 companhias aéreas.

Para os cuidados com a minha viagem, acesso diariamente o site de cada uma dessas companhias em busca de informações atualizadas.

Na Emirates, por exemplo, até hoje, 1° de fevereiro, o único alerta no site diz respeito a voos para China Continental e para Hong Kong. Nesse alerta, os viajantes têm opções de remarcação de reserva e reembolso. Para outros destinos, não existe nenhum alerta ou notificação – o que me deixa mais tranquilo.

Cuidados com alimentação e imunidade

Viajar com uma boa imunidade é, indiscutivelmente, essencial em uma situação como essas. Por conta disso, um ponto que estou cuidando com bastante atenção nesses dias que antecedem a viagem é a minha alimentação.

Alimentação e Imunidade - Coronavírus

Decidi aproveitar que tenho alguns dias antes de embarcar para fazer um exame de sangue e ver como estão minhas vitaminas, para tomar algum suplemento, caso seja necessário.

Uma atenção especial às vitaminas D e C é bem importante!

Estou priorizando muitas frutas, verduras e vegetais, assim como cúrcuma que traz muitos benefícios – dica de uma amiga. Suco verde, limão e gengibre já estão presentes na dieta diária – assim como hidratação com muita água.

Não sei o quanto você pode achar que isso é ou não significante nesse caso, mas, para mim, é algo que acho que pode, sim, fazer diferença e ajudar na imunidade para essa longa viagem que se aproxima.

O que já estou preparando para levar na viagem?

Sempre que viajo para a Ásia, tenho uma séria preocupação em levar todos os remédios que posso precisar em diversas situações: para dor muscular, dor de cabeça, dor de barriga, entre outros.

Obviamente, por conta do novo vírus, qualquer sintoma durante a viagem será tratado com o maior cuidado possível. Ainda assim, não vou deixar de levar essa “farmacinha” de emergência.

Itens indispensáveis

Por conta do Coronavírus, novos itens vão entrar na bagagem: máscaras de proteção e álcool em gel.

Sobre as máscaras:

Apesar de acompanhar, nesses últimos dias, algumas pessoas viajando pela Ásia e utilizando máscaras simples, é importante reforçar que as máscaras que protegem desse tipo de vírus têm um modelo específico:

De acordo com o CDC, Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos EUA, as máscaras capazes de proteger contra esse tipo de vírus são classificadas como N95. Essas são as mesmas máscaras utilizadas por funcionários do sistema de saúde.

Como essas máscaras já estão em falta em muitos destinos, vou levar direto do Brasil. Reforçando ainda que essas máscaras precisam ser manuseadas com atenção e usadas de acordo com as instruções e, principalmente, a validade.

Sobre o álcool em gel:

Um dos pontos mais importantes sobre a prevenção do coronavírus é a questão da nossa higienização. Por isso, estar com álcool em gel por perto é indispensável em todas as situações.

Vou levar na bagagem de mão um frasco com 100 ml, que é o permitido para embarque nos aviões, e um frasco maior na mala despachada – para repor durante a viagem.

Seguro Viagem Internacional

Independentemente da situação, sempre gosto de reforçar a importância de contratar um bom seguro viagem. Nesse caso, obviamente, esse tópico se torna ainda mais importante.

Confesso que não sei como os casos estão sendo tratados lá fora, especialmente quando os sintomas indicam o coronavírus. De qualquer forma, considero o seguro viagem em uma situação dessas realmente essencial.

Aqui no blog já falei bastante sobre isso e, também, dei boas opções para você contratar o seguro viagem com ótimos descontos. Para essa viagem, especificamente, os planos que encontrei na Seguros Promo foram os que apresentaram o melhor custo benefício – entre valor e cobertura.

Vou deixar aqui o link para você fazer a cotação e receber o desconto com o cupom atualizado:

CUPOM DESCONTO SEGUROS PROMO:
VIAJANTE
FAZER COTAÇÃO  

Dúvidas, comentários e troca de informações sobre viagens e o coronavírus

Quero deixar esse post aberto e como uma central de informações onde você pode deixar seu comentário, compartilhar sua experiência ou alguma informação que considere importante para os demais viajantes.

Se eu tiver alguma nova informação antes de embarcar, farei a atualização por aqui. Espero que o post ajude e esclareça algumas dúvidas sobre o que fazer em relação ao novo vírus e a futuras viagens. Qualquer dúvida, fique à vontade para comentar por aqui.

Melhor Seguro Viagem InternacionalBooking.com

Sobre o autor

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Posts relacionados

4 Comentários

  1. Ana Teixeira

    Oi Robson, tudo bem? Também estou com uma viagem programada para o sudeste asiático, de 5 meses, começando quarta que vem também por Bangkok, e estou super na dúvida se adio a minha ida ou não… complicado né! Estou lendo seu post, conversando com amigos e pensando com carinho no que fazer! rs

    Responder
  2. Marceli

    Pessoa sensata, fazendo um artigo muito informativo e esclarecedor. A mídia em geral parece querer gerar o caos. Que bom que podemos contar com artigos como o seu. Muito obrigada Robson!

    Responder
  3. Raquel

    Olá Robson, tudo bem?
    Preciso de uma força sua ou de qualquer um que se disponibilize em me ajudar. Olha eu estou com planos de ir para o Brasil em Junho. Mas com esse caso confirmado do Corona vírus em São Paulo, fiquei com uma pulga atrás da orelha. E são tantos os rumores circulando por todo lado. Me diz acha que vale apena eu viajar?? Não penso em adiar a minha viagem

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *