Chapada das Mesas, Maranhão: todas as dicas resumidas para sua viagem

Pensando em viajar para o nordeste brasileiro e quer incluir no roteiro um destino diferente? Conheça a Chapada das Mesas, no sul do estado do Maranhão.

Normalmente, quando falamos em viagem para o Maranhão, no maravilhoso nordeste brasileiro, o primeiro destino que nos vem à cabeça são os Lençóis Maranhenses que eu, inclusive, tive a oportunidade de conhecer durante a Rota das Emoções.

Se você não conhece esse roteiro que percorre os estados do Maranhão, Piauí e Ceará, vou deixar o link para inspirar outra viagem para a sua lista:

Conheça aqui a Rota das Emoções

Agora, o que nem todo mundo sabe é que, no estado do Maranhão existe um destino de aventura, repleto de belezas naturais, que deixa qualquer viajante com os olhos brilhando: estou falando da Chapada das Mesas.

Chapada das Mesas, Maranhão

Preciso confessar: esse era um destino que, até recentemente, eu desconhecia totalmente. Inclusive, quem me apresentou a Chapada das Mesas foi o Mauricio Oliveira, autor do blog Viagens Possíveis e que me acompanhou nessa aventura.

Conhecendo a incrível Chapada das Mesas

Para esse primeiro post sobre a Chapada das Mesas, a ideia é relatar para você, de uma forma geral e resumida, tudo o que envolveu a minha viagem e as experiências nesse destino.

Chapada das Mesas, Maranhão

Ao longo dos próximos posts, vou descrever para você, com mais detalhes, como foram os passeios, o meu roteiro dia a dia, e todas as dicas e informações para ajudar você a planejar sua viagem para a Chapada das Mesas. Vamos lá!!

Onde fica e como chegar à Chapada das Mesas

A Chapada das Mesas fica na região sul do estado do Maranhão, quase na fronteira com o Tocantins. Inclusive, é por esse motivo que muitas pessoas consideram um roteiro de Jalapão + Chapada das Mesas aqui no blog você encontra um conteúdo super completo sobre esse outro destino incrível:

Veja aqui todos os posts sobre o Jalapão

A cidade base para você explorar a Chapada das Mesas é Carolina, que está a cerca de 850 km de São Luís, capital do Maranhão. Para chegar lá, a rota mais fácil para quem vem do sul do país é pegando um voo para Imperatrizque fica a aproximadamente 220 km de Carolina, um percurso que dura, em média, 3h30.

Chapada das Mesas, Maranhão

No meu caso, para você ter uma ideia, peguei um voo de Curitiba para Brasília, depois de Brasília para Imperatriz e, enfim, o transfer até Carolinaa viagem completa durou mais de 12 horas, contando com uma pausa para almoço em Imperatriz.

Como visitar a Chapada das Mesas

Apesar de ser um destino de aventura e ainda ser pouco conhecida entre os viajantes brasileiros, a Chapada das Mesas tem uma excelente infraestrutura e seus atrativos são, na maior parte, bem acessíveis.

Chapada das Mesas, Maranhão

Para visitar e percorrer os principais pontos da Chapada das Mesas, você tem duas opções básicas: realizar a viagem de carro ou contratar uma agência local para realizar os passeios.

Sobre alugar um carro para fazer a viagem:

Caso a sua ideia seja explorar a Chapada das Mesas de carro, próprio ou alugado, é interessante saber que para chegar a alguns pontos, como a Cachoeira São Romão e a Cachoeira da Prata, é necessário um veículo com tração nas quatro rodas.

Para outros atrativos, como o Portal da Chapada e o Complexo da Pedra Caída, você tem a possibilidade de chegar com veículo comum.

Importante: acho super válido reforçar que a estrada principal que dá acesso aos atrativos da Chapada das Mesas não é das melhores, contando com trechos bem deteriorados, e tem um fluxo intenso de caminhões – é preciso dirigir com muito cuidado e atenção redobrada nessa região.

*Se você decidir alugar um carro, recomendo o site da RentCars.

Sobre fazer a viagem com uma agência:

Essa foi a forma que fiz a minha viagem e a maneira que realmente recomendo para qualquer viajante que me perguntar. Além de ficar mais tranquilo na estrada, sem ter que se preocupar com direção, você pode curtir os passeios de uma forma mais relaxada – ninguém sai de férias para ficar se preocupando com trânsito e carro quebrado.

A agência que fiz os passeios, e que recomendo muito, é a Cia do Cerrado. Além de oferecer carros com toda segurança necessária, os guias foram ótimos em todos os passeios.

Cia do Cerrado Chapada das Mesas, Maranhão

Sem dúvidas, é uma das melhores opções para você conhecer esse destino!

Acesse aqui o site da Cia do Cerrado

Quando fui e qual a melhor época para visitar a Chapada das Mesas

A minha viagem para a Chapada das Mesas foi no início do mês de setembro, antes do feriado da independência – uma época ótima para conhecer o destino.

Chapada das Mesas, Maranhão

É importante reforçar que, mesmo não sendo tão conhecida, a Chapada das Mesas atrai muitos viajantes que vivem nessa região – especialmente durante os feriados.

Se você tem dúvidas de quando ir ou não para a Chapada das Mesas, minha dica principal é: não vá em feriados! Sua experiência, por conta do número alto de viajantes, pode mudar completamente. Priorize, se possível, dias de semana assim, você vai ter atrativos praticamente vazios.

Quais os melhores meses para viajar

Falando em condições climáticas, a Chapada das Mesas tem dois períodos mais marcados durante o ano: o período chuvoso, que vai de dezembro a maio; e o período seco, que vai do final de maio até o início de dezembro.

Pelo que vi, as temperaturas variam entre quente, muito quente e “calor socorro, meu pai”. Dizem que nas noites de junho/julho pode fazer 16ºC de mínima – eu, só acredito vendo.

O período chuvoso é o menos indicado na região, já que o volume de chuva é grande e as águas não ficam tão cristalinas.

A melhor época é o período seco, quando você vai encontrar as águas super cristalinas e a possibilidade de fazer todos os passeios – eu amei viajar em setembro.

Chapada das Mesas em Setembro, Maranhão

Reforçando: evite, se possível, viajar nos feriados.

Quantos dias ficar na Chapada das Mesas

Para conhecer os principais atrativos da Chapada das Mesas o ideal são 4 dias completos lembrando que você tem que contar com os dias de viagem para chegar ao destino.

Para programar a sua viagem, separe 2 dias de deslocamento + 4 dias para conhecer o destino.

Chapada das Mesas, Maranhão

Se você tiver flexibilidade na sua agenda, eu colocaria mais 1 dia no roteiro para incluir uma estadia no complexo da Pedra Caídaeles têm mais de 20 cachoeiras para visitação, sendo que 9 delas têm acesso estruturado para o visitante. Como eu não tive esse dia extra, conheci apenas três cachoeiras em um dia.

Roteiro na Chapada das Mesas

Como comentei, a base para explorar a Chapada das Mesas é a cidade de Carolinafoi lá que passei todas as noites da viagem.

Agora, só para você ter como base, vou listar aqui quais atrativos visitei em cada dia da viagem – ao longo dos próximos posts, irei compartilhar todos os detalhes dos passeios. 

  • Dia 1: viagem de Curitiba para Carolina.
  • Dia 2: nascer do sol no Portal da Chapada/Visita ao Poço Azul, Encanto Azul e Cachoeira de Santa Bárbara.
  • Dia 3: dia inteiro no Complexo da Pedra Caída, onde visitamos três cachoeiras: Cachoeira da Caverna, Cachoeira do Capelão e Cachoeira do Santuário. Ainda no complexo, subimos no teleférico e descemos em uma tirolesa de mais de 1.500 metros.
  • Dia 4: fizemos o Roteiro 3 Encantos, que começa com um trekking pela Trilha dos Pilares, depois tem um banho de rio em um refúgio na natureza e, para terminar, um passeio de barco com pôr do sol no Rio Tocantins.
  • Dia 5: visitamos a Cachoeira São Romão e a Cachoeira da Prata, os pontos de maior dificuldade de acesso.
  • Dia 6: retorno para casa.

O que não pode ficar de fora do roteiro

Esse roteiro que fiz na Chapada das Mesas foi bem completo e é o que recomendo para sua viagem. Caso você tenha menos tempo disponível, vou deixar aqui as atrações que você precisa conhecer:

1. Poço Azul + Cachoeira de Santa Bárbara + Encanto Azul

Poço Azul - Chapada das Mesas em Setembro, Maranhão

As duas atrações ficam dentro do complexo do Poço Azul, então é tranquilo para conhecê-las. Já o Encanto Azul, apesar de não ficar no mesmo lugar, não é distante e é fácil de encaixar no mesmo dia.

2. Cachoeira do Santuário

Cachoeira do Santuário - Chapada das Mesas, Maranhão

A Cachoeira do Santuário fica dentro do complexo da Pedra Caída e foi um dos lugares mais impressionantes que já visitei. Você pode passar o dia inteiro no complexo e aproveitar outras atrações, como o teleférico e a tirolesa – que são incríveis.

3. Cachoeira de São Romão e Cachoeira da Prata

Cachoeira da Prata Chapada das Mesas em Setembro, Maranhão

Para fechar o TOP 3, eu colocaria a Cachoeira de São Romão. Como a Cachoeira da Prata fica no caminho, também é fácil de casar os dois atrativos.

Como é a estrutura e acessibilidade na Chapada das Mesas

Esse é um ponto que vale a pena reforçar: a estrutura que existe hoje na Chapada das Mesas é muito boa. Várias cachoeiras, por exemplo, têm acesso por rampas de madeiravocê nem precisa se preocupar com trilhas difíceis, basta um pouco de fôlego na hora de subir… mas é super tranquilo!

Itens essenciais para levar na mala

Por ser um destino quente e de aventura, fazer a mala para a Chapada das Mesas não é muito difícil.

Priorize roupas leves e calçados confortáveis. Se você incluir o trekking no seu roteiro, um tênis ou bota para caminhada são ideais!

Chapada das Mesas, Maranhão

Como os passeios têm uma boa estrutura para chegar, um chinelo ou sandália já dá conta – só é preciso cuidar com o chileno molhado, depois do banho de cachoeira, para não escorregar.

Uma boa solução para calçado são as papetesdaquelas que você pode caminhar e entrar na água, sem precisar tirar. Eu acho péssimo ter que ficar calçando tênis e meia depois de um banho de cachoeira, pois isso, fico com a papete ou o chinelão mesmo.

Ter uma toalha pequena ou daquelas de alta absorção também é uma ótima opção para você levar nos passeios.

Não se esqueça de levar:

  • Protetor solar
  • Óculos de sol
  • Chapéu/Boné
  • Repelente

Dica pra foto: roupas coloridas e estampadas sempre vão bem nas fotos de um destino como esse. Me chamaram até de samambaia, mas as fotos ficaram lindas!

Onde se hospedar em Carolina, Maranhão

A minha estadia na Chapada das Mesas foi na Pousada do Lajes, que é da mesma família da agência Cia do Cerrado.

Pousada do Lajes - Carolina - Chapada das Mesas

A estrutura da pousada é muito boa! Os quartos não têm luxo, mas são confortáveis para uma viagem de aventura – todos com ar condicionado, importante nessa região.

O Wi-Fi funciona bem e o café da manhã, benza Deus, é maravilhoso! Na estrutura você tem até uma piscina para relaxar e parquinho para as crianças – curti muito e recomendo!

Confira aqui os valores e faça sua reserva

Veja aqui outras opções de hospedagem em Carolina

Informações gerais para sua viagem

Internet na região

Falando em internet, consegui conexão em vários lugares com meu chip da Claroé uma das melhores operadoras na região. Não prometo conexão boa o tempo todo, mas deu pra quebrar o galho.

A Vivo tava mortinha por lá e TIM não passou nem perto das fronteiras – nesses casos é melhor ficar só no Wi-Fi do hotel.

A água nas cachoeiras

Não tenho como deixar de comentar que a água nas cachoeiras da Chapada das Mesas NÃO É GELADA!!! Isso é um diferencial que coloca esse destino no topo da minha lista de favoritos.

Você entra na água e não tem mais vontade de sair – maravilhoso!

Onde comer em Carolina

Nossos jantares em Carolina foram sempre aos redores da praça principal da cidade. Comemos no Espaço Gourmet, na Pizzaria Tio Peppe e também no Lanches Central, cerca de uma quadra de distância da praça. Todos com comida boa e ótimo atendimento!

Bancos em Carolina

Em Carolina você vai encontrar Banco do Brasil, Bradesco e também Banco da Amazônia.

Na maior parte dos estabelecimentos e pousadas, você pode fazer o pagamento direto no cartão. Só para saques que é realmente limitado nesses bancos – não existe caixa 24h em Carolina.

Vale a pena visitar a Chapada das Mesas

Depois desse resumão sobre o destino Chapada das Mesas, só posso dizer que é um lugar que vale muito a pena ser visitado, de verdade!

Chapada das Mesas, Maranhão

Lá, tive o privilégio de conhecer belezas naturais que nunca vi em outros lugares – com destaque para a impressionante Cachoeira do Santuário.

Não é um destino que você vai conseguir, com facilidade, unir ao roteiro dos Lençóis Maranhenses. Se for para casar com outro roteiro, o mais indicado é Jalapão e também Serras Gerais.

Pode colocar esse destino na sua lista que você não vai se arrepender!

Quanto custa viajar para a Chapada das Mesas

Falar sobre valores é sempre muito importante. Muitos atrativos na Chapada das Mesas cobram uma taxa para entrar. Vou listar todos os valores nos próximos posts – em especial, no post com o roteiro detalhado.

Chapada das Mesas, Maranhão

Obviamente o valor total da viagem vai depender de como você vai visitar a Chapada das Mesas – se alugando um carro ou contratando uma agência.

Caso sua opção seja fazer a viagem com uma agência, vou deixar aqui o link da Cia do Cerrado para você fazer a cotação dos passeios com eles – lembrando que nesse caso, você tem o serviço do guia, dos transportes, alimentação e entrada nos atrativos. Confirme exatamente o que está incluso no seu pacote!

Atualização: leitores do blog tem desconto com a agência!! Fala que viu esse post aqui no blog Um Viajante para receber um valor especial

Faça a cotação com a Cia do Cerrado

Vídeo da Chapada das Mesas

Quer ter um gostinho ainda maior de como é a experiência nessa viagem? Confere então o vídeo da Chapada das Mesas que publiquei no canal e que ficou, de verdade, um dos mais bonitos do canal. Clicando nesse link você já pode se inscrever e acompanhar meu trabalho por lá – é uma baita força pro canal crescer!

Espero que esse post ajude no seu planejamento de viagem para a Chapada das Mesas. Se você tiver alguma dúvida ou quiser compartilhar alguma dica com os viajantes que estão por aqui, fique à vontade para deixar seu comentário no post. Valeuuu!!!!

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

1 Comentário

  1. Will Coelho

    Olá Robson…. É incrível acompanhar seu trabalho e seus sonhos realizados com as viagens, os roteiros e as imagens incríveis que você registra com suas lentes. Bom, sobre o vídeo da Chapada das Mesas, estou ainda me recuperando da emoção que senti ao desfrutá-lo. Uma perfeição cinematográfica, algo diferente do que já pude ver em outros blogs. Parabéns.
    Lendo aqui as informações você menciona no item 1, “Cachoeira de Santa Bárbara” como sendo um atrativo da Chapada das Mesas, fiquei com uma dúvida pois quando viajei para a Chapada dos Veadeiros, lá também há uma Cachoeira Santa Bárbara. Será que é a mesma?
    Seu blog é incrível, muito bem elaborado mesmo.
    Como traveler que sou, embora não blogueiro (rs), mas amante da fotografia também, preciso parabenizá-lo pela excelente percepção que você tem em captar imagens e na edição dos vídeos.
    Se posso pedir algo, ou mesmo dar duas dicas, segue meus desejos:
    1. se possível colocar nas fotos a informação de qual lugar é, ou nos textos deixar mais explicito qual o local que está representado nas imagens.
    2. que tal indicar a trilha sonora dos seus vídeos? as músicas são excelentes e como já disse sua edição está impecável … dá um desejo enorme de estar nos lugares assim que terminamos de assistir os vídeos.
    Deixo aqui minhas impressões sobre um trabalho de um jovem viajante que realmente ama o que faz.
    Abraços.
    Will Coelho

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *