Parque das Aves, em Foz do Iguaçu: vale a pena visitar?

Considerado um dos principais atrativos de Foz do Iguaçu, o Parque das Aves não pode ficar de fora do seu roteiro. Veja aqui como é o passeio, quanto tempo você precisa para conhecer, como combinar com as Cataratas do Iguaçu, além de dicas e informações para a sua programação.

Quando alguém me pergunta sobre o que fazer em Foz do Iguaçu, além, claro, das Cataratas do Iguaçu, eu sempre destaco o Parque das Aves como um atrativo imperdível para qualquer viajante e que é, de verdade, um dos meus lugares favoritos em Foz.

Parque das Aves, em Foz do Iguaçu: vale a pena visitar?

Mesmo já tendo a oportunidade de visitar o Parque das Aves algumas vezes, sempre que retorno para Foz do Iguaçu eu coloco esse atrativo na minha programação – e é por isso que decidi criar esse post guia com todos os detalhes do parque e porque vale a pena, sim, incluir ele no seu roteiro.

Quando falamos de um lugar que envolve a vida de animais e espécies selvagens, é muito importante que você conheça o trabalho que é feito lá e busque informações se esse é um local que respeita o meio ambiente e todas as espécies que ele abriga.

Fotos no Parque das Aves - Foz do Iguaçu

Por conhecer de perto o trabalho que é feito no Parque das Aves e a importância que essa instituição tem para a preservação de várias espécies, me sinto totalmente seguro em recomendar esse passeio para todos os viajantesseja para quem viaja sozinho, com amigos, em família ou, ainda mais especial, para quem viaja com crianças.

Para que o conteúdo desse post fique bem claro e objetivo, vou separar as informações em tópicos dessa maneira você pode ir direto para o assunto do seu interesse. Eu recomendo que leia o post completo, assim vai absorver todas as informações e, com toda certeza, ficar ainda mais animado para o dia dessa viagem.

Tudo sobre o Parque das Aves

Conheça o Parque das Aves

Antes de contar como é a visita ao Parque das Aves, é importante comentar um pouco sobre a história do parque e também a importância dele para o meio ambiente.

Parque das Aves, em Foz do Iguaçu: como é a visita

Inaugurado em 1994, há quase trinta anos, o Parque das Aves é até hoje a única instituição do mundo focada na conservação das aves da Mata Atlântica. Um espaço onde as pessoas podem ter uma experiência de proximidade com a natureza, respeitando seus limites em todos os sentidos.

O Parque abrange uma área de 16 hectares de Mata Atlântica onde vivem mais de 1.300 aves, de cerca de 130 espécies diferentes. O que nem todos sabem é que mais da metade desses animais chegou ao parque através de apreensões tanto do tráfico de animais quanto de situações de maus tratos.

O tráfico de animais é uma das coisas mais cruéis e desumanas que você pode imaginar. Como Foz do Iguaçu está localizada na fronteira do Brasil com Paraguai e Argentina, os casos de apreensões feitos pela polícia são muito frequentes na região.

Parque das Aves, em Foz do Iguaçu: como é a visita

Muitos desses animais não podem mais voltar a vida livre na natureza, por isso uma instituição como o Parque das Aves é tão importante para a recuperação e vida deles.

Devido ao desmatamento, à caça, ao tráfico e à extração de fontes alimentares para aves, hoje, para você ter uma ideia, ao menos 120 espécies de aves nativas da Mata Atlântica encontram-se ameaçadas de extinção. Diante de um cenário como esse, o trabalho do Parque das Aves, sendo o único no mundo focado na preservação das aves da Mata Atlântica é de uma importância sem igual.

Como é o passeio ao Parque das Aves

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre o trabalho e a importância do Parque das Aves para as espécies da Mata Atlântica, vou contar como é a visita ao Parque e como esse pode ser um dos passeios mais inesquecíveis da sua viagem a Foz do Iguaçu.

Parque das Aves, em Foz do Iguaçu: como é a visita

Bom, já posso adiantar que o passeio ao Parque das Aves é para você se desconectar do mundo virtual e se conectar totalmente com a natureza. É um passeio relaxante, calmo e que vai possibilitar que você veja de perto a beleza e exuberâncias de muitas espécies de aves e também de outras espécies de animais.

Importante: ter o privilégio de ver tantas espécies de perto é algo que temos que valorizar de forma simples: com respeito. Não grite ou fale alto perto dos animais, não tente tocar neles e, ainda mais importante, não os alimente.

Todas essas normas são bem claras já no começo do passeio e o Parque conta com guias espalhados por todos os pontos para monitorar as visitas. De qualquer forma, ter essa consciência é algo importante não só dentro do Parque, mas em todos os destinos que visitamos.

Ao atravessar a famosa casinha branca, na entrada do Parque das Aves, você já vai ver como a estrutura desse lugar é realmente especial e diferenciada. Todo o parque conta com placas informativas e, como comentei, com guias e monitores que você pode pedir informações e tirar dúvidas.

O caminho é totalmente demarcado e a trilha é plana e bem tranquila. A visita não é guiada e você pode percorrer o parque no seu tempo, parando para apreciar cada espécie com calma – não deixe de falar com os monitores caso tenha alguma dúvida, eles são ótimos e é uma boa oportunidade para você enriquecer ainda mais sua experiência de viagem.

Dentre as espécies que você vai encontrar durante a visita estão garça-branca, irerê, jacutinga, macuco, gavião, harpia, papagaio, coruja e também répteis, como jacaré, sucuri e jiboia.

Durante o passeio você terá a oportunidade de entrar em alguns viveiros de imersão, que são as áreas mais incríveis do Parque das Aves. A estrutura impressiona especialmente pelo tamanho: em alguns momentos você até esquece que está dentro de um viveiro.

Um dos primeiros viveiros que você visitará abriga um grupo de guarás que, para mim, tem uma das cores mais lindas da natureza: o vermelho deles é intenso e vibrante, difícil de descrever.

Guará - Parque das Aves - Foz do Iguaçu

Outro viveiro que você vai percorrer e que é um dos mais lindos do parque é o Viveiro dos Tucanos: juro, não tem como não se apaixonar por eles. Nós percorremos esse viveiro através de uma passarela suspensa e eles, que já estão acostumados com os viajantes curiosos, chegam pelo corrimão e nos olham da forma mais doce que você pode imaginar.

Tucano - Parque das Aves - Foz do Iguaçu

Falando em doçura, visitar o Viveiro dos Periquitos é superespecial e ainda conta com uma experiência à parte: alimentar os periquitos de forma responsável. Para você que sente vontade de alimentar os bichinhos, esse é o momento certo.

A atividade de alimentar os periquitos não faz parte do ingresso do Parque das Aves. Por isso, você tem que adquirir essa experiência à parte – o valor é de R$ 10 por pessoa.

Dentro do viveiro você vai encontrar o ponto de alimentação onde dois monitores vão auxiliar sua experiência: você receberá uma colher de madeira com alguns grãos e vai apenas segurar, deixando que os bonitinhos venham até você.

Eu participei e adorei! Algumas pessoas preferem apenas ficar olhando de fora, mas, caso você esteja com crianças, eu não deixaria essa oportunidade passar.

Ainda falando sobre os viveiros, um dos mais incríveis do Parque das Aves é o Viveiro das Araras: pode se preparar para se apaixonar mais uma vez. Apesar de amar os tucanos, é difícil alguma ave que supere a beleza das araras.

Parque das Aves, em Foz do Iguaçu: vale a pena visitar?

O Viveiro das Araras é incrível e lá você vai encontrar várias espécies: arara azul, araracanga, arara-canindé, arara-vermelha e até arara azul de lear. São quase 100 araras no viveiro e você fica até zonzo procurando por cada uma delas – só cuidado com a cabeça pois elas amam fazer voos rasantes ao cruzar o viveiro.

Continuando a visita pelo Parque, você ainda tem a oportunidade de visitar o Borboletário que é um percurso opcional, já que nem todos gostam de ficar muito perto das borboletas – e também vai passar pelo espaço das corujas, que são maravilhosas.

Coruja - Parque das Aves - Foz do Iguaçu

Sério, é um passeio difícil de descrever. Sempre que termino a volta pelo Parque das Aves, saio de lá renovado e ainda mais apaixonado por esse lugar. Se para mim, que sou adulto, é incrível, imagina então para as crianças que visitam o parque??? Juro, é um passeio que não pode ficar de fora da programação.

No final do percurso você chega a uma área com restaurante e também lojinha para comprar lembranças do Parque das Aves. Por ali também vai encontrar algumas estruturas para fotos, que também estão espalhadas pelo parque e rendem registros superlegais!

Fotos no Parque das Aves - Foz do Iguaçu

Quanto tempo de passeio para conhecer

Apesar de o percurso dentro do Parque das Aves não ser tão longo, você vai parar muitas vezes para observar as aves e fazer belos registros. A caminhada de pouco mais de um quilômetro costuma levar cerca de 1h30.

Parque das Aves - Foz do Iguaçu

Minha sugestão é que você separe ao menos 2 horas para visitar o Parque das Aves com bastante calma e aproveitar bem o passeio. Lembrando que a trilha é feita de forma independente, então você pode seguir no seu ritmo.

Qual o melhor horário para visitar o Parque das Aves

Eu já tive a oportunidade de visitar o Parque das Aves algumas vezes, tanto de manhã, perto do almoço e também no finalzinho da tardequase no horário do parque fechar.

De uma forma geral, você vai conseguir curtir o parque em qualquer horário. O que percebi é que de manhã, logo que abre, o número de visitantes tende a ser maiorjá que são os visitantes que vão primeiro ao Parque das Aves para depois seguir para as Cataratas do Iguaçu.

Perto do horário do almoço o movimento é regular, porém aqui, por conta das altas temperaturas que costuma fazer, muitas aves acabam ficando mais escondidas e protegidas do calor.

Guará - Parque das Aves - Foz do Iguaçu

Já no final da tarde, para minha boa surpresa, foi o melhor horário que já fiz a visita. O parque estava praticamente deserto e as aves estavam super tranquilas e espalhadas por todos os lados. Cheguei lá perto das 17h, sendo que o último horário de entrada era às 18h – mas eu poderia ficar lá dentro até 18h30. Foi supertranquilo e eu amei fazer a visita nesse horário – recomendo!

Se conseguir evitar as visitas no final de semana, também é uma boa pedida – pois o movimento tanto no Parque das Aves costuma ser bem intenso.

Visitar o Parque das Aves junto com as Cataratas do Iguaçu

Falando em horário, como já comentei, é muito comum dos viajantes casarem a visita ao Parque das Aves com a visita às Cataratas do Iguaçu. Esse passeio casado é uma boa opção já que a entrada do Parque Nacional do Iguaçu fica a apenas 500 metros de distância do Parque das Aves.

Veja aqui um Roteiro de 4 dias em Foz do Iguaçu

O que você deve decidir, caso opte por fazer os passeios juntos, é qual será a sequência da sua programação. É comum a visita ao Parque das Aves ser a primeira do dia e, na sequência, ser feita a visita ao Parque Nacional com as Cataratas e também o Macuco Safari.

O ponto ruim, na minha opinião, em fazer nessa sequência, é que o Parque das Aves fica mais movimentado durante a manhã; você perde a oportunidade de chegar nas Cataratas com poucas pessoas; e ainda tende a fazer a visita ao parque um pouco mais acelerada, já que estará ansioso pelas Cataratas.

Qual o melhor horário para visitar as Cataratas do Iguaçu

Para quem optar pela sequência inversa, começando o dia pelas Cataratas, é só importante levar uma muda de roupa para trocarespecialmente se o Macuco Safari estivar na sua programação.

Nesse caso você faria: Parque Nacional do Iguaçu pela manhã, chegando no primeiro horário para ver as Cataratas; almoça lá mesmo no Parque; faz o Macuco Safari depois do almoço, sem deixar para muito tarde; e, por fim, depois de trocar de roupa, vai fazer a visita ao Parque das Aves.

Veja aqui um post guia para visitar as Cataratas do Iguaçu

Quais atrativos combinar com o Parque das Aves

Para quem tem mais tempo no roteiro de Foz do Iguaçu, a minha sugestão é visitar apenas as Cataratas do Iguaçu com o Macuco Safari em um dia, para que não seja tão pesado, e em outro dia fazer o Parque das Aves junto com outro atrativo.

Aguaray Eco Esportes: passeio de caiaque em Foz do Iguaçu

Se você curte aventura e quer um passeio diferente do roteiro comum, uma boa pedida é o Aguaray: um passeio que envolve trilha pela mata, passeio de caiaque e ainda, banho de cachoeira. Como a entrada fica para o mesmo lado do Parque das Aves, é uma ótima pedida.

Veja aqui um post sobre o Aguaray

Caso você queira outro tipo de aventura na sua programação, uma ótima pedida de passeio para combinar com o Parque das Aves é o Voo de Helicóptero sobre as Cataratas do Iguaçua saída para o voo é bem em frente ao Parque das Aves.

Agora, se você estiver com crianças na viagem e queira outro tipo de atrativo, o complexo Dreams Park Show fica também na direção do Parque das Aves. Nesse atrativo você pode visitar um Museu de Cera, o Vale dos Dinossauros e também o Dreams Motor Show, um ambiente para quem ama motocicletas.

O ingresso para todos esses atrativos, além de transfer, hospedagem e até aluguel de carro com desconto, você pode fechar diretamente com a Loumar Turismovou passar todos os detalhes para você fechar seus passeios.

Ingresso: quanto custa a entrada ao Parque das Aves

O ingresso para o Parque das Aves custa R$ 60,00.
Ao compra-lo, você deve definir o horário da sua visita.

Idosos acima de 60 anos, estudantes de 9 a 16 anos, professores, doadores de sangue e pessoas com deficiência pagam meia entrada: R$ 30,00. Crianças de 0 a 8 anos não pagam entrada.

Moradores de Foz do Iguaçu e municípios vizinhos ao Parque Nacional do Iguaçu pagam o valor de R$ 10 para visitar o Parque das Aves.


Onde comprar o ingresso

Eu recomendo que você compre o seu ingresso do Parque das Aves com a Loumar, que foi onde fechei todos os meus ingressos e passeios em Foz do Iguaçu. Além de conseguir valores promocionais, até mais baixo que a bilheteria, ainda existe a facilidade de parcelamentoperfeita para quem vai fazer vários passeios ou está viajando em família.

A Loumar é uma agência super de confiança e bastante conhecida em Foz do Iguaçu. É uma agência receptiva, então eles são referência por serem especialistas nesse destino. Os valores são realmente muito atrativos e, para melhorar, hoje os leitores do blog que fecharem um combo de passeios com eles podem receber um bom desconto.

O atendimento da Loumar é excelente e você pode falar com eles direto pelo WhatsApp para fechar, além dos passeios e ingressos, também sua hospedagem, transporte do aeroporto, transfer para os passeios e até aluguel de carro, se for a sua necessidade – mas lembre-se de comentar que é leitor aqui do blog Um Viajante.

Se preferir receber o contato da Loumar por e-mail, vou deixar aqui um formulário para você entrar em contato direto com a agência. Listei alguns atrativos nesse formulário que você pode selecionar para facilitar a sua comunicação. Pode ter certeza de que será uma ótima experiência.

    Quais informações tem interesse:

    Dicas para o dia do seu passeio

    Para fechar esse post especial com as melhores dicas para você aproveitar o seu passeio pelo Parque das Aves, vou resumir e reforçar aqui alguns pontos importantes:

    – A trilha pelo Parque das Aves é bastante tranquila, ainda assim é importante que você dê preferência a calçados leves e confortáveis para caminhada.

    – Se tiver tempo no seu roteiro, separe um dia completo para as Cataratas do Iguaçu e visite o Parque das Aves combinando com outro atrativo. Além de aproveitar melhor, você não fica tão cansado em um único dia.

    – Caso vá com carro próprio ou alugado, evite os horários de maior movimento. Apesar do estacionamento do Parque das Aves ser gratuito, ele é pequeno e costuma lotar nesses horários. Caso esteja cheio, você terá que guardar o carro em um estacionamento particularnormalmente cobram 20 reais pelo dia.

    – Apesar do parque ter um último horário de entrada, você pode ficar mais algum tempo lá dentro. Aproveite o final da tarde para fazer um ótimo passeio pelo Parque das Aves.

    – Sobre as regrinhas básicas: NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS! Hoje temos o privilégio de visitar um lugar como esse e o mínimo que temos que fazer em troca é respeitar cada um desses animais.

    – Para fazer as melhores fotos, uma câmera com um bom zoom é uma ótima pedida para esse passeio – aliada a uma pitada de paciência, já que não é tão simples fotografar aves.

    Fotos no Parque das Aves - Foz do Iguaçu

    Informações e como chegar ao Parque das Aves

    É importante atentar que o horário de funcionamento pode mudar de acordo com a época da sua viagem. Lembrando que você deve selecionar o horário que vai visitar ao comprar o seu ingresso.

    Horário de Funcionamento
    Todos os dias, das 9h às 17h para entrada.

    O estacionamento é gratuito em frente ao parque, porém não tem muitas vagas.

    O Parque das Aves está localizado a cerca de 18 km do centro de Foz do Iguaçu, muito próximo a entrada do Parque Nacional do Iguaçu. Para quem não está com veículo próprio ou carro alugado, minha sugestão é fechar um transfer com uma agência – você pode aproveitar e fechar tudo direto com a Loumar.

    Vou deixar aqui o mapa para você visualizar o percurso do centro de Foz até a entrada do Parque Nacional:


    Vídeo Foz do Iguaçu: para inspirar sua viagem

    Quer ter um gostinho de como viajar para Foz do Iguaçu é especial? Veja aqui o vídeo que produzi nessa viagem e que tem imagens para você já ir sonhando com o dia de estar lá.


    Se curtiu o vídeo, aproveite para se inscrever no canal e também me acompanhar no @blogumviajante – estou sempre compartilhando dicas e viagens ao redor do mundo. Me manda um oi lá

    Tudo sobre Foz do Iguaçu

    Quer pegar mais dicas para sua viagem? Como estou publicando vários posts sobre o destino, decidi criar um Guia Especial sobre Foz do Iguaçu. Vale a pena dar uma olhada e pegar diversas dicas para sua viagem:

    Veja aqui o Guia Especial Foz do Iguaçu 

    Se tiver qualquer dúvida ou precisar de alguma informação sobre o Parque das Aves ou outros atrativos de Foz do Iguaçu, fique à vontade para deixar um comentário nesse post! Valeuuu!

    PARA SUA VIAGEM A FOZ DO IGUAÇU
    Cadastre o seu e-mail e receba dicas personalizadas até a data da sua viagem.

      RESERVE SEU HOTEL EM FOZ DO IGUAÇU
      Booking.com
      Sempre que fizer sua reserva, você contribui com o blog Um Viajante e não gasta nada a mais com isso.

      Sobre o autor

      Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

      Posts relacionados

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *