Roteiro Patagônia Chilena e Argentina: 10 dias incríveis!

Conhecer a região da Patagônia foi um sonho que realizei recentemente. Veja como foi roteiro de 10 dias que fiz pela Patagônia Chilena e Argentina.

Se você acompanha minhas viagens e os posts aqui no blog, deve saber que sou apaixonado pelo Chile. Já fui algumas vezes para Santiago e também para o norte do país, onde fica o Deserto do Atacama.

Caso você esteja chegando aqui agora e queira conhecer essa e outras regiões do Chile, dá uma navegada no blog, pois tem bastante conteúdo:

Veja aqui todos os posts já publicados sobre o Chile

Agora sim, vamos falar de Patagônia! Uma das viagens que há bastante tempo estava na minha lista de desejos e que, com muita alegria, pude realizar no começo desse ano.

Torres del Paine, Patagônia Chilena

O meu roteiro pela Patagônia, que teve total suporte da agência FlaviaBia, durou 10 dias e incluiu lugares tanto da Patagônia Chilena quanto Argentina.

A ideia principal do roteiro foi visitar alguns dos pontos mais lindos da região da Patagônia, incluindo trekkings e atividades super conectadas com a natureza.

Desbravando as incríveis belezas da Patagônia

Eu não precisaria pensar duas vezes para dizer que voltaria para a região da Patagônia hoje mesmo. Sem dúvidas foi um dos lugares mais lindos e incríveis que já tive a oportunidade de conhecer.

Torres del Paine, Patagônia Chilena

Em um cenário de contrastes, onde ainda podemos ver a natureza de uma forma tão pura e preservada, esse destino consegue conquistar e surpreender a cada novo dia de viagem.

Entre bosques, vales, montanhas e glaciares, nossa visão se perde em meio a tanta beleza. Lagos quase congelados, torres de pedra abraçadas por neve e toda vida pulsante que a natureza exibe ao nosso redor – é difícil descrever em palavras o quão linda e especial é essa região.

Quem é amante da natureza e apaixonado por belezas naturais, precisa, de verdade mesmo, realizar essa viagem – e eu espero te inspirar com esse e os próximos posts que vou compartilhar por aqui.

Um roteiro pela Patagônia Chilena e Argentina

Ao longo dos próximos posts, vou contar com detalhes como foi cada etapa dessa incrível expedição pela Patagônia. Foram 10 dias intensos, com visitas a glaciares, navegações em rios quase congelados e trekkings que me levaram para alguns dos pontos mais fantásticos do nosso planeta.

El Chalten, Patagônia Argentina

Nesse post, vou fazer um resumão de como foi o roteiro pela Patagônia, que incluiu tanto a parte do Chile como também da Argentina. Vou comentar um pouco sobre cada dia da viagem e mostrar a rota que fizemos – para o post não ficar gigante, tentarei ser breve em alguns comentários.

Não se esqueça de ficar de olho aqui no blog, pois logo vou dar continuidade nos posts e aí sim, contar mais detalhes de cada lugar que pude conhecer.

Roteiro: 10 dias na Patagônia Chilena e Argentina

Antes iniciar os comentários sobre o roteiro, quero lembrar novamente que, nessa viagem, tive o apoio da agência FlaviaBia Expediciones, que também é minha parceira lá no Deserto do Atacama.

Hoje a Flavia, que é a dona da agência, já está atuando com roteiros pela Patagônia. Com esse apoio, consegui otimizar meu tempo e fazer em 10 dias muito mais do que faria sozinho.

Patagônia Chilena - Um Viajante

Caso você queira realizar uma viagem para Patagônia, no final desse post vou deixar os contatos da Flavia para você trocar uma ideia com ela – assim como no Atacama, os leitores do blog têm condições especiais para fechar os passeios com ela. Vem comigo que vou explicar certinho mais pra frente

Iniciando a viagem pela Patagônia

Dia 1: Chegada em Punta Arenas

Minha viagem para Patagônia começou na cidade de Punta Arenas, onde cheguei de avião à noite – infelizmente sem a minha mala.

O voo saindo do Brasil fez escala em Santiago, onde eu deveria ter pego minha bagagem e despachado novamente – achei que não era preciso e fui direito.

Felizmente a companhia aérea localizou a mala e enviou direto para Puerto Natales, minha primeira parada oficial no roteiro.

Dia 2: Seguindo viagem para Puerto Natales

Apesar de estar apreensivo por conta da mala, segui com o roteiro planejado e parti em direção a Puerto Natales o trajeto tem cerca de 250 km, que percorremos em mais ou menos 3 horas.

Logo que chegamos, fomos direto no Emporio Los Panaderos, onde comi a melhor cuca de mirtilo da minha vida – juro, eu voltaria para a Patagônia só por essa cuca!

Emporio Los Panaderos, Puerto Natales - Patagônia Chilena

Aproveitamos o tempo para passear pela cidade, que tem um clima de interior delicioso! Puerto Natelas é super organizada, charmosa e, se você der sorte, pode curtir um pôr do sol de tirar o fôlego.

 Puerto Natales - Patagônia Chilena

Nessa noite, fiquei no Hotel Weskar Lodge, super confortável e com uma vista maravilhosa – uma ótima opção na cidade!

Dia 3: Partimos para El Calafate, Argentina

Terceiro dia da viagem, acordamos cedo para cruzar a fronteira e chegar no lado da Patagônia Argentina. Foram cerca de 4 horas de viagem, sempre passando por cenários lindos.

Por conta das longas distâncias na estrada, decidimos fazer uma atividade mais light: seria nosso dia no campo. Assim que chegamos fomos para uma estância, onde comemos comida típica da região e conhecemos de perto como é a vida de quem vive por ali.

Estância Patagônia Chilena

No final do dia já estávamos na cidade de El Calafate que, assim como Puerto Natales, é pequena e super charmosa.

Saímos para aproveitar o restante do dia e acabamos encontrando um café na cidade, onde, direto da varanda, pudemos curtir o cair da noite.

El Calafate, Patagônia Argentina

Em El Calafate, fiquei no Hotel MadreTierra Patagonia, que é super pequeno e muito aconchegante – recomendo!

Dia 4: Visita ao Glaciar de Perito Moreno

O quarto dia da viagem foi separado para uma das atrações mais famosas da região da Patagônia: a Geleira Perito Moreno!

Foi a primeira vez que vi um glaciar de perto e, sem dúvidas, foi uma das coisas mais impressionantes que já presenciei na vida! Vão ter posts completos sobre ele, então aguarda!!

El Calafate, Patagônia Argentina

Depois da visita e de um churrasco ao estilo da Patagônia, seguimos viagem para a cidade de El Chalten, base para um dos passeios mais sensacionais da viagem.

Chegamos lá com o tempo super fechado, garoa e muito frio – o que preocupou muito para o passeio do dia seguinte.

Em El Chalten, fiquei no hotel Hosteria El Puma, com um clima super rústico e que tem tudo a ver com a região – mais um pra lista de recomendados.

Dia 5: Trekking base Fitz Roy, Argentina

Felizmente a Patagônia tem seu lado bipolar, maravilhoso, e o dia amanheceu mais que lindo no nosso quinto dia de viagem.

Fitz Roy, Patagônia Argentina

Nossa aventura era o trekking até a base Fitz Roy, um dos mais esperados da expedição – e que fez por merecer! Mais uma vez as expectativas foram superadas e eu digo, com segurança, que esse é um dos trekkings mais lindos que você pode fazer no mundo – aguarde o post com mais detalhes e fotos absurdas de tão lindas.

Nossa noite foi no mesmo hotel, o El Puma.

Dia 6: Retorno para Puerto Natales, de volta ao Chile

Depois da super aventura do dia anterior e mais algumas horinhas de estrada, retornamos para o Chile e chegamos quebrados em Puerto Natales. A diferença é que escolhemos outro hotel para ficar, dessa fez nossa casa foi o Simple Patagônia.

Hotel Simple Patagônia - Puerto Natales, Chile

Esse foi o hotel que me conquistou na viagem! Não que os outros não tenham sido incríveis, mas nesse aqui eu moraria – juro, queria chamar de meu!

Como no dia seguinte teríamos mais uma programação puxada, aproveitamos para descansar no hotel mesmo – boa jogada colocar esse hotel nesse ponto da viagem!

Dia 7: Trekking base Torres del Paine

Sétimo dia da expedição, mais uma super atração muito esperada nesse roteiro: o trekking até a base de Torres del Paine.

Torres del Paine, Patagônia Chilena

Novamente dei sorte na viagem, pé quente que sou, e peguei um dia espetacular! Quando saímos do hotel o tempo estava feio, meio fechado, mas depois os meus santos viajantes mandaram as nuvens para longe e o visual foi perfeito.

Claro que vai ter post com mais detalhes sobre esse passeio e você só precisa ficar de olho aqui no blog

Dia 8: Passeio pelo Parque Nacional Torres del Paine

Oitavo dia da viagem, depois da grande aventura do dia anterior, separei esse dia do roteiro para explorar outras áreas do Parque Nacional Torres del Paine.

Foi bem mais tranquilo, sem caminhadas longas e com vários cenários de tirar o fôlego – incluindo um cartão postal que era meu sonho conhecer!!

Torres del Paine, Patagônia Chilena

Para fechar o passeio com chave de ouro, passamos a noite dentro do parque, no Hotel Pampa Lodge – outro hotel que roubou a atenção na viagem com sua vista espetacular!

Dia 9: Caiaque no Glaciar Grey

Saímos cedinho do hotel nesse dia para fazer uma visita diferente ao Glaciar Grey: um passeio de caiaque. Assim como existe a caminhada sobre o glaciar, o caiaque seria um passeio alternativo que decidi incluir no roteiro.

Infelizmente o tempo não colaborou, mas também não posso reclamar. De todo o roteiro, esse foi o único dia da viagem que sofremos com o clima.

Glaciar Grey Patagônia

Acabamos cancelando o caiaque e curtimos mais um pouco da região antes de seguir viagem de volta a Puerto Natalesmais uma vez no hotel Simple Patagônia.

Dia 10: Navegação Glaciar Balmaceda e Serrano

O décimo dia da viagem foi separado para uma navegação aos glaciares Balmaceda e Serrano, com visuais que são até difíceis de descrever em palavras.

Navegação Glaciar Balmaceda e Serrano

Apesar de ser mais tranquilo, o vento forte acabou dando mais emoção no passeio de barco – mas acabou tudo bem! Um dia espetacular e cheio de paisagens lindas. Terminamos de volta em Puerto Natales.

Dia 11: Bônus! Mais um dia de campo na Patagônia

O roteiro de 10 dias já estava concluído, mas com um dia extra na programação, decidimos explorar mais um pouco do campo, dessa vez em outra fazenda.

Foi um dia ao lado de uma família que realmente vive do campo, onde pudemos conhecer a propriedade, andar a cavalo e, mais uma vez, degustar um churrasco típico da região – dessa vez provando o melhor Cordeiro Patagônico que eu já tive oportunidade de experimentar.


Depois disso segui viagem de volta para Punta Arenas onde peguei um voo para Santiago e enfim de volta para casa – ufa, quanta emoção em uma única viagem.

Como falei para você, nesse post eu daria um panorama geral de como foi minha primeira viagem pela Patagônia. Sem dúvidas eu voltaria para lá mil vezes, para ver tudo que acabou ficando de fora e também repetir o que já fiz

Mapa: Roteiro Viagem Patagônia

Para que você consiga visualizar esse roteiro de uma forma mais clara, organizei esse mapa da Patagônia com os principais lugares que visitei, dá uma olhada:

FlaviaBia Expediciones na Patagônia

Voltando a falar da FlaviaBia Expediciones, eu recomendo o trabalho dela com total segurança. Já conheço a Flavia de muitos anos, lá do Atacama, e agora ela decidiu iniciar sua atuação também na Patagônia.

FlaviaBia Expediciones - Patagônia Chilena e Argentina

Essa viagem que fiz foi um teste da expedição, para realmente conhecer o trabalho dela na região. Hoje ela já está abrindo roteiros para quem quer conhecer a Patagônia e quer contar com serviço de primeira.

Assim como vou detalhar a maior parte dos passeios que fiz nessa viagem em outros posts, também vou fazer um comentando todas as vantagens que eu vi ao fazer a viagem com alguém que já conhece a região.

Caso você já queria entrar em contato com a Flavia, vou deixar aqui o e-mail, site e Instagram dela. É super importante pra mim você falar que viu esse roteiro aqui no blog Um Viajantediga pra ela que você me conhece mesmo, de verdade!

A Flavia hoje oferece condições especiais para os leitores do blog, então vou ficar muito feliz em ajudar na realização da sua viagem

Hospedagem e hotéis na Patagônia

Como você pode ver, ao longo desse post eu indiquei os hotéis que fiquei durante essa viagem. Todos eles estão com links do Booking.com, que é um dos sistemas de reservas mais confiáveis do mundo e meu parceiro aqui no blog.

Hotel Simple Patagônia - Puerto Natales, Chile

Sempre que puder, faça suas reservas de hospedagem através desses ou de quaisquer links do Booking que você encontrar aqui no blog – por esse aqui inclusive! Fazendo isso, você vai garantir sua reserva com segurança e ainda vai me dar uma super força, sem gastar nada a mais – eu super agradeço, de coração!

Se você tiver qualquer dúvida sobre o roteiro pela Patagônia, quiser saber de algo específico ou contribuir com alguma dica, fique à vontade para comentar aqui no post! Precisando de qualquer coisa é só me dar um grito!!

Mondial Assistence - Seguro Viagem

About The Author

Robson Franzói é um jovem de Curitiba que tenta inspirar outros viajantes a explorarem diferentes lugares do mundo. Decidiu correr atrás dos seus sonhos e hoje vive desse blog, seu projeto mais especial. Apaixonado por fotografia e vídeos, o garoto vive para compartilhar suas experiências e dicas dos lugares que conhece. Suas fotos já estão ficando conhecidas e seus vídeos inspiram muitos viajantes. Aproveite e acompanhe o Instagram e também o Canal Um Viajante.

Related posts

10 Comments

  1. Vinicius

    Muito bom! Obrigado pelas dicas!
    Só uma “dica”: você podia colocar estimativas de gastos, pois ajuda muito a se preparar… Não digo nem do pacote fechado com a Flávia pois provavelmente isso foi acertado entre vcs pela parceria, mas de gastos com alimentação e preços dos hotéis…

    De qualquer maneira, ótimo roteiro!

    Reply
  2. Carla

    Oie Robson,

    Assim Como você sou apaixonada pelo Chile e estou programando uma viagem para a Patagônia Chilena (e quem sabe à patagonia Argentina, já que é muito perto) e gostaria de saber mais sobre o clima!
    Em que época do ano você foi??
    Estou pretendendo ir em maio, no outono, mas estou com medo do frio!
    Gostaria de receber mais dicas do clima!
    Obrigada
    bjos

    Reply
  3. Eduardo

    Opa, blz Robson? Muito obrigado pelo seu relato. Hoje mesmo comecei a pensar em ir agora em novembro e o google me trouxe aqui, muita coincidência seu post ser de ontem! Só duas dúvidas:
    1 – para usar essa agência eu tenho que começar a viagem na mesma cidade que você começou?
    2 – a agência ajuda a escolher os transportes e hoteis?

    Sempre que começo a pensar numa viagem pra patagônia fico tão confuso que acabo largando a ideia, já que é um lugar do tamanho de um país hahah

    Reply
    1. Robson Franzói

      Grande Edu!! Tudo beleza? Que legal que já chegou aqui no post pelo Google, ainda mais é que é post super novo

      Então, sim! O roteiro que a Flávia oferece começa nesse sentido, iniciando em Puerto Natales. Você deve chegar em Punta Arenas e de lá seguir até Puerto Natales, que é bem tranquilo.

      Sobre os hotéis durante a viagem, ela vai te ajudar nesse sentido sim e você também pode se organizar com esses que recomendei aqui no post – são ótimos. Os transportes ela já inclui no serviço, então você não precisa se preocupar com isso.

      Vale a pena trocar uma ideia com ela, entra em contato e pode comentar que viu o post aqui do blog Um Viajante. Ela vai ficar feliz que ele já está aparecendo e tenho certeza que vai te ajudar.

      Se precisar de qualquer coisa me dá um grito aqui. Abraçooo!

      Reply
    1. Robson Franzói

      Grande Paulo!! As fotos do blog eu sempre finalizo no Lightroom. Pra o Insta eu uso também o VSCO, quando edito direto no celular. Se quiser dar uma olhada, fiz um vídeo mostrando como edito as fotos no celular:

      https://youtu.be/PCiFWVr4tRQ

      Qualquer coisa me dá um grito aqui! Valeuu

      Reply
  4. Alexandre Gallo

    Ola Robson, primeiramente parabens pelo belissimo trabalho! Vou fazer o roteiro Sp – Baires de carro, vamos esticar depois para Santiago e estamos avaliando subir para o norte do chile na volta, tem alguma recomendação em especial?

    Grande abraço

    Alexandre Gallo

    Reply
    1. Robson Franzói

      Grande Alexandre!! Que demais o seu roteiro… vai ser uma baita viagem!! Quantos dias você tem para fazer tudo?

      Como as distâncias são longas, especialmente para ir do sul do país até o norte, é bom ter um roteiro bem definido e tempo para aproveitar cada lugar.

      Tenho certeza que será incrível!! Se precisar de qualquer coisa me dá um grito aqui! Abraçooo!!

      Reply
  5. Mariana

    Boa tarde Robson!! Primeiramente, obrigada pelas grandes dicas. Fiz minhas viagens para o Atacama e para a Chapada Diamantina baseadas em tudo o que você disse no blog. Inclusive assim que tomei coragem para subir o Lascar… kkkkk
    Estou planejando ir para a Patagônia Chilena e Argentina em maio de 2019, quando eu e meu marido estaremos de férias. Porém, em contato com a Flavia Bia, ela me informou que neste período não estará atuando, pois realiza os passeios somente no verão, ou seja, até março. Ela também não soube indicar outras agências.
    Gostaria de saber se vc indica alguma outra agência, se existem várias opções e, por último, uma média de valores gastos nessa viagem, levando em consideração os passeios que vc escolheu.
    Obrigada!!!

    Reply
  6. Alex

    Cara, a sua escrita é muito bacana e suas fotos excepcionais, muito show seu blog! Na verdade estou planejando o Atacama pra maio do ano que vem, mais fui passeando pelos posts do Deserto e cheguei aqui na Patagônia, que acabou de entrar na minha lista de urgência depois desse post! Grande abraço!

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *