Quantos dias ficar em Santiago do Chile: quanto tempo é necessário

Está planejando um roteiro e tem dúvidas de quantos dias ficar em Santiago do Chile? Veja aqui quantos dias são ideais, o que fazer e quais atrações colocar em seu roteiro.

Santiago é uma das cidades que tive o privilégio de visitar mais vezes em viagens para fora do Brasil. Desde que estive lá pela primeira vez, em 2014, a capital do Chile me conquistou com seu charme particular, seus atrativos, sua diversidade e com um clima que só ela consegue oferecer.

Parque Forestal - Santiago do Chile
Parque Forestal, Santiago…

Para os viajantes que nunca tiveram a oportunidade de ver neve, visitar Santiago no inverno é uma ótima pedida – já que o Valle Nevado está a pouco mais de uma hora da cidade.

Para quem ama montanhas e natureza, a Cordilheira dos Andes é o plano de fundo no horizonte da cidade de Santiago. Assim como para quem ama vinhos, as vinícolas são como sala de estar para quem chega ao Chile pela primeira vez.

Independente do seu estilo como viajante, a cidade de Santiago certamente tem algo para o seu perfil. Muita gente brinca que ela é tão versátil que você pode ver o nascer do sol no alto de uma montanha nevada, almoçar em uma vinícola em meio a um vale e ver o sol se pôr nas águas do Pacífico – tudo em um único dia.

Pôr do sol em Viña del Mar, Chile
Pôr do sol em Viña del Mar

Com uma variedade e versatilidade tão grande de passeios e atrativos, organizar um roteiro e decidir quantos dias ficar em Santiago pode não ser uma tarefa fácil.

Nesse post, pretendo facilitar um pouco a sua vida e abrir seus olhos para que a sua primeira viagem Santiago seja, realmente, um sonho realizado.

Quanto tempo ficar em Santiago

A quantidade de tempo ou dias que você precisa para conhecer um novo destino é um ponto que sempre nos deixa confusos. Para a cidade de Santiago que, como falei, tem uma grande variedade de atrativos e coisas para fazer, é ainda mais complicado decidir quanto tempo ficar.

Rua colorida no centro de Santiago - CityTour
Centro de Santiago do Chile – A famosa rua colorida…

Imagino que para você, assim como acontece comigo, sempre rola um medo de não aproveitar a cidade de verdade e ter que deixar muita coisa de lado por falta de tempo.

Eu sempre ficava muito pensativo sobre isso até que aceitei que uma só viagem nunca será o suficiente para conhecer um destino – especialmente uma cidade como Santiago.

Uma das melhores coisas em viajar é você ir, se apaixonar por um lugar e voltar para casa com uma sensação boa de quem logo estará lá de novo. Aceitar que você não precisa fazer absolutamente tudo em uma única viagem vai deixar seu roteiro muito mais leve e, certamente, prazeroso.

Plaza de Armas - Santiago, Chile

Não é porque a Concha y Toro é uma vinícola famosa que você precisa gastar tempo do seu roteiro para ir até á, ainda mais se vinho não é a sua praia; não é porque a sua prima comeu no restaurante X que você vai ter que gastar seus pesos chilenos para comer o mesmo.

Cada viajante é único e cada viagem pode, e deve, ser diferente. Por isso, tudo que eu compartilho aqui são sugestões para aproveitar o que realmente faz diferença para você.

O seu ritmo e o seu planejamento

Outro ponto que é muito importante, e totalmente pessoal, é o ritmo que você quer levar a sua viagem. Eu mesmo já fui o viajante alucinado que queria ver o máximo de coisas no menor tempo possível.

Desconto Seguro Viagem

Esse tipo de vontade é muito comum quando estamos começando a viajar ou vamos para um lugar diferente pela primeira vez. Quando vejo minhas planilhas antigas, meus dias pareciam ter 48 horas – eu colocava tanta coisa na minha programação que nem se fosse maratonista daria conta.

Agora, não sei se pela experiência ao longo do tempo, ou por não ter o mesmo fôlego, o ritmo que levo uma viagem é completamente diferente. Não sou mais o viajante que quer fazer tudo correndo só para dizer que fez tudo.

Passeio saindo de Santiago: Vinícola Matetic
Degustando vinho nas vinícolas próximas de Santiago…

Hoje, o que valorizo de verdade, especialmente em um destino como Santiago, é aproveitar a cidade numa boa, sem correria, sem pressa e da melhor maneira possível.

Como já falei aqui no blog: a gente já tem que correr no trabalho e tem que bater meta na empresa. Viajar não é para isso! Viajar é uma das melhores coisas que podemos nos proporcionar e não podemos estragar esse momento com estresse.

Se você também é desse time, segue comigo e vamos planejar a melhor viagem para Santiago que você poderia sonhar!

Quantos dias ficar em Santiago: qual é o tempo ideal?

Bom, se eu tiver que dar um número exato logo de cara – sem dar muitas voltas – diria que para aproveitar Santiago você precisa de, pelo menos, 4 dias completos na cidade.

Não estou dizendo que ficar 2 ou 3 dias seja inviável ou que você não vai ter o que fazer em 5 ou 6 dias – tudo é completamente ajustável para o tempo que você tem disponível.

Neve em Cajon del Maipo, Chile
Neve em Cajon del Maipo, Passeio saindo de Santiago…

A minha sugestão de um roteiro de 4 ou 5 dias em Santiago é para ter um bom panorama da cidade e, inclusive, visitar alguns pontos nos arredores – como o Valle Nevado, Cajon del Maipo, Viña del Mar e Valparaíso.

Se você conseguir se organizar para passar 4 ou 5 dias completos em Santiago, tenho certeza de que vai aproveitar muuuito!

Santiago em 3 dias, é uma boa?

Apesar de exigir que faça um planejamento mais detalhado e até mais acelerado em alguns pontos, é possível, sim, conhecer bastante coisa da cidade em 3 dias completos.

Inclusive, na primeira vez em que viajei para Santiago, esse foi exatamente o tempo que fiquei: 3 dias na cidade de Santiago + 2 dias para Viña del Mar e Valparaíso.

Rua em Valparaíso, bate-volta saindo de Santiago
Rua em Valparaíso, bate-volta saindo de Santiago

Hoje eu já faria diferente: teria deixado 4 dias para Santiago e teria feito Viña e Valpo em um bate volta de 1 dia. Ou, outra opção, seria aproveitar esse dia extra para visitar outro lugar – como o Valle Nevado, Cajon del Maipo ou até Isla Negra e a Vinícola Matetic, que é um passeio superlegal!

Veja aqui como é o passeio da Vinícola Matetic + Isla Negra

Pouco tempo em Santiago: 1 ou 2 dias… é possível?

Eu entendo que a cidade de Santiago é a porta de entrada para muitos viajantes que vão visitar outros destinos dentro do Chile, como o Deserto do Atacama, no norte do país, ou a Patagônia Chilena, na região sul.

Por conta dessa entrada por Santiago, algumas pessoas tentam encaixar algum tempo no roteiro para conhecer a cidade – mesmo que seja um tempo bem curto.

Se você só conseguir passar 2 dias em Santiago, dormindo apenas uma noite na cidade, é possível visitar pontos estratégicos – como o Centro Histórico, algum Cerro e até uma vinícola dentro da cidade.

Cerro San Cristóbal - Vista para Santiago
Cerro San Cristóbal – Vista para Santiago do Chile

Agora, se tiver apenas 1 dia em Santiago, talvez por conta de uma escala prolongada na cidade, você precisa ter bastante atenção com os horários do seu voo.

Não sei se você sabe, mas o trânsito em Santiago é bastante complicado sendo que nos horário de pico, vários pontos ficam totalmente intransitáveis.

Só para você ter uma ideia, já fiz um trajeto do aeroporto de Santiago até o Bairro Itália em menos de 20 minutos – em um voo que cheguei de madrugada. Já em outra viagem, que cheguei a Santiago perto das 18h, levei mais de 1h30 para fazer o mesmo trajeto é um caos, juro!

Por isso, se você tem poucas horas para visitar a cidade, é muito importante avaliar bem horário em que você precisa estar no aeroporto – se não planejar bem, pode ficar preso no trânsito.

Caso você não tenha problemas com horários e simplesmente tenha 1 dia para visitar Santiago, é possível conhecer alguns pontos – só não dá para inventar muita coisa… é preciso entender que é apenas uma visitinha rápida.

Santiago em 7 dias ou mais: é muito tempo?

Agora, falando para você que tem uma flexibilidade maior na agenda e consegue passar mais dias em Santiago: vai fundo! Na minha última viagem, passei mais de 10 dias em Santiago e em todos eles saí para fazer um passeio diferente.

Parque Bicentenario Santiago do Chile
Parque Bicentenario, em Santiago do Chile

Obviamente fiz tudo com mais calma, descobri lugares novos, pouco conhecidos, e tive uma experiência completamente diferente das viagens com dias contados.

Nesse tempo mais longo, consegui visitar várias vinícolas, fiz passeios nos arredores da cidade, visitei desde o litoral até aos vales próximos de Santiago.

Em outra viagem, que também tive um tempo flexível, fiquei 5 dias em Santiago e passei mais quatro dias completos no Valle Nevado para quem quer ter uma experiência de esquiar e ficar na neve por mais tempo, é uma ótima pedida.

Enfim, com mais tempo você consegue fazer muito mais coisas e conhecer a cidade de uma forma que nem todos têm oportunidade de fazer – se conseguir, eu recomendo muito!

Defina quantos dias ficar em Santiago pela passagem aérea

Se você tiver flexibilidade na agenda e conseguir se adaptar às oportunidades que surgirem, uma dica é ficar de olho nas promoções de passagens aéreas.

Volta e meia surgem voos promocionais para a cidade de Santiago, especialmente em sites como Melhores Destinos. O que acontece é que, muitas vezes, essas promoções têm datas fechadas, então você teria que se ajustar de acordo com a oferta.

Hoje, além da GOL e da LATAM realizarem voos para Santiago, a Sky e a JetSmart, duas companhias low cost, também estão operando na ligação entre Brasil e Chile – inclusive com partidas de diversas cidades brasileiras.

JetSmart e a SKY, duas companhias low cost

Você pode pesquisar seu voo e promoções em dois sites que recomendo:

PassagensPromo, que já consegui encontrar boas ofertas, e também a MaxMilhasque tem um sistema maravilhoso para conseguir tarifas com pontos.

Lembrando que na MaxMilhas não é preciso ter os pontos: você vai comprar sua passagem em dinheiro utilizando pontos que outras pessoas vendem. É super seguro e só recomendo por já ter utilizado.

Planejando: faça listas para sua viagem a Santiago

Agora, independente de quantos dias ficar em Santiago, o que recomendo muito é que você faça um planejamento de cada dia da viagem.

Saber o que conhecer, as regiões que vai visitar em cada dia e quais as opções que você tem disponível, é sempre uma ótima maneira de otimizar seu tempo e não ter um roteiro furado ou com gastos desnecessários.

Uma dica que sempre coloco em prática é fazer listas: seja de restaurantes, museus, parques, cafeterias… enfim, faço muitas listas temáticas.

Museu Bellas Artes, Santiago do Chile
Museu Bellas Artes, Santiago …

Com tudo separado por temas, fica mais fácil buscar algo que eu quero durante a viagem. Juro, isso ajuda muito!

Pra te ajudar nessa promoção, eu tenho um post com meu TOP 10 de atrações imperdíveis em Santiago. Com esse post você consegue, de uma forma bem simples, ver o que colocar em cada dia da sua viagem. Vale a pena dar uma olhada:

TOP 10 atrações imperdíveis em Santiago do Chile.

Quanto custa viajar para Santiago?

Se você chegou aqui pensando em quantos dias ficar em Santiago, é bem provável que ainda esteja planejando todos os detalhes da sua viagem – e sei também que a questão financeira é bem importante nesse momento.

Por isso, já vou passar aqui o link de um post que pode ajudar no orçamento da viagem:

Veja aqui quanto custa viajar para Santiago e quanto dinheiro levar

Outro conteúdo bem útil para o seu planejamento é sobre sua locomoção dentro de Santiago:

Veja aqui como se locomover em Santiago

Veja aqui como utilizar o metrô de Santiago

Como conseguir hotéis baratos em Santiago

Não tenho como deixar a questão de hospedagem de fora quando falamos em valores e orçamento para uma viagem a Santiago do Chile.

Apesar de ter opções bem democráticas, acessíveis para todos os tipos de viajantes, encontrar um bom hotel em Santiago e com boa localização, requer pesquisa e tempo.

Mercure Santiago Centro

A principal dica que posso dar nesse sentido é: faça sua reserva com antecedência. De verdade, reservar um hotel com uns 3 ou até 4 meses de antecedência pode fazer uma diferença enorme no valor final da sua estadia.

Deixar para ver isso em cima da hora pode ser um tiro no pé!

E também quero pedir para que, sempre que puder, você utilize os links do blog para fazer suas reservas no Booking.com. Além de ser um dos sistemas de reservas mais confiáveis do mundo, você ainda ajuda o blog e não gasta nada a mais com isso.

Você pode escolher qualquer hotel da sua preferência, e que caiba no seu orçamento. É só acessar o link do blog para pesquisar e também realizar a reserva do hotel – eu agradeço muito!

Caso prefira fazer sua reserva no Hotéis.com, com opção de parcelamento, também vou deixar o link aqui. Independente da sua escolha, ao fazer a reserva por esses links você vai contribuir muito com o blog.

Reserve aqui o seu hotel em Santiago no Booking.com

Reserve aqui o seu hotel em Santiago no Hoteis.com

Agência de passeios em Santiago

Por fim, para fechar esse post com dicas úteis para sua viagem ao Chile, quero passar a recomendação de uma agência de passeios em Santiago que eu realmente confio e que oferece um serviço diferenciado. A Amma Chile, que já apresentei aqui no blog, é uma agência que oferece passeios diferenciados e para quem procura valorizar cada experiência.

Só para você ter uma ideia, os grupos na Amma Chile são de, no máximo, 6 pessoas. Ou seja, você não vai entrar em ônibus lotados e fazer os passeios com muitas pessoas ou correndo feiro louco. A ideia da empresa é realmente valorizar a experiência do viajante e proporcionar o melhor serviço possível.

Agência Amma Chile, em Santiago
Agência Amma Chile, em Santiago

É legal você saber que eles também tem a Casa Amma, que é uma hospedagem linda e super aconchegante, localizada no Bairro Itália. Eu recomendo que você acesse o post da agência para ver todos os diferenciais da empresa

Se você tiver dúvidas sobre quantos dias ficar em Santiago, mesmo que essa não seja a sua primeira viagem, fique à vontade para deixar uma mensagem nos comentários. Valeuuuu!

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *