Cachoeira do Mosquito e Poço do Diabo, na Chapada Diamantina

A Chapada Diamantina reserva muitas surpresas, dentre elas algumas das cachoeiras mais lindas do Brasil. A Cachoeira do Mosquito certamente está na lista das mais incríveis e ela é a principal visita do dia.

A Chapada Diamantina reserva muitas surpresas, dentre elas algumas das cachoeiras mais lindas do Brasil. A Cachoeira do Mosquito certamente está na lista das mais incríveis e ela é a principal visita do dia.

Cachoeira do Mosquito, Chapada Diamantina

Vale lembrar, para quem chegou por aqui agora, que estou contando com detalhes todos os lugares que visitei na minha viagem pela Chapada Diamantina. No dia anterior, eu tinha feito um dos trekkings mais difíceis da viagem para chegar na famosa Cachoeira do Sossego:

Veja aqui como foi minha visita na Cachoeira do Sossego

Falando agora sobre o roteiro do dia, a programação incluía duas cachoeiras famosas da região: a Cachoeira do Mosquito e a Cachoeira do Poço do Diabo.

Para visitar essas duas, a aventura é bem mais leve que do dia anterior, então você não precisa se preocupar ao colocar elas no seu roteiro.

Visitando a Cachoeira do Mosquito, na Chapada Diamantina

Como de costume, o dia começou cedo. Tomei café da manhã em Lençóis, a cidade que estava servindo de base para essa etapa da viagem, e depois caímos na estrada para começar os passeios.

A Cachoeira do Mosquito está localizada a mais ou menos 40 km de Lençóis – sendo 20 km de asfalto e 20 km de estrada de terra.

Ao chegar na fazenda onde está localizada a cachoeira, ainda é preciso fazer uma trilha – que dura pouco menos de 30 minutos.

Cachoeira do Mosquito, Chapada Diamantina

A trilha não é difícil, apesar de ter alguns lances de descida no caminho. Como eu sempre ressalto, ter um guia local por perto é uma das melhores alternativas.

Após a caminhada nós chegamos na principal parada do dia: a Cachoeira do Mosquito…. simplesmente linda!

Cachoeira do Mosquito, Chapada Diamantina

Eu confesso que ela ficou entre as minhas favoritas da viagem, talvez atrás somente da Cachoeira do Buracãoque realmente me conquistou.

Veja aqui como é o passeio para a Cachoeira do Buracão

De qualquer maneira, a Cachoeira do Mosquito é um dos lugares que merecem ser visitados na Chapada Diamantina. Ela é perfeita para banho, para relaxar e lavar a alma nas águas refrescantes que caem de belos 50 metros de altura.

Cachoeira do Mosquito, Chapada Diamantina

Fiquei deslumbrado com o lugar! Os paredões de rocha ao redor, a cor da água e todo o cenário em si, é realmente exuberante. Por ali, muitos aventureiros também realizam a prática do rapel.

Por não ser um passeio tão distante de Lençóis, eu realmente considero a Cachoeira do Mosquito como uma atração imperdível na Chapada Diamantina.

Talvez você esteja se perguntando: mas é mosquito porque tem muito mosquito lá?? O que é muito comum de se pensar!!

Na verdade esse nome tem outra referência: os diamantes! Esse era um local de garimpo e ali foram encontradas pequenas pedras preciosas… os diamantes que, pelo tamanho, eram chamados de mosquitinhospequenos, mas bem valiosos…. daqueles que dariam para resolver nossa vida!

É claro que quando o guia nos contou esse detalhe, eu aproveitei o banho na cachoeira para ficar bem de olho no chão – vaaaaaai que tem um mosquitinho por ali que passou batido, que ninguém viu e estava só me esperando!?!?! Sonhar não custa nada né!?!

Até encontramos algumas pedrinhas bem bonitas, mas nada além disso – quem sabe você tenha mais sorte, mas aí lembre de mim se ficar rico!!

O Mirante da Cachoeira do Mosquito

Depois do banho e de curtir a cachoeira por um tempo, a segunda parada do dia foi num mirante que nos dá uma vista linda da cachoeira.

Vale a pena deixar esse mirante para depois da visita a cachoeira, assim você vai se surpreendendo aos poucos.

Almoço na fazenda

Como eu sempre digo, banho de cachoeira desperta uma fome que não tem explicação – acredite, você vai se identificar comigo.

Uma boa opção é o almoço na casa da fazenda – daquelas que viajante nenhum bota defeito! Comidinha caseira, arroz, feijão, farofa, carne de panela e um suco natural de maracujá silvestre que você PRECISA provar.

Agora faça o cálculo: banho de cachoeira + almoço na fazenda + suco de maracujá… já imagina a leseira que bateu né!?! Aí você olha pro lado e vê um monte de redes só te esperando… impossível resistir!!

O Poço do Diabo, na Chapada Diamantina

Depois de um breve cochilo nas redes da fazenda, caímos na estrada rumo a outra cachoeira, conhecida como O Poço do Diabo!

A viagem, de mais ou menos 40 km, levou cerca de uma hora – em estrada de asfalto. Chegamos então nas proximidades do Rio Mucugezinho, onde teríamos mais uma trilha.

Trilha Poço do Diabo, Chapada Diamantina

O caminho não é difícil, apesar de alguns desníveis no percurso. Seguimos margeando o rio e já encontramos as primeiras piscinas naturais pelo caminho.

A Cachoeira do Poço do Diabo é a maior formada pelo Rio Mucugezinho e é um ótimo lugar para banho! Por ter áreas rasas e profundas, é importante ficar atento – de uma maneira geral é um passeio indicado para qualquer pessoa ou idade.

O paredão de rochas acaba atraindo muitos aventureiros: alguns para a prática do rapel e outros que se jogam de lances bem altos. Por ser uma área sem salva-vidas, é importante ter cuidado para evitar acidentes.

Poço do Diabo, Chapada Diamantina

A área mais próxima da cachoeira é bem profunda, então, se não souber nadar, fique na área rasa ou use um colete salva-vidas – dependendo da agência que você escolher, os coletes estarão à sua disposição.

Poço do Diabo, Chapada Diamantina

Foi um dia bem mais relaxante, sem grandes trilhas e só com o prazer de curtir a natureza de perto. De lá retornamos para Lençóis e ainda tivemos tempo de terminar o dia passeando pelo centrinho.

Informações importantes sobre os passeios

Como chegar na Cachoeira do Mosquito

Como eu comentei, a Cachoeira do Mosquito fica a mais ou menos 40 km de Lençóis. A sinalização para chegar lá é boa e o caminho não é difícil.

Caso você vá por conta, basta pegar a BR-242 e seguir as indicações – lembrando que são 20 km de asfalto e 20 km de estrada de terra.

Vale ressaltar que a Cachoeira do Mosquito fica em uma fazenda particular, a Fazenda Santo Antônio, então é necessário pagar uma taxa de entrada antes da trilha. O valor gira em torno de 15 reais – que normalmente você já paga quando fecha o passeio com alguma agência.

Mapa Cachoeira do Mosquito e Poço do Diabo

Nesse mapa você vai consegui ver onde ficam as cachoeiras em relação a cidade de Lençóis. Como nem todo o caminho é marcado, não deu para traçar a rota.

Como você pode ver, as atrações ficam relativamente próximas, o que torna a combinação muito boa para um único dia.

O que levar para as cachoeiras

É sempre importante levar água, protetor solar, óculos de sol, boné/chapéu e repelente – apesar de não ter encontrado mosquitos (os que picam) nesse dia.

Também é legal levar uma tolha de banho, já que a água das cachoeiras é bem gelada, normalmente ficamos com frio depois do mergulho.

Câmeras à prova d’água são interessantes. E tudo isso em uma mochila leve – quanto menos peso melhor!

Não recomendo que você faça os passeios de chinelo, é sempre melhor com um tênis de caminhada. Não achei nem necessário levar chinelo na mochila, pois dificilmente você vai usar.

Onde se hospedar

Para visitar tanto a Cachoeira do Mosquito quanto o Poço do Diabo, o melhor ponto de partida é a cidade de Lençóis.

A cidade tem uma ótima estrutura para receber viajantes, então você vai encontrar muitas opções de hospedagem lá.

Veja aqui os melhores hotéis de Lençóis com os melhores preços.

Lembrando que ao fazer sua reserva por esses links do Booking, você contribui com o blog e não gasta nada a mais com isso.

Agência para sua viagem na Chapada Diamantina

Todos os passeios que fiz na Chapada Diamantina foram acompanhados de guias locais, o que tornou minha experiência muito mais proveitosa – tanto em questão de tempo quanto de informações sobre os lugares.

A agência que organizou minha viagem na Chapada foi a Venturas que, como já comentei nos outros posts, tem um trabalho muito bom! Posso recomendar de olhos fechados!

A proposta da Venturas é oferecer o melhor de cada destino de uma forma completa pra você, sem que você tenha que se preocupar com a logística da viagem – você fala com eles e eles organizam tudo pra você.

Hoje a Venturas é parceria do blog e oferece preços e condições especiais para os leitores – o que realmente me deixa muito feliz!

Se quiser trocar uma ideia com eles, basta entrar em contato e comentar que você conhece o Robson, do blog Um Viajante, e tem interesse em um pacote pela Chapada Chapada Diamantina.

Acesse aqui o Site Oficial da Venturas

Tudo sobre a Chapada Diamantina

Aqui no blog você já encontra muitas informações sobre minha viagem pela Chapada Diamantina, que foi viabilizada pela marca SBAda qual me tornei Embaixador no Brasil e no Mundo!

Veja aqui todos os posts que já publiquei sobre a Chapada Diamantina!

Espero que tenha curtido os passeios desse dia e que realmente inclua eles em sua viagem pela Chapada. Se você tiver dúvidas ou se já visitou essas cachoeiras e quiser deixar alguma dica, fique à vontade para comentar aqui no post! Valeuuuu!

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *