fbpx

Câmbio em Santiago: onde trocar e qual moeda levar para o Chile?

Vai viajar para o Chile e pretende passar uns dias em Santiago? Veja aqui se vale a pena levar dólar, pesos ou real e os melhores lugares para fazer o câmbio.

Na hora de sair do Brasil, algumas das principais dúvidas dos viajantes são em relação ao dinheiro, e isso não é diferente quando estamos falando em Chile:

Qual a melhor forma de levar dinheiro? Vale a pena levar pesos, dólares ou real? Onde devo trocar o dinheiro? No Chile aceita real? Posso pagar no cartão de crédito? Qual a cotação atualizada?

Essas e muitas outras perguntas relacionadas à moeda sempre estão na cabeça dos viajantes – e com razão, já que fazendo a escolha certa você pode economizar uma boa grana.

Câmbio em Santiago: pesos chilenos

Nesse post eu vou comentar sobre as melhores formas de levar dinheiro para o Chile e onde você pode encontrar casas de câmbio em Santiago.

Caso esteja sem tempo de ler tudo e já queira saber qual a melhor moeda levar, taí a resposta:

DÓLAR – REAL

Com a cotação atual, levar dólares se mostrou mais vantajoso! Mas isso também pode depender da quantidade de dinheiro que você pretende trocar – quanto maior o valor, maior a diferença no seu bolso.

Particularmente eu prefiro levar reais, já que a diferença não é gigante e você não precisa se preocupar em ir em uma casa de câmbio no Brasil.

Agora vou comentar detalhadamente sobre esse assunto e te mostrar como cheguei nessa conclusão, bora lá!

Cotação em Santiago: Dólar e Real

Para conseguir chegar na melhor opção, a única forma que encontrei foi bater perna na cidade e procurar por cotações em várias casas de câmbio – indo de porta em porta eu consegui encontrar as melhores cotações para Dólar e Real.

Casas de Câmbio em Santiago

Existem várias casas de câmbio em Santiago, mas a concentração principal delas é na calle Agustinas, entre a Passeo Ahumada e a calle Bandera. Você pode chegar lá com a linha vermelha do metrô, a L1, descendo na estação Universidad de Chile também não fica longe da estação Santa Lucía, aí você aproveita para visitar a região.

Vamos aos valores que eu encontrei nessa região:

Laser Cambios: 1 Real = 162 Pesos | 1 Dólar = 643 Pesos Brolland Cambios: 1 Real = 161 Pesos | 1 Dólar = 644 Pesos JM Cambios: 1 Real = 162 Pesos | 1 Dólar = 644 Pesos ChileExchange: 1 Real = 161 Pesos | 1 Dólar = 644 Pesos Chile Cambios: 1 Real = 162 Pesos | 1 Dólar = 642 Pesos

Os valores, como você pode ver, não mudam muito de uma casa de câmbio para outra – mas pensando em Santiago, que não é uma cidade barata, qualquer economia tá valendo.

A casa de câmbio que estava com a melhor cotação para as duas moedas, nesse dia, foi a JM Cambiosvale lembrar que esses valores não são fixos! Além de mudarem com frequência, você também pode negociar na hora.

Dica: Quanto mais dinheiro você for trocar, maiores as chances de uma negociação. Então tente trocar tudo que precisa de uma vez – é melhor do que ir trocando pingadinho.

Câmbio no aeroporto de Santiago

Aproveitando que estou apresentando os valores, veja como estava a cotação no aeroporto de Santiago:

AFEX Aeroporto STG: 1 Real = 147 Pesos | 1 Dólar = 620 Pesos

Extremamente mais caro do que na cidade, sendo que essa casa de câmbio você também encontra no centro com valores bem melhores – ou seja: fuja do câmbio no aeroporto!

Qual moeda levar para o Chile?

Pra chegar nessa resposta, só pegando papel, lápis e uma calculadora pra fazer as contas – ou ler a sequencia, já que eu fiz isso por você

Cotação Chile: qual moeda levar

Com base nas cotações que encontrei nessas casas de câmbio de Santiago, veja como ficam os cálculos para quem tem R$ 1.000 (mil reais) para trocar por pesos.

Se levar reais para o Chile…

Com mil reais no Chile, trocando na JM Cambios, sem negociar, você vai receber: 162.000 pesos, ok!?

Se levar dólares para o Chile…

A segunda opção seria trocar esses mil reais por dólares ainda no Brasil.

Fazendo uma cotação rápida aqui em Curitiba, com o dólar a 3.90, você teria em mãos cerca de 257 dólares.

Com 257 dólares, indo na mesma casa de câmbio de Santiago, você receberia aproximadamente: 165.500 pesos, sem negociar.

Se levar pesos chilenos para o Chile…

A sua última alternativa é trocar reias por pesos chilenos ainda no Brasil.

Fazendo uma cotação rápida aqui, eu consegui 1 Real = 147.5 Pesos (ou 1 peso por 0,0068 reais).

Com mil reais eu receberia no Brasil: 147.500 Pesosmuito menos do que eu teria trocando direto no Chile. 

Ou seja: trocar reais por pesos no Brasil não é uma boa opção!

Por fim, qual a melhor moeda levar para o Chile?

Trocar seu real por dólar no Brasil e depois trocar por pesos chilenos em Santiago se mostrou a melhor opçãopor uma diferença muito pequena, mas que pode fazer uma diferença no seu orçamento se for trocar uma quantia maior:

1 mil reais em Santiago = 162.000 Pesos Chilenos

257 dólares em Santiago = 165.500 Pesos Chilenos

A diferença total no final foi de cerca de 20 reais lembrando que você teria que ir numa casa de câmbio no Brasil, trocar seu real por dólar e depois fazer outra conversão em Santiago.

A opção menos vantajosa foi trocar reais por pesos ainda no Brasil – descarta essa!

Câmbio em Santiago: qual moeda levar

A opção que eu prefiro:

Eu, particularmente, não acho que compensa trocar por dólar com essa diferença. Se você não for trocar um valor muito grande, o melhor é levar em reais e não ter que ir duas vezes fazer o câmbio.

Dúvidas frequentes sobre dinheiro no Chile

Onde encontrar o melhor Câmbio no Chile?

Santiago é uma das melhores cidades para você fazer o câmbio no Chile – com excessão do aeroporto que tem uma das piores cotações.

Se sua viagem pelo Chile tiver uns dias em Santiago logo no começo, aproveite para fazer a troca lá mesmo! É a melhor opção!

Câmbio no Atacama, vale a pena?

Muita gente tem dúvidas sobre o câmbio no Atacama. Eu já fiz um post falando especificamente sobre as cotações em San Pedro, vale a pena dar uma olhada se a sua viagem for pra lá:

 Veja aqui como é o câmbio em San Pedro de Atacama

Casas de Câmbio no Atacama, Chile

Vale ressaltar que a cotação do dólar, hoje, é muito parecida entre San Pedro de Atacama e Santiago:

Em San Pedro o dólar estava dando 640 pesos e em Santiago 644 pesos. Já o real tinha uma diferença bem maior: 153 pesos em San Pedro contra 162 pesos em Santiago.

Cartão de Crédito no Chile, vale a pena?

Usar o cartão de crédito no Chile é sim uma opção, por isso desbloqueie o seu cartão para a viagem antes de embarcar!

Mas eu recomendo considerar essa opção apenas em uma emergência! Além de você ficar refém da cotação do dia de fechamento da sua fatura, você ainda tem o custo do IOF.

Vale ressaltar que também é muito mais difícil conseguir algum desconto em compras quando se paga com cartão de créditopagando em espécie dá pra chorar.

Outro ponto negativo: os caixas eletrônicos do Chile te limitam em 200.000 pesos por saque, sendo que ainda cobram uma taxa que varia de 5000 a 6000 pesos por cada vez que tirar dinheiro.

Ou seja, pra cada saque você vai precisar pagar essa taxa e não vai conseguir sacar mais de 200.000 por vez.

Enfim, minha dica é para usar o cartão apenas em uma emergência!

Posso pagar minhas despesas com Reais?

Normalmente não! O ideal é trocar seu dinheiro em uma das casas de câmbio e fazer seus pagamentos com Pesos Chilenos.

Posso pagar minhas despesas com cartão de crédito?

Boa parte dos estabelecimentos de Santiago aceitam cartões – mas o ideal é confirmar antes de consumir alguma coisa, por segurança.

Algumas lojas menores podem não aceitar ou até acrescentar uma valor adicional caso você queira pagar com cartão de crédito tem que ficar esperto pra conta não ficar muito pesada.

Experiências com cartões Itaú e Santander

Eu já comentei sobre isso no post do Câmbio no Atacama, mas acho importante ressaltar aqui também: eu sou cliente Itaú e meus cartões sempre funcionaram bem no Chile. Já os cartões Santander, tanto Visa ou Mastercard, apresentaram problemas em vários lugares.

Mesmo tendo feito o aviso viagem certinho, o cartão do Santander é de lua: funciona num lugar e não funciona em outro. Se você é cliente desse banco e pretende utilizar o cartão, fica esperto!

Esse é apenas um relado de experiência própria. Não tenho informações sobre outras bandeiras ou bancos, mas normalmente cartões Visa e MasterCard são bem aceitos no Chile.

Seguro Viagem: já contratou o seu?

É muito importante contratar um seguro viagem quando você vai sair do Brasil. Mesmo que sua viagem seja apenas para o Chile ou inclua outros países da América do Sul, ter um seguro pode fazer a maior diferença caso você tenha algum problema na viagem.

Como contratar seu seguro viagem para o Chile, com desconto!

Acho que esse post esclarece boa parte das dúvidas sobre dinheiro e câmbio no Chile. Se você tiver qualquer outra dúvida, fique a vontade para comentar aqui no post. Besos chicos!!!

mondial-pos-2016

Meu Primeiro Mochilão

About The Author

Robson Franzói é um curitibano de 29 anos, formado em design e obcecado por descobrir coisas novas. Em 2012 decidiu correr atrás dos seus sonhos e no seu primeiro mochilão descobriu sua grande paixão: viajar! Amante também da fotografia, o garoto criou esse blog para compartilhar suas histórias, aventuras e clicks pelo mundo. Suas fotos já estão ficando conhecidas, aproveite e acompanhe o Instragram @blogumviajante

Related posts

1 Comment

  1. Guilherme

    Dólar é bem melhor.
    O que mais escuto é sobre a perda na compra do dólar e dps na troca do dólar, mas poucos fazem a conta igual vc fez.
    Quando fui pra Santiago a economia foi de quase 500 reais.
    Da pra perceber que o dólar mantém a cotação em Santiago e no Atacama, já o real vale bem menos no Atacama.
    Top o post, deixando a decisão para os leitores, mas falando a verdade.

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *