fbpx

O que fazer no Jalapão: atrativos e passeios

Em meio ao cerrado do Tocantins, o Jalapão é perfeito para quem ama ecoturismo. Conheça os atrativos, passeios e o que fazer no destino que vem ganhando os olhos dos viajantes.

Se você está planejando uma viagem para o Jalapão, pode se preparar: esse é um destino de muitas belezas, contrastes e surpresas. Um lugar que certamente que vai proporcionar novas experiências e sensações.

Em meio ao quente cerrado do Tocantins, alguns atrativos do Jalapão mais parecem verdadeiros oásis secretos. Das dunas, cânions e cachoeiras, aos misteriosos fervedouros e rios de águas cristalinas. Em cada lugar, uma surpresa diferente aguarda os viajantes que desbravam as duras estradas do Parque Nacional do Jalapão.

Nesse post vou comentar um pouco sobre os principais atrativos e passeios que você poderá fazer em sua viagem ao Jalapão. Mas é bem importante lembrar que o tempo da viagem, a agência e o tipo de roteiro que escolher, vai interferir totalmente nos lugares que você vai conhecer

O que fazer no Jalapão: principais passeios e atrativos

Nas duas viagens que realizei, tive a oportunidade de explorar e descobrir as belezas do Jalapão de maneiras diferentes. Estou longe de conhecer todos os lugares, mas posso dizer que já passei por uma boa parte do Jalapão e também de regiões ao seu redor.

Vou relatar um pouco sobre como foi minha experiência em cada lugar e em qual roteiro o passeio ou atrativo está incluso, bora lá:

Morro da Catedral

Considerado um dos cartões postais do Jalapão, o Morro da Catedral está localizado entre São Félix e Novo Acordo. Dependendo do sentido do seu roteiro, esse vai ser um dos primeiros atrativos que você vai ver no Jalapão.

Morro da Catedral, Jalapão

Com 180 metros de altura, o nome se dá ao formato da serra, que de frente lembra perfeitamente a fachada de uma grande catedral. Outra curiosidade é o número 147 que pode ser visto no alto dessa fachada – pode procurar que você vai ver.

Na minha primeira viagem ao Jalapão nós apenas avistamos o Morro da Catedral a partir da estrada. Na segunda, a experiência foi mais intensa: fizemos uma trilha e subimos no alto da serra, onde assistimos a um dos pores do sol mais lindos da viagem.

Um Viajante no Jalapão - Tocantins


Serra do Gorgulho | Morro Vermelho

Localizado na Fazenda Rosalina, o Morro Vermelho é outro ponto que pode ser uma das suas primeiras paradas no Jalapãodependendo, novamente, do sentido do roteiro.

Morro Vermelho - Jalapão

Com formações de arenito ferruginoso, de tonalidade avermelhada, o local tem várias trilhas que podem ser exploradas. Na primeira viagem eu não parei por lá, mas na segunda fiz uma pequena caminhada e pude ver uma boa parte das formações. Se visitar no final do dia, o pôr do sol será um espetáculo à parte.

É necessário pagar uma entrada de R$ 10 reais por pessoa e você encontra também um pequeno bar na entrada – vale a pena perguntar pelo doce de Buriti.


Cachoeira da Velha

Formada pelas águas do Rio Novo, a Cachoeira da Velha é um dos principais atrativos do Jalapão. Na época de chuva o volume d’água impressiona!

Cachoeira da Velha - Jalapão

Na minha primeira viagem visitei a Cachoeira da forma tradicional, chegando lá de carro e caminhando por passarelas com mirantes de observação.

A estrada até lá é uma das mais complicadas da viagem, com trechos de difícil acesso. Já a entrada para a cachoeira guarda uma curiosidade, pois ali era a sede da Fazenda Trivago, que pertencia ao famoso traficante colombiano Pablo Escobar.

Já no roteiro Volta ao Parque, na segunda viagem, fiz uma trilha de 13 km e cheguei na Cachoeira pelo outro lado, onde tive uma visão impressionante. Inclusive, por não estar na época de chuva, pude entrar atrás da cachoeira, num banho surreal – você também pode fazer isso no Rafting Expresso!

Cachoeira da Velha - Jalapão

A Cachoeira da Velha é considerada a maior do Jalapão, com 20 metros de altura e 100 metros de largura – e é um passeio imperdível.

Rafting Express na Cachoeira da Velha

Ver a Cachoeira da Velha já é emocionante, imagina então fazer um rafting e entrar atrás dela!?!? É surreal! Essa opção só é disponível no período mais seco, quando o volume de água não está tão grande.

Esse rafting te leva em uma aventura por corredeiras de nível IV, que são emocionantes! Você não precisa ter experiência para participar – eu mesmo fui pela primeira vez nessa viagem.

O Rafting Express na Cachoeira da Velha normalmente é um passeio adicional e custa mais ou menos R$ 200 por pessoa. No roteiro Volta ao Parque ele já está incluso no pacote!


Cachoeira do Formiga

Pra mim, se tiver que escolher apenas uma, a Cachoeira do Formiga é minha favorita – de todas que já visitei ao redor do mundo. Não que ela impressione pelo tamanho, pois não é uma cachoeira grande. O que me faz escolher essa como a mais especial é a beleza e todo conjunto que ela envolve.

Cachoeira do Formiga, Jalapão - TO

Com uma das cores mais lindas que já tive o prazer de ver, a Cachoeira do Formiga brilha e reflete em tons de azul e verde que se misturam. Pra melhorar ainda mais, o banho é uma delícia!! As águas do Rio Formiga não são tão frias, como normalmente encontramos em cachoeiras – então o banho ali é realmente especial.

Cachoeira do Formiga, Jalapão - TO

Eu, felizmente, visitei a Cachoeira do Formiga nos meus dois roteiros pelo Jalapão. Se você puder, tente evitar alta temporada e feriados, pois esse é um dos lugares que podem ter até fila para entrar – durante a semana é mais tranquilo!


Fervedouro Bela Vista

O Fervedouro Bela Vista é considerado um dos mais bonitos do Jalapão e foi o primeiro que visitei nas duas expedições.

Fervedouro Bela Vista, Jalapão

Você provavelmente já viu alguma foto desse atrativo, pois hoje ele é um dos cartões postais do Jalapão.

Com um deck e um estrutura bem legal, o Fervedouro Bela Vista é um dos maiores desse destino.

Fervedouro Bela Vista, Jalapão
Fervedouro Bela Vista, Jalapão

Está facilmente no meu TOP 3 de fervedouros que você precisa conhecer.


Fervedouro do Buritizinho

Diferente do Bela Vista, o Fervedouro do Buritizinho não ganha pelo tamanho, mas sim, pela beleza. Se prepare para ver um dos fervedouros com a água do azul mais intenso que você já imaginou.

Fervedouro do Buritizinho - Jalapão

O lugar parece realmente um oásis e o azul desse fervedouro é quase hipnotizante – nunca vi um tão lindo! Também está no meu TOP3.

Fervedouro do Buritizinho - Jalapão

Eu só visitei esse fervedouro na minha segunda expedição, a Volta ao Parque.


Fervedouro do Encontro das Águas

Para fechar a minha lista de fervedouros favoritos, o Fervedouro do Encontro é certamente o que vai te proporcionar a melhor experiência. Nem tão grande, nem tão azul… o que torna ele especial é a força com que a água brota do fundo e te faz flutuar.

Fervedouro do Encontro - Jalapão

É uma das sensações mais únicas que já pude sentir – não se compara a nada. Se você puder escolher, inclua esse fervedouro no seu roteiro.

Eu também só visitei esse fervedouro na minha segunda expedição, a Volta ao Parque do Jalapão.


Fervedouro do Ceiça

O Fervedouro do Ceiça é um dos lugares que mais parece um oásis escondido em meio a floresta. Após uma pequena caminhada pela mata, ele surge como uma miragem.

Fervedouro do Ceiça, no Jalapão - TO

Na parte mais ao centro é onde você vai sentir a água brotar do fundo – realmente impressionante.

Eu visitei o Fervedouro do Ceiça na minha primeira viagem ao Jalapão, no roteiro Jalapão 360.


Fervedouro do Sono

O Fervedouro do Sono completa a lista de fervedouros que eu conheci no Jalapão – esse também foi na minha primeira viagem. Assim como você deve imaginar, também é um fervedouro lindo.

Fervedouro do Sono, Jalapão

Só não digo que você precise conhecer todos, pois uma hora acaba se tornando mais do mesmo. Se tiver tempo, fique à vontade para visitar diferentes opções – eu acho que 3 fervedouros é um bom número.


Serra do Espírito Santo

A trilha para a Serra do Espírito Santo começa ainda com sob a luz das estrelas, já que a ideia desse passeio é você curtir o nascer do sol lá do alto.

Serra do Espírito Santo, Jalapão
Serra do Espírito Santo, o céu antes da caminhada para ver o nascer do sol.

No total são 700 metros de caminhada que vão te levar aos 250 metros de altura da serra. É uma subidinha puxada, não vou negar, mas que vale muito a pena.

Ao longo do caminho você vai ter banco para descansar e recuperar o fôlego. Chegando lá em cima, se prepare para o vento, que costuma ser forte, e aguarde o ar da graça do nosso astro maior – o sol!

Serra do Espírito Santo, Jalapão

Esse passeio costuma ser opcional no roteiro básico – custando em torno de R$100 por pessoa. No roteiro de Volta ao Parque já está incluso.

Trilha no alto da Serra do Espírito Santo

Além de subir a Serra do Espírito Santo, outro passeio que você pode fazer é uma trilha de 3 km que existe lá no alto. O caminho te leva até o mirante com vista para as Dunas do Jalapão.

Serra do Espírito Santo, Jalapão

É muito legal fazer essa caminhada, pois esse mirante é exatamente no local onde ocorre a erosão que forma as dunas – muito louco!

Mirante Serra do Espírito Santo, Jalapão

Eu só consegui fazer essa trilha no roteiro da segunda viagem, já que na primeira o tempo era mais curto.


Dunas do Jalapão

Falando nelas, as Dunas do Jalapão são outro cartão postal desse destino. Formadas, como comentei, a partir da erosão da serra que compõem a paisagem, as dunas têm um dourado único e criam um visual realmente especial.

Dunas do Jalapão - Tocantins

Assistir ao pôr do sol nas Dunas do Jalapão é outra experiência imperdível, já que no final da tarde a beleza do lugar é ainda maior. Com tamanha fama, pode se preparar para dividir os grãos de areia com muitos viajantes – esse é um dos atrativos mais visitados do Jalapão.


Pedra Furada

Aproveitando o embalo sobre os principais pontos turísticos do Jalapão, não podemos esquecer da Pedra Furada, que também é um dos cartões postais da região.

Pedra Furada, Jalapão

O pôr do sol na Pedra Furada faz parte de praticamente todos os roteiros pelo Jalapão, o que acaba gerando um certo problema. Não vou te dizer que não é um lugar bonito, mas não espere encontrar a paz que talvez você tenha visto na novela da Globo.

Nas duas vezes em que visitei a Pedra Furada, no final da tarde, ela estava abarrotada de gente. Era um tentando falar mais alto do que o outro, um tentando fazer foto em cima do outro – o sol mesmo tava é esquecido. Se a agência te der uma alternativa boa, como eu sei que algumas estão pensando, pode cogitar em aceitar viu… fica a dica!


Prainha do Rio Novo

Outro ponto comum para seu roteiro no Jalapão é a prainha do Rio Novo, localizada um pouco abaixo da Cachoeira da Velha. Na maioria dos roteiros você vai visitar a cachoeira e parar aí para um banho – e depois um lanche na escada que dá acesso ao local.

Caso você faça o rafting expresso, é que o seu ponto de chegada (não entendi bem a frase anterior). Já no roteiro Volta ao Parque, você vai ter um banho no Rio Novo antes da Cachoeira da Velha e também nessa prainha.

Rafting no Rio Novo

Além do Rafting Express, que comentei lá em cima, no roteiro de Volta ao Parque você vai ter um Rafting de 10 km ao longo do Rio Novo.

Posso te garantir que todos que fizeram a opção mais curta ficaram com vontade de continuar. Eu fiz e curti muito!!


Encontro dos Rios

E se você acha que ainda não tem banho suficiente nessa viagem, eu quase estava esquecendo de comentar sobre Encontro dos Rios. Bem ao lado de onde fica o Fervedouro do Encontro, você tem a oportunidade de ver o verdadeiro encontro entre o Rio Formiga e o Rio Sono.

Encontro dos Rios - Jalapão

Além das cores serem diferentes, com o Formiga variando de azul para verde e o Sono para uma tonalidade de caramelo, o que muda também é a temperatura – a água do Rio Sono é muito mais gelada!


Canyon do Sussuapara

Pra mim esse é outro atrativo imperdível no Jalapão. O Canyon do Sussuapara mais parece um local secreto e cheio de mistério.

Canyon do Sussuapara, Jalapão - Tocantins

É legal visitar esse atrativo ainda de manhã, quando o sol incide parcialmente em seu interior e as cortinas de água parecem brilhar. Eu visitei nas duas vezes em que fui ao Jalapão e recomendo!


Canyon Encantado

O Canyon Encantado foi um dos últimos lugares que visitei na minha segunda expedição ao Jalapão. Eu nem sabia da existência desse lugar e fiquei completamente impressionado.

Canyon Encantado - Jalapão

Com uma trilha um pouco difícil, o esforço é compensado quando chegamos no auge do passeio: em meio aos paredões de mais de 70 metros de altura, lindas cachoeiras completam o cenário.

O local é tão lindo que uma certa espécie decidiu fazer dele o seu lar. Pode ir sem medo, mas na dúvida é só perguntar para o seu guia sobre a Celeste


Conheça Taquaruçu

Não posso falar sobre os atrativos do Jalapão sem comentar sobre Taquaruçu, que está em uma das principais portas de entrada do parque. Vai ser impossível listar aqui todos os atrativos de Taquaruçu, pois acredite, são dezenas de trilhas, cachoeiras e atividades relacionadas ao ecoturismo.

Cachoera das Araras em Taquaruçu

Eu tive o prazer de visitar a Cachoeira das Araras, dentro da Fazenda ecológicaaqui é onde existem cães que são guias e te levam até a cachoeira.

Também subi no topo da Pedra do Pedro Paulo, ponto famoso para curtir o pôr do sol, e ainda me joguei na Tirolesa Voo do Pontal, com seus incríveis 1.300 metros de extensão e uma altitude de 300 metros – pura adrenalina!


Lagoa do Japonês

Dependendo da época da sua viagem, um dos atrativos que podem fazer parte do seu roteiro – principalmente se for o Volta ao Parque, é a Lagoa do Japonês. Esse passeio entra no lugar no Cânion Encantado quando não é possível visitá-lo.

Localizado no município de Pindorama, é um local lindíssimo que fica um pouco adiante de Ponte Alta. Se você estiver por conta, já me falaram que vale muito a pena conhecer.


Planejando sua viagem e Roteiro pelo Jalapão

Aqui no blog você já encontra alguns posts que podem te ajudar a definir a agência, roteiro e quantos dias ficar no Jalapão. Pra não ter erro, eu recomendo que você dê uma olhada neles antes de fechar sua viagem:

Veja aqui quantos dias ficar no Jalapão
Qual agência contratar no Jalapão
Os roteiros e tipos de passeios disponíveis no Jalapão
Qual a melhor época de viajar para o Jalapão

Com esses posts você já terá uma ótima base para planejar sua viagem da melhor forma possível. Mas além desses, aqui no blog você já encontra muitas dicas que podem te ajudar em vários outros detalhes:

Veja aqui todos os posts já publicados sobre o Jalapão

Vídeo Jalapão: olha o que espera você

Quer ver um pouco mais do que espera por você no Jalapão?? Se liga no vídeo que produzi para o meu Canal no YouTube
tenho certeza que sua vontade de conhecer esse destino só vai ficar ainda maior:

Não se esqueça de curtir o vídeo e se inscrever no canal, é uma forma de me ajudar a continuar produzindo conteúdos como esse

Clique aqui para se inscrever no Canal Um Viajante.

Espero que esse post te inspire a viajar para uma das regiões mais lindas do Brasil. Se tiver qualquer dúvida, fique à vontade para comentar aqui no post. Valeuuu!!

Jalapão

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *